Curso Básico de Meio Ambiente para SIPAT

5,441 views
4,982 views

Published on

Curso básico de meio ambiente oferecido a uma Semana Interna de Prevenção de Acidentes - SIPAT.

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,441
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
654
Actions
Shares
0
Downloads
313
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Curso Básico de Meio Ambiente para SIPAT

  1. 1. SIPAT 2010 Palestrante: Hugo Hoffmann – Biólogo, Especialista em Ciências Ambientais
  2. 2. 1. Educação Ambiental 2. Coleta Seletiva e Reciclagem 3. Política dos 3R’s
  3. 3. A vida humana na face da Terra tem sido transgredida em todos os níveis e formas, desde as últimas décadas do século XX. REFERÊNCIA: FERREIRA, YN. Metrópole sustentável? Não é uma questão urbana. Rev. São Paulo Perspec. v.14, n. 4, out./dez., 2000.
  4. 4. As aceleradas transformações socioeconômicas e culturais, que afetam nosso planeta, têm rompido com todos os padrões e comportamentos éticos. REFERÊNCIA: FERREIRA, YN. Metrópole sustentável? Não é uma questão urbana. Rev. São Paulo Perspec. v.14, n. 4, out./dez., 2000.
  5. 5. A perplexidade constante tem dificultado até a compreensão das contradições e fenômenos nunca antes imaginados. REFERÊNCIA: FERREIRA, YN. Metrópole sustentável? Não é uma questão urbana. Rev. São Paulo Perspec. v.14, n. 4, out./dez., 2000.
  6. 6. O desdobramento dessas mudanças ocorre em todos os níveis e para quase todos os habitantes da Terra. REFERÊNCIA: FERREIRA, YN. Metrópole sustentável? Não é uma questão urbana. Rev. São Paulo Perspec. v.14, n. 4, out./dez., 2000.
  7. 7. É necessário uma mudança de comportamento: “Talvez seja este o aprendizado mais difícil: manter o movimento permanente, a renovação constante e a vida vivida como caminho e mudança” (Maria Helena Kuhner - Escritora)
  8. 8. Sistema de recolhimento de materiais recicláveis (papel, plástico, vidro, metal e orgânico) previamente separados na fonte geradora e que podem ser reutilizados ou reciclados.
  9. 9. Processo de Educação Ambiental, pois sensibiliza a comunidade sobre os problemas do desperdício de recursos naturais e da poluição causada pelo lixo.
  10. 10. Processo de transformação de um material, cuja primeira utilidade terminou, em outro produto. Por exemplo: transformar plástico de garrafa PET em cerdas de vassouras.
  11. 11. A reciclagem gera economia de matérias-primas, água e energia, é menos poluente e alivia os aterros sanitários, cuja vida útil é aumentada, poupando espaços preciosos da cidade que poderiam ser usados para outros fins como parques, casas, hospitais, etc.
  12. 12. MATERIAL RECURSO NATURAL CONDIÇÃO NA NATUREZA MATÉRIA-PRIMA Papel Floresta / Árvore Renovável Madeira Metal Bauxita + Siderita Peperita Magnetita + Ferro Carbono + Cupirita Não renovável Alumínio Ferro Aço Cobre Plástico Petróleo Não renovável Nafta Vidro Areia Não renovável Sílica Barrílica Feldspato Calcário
  13. 13. • 1 tonelada de papel reciclado evita o corte de 20 árvores, economiza 50% de energia elétrica e 10 mil m3 de água. Esta economia de água seria suficiente para sustentar uma família com 4 pessoas por 1 ano e 3 meses. • 1 tonelada de vidro reciclado evita a extração de 1,3 tonelada de areia. 1 m3 = 1.000 litros 1 família com 4 pessoas consome 22 m3 de água/mês
  14. 14. • 100 toneladas de plástico reciclado evitam a extração de 1 tonelada de petróleo. • 1 tonelada de alumínio reciclado evita a extração de 5 toneladas de minério. 100 toneladas de aço poupam 27 kWh de energia elétrica e 5 árvores que seriam utilizadas no processamento do minério de ferro.
  15. 15. Utilizar racionalmente os recursos naturais visando reduzir a quantidade de resíduos gerados. Deve-se repetir o uso de alguns itens ou parte destes. Os resíduos devem ser utilizados como recursos e/ou fontes de energia e renda.
  16. 16. Evitar a produção de resíduos, com a revisão de seus hábitos de consumo. Ex: Preferir produtos que tenham refil. Reaproveitar o material em outra função. Ex: Usar potes de vidro com tampa para guardar miudezas (botões, pregos, etc). Transformar materiais já utilizados, por meio de processo artesanal ou industrial, em novos produtos. Ex: Transformar garrafas PET em moletom.
  17. 17. “É possível mudar nossas vidas e a atitude daqueles que nos cercam simplesmente mudando a nós mesmos” (Rudolf Dreikurs – Psicólogo Austríaco) www.unec.com.br

×