0
AS RELAÇÕES ENTREAS RELAÇÕES ENTREINDIVÍDUO E SOCIEDADEINDIVÍDUO E SOCIEDADEMarx, Durkheim,Weber, Norbert Elias e PierreBo...
KARL MARX – 1818-1883KARL MARX – 1818-1883• Análise dos indivíduos no contexto social.• Entre os homens e os animais não e...
O foco da teoria de Marx está nas classes sociais – aluta de classes é o motor da história.O homem constrói sua história...
ÉMILE DURKHEIM - 1858-1917ÉMILE DURKHEIM - 1858-1917A sociedade prevalece sobre o indivíduo.Consciência coletiva – conju...
Anomia: ausência ou insuficiência denormatização das relações sociais.Patologia social: quando aquilo que nãoé normal ac...
MAX WEBER - 1864 - 1920MAX WEBER - 1864 - 1920Sua preocupação central eracompreender o indivíduo e suas ações.Conceito b...
Os indivíduos agem socialmente em quatro grandesmaneiras.- Ação tradicional: por costume ou tradição da famíliaou grupo s...
Essas ações são tipos ideais, pois servem para osociólogo analisar a realidade.Para Durkheim, as normas, os costumes e a...
NORBERT ELIAS – 1897-1990NORBERT ELIAS – 1897-1990É nas relações sociais e por meio delas, que oindivíduo pode possuir ca...
Há uma relação de interdependênciaentre as pessoas, em que ele utiliza aexpressão sociedade dosindivíduos,realçando a uni...
PIERRE BOURDIEUPIERRE BOURDIEUPreocupação em ligar o indivíduo àsociedade.O habitus se apresenta como social eindividual...
Seu conceito de habitus articula práticascotidianas com condições de classe dedeterminada sociedade, fundindo condiçõesob...
Segundo Bourdieu, o habitus pode serprimário, originado na família, maisduradouro e secundário que se forma emcontado com...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade

21,770

Published on

Transcript of "1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade"

  1. 1. AS RELAÇÕES ENTREAS RELAÇÕES ENTREINDIVÍDUO E SOCIEDADEINDIVÍDUO E SOCIEDADEMarx, Durkheim,Weber, Norbert Elias e PierreBourdieu
  2. 2. KARL MARX – 1818-1883KARL MARX – 1818-1883• Análise dos indivíduos no contexto social.• Entre os homens e os animais não existe apenasdiferença biológica – cultura – construção da suaprópria história.• Ideia de indivíduo isolado – sociedade capitalista.• As relações sociais não acontecem apenas entreindivíduos, mas também entre classes e essascondições são definidas pelo Estado, por meio deleis, tribunais ou polícia.
  3. 3. O foco da teoria de Marx está nas classes sociais – aluta de classes é o motor da história.O homem constrói sua história condicionado pelomeio em que vive e na busca de satisfazer as suasnecessidades materiais e imateriais. Não é idêntica auma ação homogênea, isto é, não é orientada pelaação dos demais, mas pela necessidade; Não éidêntica a uma ação influenciada, isto é quandoagimos porque os outros também agem assim.
  4. 4. ÉMILE DURKHEIM - 1858-1917ÉMILE DURKHEIM - 1858-1917A sociedade prevalece sobre o indivíduo.Consciência coletiva – conjunto de regras,normas, leis que regem o agir das pessoas.As instituições sociais congregam oselementos essenciais da sociedade, dando-lhe sustentação e permanência.A educação é veículo de transmissão eherança dos valores.
  5. 5. Anomia: ausência ou insuficiência denormatização das relações sociais.Patologia social: quando aquilo que nãoé normal acontecer na sociedade passa aacontecer frequentemente a ponto de seconsiderar normal.Coerção social: é a força que asociedade exerce sobre o indivíduo.
  6. 6. MAX WEBER - 1864 - 1920MAX WEBER - 1864 - 1920Sua preocupação central eracompreender o indivíduo e suas ações.Conceito básico é a ação social,compreendida como o ato de secomunicar, de se relacionar, tendoalguma orientação quanto às ações dosoutros.
  7. 7. Os indivíduos agem socialmente em quatro grandesmaneiras.- Ação tradicional: por costume ou tradição da famíliaou grupo social.- Ação afetiva: tem por fundamentos os sentimentosde qualquer ordem.- Ação racional com relação a valores: fundada emconvicções sem levar em conta as consequênciasprevisíveis.- Ação racional com relação a fins: fundamenta-senuma avaliação da relação entre meios e fins.
  8. 8. Essas ações são tipos ideais, pois servem para osociólogo analisar a realidade.Para Durkheim, as normas, os costumes e asregras sociais não são algo externo ao indivíduo,mas estão internalizados, e, com base no que trazdentro de si, o indivíduo escolhe condutas ecomportamentos, dependendo das situações quese lhe apresentam ou seja, agem com sentido enuma perspectiva de reciprocidade.
  9. 9. NORBERT ELIAS – 1897-1990NORBERT ELIAS – 1897-1990É nas relações sociais e por meio delas, que oindivíduo pode possuir características humanas comofalar, pensar e amar, conforme ele escreveu em suaobra “A sociedade dos indivíduos”.Para superar a dicotomia entre indivíduo esociedade, ele criou o conceito de configuraçãoentendida como um padrão de comportamento, ouseja, como num jogo, tudo deve ser entendido como contexto, pois se não perde-se a dinâmica darealidade e o poder do entendimento.
  10. 10. Há uma relação de interdependênciaentre as pessoas, em que ele utiliza aexpressão sociedade dosindivíduos,realçando a unidade e não adivisão.O conceito de habitus: é visto comouma segunda natureza, como um sabersocial incorporado durante nossa vida emsociedade
  11. 11. PIERRE BOURDIEUPIERRE BOURDIEUPreocupação em ligar o indivíduo àsociedade.O habitus se apresenta como social eindividual ao mesmo tempo, e refere-setanto ao grupo quanto a uma classe e,obrigatoriamente, também ao indivíduo.
  12. 12. Seu conceito de habitus articula práticascotidianas com condições de classe dedeterminada sociedade, fundindo condiçõesobjetivas com subjetivas.O habitus é estruturado por meio dasinstituições de socialização dos agentes e éaí que a ênfase na análise do habitus deve sercolocada, pois são essas primeiras categoriase valores que orientam a prática futura dosindivíduos.
  13. 13. Segundo Bourdieu, o habitus pode serprimário, originado na família, maisduradouro e secundário que se forma emcontado com outros grupos ou pessoas.Assim, o indivíduo vai construindo seuhabitus individual conforme agregaexperiências continuamente.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×