Mini curso   banco de dados comercial publicar
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Mini curso banco de dados comercial publicar

on

  • 3,198 views

Mini curso de Banco de dados Comercial, utilizando o Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados - Mysql 5.0 e a ferramenta de modelagem de dados Workbench!...

Mini curso de Banco de dados Comercial, utilizando o Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados - Mysql 5.0 e a ferramenta de modelagem de dados Workbench!

Ministrado pelo Profº Esp. Hilson Silva.

Statistics

Views

Total Views
3,198
Views on SlideShare
3,198
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
122
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Mini curso   banco de dados comercial publicar Mini curso banco de dados comercial publicar Presentation Transcript

  • Curso: Análise e Desenvolvimento de Sistemas Mini-Curso: Banco de Dados Comercial Prof. Hilson SilvaBanco de Dados Comercial Agregando Tecnologia ao Negocio.
  • Sobre o Professor! Banco de Dados Prof. Hilson SilvaProf. Esp. Hilson Silva Históricos: Acadêmico/Profissional  Especialista em Engenharia de Software.  Professor Pesquisador do EAD- UAPI/UFPI  Consultor de Negocio (Gestão de Pessoas).  Analista e Desenvolvedor Grupo Carvalho.  Áreas de Interesse  Inteligência de Negocio (Gestão de Pessoas)  Desenvolvimento de Aplicações Desktop/Web Delphi e Java.  Gerenciamento de Dados.
  • Agenda Banco de Dados Introdução Prof. Hilson Silva - Histórico de Banco de Dados Comercial. Atuação dos Profissionais de Banco de Dados Visão Geral Arquitetura utilizadas no Banco de Dados Comercial(Mono usuário,Cliente Servidor e Centralizado)Modelos: - Conceitual e Lógicos Conceitos Básicos - Entidade (Relação) - Atributo - Domínio - Tupla - Exemplo de Entidades Restrições de IntegridadeUtilização de Linguagem - DDL, DML e SQLExemplo de Banco de Dados Comercias - Microsoft Access, SQL Server Express, SQL Server Standard - MySql ,PostGrid ,Firebird ,Oracle dentre outros. O Mysql e Workbench. Atividade Prática. - Problemática
  • Introdução Banco de Dados Prof. Hilson Silva Ao contrario do que alguns desenvolvedores pensamem relação a banco de dados comerciais, que são bancoscriados para aplicações de pequeno porte desenvolvidos emferramentas livres ou até banco Access. Tudo isso são visõesdistorcidas. Banco de Dados Comercial: È todo e qualquerbanco implementado com o propósito de gerenciar dados etransações comerciais de modo geral. Tendo em comum autilização de Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados,servidores com dedicação exclusiva na sua grande maioria,Estrutura de Backup tolerante a falha e outrasparticularidades.
  • Histórico de DB Comercial Banco de Dados Prof. Hilson SilvaHistória Com o surgimento da automação comercial e a crescenteprocura de banco de dados comercial por parte dosdesenvolvedores e clientes aceleraram o processo de difusão dobanco de dados pelo mundo. O Primeiro banco de dados não comercial foi desenvolvido em1974 por uma Universidade dos EUA. A versão comercial só veiosurgir quatro anos depois após uma serie de testes realizados pelaIBM no SYSTEM R, onde deram origem duas outras versões debanco de dados comercial o SQL/DS em 1981 e DB2 1983.
  • Atuação dos Profissionais de Banco de Dados Banco de Dados Prof. Hilson SilvaEm consequência do surgimento do banco de dados, surgiram os profissionais:• DBA - Administrador do Banco de Dados - Responsável pela parte física.• AD - Administrador de Dados - Responsável pela parte lógica.• Projetista de Banco de Dados - Constrói partes do modelo da base de dados.• Analista de Sistemas - Define e projeta aplicações sobre a base de dados.• Programador - Constrói aplicações usando os modelos lógicos existentes.• Usuários Finais - Acesso indireto aos dados através de aplicações.
  • Visão Geral da Implementação do DB Banco de Dados Prof. Hilson Silva Prof. Hilson Silva – Banco de Dados Comercial
  • Arquitetura utilizadas no Banco de Dados Banco de Dados Prof. Hilson Silva Comercial• Modelos de Plataformas para Banco de Dados: - Mono-Usuário - Centralizada - Cliente/Servidor• Mono-Usuário - O banco de dados encontra-se no mesmo computador em que são executadas as aplicações. - Não há múltiplos usuários. - Típico de computadores pessoais.• Centralizada - O banco de dados encontra-se no mesmo computador em que são executadas as aplicações.• Cliente/Servidor - Múltiplos usuários.- Servidor de banco de dados (um computador contém todos os arquivos do banco mais o SGBD).
  • Arquitetura do Banco de Dados Banco de Dados Prof. Hilson Silva Mono Usuário-Somente um usuários.-È ao mesmo tempo Servidor de banco de dados eservidor de aplicação.
  • Arquitetura do Banco de Dados Centralizado Banco de Dados Prof. Hilson SilvaServidor de B.Dadose de Aplicação Terminal Requisição 10
  • Arquitetura do Banco de Dados Cliente Servidor Banco de Dados Prof. Hilson SilvaServidordeDados Servidor de Aplicação 11
  • Modelos Banco de Dados Prof. Hilson SilvaConceitual :È uma descrição do banco de dados de forma independente deimplementação em um SGDB. Mostrando como os dados podem aparecer nobanco de dados, porem não demonstra claramente como foram armazenadosno SGDB. (Heuser, Carlos Alberto 2009)Nota: Modelo Conceitual: È a idealização do banco de dados , onde éproduzido o MER – Modelo de Entidade Relacionamento.Lógico : È uma descrição de um banco de dados a nivel de abstração vistopelo próprio usuário do SGDB, dessa forma o modelo lógico é dependente dotipo de SGDB que esta sendo usado (Heuser, Carlos Alberto 2009).Nota: Modelo Lógico : È a definição a nível de SGDB, onde é produzido o DERDiagrama de Entidade Relacional.
  • Conceitos Básicos Banco de Dados Prof. Hilson SilvaBanco de Dados :Conjunto de dados interrelacionados que objetivam atenderas necessidades de um conjunto de usuários com um proposito ou resoluçãode determinado problema.Inglês: DatabaseBD = Banco de DadosSGDB : Software que auxilia na definição, carga, recuperação, atualização emanutenção de um banco de dados.Inglês: Database Management SystemSGBD = Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados.
  • Conceitos Básicos Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Entidade: Conjunto de relação identificada por características individuais definidas por meio de seus atributos. • Ex: Objetos= Pessoas (Hilson)• Atributos: São as colunas que compõe as relações(Tabelas), podendo assumir : Vazios (null) = colunas com Valores opcionais. Não aceita null ou Vazios = colunas com Valores obrigatórios.• Dóminio: cada atributo é definido o conjunto de valores (ou domínio de valores) que ele pode assumir. • Atômicos (O endereço pode ou não ser atômico) • Monovalorados.• Tupla: Registro que compõe o conteúdo de uma tabela ou relação
  • Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Exemplo de uma Entidade ALUNOS.• Definição de:• Atributos , Dominio, Tupla, relação e Grau(1 para 1) . Figura 1 – Exemplo de tuplas (Navathe 2011)
  • Restrições de Integridade Banco de Dados Prof. Hilson Silva – Restrição de integridade: é uma regra de consistência de dados que é garantida pelo próprio SGBD.• Na abordagem relacional, costuma-se classificar as restrições de integridade nas seguintes categorias: – Integridade de Domínio – Restringe o tipo de valor que a coluna recebe – Integridade de Vazio – Restringe a obrigatoriedade ou não do preenchimento do campo. – Integridade de Chave- Estabelece a unicidade da tupla. – Integridade Referencial – Estabelece a Relação de chave estrangeira. – Integridade Semântica – Estabelecem condições de tratamento para o atributo.(Ex. Restringir dentro do setor COMERCIAL a não inserção de cargos que não pertençam ao setor, tipo ARQUITETO)
  • Utilização da Linguagem Banco de Dados Prof. Hilson SilvaDDL - “Data Definition Language” Esta linguagem foi instituída para a definição estrutura dosdados de armazenamento da informação (Metadados).Definição: Linguagem de Definição de Dados-DDL. - Tambem usada para descrever o modelo lógico. Exemplo: CREATE SCHEMA / TABLE / VIEW DROP SCHEMA / TABLE / VIEW Mais utilizados; CREATE DROP ALTER ADD
  • Criação de Tabela Utilização da Linguagem Banco de Dados Prof. Hilson Silva• O comando CREATE TABLE é usado para especificar uma nova relação a partir do seu nome, da especificação dos seus atributos e restrições(TIPO)• Cada atributo é especificado através de: – Nome – Tipo de dado – Restrição Ex: Create table Funcionario( Matricula int primary key, Nome Varchar(80) not null, Cargo CodCar int )
  • Linguagem DML Banco de Dados Linguagem para Minipular da informação a ser inserida Prof. Hilson Silvaou já existente no banco de dados.Uso da Linguagens - Uso do Select - Uso do Insert - Uso do Update - Uso do Delete - Uso da ViewConsultas simples e compostasFunções especificos de manipulação de dados. - Between - Max - Exists - Min - In ou not in - Avg - Group by - Union e Union all - Order by - >= ou <= - Sum, Count e Outros - Like - Top ou rownum
  • Uso do SELECT Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Exemplo do Select: Select Empregados.Nome, Empregados.Numero_dept, Departamentos.Nome From Empregados,departamentos Where Empregados.Numero_dept=departamentos.Numero And Empregados.Salario>2500- Seleção composto da informação, onde é utilizado duas ou mais tabelas
  • Uso do INSERT Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Uso do Insert: Comando utilizado para incluir uma tupla na tabela do banco de dados.Composição : Insert into especifica a tabela, podendo ou não espeficar os campos Values ()
  • Uso do INSERT Banco de Dados Prof. Hilson SilvaExemplo de Insert: Insert into Departamento (id, descricao, datcad ,sigla) Values (1, ‘Financeiro’,’21/03/2012’,’FIN’)OuInsert into Departamento Values (1, ‘Financeiro’,’21/03/2012’,’FIN’)
  • Uso do UPDATE Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Uso do Update: Comando utilizado para alterar uma tupla ou varias tuplas de uma tabela do banco de dados.Composição : Update ou especificação de tabela, Set NomeDoCampo a ser alterado where especificação de filtros and
  • Uso do UPDATE Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Exemplo de Update:Update Departamento Set Descricao = ‘Finanças’ Observação deve ser usado quando existir somente um registro na tabela.OuUpdate Departamento Set Descricao = ‘Finanças’ where iddepartamento = 1
  • Uso do DELETE Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Uso do Delete: Comando utilizado para remover uma tupla ou todos as tuplas de uma tabela do banco de dados.Composição : delete From NomeDaTabela where especificação de filtros and ???Exemplo: – Delete from Departamento (Elimina todos os registros da tabela) ou – Delete from Departamento where iddepartamento= 25
  • Uso da View Banco de Dados Prof. Hilson Silva• Uso da View: Comando utilizado para criar uma visão(replicar) da informação dentro do banco de dados em uma tabela temporária.Composição :Create or replace View Funcionarios_Consulta as (Select * from Funcionarios where especificação de filtros and ???)
  • Exemplo de Bancos de Dados Comercias Banco de Dados Prof. Hilson Silva
  • MYSQL 5.0/WORKBENCH Banco de Dados Prof. Hilson SilvaO MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados (SGBD), queutiliza a linguagem SQL (Linguagem de Consulta Estruturada, do inglêsStructured Query Language) como interface. É atualmente um dos bancosde dados comercial mais utilizado no mundo, com mais de 10 milhões deinstalações pelo mundo.Caracteristicas: Possui plataforma multiacesso. Politica e gerenciamento de acesso. Integridade dos dados relacionais. Controle de concorrência nas transações.
  • MYSQL 5.0/WORKBENCH Banco de Dados Prof. Hilson SilvaCaracteristicas: Fornece sua API para várias outras linguagens, como Java, Python, PHP, Perl,C, C++.Usa programação de threads utilizando-as diretamente no kernel da plataformado SO.Disponibiliza vários tipos de tabelas para armazenamento de dados. -Velocidade e Armazenamento: A vantagem dessa variedade de tabelas é apossibilidade de escolher o tipo em cada situação diferente. Podendo serpriorizado velocidade, ou volume de dados, entre outras características. Enfim o mysql é extremamente poderoso, pronto para executar mais de umbilhão de consultas por dia de um site ou aplicação desktop, ou até mesmoprocessar milhares de transações por minuto, conforme os artigos publicadossobre essa ferramenta.
  • Atividade Prática Banco de Dados Prof. Hilson SilvaProblemática: A Associação Comercial da Cidade de Caxias-MA, solicitou acriação de uma ferramenta que auxiliasse nas atividades que elaoferece aos seus associados. Para isso contratou uma empresa deSoftware House, para desenvolver um portal coorporativo quecontemplará nas seguintes funcionalidades: Cadastros( Empresa,Endereço) Solicitações (Abertura de Empresa, Associar-se,FechamentoEmpresa, Eventos do Associado, Eventos da Associação ) Acompanhamento Solicitações. Calendário de ReuniõesImplemente o modelo lógico desse banco de dados!
  • Banco de Dados Prof. Hilson Silva Referencial BibliográficoELMASRI, Ramez, NAVATHE, Shamkant, SOUZA, Teresa Cristina Padilha de. Sistemasde banco de dados: fundamentos e aplicações. 3.ed. Rio de Janeiro: LTC, 2002.ELMASRI, Ramez, NAVATHE, Shamkant, SOUZA, Sistemas de banco de dados. .6ª ed.Rio de Janeiro: Pearson, 2011.HEUBER, Carlos, SProjeoto de banco de Dados. 6ª ed. Rio de Janeiro: Bookman, 2009.KORTH, Henry F., SILBERSCHATZ, Abraham & SUDARSHAN, S. Sistema de banco dedados. 5 ed., Rio de Janeiro: Editora Elsevier, 2006.TEOREY, Toby, LIGHTSTONE, Sam e NADEAU, Tom. Projeto e modelagem de bancosde dados. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.
  • Vamos para Atividade Prática! Prof. Hilson Silva – Banco de Dados Comercial