EE ANÍBAL DE FREITASEnsino Fundamental e Médio3º Bimestre – 2011 / 3º Anos A e B / História – Prof. Eduardo  Questões de V...
C) socialistas de enfraquecimento do imperialismo dos EUA na América LatinaD) protecionistas de retração dos investimentos...
III. A agricultura praticada em grandes extensões de terra não acompanhou o processo demodernização e desenvolvimento capi...
D) realização de produções de custos reduzidos, caracterizadas pelo uso de novas linguagens einovações cênicas.07. Conside...
09. ... E a elevação do salário mínimo a nível que, nos grandes centros do país, quase atingirá odos vencimentos máximos d...
(A) populista.(B) progressista.(C) conservadora.(D) socialista.(E) paternalista12. De Juscelino Kubitschek, como president...
(E) pobre, sem atividade econômica relevante e desprovida de poderes políticos locais.14. Nas décadas de 1960 e 1970, a re...
e)      Os militares depuseram, após quinze anos de exercício no poder, o ditador GetúlioVargas, que foi sucedido, através...
18. “... criou em 1945 um partido social democrata que, como todos sabemos, se consolidoucomo o mais importante partido ag...
oligarquia nos funções de domínio político de um País tradicionalmente agrário, numa etapaem que pareciam existir as possi...
Folha de Resposta – Período PopulistaNome do (a) Aluno(a):                         Nº:   Série:    QUESTÕES            ALT...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Atividade populismo 01

5,417

Published on

Published in: Business, Economy & Finance
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
5,417
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
51
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Atividade populismo 01

  1. 1. EE ANÍBAL DE FREITASEnsino Fundamental e Médio3º Bimestre – 2011 / 3º Anos A e B / História – Prof. Eduardo Questões de Vestibulares – Temática: Período Populista – 1945 / 196401Leia este trecho:Durante o governo do General Eurico Gaspar Dutra, foi criada, em 1948, “uma ComissãoTécnica Mista com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico brasileiro atreladoaos capitais e interesses norte-americanos. Essa comissão, chefiada pelo economista brasileiroOtávio Gouveia de Bulhões e pelo norte-americano John Abbink, produziu em 1949 umdocumento conhecido como relatório Abbink. Segundo os princípios do liberalismo, o relatóriodizia que o crescimento econômico nacional deveria se dar pela dinamização da iniciativaprivada, pela contenção da especulação imobiliária nos principais centros urbanos e,sobretudo, pela expansão e modernização dos meios de transporte e da produção de energia”.BERTOLLI FILHO, Cláudio. De Getúlio a Juscelino. 1945-1961. São Paulo: Ática, 2000. p. 16.Algumas propostas apresentadas por essa Comissão Técnica Mista tiveram desdobramentosque se efetivaram ainda durante o Governo Dutra.Entre esses desdobramentos, inclui-se aA) expansão da malha rodoviária e a abertura do Brasil a empresas multinacionais norte-americanas produtoras de automóveis, caminhões e tratores.B) nacionalização de todas as companhias estrangeiras de energia elétrica que atuavam noPaís, visando a diminuir o custo de operação das empresas nacionais.C) privatização das empresas estatais, alocadas, a partir de então, nas mãos da iniciativaprivada, com base numa política de subsídios fiscais.D) adoção de um plano econômico governamental de investimentos, que priorizava as áreasde saúde, alimentação, transporte e energia.02. O crescimento da oposição ao Segundo Governo Vargas (1951-1954), que levaria opresidente ao isolamento e ao ato extremo do suicídio, evitando a renúncia ou o golpe militar,deveu-se ao conjunto de medidas ________ na economia brasileira em um contexto_________.A) liberais de expansão do imperialismoB) nacionalistas de acirramento da disputa EUA x URSS
  2. 2. C) socialistas de enfraquecimento do imperialismo dos EUA na América LatinaD) protecionistas de retração dos investimentos externos norte-americanosE) populistas de crescimento e investimento dos países asiáticos no Brasil03. Para responder à questão: analisar as afirmativas abaixo, sobre os antecedentes doGolpe Militar de 1964.I. No governo de João Goulart (1961-1964), ocorreu o rompimento da aliança entre PTB e PSD,originando a crise do pacto populista e a falta de sustentação política ao Presidente noCongresso Nacional.II. Apesar do apoio da classe média conservadora e da maioria dos generais do exército, em1964, o presidente João Goulart decidiu não opor resistência ao movimento militar,organizado por uma minoria bem articulada da Aeronáutica e pelos partidos de direita.III. A Revolução Cubana e o episódio da crise dos mísseis aumentaram a tensão nas relaçõesentre a América Latina e os EUA, criando um clima propício para o apoio norte-americano aosmovimentos golpistas de direita em vários países latino-americanos.IV. O aumento da inflação e a multiplicação das greves colocaram em evidência os limites domodelo de crescimento econômico brasileiro, e as reformas econômicas de base propostaspelo governo intensificaram a oposição de setores conservadores.A análise das afirmativas permite concluir que somente estão corretasA) I, II e IIIB) I, III e IVC) I e IVD) II e IIIE) II e IV04. Responder à questão com base nas afirmativas abaixo, sobre o contexto econômico,político, social e cultural da década de 1950, no Brasil.I. Ocorreu grande deslocamento de populações não só do campo para a cidade, como tambémdas regiões mais pobres para os centros industriais do Sudeste e para as novas fronteirasagrícolas no Centro-Oeste e Norte do país.II. Impulsionado pela instalação de grandes fábricas e pelo investimento de capitaisestrangeiros, ocorreu expressivo desenvolvimento da economia.
  3. 3. III. A agricultura praticada em grandes extensões de terra não acompanhou o processo demodernização e desenvolvimento capitalista.IV. A produção cultural ganhou impulso tanto pela criação de museus e pelos movimentos devanguarda artísticos quanto pelo desenvolvimento de novos meios de comunicação, como atelevisão e as revistas ilustradas.As afirmativas corretas são, apenas,A) I e II.B) I, II e IV.C) I e III.D) II e III.E) III e IV.05. Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, foi um samba exaltação composto num contextocaracterizado pela censura às letras de música que falassem da malandragem e pela utilizaçãopolítica do samba através do rádio – inclusive com a composição de marchinhas de carnaval –no sentido de forjar o consenso político ao redor de um projeto de modernização populista eautoritário, que caracterizou o governo de:A) Juscelino KubitschekB) Eurico Gaspar DutraC) Castelo BrancoD) Jânio QuadrosE) Getúlio Varga06. O Cinema Novo e o movimento de renovação teatral liderado pelo Teatro de Arena e peloGrupo Oficina foram expressões artísticas, com objetivos e características comuns, afinadascom o contexto brasileiro das décadas de 50 e 60 do século passado.Entre as características desses movimentos culturais, NÃO se inclui aA) vinculação a grandes estúdios cinematográficos e a companhias teatrais já estabelecidas.B) concepção da obra de arte como meio de conscientização política, influenciada portendências de esquerda.C) crítica à realidade brasileira, aos seus problemas e contradições, com forte conteúdo social.
  4. 4. D) realização de produções de custos reduzidos, caracterizadas pelo uso de novas linguagens einovações cênicas.07. Considerando-se o contexto brasileiro da década de 1950, é CORRETO afirmar queA) era premente a questão do desenvolvimento nacional, que fez girar em torno dela osprincipais impasses e polêmicas e contribuiu para o trágico desfecho do Governo Vargas.B) foram grandes as divergências entre o Governo e o Exército quanto à criação da Petrobras,o que acabou levando Vargas a nova tentativa de golpe em meados dos anos 1950.C) foram muitos os conflitos entre os trabalhadores e os governos que, à exceção do deVargas, trataram sempre a questão social com dura repressão.D) era forte a oposição articulada pelo PSD a Vargas, que, embora eleito com expressivamaioria de votos, nunca conseguiu se adaptar ao jogo democrático.08. Observe este cartaz, que, em 1963, foi estampado por todo o Brasil:Esse cartaz fez parte de uma campanha:A) contra a alteração da Carta Constitucional brasileira pretendida por Jânio Quadros, visandoa concretizar sua política externa independente, que propunha a aproximação do Brasil com ospaíses socialistas.B) contrária à adoção do Parlamentarismo defendido por João Goulart, Vice-Presidente deJânio Quadros, regime que desagradava os setores conservadores da política e da sociedadebrasileiras.C) favorável à volta do Presidencialismo, previsto na Constituição, o que colocaria um pontofinal no mecanismo utilizado para viabilizar a posse de João Goulart, após a renúncia de JânioQuadros.D) a favor das mudanças constitucionais que possibilitariam a reeleição de João Goulart e aeleição de Leonel Brizola, bem como a concretização de uma república sindicalista no Brasil apartir da aprovação das reformas de base.
  5. 5. 09. ... E a elevação do salário mínimo a nível que, nos grandes centros do país, quase atingirá odos vencimentos máximos de um [militar] graduado, resultará, por certo, se não corrigida dealguma forma, em aberrante subversão de todos os valores profissionais, estancando qualquerpossibilidade de recrutamento, para o Exército, de seus quadros inferiores. (Memorial dosCoronéis, de fevereiro de 1954.)Sobre o documento, é correto afirmar que expressava:(A) o ponto de vista de todos os coronéis, que estavam preocupados com os baixos saláriospagos aos militares.(B) a posição dos coronéis contrários ao presidente Vargas e à sua política econômica,incluindo a elevação do salário mínimo.(C) o mal-estar generalizado existente nas fileiras do Exército brasileiro com a políticaindustrial do presidente Vargas.(D) o descontentamento dos coronéis nacionalistas pelo fato de o salário mínimo nãocontemplar os trabalhadores rurais.(E) a luta surda que então existia entre coronéis, de um lado, inimigos de Vargas, e tenentes,de outro, que apoiavam o presidente.10. Proclamo aquilo que toda a Nação reconhece: está caduca a estrutura rural brasileira. Areforma agrária já não é, assim, tema de discurso, mas objeto de ação imediata: açãolegislativa e ação executiva ... (Declaração do presidente Jânio Quadros, publicada no jornalCorreio da Manhã, em 03.08.1961.)No momento dessa declaração, a reforma agrária no Brasil(A) estava na ordem do dia, daí a posição do presidente em seu favor.(B) aparecia como uma questão ultrapassada, como demonstra a posição da presidência.(C) era algo restrito apenas à região nordestina, onde agiam as Ligas Camponesas.(D) há muito que era defendida pela maioria do Congresso, mas não pelo Executivo.(E) jazia adormecida e, por razões demagógicas, foi despertada pelo presidente.11. Em 1956, discutia-se no Brasil a extensão da CLT aos trabalhadores rurais. O texto a seguirfoi extraído de um jornal do dia 22 de fevereiro daquele ano: Como se pode pretender aplicara Consolidação das Leis do Trabalho aos que militam na lavoura, se a muitos de seusdispositivos, nos meios urbanos, deve ser atribuída a inútil discórdia que se estabelece entrepatrões e empregados? A posição expressa pelo jornal pode ser considerada:
  6. 6. (A) populista.(B) progressista.(C) conservadora.(D) socialista.(E) paternalista12. De Juscelino Kubitschek, como presidente, em mensagem ao Congresso Nacional(15.03.1956): … dificilmente se consolidará a revolução industrial, sem uma sólida baseagrícola e sem um mercado interno em expansão…; e, como ex-presidente, no jornal Correioda Manhã (21.04.1963): Todo país que fez a Reforma Agrária despreparado industrialmentefracassou (...) Estamos preparados para pôr em prática um programa de tal natureza, pois jáexiste no Brasil uma indústria de base...As duas citações permitem sustentar que Kubitschek(A) sugere, numa espécie de autocrítica, que sua política de industrialização poderia ter sidorealizada em combinação com a reforma agrária.(B) reconhece ter falhado na implementação da reforma agrária, ao contrário do que ocorreucom a industrialização.(C) passa a defender, depois de ter deixado o poder, a necessidade da reforma agrária, parapoder se justificar perante a história.(D) critica, depois de ter deixado o poder, os políticos que continuam defendendo a tese daprioridade da reforma agrária sobre a industrialização.(E) inverte sua argumentação sobre a prioridade de uma com relação à outra, por teracelerado a industrialização, deixando de lado a reforma agrária.13. A Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) foi criada em 1959, no finaldo governo Juscelino Kubitschek, com o objetivo de implementar uma política específica parauma região:(A) marcada pelo latifúndio, por secas periódicas e por grande tensão social.(B) em fase de desenvolvimento industrial, urbanizada e apresentando baixo índicedemográfico.(C) caracterizada pela pequena propriedade, policultura e estabilidade social.(D) recentemente povoada, fértil e com a economia baseada na exploração de recursosnaturais.
  7. 7. (E) pobre, sem atividade econômica relevante e desprovida de poderes políticos locais.14. Nas décadas de 1960 e 1970, a relação dos EUA com a América Latina:(A) caracterizou-se pela ausência de investimentos econômicos significativos, uma vez que aregião oferecia menores oportunidades de lucro do que os chamados tigres asiáticos.(B) alterou-se quando os norte-americanos condicionaram a ajuda financeira aos relatórios deorganizações internacionais que avaliavam o respeito aos direitos humanos e à democracia.(C) desenvolveu-se de acordo com o programa do Departamento de Estado Norte-americano,com o objetivo de suplantar o domínio político e cultural dos países europeus na região.(D) particularizou-se pela aplicação da “política da boa vizinhança”, que objetivavaindustrializar e desenvolver o sul do continente, ainda que sob o controle dos norte-americanos.(E) pautou-se por um clima tenso, sobretudo depois da subida ao poder de Fidel Castro e dacrise dos mísseis na baía dos Porcos.15. Leia o texto“ Se deixassem Getúlio em paz o velho gagá ia morrer escrachado, sendo penteado em públicopelo Anjo Negro, afogado no mar de lama.Mas os milicos apertaram ele na parede, sem dar a ele uma chance de livrar a cara. Fizeram ojogo do Lacerda, que é um maníaco que não sabe onde parar. O povo já tinha tiradonovamente o retrato do velho da parede, agora vai começar tudo de novo, o velho virou santo,como todo político que morre no governo, neste país de merda.” (Fonseca, Rubem, Agosto,São Paulo, Companhia das Letras, 1990, p331)Indique a alternativa que apresenta a situação histórica concreta associada ao fato referidonesse texto.a) Getúlio Vargas, apesar do apoio da Aeronáutica, representada pelo brigadeiro EduardoGomes resolveu renunciar ao cargo de presidente, devido a problemas de saúde.b) A crise institucional ocorrida no segundo governo Vargas, cujo desfecho acabou porrealimentar a imagem do líder gaúcho.c) O assassinato de Getúlio Vargas significou o fim da chamada política deredemocratização nacional, iniciada após a Segunda Guerra Mundial.d) O governador Carlos Lacerda, aliado a setores das Forças Armadas, ajudou a derrubaro governo populista que estava no poder desde 1961.
  8. 8. e) Os militares depuseram, após quinze anos de exercício no poder, o ditador GetúlioVargas, que foi sucedido, através de eleições gerais, pelo Marechal Dutra16. O período da história republicana no Brasil, compreendido entre a queda do EstadoNovo(1945) e o golpe civil-militar de 64, ficou conhecido como populista, embora suas raízesestivessem presentes na revolução de 30. Sobre o populismo, é correto afirmar que foi,exceto:a) um estilo de governar com e para o povo, permitindo a livre manifestação dasinsatisfações da massa popular urbana e autonomia de suas formas de organização eparticipação política.b) Um estilo de governo sempre sensível às pressões populares, concomitantemente,enquanto política de massas, procurar conduzir e manipular as aspirações das camadas sociais.c) Expressão da crise da forma oligárquica de governo típica da república Velha,representado também a democratização do Estado, embora apoiado no autoritarismo.d) A constituição de um estado mediador com a conquista e a manutenção de uma basesocial urbana de apoio e a execução de uma política industrializante, regulando as relações declasses.e) Expressão política do deslocamento do polo dinâmico da economia, do setor agráriopara o urbano, através do processo de desenvolvimento industrial.17. São características do segundo governo Vargas (1951-1954):a) Instabilidade política, crescente aumento do custo de vida, oposição sistemática doPTB e PSD às medidas governamentais, não participação do capital estrangeiro nas atividadeseconômicas.b) Estabilidade política, desenvolvimento econômico, monopólio estatal do petróleo,apoio da ampla frente partidária (UDN, PTB, PCB) ao programa de governo.c) Crescente instabilidade política, aumento do custo de vida, greves, monopólio estataldo petróleo, sistemática oposição da UDN ao governo.d) Intransigente defesa dos interesses populares, apoio sistemático do PartidoComunista, monopólio estatal do petróleo, proibição da entrada de capitais estrangeiros nopaís.e) Limitada participação do capital estrangeiro nas atividades econômicas, controle dainflação, estabilidade política, oposição sistemática da UDN e do PC ao programa de governo.
  9. 9. 18. “... criou em 1945 um partido social democrata que, como todos sabemos, se consolidoucomo o mais importante partido agrário do país (...) criou também um partido trabalhista, e háquem diga que buscou inspirar-se no Laour Party...”O texto permite associar:a) Jânio Quadros ao PSD e ao PSB;b) Eurico Gaspar Dutra ao PCB e ao PFL;c) Juscelino Kubitschek ao PRM e ao PDT;d) Getúlio Vargas ao PSD e ao PTB;e) João Batista Figueiredo ao MDB e ao PRN19. Juscelino Kubitschek (1956-1961) se propôs a fazer o Brasil crescer "cinquenta anos emcinco". Para tanto, fazia parte do Plano de Metas do seu governo:a) consolidar as atividades industriais no país, nacionalizando as companhias de energia etransporte.b) construir Brasília para facilitar o acesso às plantações de algodão e àreas de mineração doBrasil central.c) investir no setor de energia, transporte e indústria de base, concedendo vantagens aosinvestidores estrangeiros.d) ligar o Brasil central, através de ferrovias, às regiões norte e nordeste, para integrá-las aomercado interno.e) executar projetos que reforçassem a participação do setor agroexportador na economiabrasileira.20. O populismo na política brasileiraO populismo, como estilo de governo, sempre sensível às pressões populares, ou como políticadas massas, que buscava conduzir, manipulando suas aspirações, só pode ser compreendidono contexto do processo de crise política e de desenvolvimento econômico que se abre com arevolução de 1930. Foi a expressão do período de crise da oligarquia e do liberalismo, sempremuito afins na história brasileira, e do processo de democratização do Estado que, por sua vez,teve que apoiar-se sempre em algum tipo de autoritarismo, seja o autoritarismo institucionaldo ditadura Vargas (1937-45), seja o autoritarismo paternalista ou carismático dos líderes demassas da democracia do após-guerra (1945- 64). Foi também uma das manifestações dasdebilidades políticas dos grupos dominantes urbanos quando tentaram substituir-se à
  10. 10. oligarquia nos funções de domínio político de um País tradicionalmente agrário, numa etapaem que pareciam existir as possibilidades de um desenvolvimento capitalista nacional. E foi,sobretudo, a expressão mais completo da emergência das classes populares no bojo dodesenvolvi- mento urbano e industrial verificado nestes decênios e da necessidade, sentidapor alguns dos novos grupos dominantes, de incorporação das massas ao jogo político. [...]Em realidade, o populismo é algo mais complicado que a mera manipulação e suacomplexidade política não faz mais que ressaltar a complexidade das condições históricas emque se forma. O populismo foi um modo determinado e concreto de manipulação das classespopulares, mas foi também um modo de expressão de suas insatisfações. Foi, ao mesmotempo, uma forma de estruturação do poder para os grupos dominantes e a principal forma deexpressão política da emergência popular no processo de desenvolvimento industrial eurbano. [... ] Esse estilo de governo e de comportamento político é essencialmente ambíguo e,por certo, deve muito à ambiguidade pessoal desses políticos divididos entre o amor ao povo eo amor ao poder. Mas o populismo tem raízes sociais mais profundos e a recuperação de suaunidade corno fenômeno social e político é um problema proposto a quem estude a formaçãohistórica do País nestes últimos decênios. Francisco Weffort, O populismo na política brasileira, p. 61 a 63.1. Leia atentamente as afirmativas abaixo:I. Para Weffort, no mesmo tempo em que representa uma manipulação das classes populares,o populismo constituiu uma forma de expressão de suas insatisfações e reivindicações.II. O populismo constituiu um mecanismo de controle político-social por parte dos gruposdominantes. Paradoxalmente o exercício de tal forma de dominação alimentava pressõessociais que ameaçavam esses grupos sociais dominantes.III. A ambiguidade do populismo decorre da postura carismática e demagógica de suaslideranças.IV O populismo foi uma política de massas ou um estilo de governo característicos do processode democratização do Estado, que teve de se apoiar ou no autoritarismo institucional daditadura de Vargas ou no autoritarismo paternalista dos líderes carismáticos do períodoposterior a 1945.Responda de acordo com o código:a) Todas estão corretas.b) Apenas as alternativas I e III estão corretas.c) Apenas as alternativas I e IV estão corretas.d) Apenas as alternativas I e II estão corretas.e) Apenas a alternativa IV está incorreta.
  11. 11. Folha de Resposta – Período PopulistaNome do (a) Aluno(a): Nº: Série: QUESTÕES ALTERNATIVA CORRETA 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

×