http://www.administradores.com.br/artigos/administracao-e-negocios/ideacao-a-tecnica-
para-inovacao/75715/
Hideki Anagusko...
http://www.administradores.com.br/artigos/administracao-e-negocios/ideacao-a-tecnica-
para-inovacao/75715/
E para isso, um...
http://www.administradores.com.br/artigos/administracao-e-negocios/ideacao-a-tecnica-
para-inovacao/75715/
apenas uma disc...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Ideação - A técnica para inovação

215 views
143 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
215
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ideação - A técnica para inovação

  1. 1. http://www.administradores.com.br/artigos/administracao-e-negocios/ideacao-a-tecnica- para-inovacao/75715/ Hideki Anagusko, de Portal Administradores Negócios - 19/02/2014 Ideação: A técnica para inovação Em tempos onde todos procuram a inovação, buscando se destacar no mercado focando na diferenciação como a grande vantagem competitiva, como fazer para gerar novas ideias? Com o passar do tempo, a cada dia, a cada minuto, tudo parece se parecer cada vez mais. Os produtos, os serviços, as empresas, as pessoas. Até o próprio conhecimento de certa forma já se tornou uma commodity. Mas isso não é novidade para ninguém. Todos sabem o quanto é importante a inovação hoje em dia. Entretanto, poucos conhecem as melhores práticas para encontrá-la. Por isso, quero discorrer brevemente sobre uma excelente técnica para inovação, a qual utilizo em meus serviços de consultoria e a qual sempre recomendo a gestores, consultores e até a estudantes. Você já ouviu falar em “Ideação”? Ideação é um processo utilizado principalmente na construção de Modelos de Negócios inovadores. Ele permite quebrar o status quo e avançar em torno de situações não apreciadas até então e assim gerar novas e melhores ideias. Aliás, acredito que essa é a maior dificuldade com a qual as pessoas se deparam ao tentar criar algo novo. Não é fácil ignorar a situação atual, os paradigmas e preconceitos existentes. Porém é preciso olhar para frente e simplesmente deixar o passado para trás. Afinal, inovar significa não deixar as coisas no mesmo estado que antes, não é mesmo?
  2. 2. http://www.administradores.com.br/artigos/administracao-e-negocios/ideacao-a-tecnica- para-inovacao/75715/ E para isso, uma simples pergunta pode ser a chave para superar essa barreira e libertar a imaginação: “E se?”. Por exemplo: “E se as pessoas quisessem se divertir mais, sem se importar tanto com o desempenho tecnológico?” – A Nintendo lançou o Wii direcionando seu console ao enorme público de jogadores casuais, alcançando o coração deles com máquinas mais baratas equipadas com mecanismos que podem ser controlados com gestos físicos. “E se não fosse tão difícil as pessoas publicarem livros? E se qualquer um pudesse fazer isso?” – A Lulu.com rompeu o modelo tradicional do Best-seller e criou um novo modelo de negócios que possibilita autores Cult e amadores a levar seus trabalhos ao mercado, oferecendo ferramentas para produzir, imprimir e distribuí-los em um mercado online. (O bacana é que quanto mais autores a plataforma atrai, mais sucesso ela tem, pois os autores se tornam clientes também. Além de que, como os livros são impressos apenas sob encomenda, o fracasso nas vendas não implica quaisquer custos). Bom, como pôde ver, essa pergunta é um excelente ponto de partida para se gerar novas ideias. Mas enfim, voltemos à ideação. O processo é dividido nas seguintes fases: 1- Composição de equipe: primeiro é preciso reunir uma equipe bem heterogênea. Com pessoas de variadas idades, conhecimentos, experiências, e níveis operacionais. A diversidade ajuda a gerar, discutir e selecionar novas ideias. Porém é fundamental que todos aprendam a ouvir atentamente e entendam o modus operandi do processo. A participação de um facilitador é muito bem vinda. 2- Imersão: é importante que todos entendam bem o cenário em que deverão trabalhar as ideias, conhecendo todos os elementos relativos à questão principal. Procure realizar uma espécie de “excursão” com a equipe, relacionada diretamente com o problema principal. 3- Expansão: aqui é realizado o Brainstorming, e a questão é sobre como expandir a gama de soluções, procurando gerar o máximo de ideias possíveis. Mas antes de iniciar, é essencial deixar bem claro as regras do jogo: Primeiro, explane os problemas que se enfrenta e as necessidades que se deve sanar. Esclareça que nessa fase o importante é a quantidade e não a qualidade. Não se deve julgar;
  3. 3. http://www.administradores.com.br/artigos/administracao-e-negocios/ideacao-a-tecnica- para-inovacao/75715/ apenas uma discussão por vez; pensem visualmente e encoraje as ideias malucas. É interessante escrever as ideias em notas adesivas e colá-las na parede, pois depois é possível movê-las e reagrupá-las. 4- Critério de seleção: depois de ter expandido a gama de soluções possíveis, é necessário definir os critérios de eliminação para que se consiga obter um número gerenciável de ideias. 5- Prototipando: Com os critérios definidos, é preciso reduzir o número a uma lista priorizada, contendo de três a cinco potenciais inovações. Então, com essas ideias em vista, procure realizar um esboço de cada uma, como um protótipo, para que assim se possa avaliar a melhor opção. Você poderá notar ao final do processo que algumas coisas anteriormente inimagináveis ou totalmente subestimadas podem se mostrar bem interessantes. E outras, tidas com certa desconfiança podem provar serem de grande valia. Além, é claro, do mais importante, que é a inovação e a satisfação de todos pela participação na criação e na tomada de decisão de algo significativo. Por fim, quero salientar que o Processo de Ideação não é de utilização exclusiva na criação de modelos de negócios inovadores. Ele também pode ser utilizado no planejamento da festa junina da escola, na escolha do TCC do seu grupo na faculdade, na rearquitetura dos processos de sua empresa, etc. Enfim, é um processo de geração de inovação. E assim sendo, busque utilizá-lo em tudo o que continua igual, para que desta forma, não seja mais. Faça a diferença. Faça diferente. Hideki Anagusko Consultor Empresarial MEX Consultoria Articulista Portal Administradores

×