UNIVERSIDADE DO ALGARVE<br />II Seminário Internacional<br />RedesSociais<br />As<br />na<br />Internet<br />como<br />Fer...
Objectivos<br />Perceberqualocontributoque as redessociaisna Internet podemdaraoensinoeaosagenteseducativos<br />Escola In...
Contexto do Estudo<br />Escola Secundária Dr.ª Laura Ayres<br />Quarteira<br />raízes numa comunidade agropiscatória<br />...
Análise de Resultados – Triangulação de Instrumentos<br />Alunosrevelamdificuldadeslinguísticas<br />Abordagem multicultur...
Conclusões<br />Falta de referênciasàsculturas de origem dos alunos<br />Desconhecimento das raízesdos alunos<br />Integra...
Reflexão<br />Épocaemquevivemosemconstantemudança<br />Globalização<br />Sociedade do Conhecimento e da Informação<br />Co...
Comunicação 2º Seminário CPLP (2010) - As Redes Sociais na Internet como ferramenta de transferabilidade cultural
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Comunicação 2º Seminário CPLP (2010) - As Redes Sociais na Internet como ferramenta de transferabilidade cultural

409 views

Published on

Quando se pensava que a Internet já tinha dado grande parte do seu contributo à humanidade, eis que surgem as redes sociais para alterar todo o paradigma de utilização que se faz da rede. Estas, rapidamente se transformaram num dos últimos grandes fenómenos da Internet, alvo da investigação social mais erudita. Este trabalho, inserido no campo da investigação educativa, pretende analisar o impacto que este fenómeno pode ter no ensino, em particular na integração de alunos estrangeiros nas escolas. Para tal, parte para a investigação numa escola secundária pública na região do Algarve, caracterizada por uma grande diversidade cultural. Os dados recolhidos junto de vários alunos estrangeiros, em fase de integração, levaram às conclusões apresentadas neste estudo.

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
409
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
97
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • 1Professoresnãoconhecem as raízes dos alunos2Actividades de inregraçãodeveriamsertransdiciplinaresProcesso de integração resume-se àaprendizagem do idiomaAlunostambémaprendem o idiomafora da escola3Todososalunos tem computador e InternetMuitasactividadesrecorremàs TIC4Utilizam com elevadafrequênciaElevadonúmero de amigos, mas valorizam o contactopessoalEncaradas com seriedade e com precauções de segurançaReconhecem as suaspotencialidades no ensino, apesar de nãoteremaindaideiasconcretas de como as utilizar
  • 1Vivemosnumaépocaemquetudo se sabe e sabe-se rápidamente2Exige-se dos cidadãosquedominem as TIC, correndoestes o risco de seremexlcuídos da sociedade se não o fizerem.4Cadavezmais as instituições de ensinoapresentam um pluralismoculturalAs instituiões de ensinodevemmobilizarrecursos. As redessociaispodemser um destesrecursos.Asredespermitemestenderoscontextos de sociabilização dos cidadãos
  • No final do séc. XX Maria Luiza Belloni (1999), no seu livro: “Educação à Distância” reconhecia que as TIC poderiam revolucionar a pedagogia no séc. XXI.As Redes Sociais na Internet proporcionam uma nova forma de partilhar conhecimento e por sua vez de promoverem a integração. Não aproveitarmos esta oportunidade será porventura, um dos maiores erros que deixaremos às gerações futuras e o virar costas, ao que de melhor a tecnologia nos tem para oferecer. É urgente sensibilizar os professores para este fenómeno e para as consequências da sua utilização.Só com uma reflexão profunda sobre este fenómeno é que se poderão desenhar metodologias concretas que utilizem as redes sociais em prol do ensino e em particular dos alunos estrangeiros em fase de integração.Este estudo é um primeiro passo. Resta-nos abraçar o futuro com o espírito aberto e de uma forma inovadora, pois ainda há muito para investigar neste campo.
  • Comunicação 2º Seminário CPLP (2010) - As Redes Sociais na Internet como ferramenta de transferabilidade cultural

    1. 1. UNIVERSIDADE DO ALGARVE<br />II Seminário Internacional<br />RedesSociais<br />As<br />na<br />Internet<br />como<br />Ferramentas<br />de<br />Transferabilidade<br />Cultural<br />ENSINO SUPERIOR NA CPLP<br />Hugo Mártires, ÁngelBoza & Carolina Sousa<br />
    2. 2. Objectivos<br />Perceberqualocontributoque as redessociaisna Internet podemdaraoensinoeaosagenteseducativos<br />Escola Intercultural: <br />O impacto das RedesSociaisno processo de aprendizagem e integração socio-cultural dosalunos estrangeiros<br />Objectivos específicos<br />Conhecer as dificuldades dos alunos e dos professores no processo de ensino-aprendizagem e da integração social<br />Identificar os obstáculos e apoios que os alunos têm na utilização de novas tecnologias, em particular das redes sociais<br />Estudo de caso<br />Projecto de integração de alunosestrangeirosnaescola<br />aulas de reforço de portuguêsparaosalunosrecém-chegados com dificuldades no idioma<br />
    3. 3. Contexto do Estudo<br />Escola Secundária Dr.ª Laura Ayres<br />Quarteira<br />raízes numa comunidade agropiscatória<br />significativo crescimento demográfico fruto de diferentes movimentos migratórios<br />População escolar<br />pluralidade de naturalidades, nacionalidades e culturas<br />22 nacionalidadesdiferentes<br />Nota: muitos alunos portugueses de famílias de origem estrangeira<br />
    4. 4. Análise de Resultados – Triangulação de Instrumentos<br />Alunosrevelamdificuldadeslinguísticas<br />Abordagem multicultural recente<br />Actividades de apoiolinguístico<br />Actividadesmulticulturaisfora das aulas<br />Falta de referências a outrasculturasnasaulas<br />As TIC são parte fundamental nasactividades de integração<br />Redessociaissão vistas comoumaferramentaimportante no ensino<br />Segurançanasredeslevadaemconta<br />
    5. 5. Conclusões<br />Falta de referênciasàsculturas de origem dos alunos<br />Desconhecimento das raízesdos alunos<br />Integraçãorecaiapenassobre o professor de apoio<br />Falhanaintegraçãotransdiciplinar<br />Limita-se àaprendizagem do idioma<br />Forte apoio no acessoàs TIC<br />Todososalunostêmacesso<br />Actividades com recursoàs TIC<br />Redes de contactoestabelecidasnasredessociais<br />Taxa de utilizaçãoelevada<br />Valorizado o contactopessoal<br />Precauções de segurança<br />Reconhecimento de potencialidades<br />
    6. 6. Reflexão<br />Épocaemquevivemosemconstantemudança<br />Globalização<br />Sociedade do Conhecimento e da Informação<br />Competência Digital<br />As TIC comoagregadoras de Meios de Comunicação<br />Integração Social (eInclusão / Digital divide)<br />Interculturalidade<br />Temáticaemergente e fundamental no trabalhodocente<br />Mobilização de recusrostecnológicospara a integração<br />Novosespaços de Sociabilização e Aculturação<br />

    ×