Your SlideShare is downloading. ×
Glicosídeos final
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Glicosídeos final

3,981
views

Published on

seminário de farmacognosia - Glicosídeos

seminário de farmacognosia - Glicosídeos


0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,981
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
38
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. FACULDADE ASCES BACHARELADO EM FARMÁCIA FARMACOGNOSIA GLICOSÍDEOSPaulo Sergio Reginaldo AiresRafaelly de LucenaStephanie AssisViviane Caroline
  • 2. GLICOSÍDEOSSÃO COMPOSTOS DE UM OU MAIS AÇÚCARES ENTRE SEUS PRODUTOS DE HIDRÓLISE• + FREQUENTES: D-GLICOSE, RAMNOSE E DIGITOXOSE• - FREQUENTES: ÁCIDO GLICURÔNICO OU GALACTURÔNICO
  • 3. GLICOSÍDEOS1. FUNÇÕES• REGULADORAS• PROTETORAS• SANITÁRIAS• AGENTES TERAPÊUTICOS – CARDIOTÔNICO DA DIGITALIS
  • 4. GLICOSÍDEOS2. BIOSSÍNTESE DOS GLICOSÍDEOSRESÍDUO SACARÍDEO + AGLICONA (COMPONENTE NÃO AÇUCAR)3. MECANISMO DE FORMAÇÃOTRIFOSFATO DE URADINA (UTP) 1- FOSFATO SACARÍDEO URIDIL TRANSFERASE 1DIFOSFATO DE URADINA (UDP) AGLICONA + GLICOSÍDEO URIDIL TRANSFERASE 2
  • 5. GLICOSÍDEOS4. FUNDAMENTAÇÃO DOS GLICOSÍDEOS4.1 GLICOSÍDEOS ANTRAQUINÔNICOS• PRODUÇÃO DE DI, TRI OU TETRAIDROXIANTRAQUINONAS• DERIVADOS COMO ANTRANÓIS, DIANTRONAS E OXANTRONAS NOS VEGETAIS• SÃO ESTIMULANTES QUE ATUAM AUMENTANDO A TONICIDADE DOS MÚSCULOSLISOS DA PAREDE DO CÓLON E ESTIMULANDO A SECREÇÃO DE ÁGUA E ELETRÓLITOSPARA INTESTINO GROSSO• MEDICAMENTOS DE ESCOLHA: CÁSCARA-SAGRADA, FRÂNGULA E O SENE. A BABOSACAUSA IRRITAÇÃO NA MUCOSA E OCORRÊNCIA DE CÓLICAS
  • 6. GLICOSÍDEOS• SÃO ADMINISTRADOS DE FORMA ORAL• HIDROLISADOS NO CÓLON POR ENZIMAS DA MICROFLORA• INDICADOS PARA CASOS DE CONSTIPAÇÃO• OCORRE DEPENDÊNCIA E PERDA DAS FUNÇÕES INTESTINAIS NORMAIS• ESCOLHA: CÁSCARA-SAGRADA, FRÂNGULA, CASANTROMOL , ALOÉS (BABOSA)E RUIBARBO.
  • 7. GLICOSÍDEOSCÁSCARA – SAGRADA (Rhamnus purshianus)• CASCA FRESCA: FORMAS REDUZIDAS DE GLICOSÍDEOS• FORMA LONGITUDINAL• USO APÓS UM ANO DE COLHIDA NO VERÃO• O-GLICOSÍDEOS NORMAIS (10 A 20%) E C-GLICOSÍDEOS DE ALOÍNA (80 A 90%)
  • 8. GLICOSÍDEOSALOÉS OU BABOSA (Aloe barbadensis)• LÁTEX DESSECADO E 50% DE PRODUTOS EXTRATIVOS HIDROSSOLÚVEIS• NATIVA DA ÁFRICA PORÉM INTRODUZIDAS NA ÍNDIA E EUROPA• A. ferox, A. africana e A. spicata• EXTRAÇÃO DO LÁTEX E EVAPORAÇÃO EM COBRE• FORMA DE MASSA OPACA, NAUSEANTE E AMARGA E ODOR DESAGRADÁVEL• GEL DE ALOÉS VERDADEIRA: QUEIMADURAS, ESFOLADURAS E IRRITAÇÕESCUTÂNEAS
  • 9. GLICOSÍDEOS4.2 GLICOSÍDEOS SAPONÍNICOS• COMUNS EM PLANTAS SUPERIORES• SOLUÇÕES COLOIDAIS QUE CRIAM ESPUMA E GOSTO AMARGO• O FÁRMACO PODE PRODUZIR ESTERNUTAÇÃO E IRRITAÇÃO NAS MUCOSAS• SÃO HEMOLÍTICAS ÀS HEMÁCIAS E ALTAMENTE TÓXICAS ( SAPOTOXINAS)• SAPOGENINA + ESTERÓIDES OU TRITERPENÓIDES• SÍNTESE PARCIAL DE HORMÔNIOS ESTEROIDAIS (DIOSGENINA E BOTOGENINA)
  • 10. GLICOSÍDEOSGLICIRRIZA (ALCAÇUZ) (Glycyrrhiza glabra)• PROPRIEDADES CALMANTES E EXPECTORANTES• RETENÇÃO DE LÍQUIDO E SÓDIO E A DEPLEÇÃO DO POTÁSSIO• DESMASCARANTE DE MEDICAMENTOS AMARGOS• FAVORECEM A ABSORÇÃO DE OUTROS MEDICAMENTOS COMO ANTRAQUINÔNICOS• GOMAS DE MASCAR, CHOCOLATE, CIGARRO, TABACO E CERVEJA• LAVADA, DESSECADA E CLARIFICADA• ÁCIDO GLICIRRÍZICO
  • 11. GLICOSÍDEOSGINSENG (Panax quinquefolius e Panax ginseng)• PROPRIEDADES TÔNICAS , ESTIMULANTES, DIURÉTICAS E CARMINATIVAS• ATUA NO METABOLISMO, SISTEMA NERVOSO CENTRAL E SECREÇÕES ENDÓCRINAS• ANEMIA, DIABETES, INSÔNIA, GARTRITE E IMPOTÊNCIA SEXUAL• PÓ, EXTRATOS E CHÁS• MISTURA COMPLEXA DE SAPONINAS TRITERPINOÍODICAS•
  • 12. GLICOSÍDEOS4.3 GLICOSÍDEOS CIANOGENÉTICOS• PRODUZEM HCN E POSSUEM A ENZIMA β-GLUCOSIDADE QUE CATALISA A HIDRÓLISE•AGENTES AROMATIZANTES, ANTICARCERÍGENA (LAETRILA OU VIT. B 17) E CONTROLEDA ANEMIA FALCIFORME• AMIGDALINA E PRUNASINA
  • 13. GLICOSÍDEOSCEREJA SILVESTRE (Prunus serotina)• TAMBÉM CONHECIDA COMO CEREJA VIRGINIANA E CEREJEIRA PRETASILVESTRE• FORMA UTILIZADA É A CASCA• VEÍCULO AROMATIZANTE COMO EM XAROPES ANTITUSSÍGENOS• EXPECTORANTE SEDATIVO
  • 14. GLICOSÍDEOSCAROSO DE DAMASCO (Prunus armeniaca)• LAETRINA E AMIGDALINA• TRATAMENTO DE CÂNCER TERMINAL LIBERAÇÃO SELETIVA DE CIANETO•USO LIMITADO•EMULSINA HIDRÓLISE GLICOSÍDEO CIANETO TÓXICO (INTOXICAÇÃO)
  • 15. GLICOSÍDEOS4.4 GLICOSÍDEOS DE ISOTIOCIANATO• AS AGLICONAS SÃO ISOTIOCIANATOS• GLICOSINOLATOS – TOXINAS LIGADAS COM GLICOSÍDEOS CIANOGÊNICOS• COMPREENDEM A FAMÍLIA DAS MOSTARDAS, OLEOGINOSAS E HORTALIÇAS(BRÓCOLIS, REPOLHO E NABO)• FUNÇÃO VITAL DE PROTEÇÃO CONTRA INSETOS E MAMÍFEROS• PROPRIEDADES ANTICARCINOGÊNICAS PRINCIPALMENTE ÁS MOSTARDAS
  • 16. GLICOSÍDEOSMOSTRARDA (Brasica nigra ou B. juncea) E MOSTARDA BRANCA (Sinapis alba)• PLANTAS ANUAIS QUE TEM CAULES DELGADOS E ERETOS E FLORES AMARELAS• APRESENTA ÓLEO FIXO DE 30 A 35% : ÓLEO VOLÁTIL DE MOSTARDA• GLICOSÍDEO SINIGRINA• É IRRITANTE LOCAL E EMÉTICO (PROCOCA VÔMITO)• EXTERNAMENTE É RUBEFACIANTE E VESICANTE (IRRITANTE E PROVOCA BOLHAS NAPELE)
  • 17. GLICOSÍDEOS4.5 AGENTES ORGANOSSULFURADOSALHO (Allium sativus) MACERAÇÃO• ALIINA ALICINA COMPOSTOS ODORÍFEROS• ATIVIDADES ANTIBACTERIANA, ANTI-HIPERLIPEDÊMICA, ATIVIDADE FIBRINOLÍTICADO SANGUE E INIBE AGREGAÇÃO DE PLAQUETAS E ATIVIDADE ANTITROMBÓTICA• RECOMENDA-SE NO MÁXIMO O CONSUMO DE 5 DENTES/DIA• MEDICAMENTO COM ENVOLTÓRIO ENTÉRICO CÁPSULA COM MAIORATIVIDADE
  • 18. GLICOSÍDEOS4.6 GLICOSÍDEOS ALDEÍDICOSBAUNILHA (Vanilla planifolia)• TREPADEIRAS PERENES E PRODUZEM FRUTOS DURANTE 30 A 40 ANOS• OS FRUTOS SÃO CURADOS POR IMERSÃO EM ÁGUA QUENTE E SUDAÇÃO ATRAVÉSDE PANOS DE LÃ DURANTE DOIS MESES• GLICOVANILINA E ÁLCOOL GLICOVANÍLICO• NA FORMA TRITURADA É USADA COMO AROMATIZANTE E AUXILIAR EMFARMÁCIA
  • 19. GLICOSÍDEOSBIBLIOGRAFIA FARMACOGNOSIA E FARMACOBIOTECNOLOGIA JAMES E. ROBBERS MARILYN K. SPEEDIE VARRO E. TYLER EDITORA PREMIER – SÃO PAULO – SP. 1997

×