Your SlideShare is downloading. ×

EDTED 2010 - Acessibilidade na Web

9,485

Published on

Apresentação sobre acessiblidade na web no EDTED Rio de Janeiro - março de 2010

Apresentação sobre acessiblidade na web no EDTED Rio de Janeiro - março de 2010

Published in: Design, Technology
4 Comments
18 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
9,485
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
21
Actions
Shares
0
Downloads
213
Comments
4
Likes
18
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • É garantir que a informação esteja disponível e acessível a qualquer hora, local, ambiente, dispositivo de acesso e por qualquer tipo de visitante/usuário, independente de sua capacidade motora, visual, auditiva, mental, computacional, cultural ou social.
  • Teoria das Janelas Quebradas aplicada à web Fator W – Walmar A ndrade http://fatorw.com/2007/06/27/teoria-das-janelas-quebradas/
  • Teoria das Janelas Quebradas aplicada à web Fator W – Walmar A ndrade http://fatorw.com/2007/06/27/teoria-das-janelas-quebradas/
  • Teoria das Janelas Quebradas aplicada à web Fator W – Walmar A ndrade http://fatorw.com/2007/06/27/teoria-das-janelas-quebradas/
  • É garantir que a informação esteja disponível e acessível a qualquer hora, local, ambiente, dispositivo de acesso e por qualquer tipo de visitante/usuário, independente de sua capacidade motora, visual, auditiva, mental, computacional, cultural ou social.
  • É garantir que a informação esteja disponível e acessível a qualquer hora, local, ambiente, dispositivo de acesso e por qualquer tipo de visitante/usuário, independente de sua capacidade motora, visual, auditiva, mental, computacional, cultural ou social.
  • É garantir que a informação esteja disponível e acessível a qualquer hora, local, ambiente, dispositivo de acesso e por qualquer tipo de visitante/usuário, independente de sua capacidade motora, visual, auditiva, mental, computacional, cultural ou social.
  • Transcript

    • 1. Acessi bilidade Horácio Soares horacio.soares@acessodigital.net 55 (21) 9925-5404 @ horaciosoares Edted Março 2010
    • 2. Acessi bilidade para quem?
    • 3. Lêda, sem visão... Utilizando uma mesa tátil acessível
    • 4. Lucas, com baixa visão utilizando o software ampliador de tela.
    • 5. Bernardo, designer e daltônico
    • 6. Ok, então acessibilidade é para pessoas com deficiência visual, certo?
    • 7. João, tetraplégico João (foto de Maíra Soares )
    • 8. João Henriques deficiente motor utiliza o mouse com dificuldade. ( www.euroacessibilidade.com )
    • 9. Eric interagindo através de teclado expandido - Funlar – Rio (nov/2006).
    • 10. Deficientes auditivos não oralizados têm dificuldades com o português. Chapeuzinho Vermelho em português e na língua de sinais (prof. Goulão)
    • 11. Vídeo Video Acessibilidade na Web: Custo ou Benefício? Download: http://acessodigital.net/video.html Videolog: http://videolog.uol.com.br/video.php?id=230205
    • 12. Certo...acessibilidade na Web serve para pessoas que possuem alguma deficiência, certo ?
    • 13. Pedro e Laura com dispositivos móveis com acesso a Internet. Pedro olhando para seu smartphone e Laura com uma cara desesperada pera seu celular.
    • 14. Gabriel, linguagem em desenvolvimento... Gabriel compenetrado, olhando para o monitor e clicando com o mouse. Agora ele está olhando e brincando como teclado.
    • 15. Calvin, pouca experiência e medo do computador Homem com muito medo olhando por cima de um notebook.
    • 16. Marta e suas amigas…
    • 17. Max, com tendinite, usando o mouse com a mão trocada. Homem com expressão de desespero, usando o mouse com a mão esquerda
    • 18. Todos nós na primeira experiência. Um criança com camisa social e gravata em frente a um notebook
    • 19. E finalmente, o bilionário cego!!! Cifrão desenhado com moedas douradas
    • 20. Google, o bilionário cego!!! É apenas um robô que indexa conteúdo em texto. Dilbert fazendo parte do logotipo do Google e falando “eu não posso ver”.
    • 21. Acessibilidade, quais são os custos?
    • 22.
      • Curva de aprendizagem
      • Alto custo no redesign
      • Baixo em novos projetos
      • Diminui com tempo
      • Validação
      • Manutenção
      • Melhoria contínua
      • Mudança de cultura
    • 23. E os benefícios?
    • 24. Possibilidade de atingir 100% do público alvo;
    • 25. Atender melhor todas as pessoas
    • 26. Mas normalmente o tratamento que recebemos é...
    • 27. Quando podemos ser surpreendidos Design universal: uma solução para todos
    • 28. Homem de terno comemorando Fidelizar clientes
    • 29. Mais fácil de usar e aprender
    • 30. Uma mão com laço no dedo indicador Conformidade com o decreto de lei Decreto nº 5.296 (dez/04) e com a convenção da ONU que ganhou força de lei Decreto 6949 (ago/09) ;
    • 31. Concorrer Portal Petrobras: projetos de: Portabilidade e Acessibilidade
    • 32. Proteção contra processos pela falta da acessibilidade
    • 33. Visualizar os benefícios da acessibilidade Manutenção mais rápida e barata, melhor performance…
    • 34. Valorização da Diversidade e Responsabilidade Social. Mãos entrelaçadas
    • 35. Maior visibilidade pelos sistemas de busca;
    • 36. Mulher com notebook em sinal de ok Vantagem competitiva
    • 37. Melhoria da qualidade. Mãe e filha felizes na praia dando uma estrela
    • 38. Como anda a acessibilidade digital no Brasil? Motivação pelo decreto de lei 5296
    • 39. http://www.flickr.com/photos/alltheaces/67904915/ Porquinho rosa e sorridente de pelúcia Acessibilidade aplicada por algumas empresas brasileiras.
    • 40. http://www.flickr.com/photos/melmoththewanderer/31029375/ Fucinho de um porco de verdade... Resultado da acessibilidade de alguns sites que receberam apenas uma camada de maquiagem para se adequarem ao decreto lei de 5296.
    • 41. Resultado: acessibilidade para inglês ver.
    • 42.  
    • 43. Acessibilidade para inglês ver...
    • 44. Portal Brasil
    • 45.  
    • 46. Portal Brasil, pra quem? Quem vai utilizar? Quais são os serviços disponíveis?
    • 47. produtos pessoas contexto
    • 48. 149Kb
    • 49.  
    • 50.  
    • 51. Janela Quebrada Teoria das Janelas Quebradas aplicada à web http://fatorw.com/2007/06/27/teoria-das-janelas-quebradas/
    • 52.  
    • 53. <li class=&quot;last-child&quot;> <a href=&quot;http…&quot; class=&quot;rated...&quot; title=&quot;Excelente&quot; > excellent </a> </li>
    • 54. Um bom site, é um site bem testado… Vídeo
    • 55. Barreiras Técnicas e Culturais: • Quando uma organização quer aplicar acessibilidade, há três barreiras a vencer: 1 O que é, para que serve e o que ganhamos com isso...Mitos 2 Eu não sei como implementar acessibilidade 3 Como disseminar o conhecimento e quem irá manter e validar a acessibilidade
    • 56. Acessibilidade?
    • 57. Acessibilidade = Técnicas de acessibilidade
    • 58.
      • WCAG Web Content Accessibility Guidelines
      •  WCAG 1.0 – 05 de maio de 1999 http://www.utad.pt/wai/wai-pageauth.html
      •  WCAG 2.0 – 11 de dezembro de 2008 http://www.ilearn.com.br/TR/WCAG20/
      •  WCAG Samurai
      Recomendações para acessibilidade do conteúdo da Web 1.0 e 2.0 do W3C
    • 59. Acessibilidade = Técnicas de acessibilidade + Web Standards
    • 60.  
    • 61. Acessibilidade = Técnicas de acessibilidade + Web Standards + Usabilidade
    • 62.
      • Produto: banana
    • 63.
      • Facilidade de aprendizagem
      • Capacidade com que o usuário começa a interagir rapidamente com o sistema logo na primeira vez que o utiliza .
      http://www.flickr.com/photos/arkworld/472578586/
    • 64. http://www.flickr.com/photos/meatballsub/3456803850/ Eficiência de uso Grau de produtividade atingido pelo usuário depois que aprendeu a utilizar o sistema.
    • 65.
      • Eficiência
      • de uso
      http://www.flickr.com/photos/arkworld/472578586/
    • 66.
      • Facilidade de memorização
      • Retenção, capacidade do usuário de voltar a utilizar o sistema após certo tempo sem precisar aprendê-lo novamente.
      http://www.flickr.com/photos/sashala/316866777/
    • 67.
      • Baixa taxa de erros
      • Medida do quanto o usuário pode ser induzido ao erro pelo sistema e o quanto pode se recuperar do mesmo .
      http://www.flickr.com/photos/kalimistuk/2226314453/
    • 68. Satisfação Subjetiva Medida do quanto o usuário se sente feliz de estar utilizando o sistema.
    • 69. Acessibilidade = Técnicas de acessibilidade + Web Standards + Usabilidade + Conteúdo
    • 70. Escrever é a arte de cortar palavras
    • 71. 104 PALAVRAS: O questionário a seguir é destinado a colher informações que nos ajudarão a melhorar o site e adequá-lo às suas necessidades. Por favor, selecione suas respostas nos menus suspensos e nos botões de rádio abaixo. Você levará dois ou três minutos para preencher o questionário. No fim deste formulário, você pode optar por deixar seu nome, endereço, e número de telefone. Se você deixar seu nome e número, poderá ser contatado para participar de um estudo destinado a nos ajudar a melhorar este site. Se você tiver comentários ou interesses que precisem de resposta, por favor, contate o Serviço de Atendimento ao Cliente. 47 PALAVRAS: Por favor, ajude-nos a melhorar este site, respondendo a estas questões. Levará apenas 2 ou 3 minutos para completar esta avaliação. Nota: Se você tiver comentários ou interesses que necessitem de uma resposta, não use este formulário. Em vez disso, contate o Atendimento ao Cliente. Omita palavras desnecessárias Livro: Não me faça pensar – Autor Steve Krug ( http://sensible.com )
    • 72. Acessibilidade = Técnicas de acessibilidade + Web Standards + Usabilidade + Conteúdo + AI
    • 73. Pergunte aos clientes de um restaurante o que eles preferem:  um cardápio repleto de opções  ou um com poucas alternativas
    • 74. Exemplo de um cardápio com muitas opções
    • 75.
      • Desafio: Como tratar o excesso de informação?
    • 76. Na busca de soluções para os problemas, o que maioria faz?
    • 77. Copia e cola quase tudo...
    • 78. Resultado: replicamos tudo que está por aí sem pensar... Alguns exemplos:
    • 79. Código de barras
    • 80.  
    • 81. CAPTCHA
    • 82. Captcha (solução inacessível e insegura) ( http://www.webvisum.com/en/main/download )
    • 83. Menu DropDown
    • 84.  
    • 85. Usamos o flash como se todos tivessem acesso a ele...
    • 86.  
    • 87. Clique aqui!
    • 88. “ Clique aqui”, “Saiba mais”, “veja Mais”… 41.700.000 respostas para “ clique aqui ” no Google.
    • 89. Site da Itautec http://www.itautec.com.br (acesso em setembro 2009)
    • 90. Mas por que? Porque não temos tempo, porque somos reativos e dá muito trabalho…
    • 91. Existem três grandes fontes de oportunidades:
    • 92. 1- Fornecer algo escasso
    • 93. 2- Fornecer um novo produto ou serviço.
    • 94. 3 - Fornecer, de maneira nova ou melhor, um produto ou serviço existente .
    • 95. Obrigado! Horácio Soares h oracio.soares@acessodigital.net 55 (21) 9925-5404 @ horaciosoares Video Acessibilidade na Web: Custo ou Benefício? http://videolog.uol.com.br/video.php?id=230205

    ×