• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Conceitos para tirar musicas de ouvido
 

Conceitos para tirar musicas de ouvido

on

  • 3,515 views

ÍNDICE ...

ÍNDICE
1 – OBJETIVO........................................................................................... 02
2 – NOTAS MUSICAIS............................................................................... 02
3 – INTERVALOS...................................................................................... 02
4 – ACIDENTES......................................................................................... 02
5 – FORMAÇÃO DOS ACORDES.................................................................. 03
6 – ESTUDO DAS ESCALAS........................................................................... 04
7 – INVERSÃO DE ACORDES......................................................................... 10
8 – TIRANDO E TOCANDO AS MÚSICAS DE OUVIDO..................................... 11
8 – ESCALAS DE ACORDES MAIORES E MENORES......................................... 14
9 – RESUMO................................................................................................ 16
10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................................................. 17

Statistics

Views

Total Views
3,515
Views on SlideShare
3,513
Embed Views
2

Actions

Likes
6
Downloads
338
Comments
0

1 Embed 2

http://192.168.6.184 2

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Conceitos para tirar musicas de ouvido Conceitos para tirar musicas de ouvido Document Transcript

    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc ÍNDICE 1 – OBJETIVO........................................................................................... 02 2 – NOTAS MUSICAIS............................................................................... 02 3 – INTERVALOS...................................................................................... 02 4 – ACIDENTES......................................................................................... 02 5 – FORMAÇÃO DOS ACORDES.................................................................. 03 6 – ESTUDO DAS ESCALAS........................................................................... 04 7 – INVERSÃO DE ACORDES......................................................................... 10 8 – TIRANDO E TOCANDO AS MÚSICAS DE OUVIDO..................................... 11 8 – ESCALAS DE ACORDES MAIORES E MENORES......................................... 14 9 – RESUMO................................................................................................ 16 10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.............................................................17 Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 1
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc 1 - OBJETIVO Esta apostila tem como objetivo nos auxiliar para que consigamos “tirar” músicas de ouvido. Isso exige também, bastante treinamento, estudo e dedicação para aperfeiçoar e educar os ouvidos. Nela colocarei alguns conceitos, explicando particularmente para o teclado, mas a mesma regra se aplica a todos os instrumentos, pois a teoria musical é a mesma. 2 – NOTAS MUSICAIS Todo instrumento musical, tem as notas básicas (ou naturais) são: Nota Nome C Dó D Ré E Mi F Fá G Sol A Lá B Si 3 – INTERVALOS É a distância entre dois sons diferentes de diferentes tensões. Estas distâncias são medidas através de tons e semitons. A cada dois semitons, temos um tom. 4 – ACIDENTES Bemol (b): Diminui a nota em meio tom, da direita para a esquerda, conforme exemplo na figura abaixo. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 2
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Sustenido (#): O contrário do bemol aumenta a nota em meio tom, da esquerda para a direita. Pode-se usar o mesmo exemplo da figura acima, só que saindo do Sol b, para o sol, subindo. 5 – FORMAÇÃO DOS ACORDES É a combinação de notas de uma determinada escala. Pode ser em: Tríades: Combinação de 3 notas; Tétrades: Combinação de 4 notas; Tétrades acrescentadas: Combinação de 5 ou mais notas. Os acordes são formados basicamente por 3 notas fundamentais. A 1ª, 3ª e 5ª nota para os acordes maiores e a 1ª, 3ªb e 5ª para os acordes menores. Sabendo que a escala cromática (escala completa) é: C – C# - D – D# - E – F – F# - G – G# - A – A# - B - C Poderemos formar os acordes maiores ou menores, de acordo com a regra explicada acima. Ex C (Dó maior): Nota Nº C 1ª D 2ª E 3ª F 4ª G 5ª A 6ª B 7ª Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 3
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Isso quer dizer, que para formarmos o acorde C (dó maior), temos que pressionar no teclado, guitarra ou violão, as notas C (Tônica), o E (3ª) e o G (5ª), conforme abaixo: O mesmo se aplica ao Cm (só que com a 3ª nota bemol) Ex Cm (Dó menor): Nota Nº C 1ª D 2ª D# 3ªb E 3ª F 4ª G 5ª A 6ª B 7ª Isso quer dizer, que para formarmos o acorde Cm (dó menor), temos que pressionar no teclado, guitarra ou violão, as notas C (Tônica), o Eb (mesmo que D#), que é a (3ªb) e o G (5ª), conforme abaixo: 6 – ESTUDO DAS ESCALAS Este. Sem dúvidas, é um dos itens mais importantes e que deve ser estudado profundamente e com muito cuidado, para conseguir tirar músicas de ouvido. As escalas são a base, para construção das músicas. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 4
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Escala cromática: É a escala mais comum, que engloba todas as notas do instrumento em ordem crescente ou decrescente (como já vista acima): C – C# D – D# - E – F – F# - G – G# - A – A# - B – C. Escala maior: É formada por: Nota fundamental, 2 tons partindo na nota fundamental, meio tom, 3 tons e meio tom novamente. Com isso podemos criar uma regra (decore esta regra, é a base de tudo): N – T – T – ST – T – T – T – ST Onde N = Nota (Tônica) da qual queremos tirar a escala; T = Tom (1 tom); ST = SemiTom (meio tom). Pode parecer confuso agora, mas é muito simples. Vejamos alguns exemplos abaixo das escalas de C (Dó Maior) e D (Ré Maior), como ficaria: Antes devemos entender bem sobre os intervalos para contar os tons: Por exemplo: De C para C# = ½ Tom = 1ST De C para D = 1 Tom = T Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 5
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc De E para F = ½ Tom = 1ST De E para F# = 1 Tom = T De B para C = ½ Tom = 1ST De B para C# = 1 Tom = T ESCALA DE DÓ (C): O C é a Tônica (N). Então, aplicamos a regra. N = C; T = D (1 tom partindo do C para D); T = E (1 tom partindo do D que foi a nota achada anteriormente para E); ST = F (pois de E para F temos apenas meio tom, ou seja, 1 ST); T = G (1 tom partindo de F para G); T = A (1 tom partindo de G para A); T = B (1 tom partindo de A para B); ST = C (meio tom, partindo de B para C, ou seja, 1 ST). Veja abaixo como ficaria no teclado a contagem da escala de C. O mesmo também serve para todos instrumentos musicais. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 6
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc ESCALA DE DÓ (D): O D é a Tônica (N). Então, aplicamos a regra. N = D; T = E (1 tom partindo do D para E); T = F# (1 tom partindo do E que foi a nota achada anteriormente para F#); ST = G (pois de F# para G temos apenas meio tom, ou seja, 1 ST); T = A (1 tom partindo de G para A); T = B (1 tom partindo de A para B); T = C# (1 tom partindo de B para C#); ST = D (meio tom, partindo de C# para D, ou seja, 1 ST). Veja abaixo como ficaria no teclado a contagem da escala de D. O mesmo também serve para todos os instrumentos musicais. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 7
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Aplicando esta regra para todas as notas, as escalas MAIORES ficam conforme relação abaixo (as principais, pois, você pode aplicar a regra nas que não estão na tabela, como C#, D# F#, etc): Escala C D E F G A B N C D E F G A B T D E F# G A B C# T E F# G# A B C# D# ST F G A A# C D E T G A B C D E F# T A B C# D E F# G# T B C# D# E F# G# A# ST C D E F G A B Escala menor: É formada por: Nota fundamental, 1 tom partindo na nota fundamental, meio tom, 2 tons, meio tom novamente e 2 tons. Com isso podemos criar uma regra (decore esta regra, é a base de tudo): N – T – ST – T – T – ST – T – T Onde N = Nota (Tônica) da qual queremos tirar a escala; T = Tom (1 tom); ST = SemiTom (meio tom). Agora, basta fazer o mesmo conforme fizemos para a escala maior, porém, seguindo esta segunda regra, que é para as escalas menores. Aplicando esta regra para todas as notas, as escalas MENORES ficam conforme relação abaixo (as principais, pois, você pode aplicar a regra nas que não estão na tabela, como C#m, D#m F#m, etc): Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 8
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Escala Cm Dm Em Fm Gm Am Bm N C D E F G A B T D E F# G A B C# ST D# F G G# A# C D T F G A A# C D E T G A B C D E F# ST G# A# C C# D# F G T A# C D D# F G A T C D E F G A B Tons relativos: São acordes diferentes que possuem algumas notas iguais de formação. Como por exemplo, o Lá menor, que é relativo do Dó; o Fá maior, que é relativo da Ré menor, etc. Conforme figuras abaixo: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 9
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Esses são apenas alguns exemplos de tons relativos, ou acordes relativos. Há também uma regrinha para se saber qual acorde é relativo MENOR do que você está fazendo. Para saber o relativo menor do acorde, basta contar um tom e meio abaixo do acorde. Por exemplo: Para saber o acorde relativo menor de F, conta-se um tom e meio abaixo de D, dando D. Então, o acorde relativo menor de F, é Dm. Outro Exemplo: G, um tom e meio abaixo = E. Então, o acorde relativo menor de G é Em. Algumas relações de acordes relativos: C – Am C# - A#m D – Bm C# – Cm E – C#m F – Dm F# – D#m G – Em G# – Fm Am – F#m A# – Gm B – G#m Outra regrinha para se saber qual acorde é relativo MAIOR do que você está fazendo. Para saber o relativo maior do acorde, basta contar um tom e meio acima do acorde. Por exemplo: Para saber o acorde relativo menor de Dm, contase um tom e meio acima do D, dando F. Então, o acorde relativo maior de Dm, é F. Outro Exemplo: Gm, um tom e meio acima = B. Então, o acorde relativo menor de G é Bm. 7 – INVERSÃO DE ACORDES Inversão de acordes nada mais é do que inverter a ordem da formação das notas. Por exemplo, vimos que para formar um acorde, usamos a tônica, a 3ª e a 5ª nota. Com o C, fica C – E – G. As inversões ficariam: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 10
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Acorde normal: C – E – G; 1ª inversão: E – G – C; 2ª inversão: G – C – E; O mesmo acontece com todos os acordes. Geralmente, para o teclado, usa-se fazer com a mão esquerda o acorde cheio, com a 1ª, a quinta e a oitava nota, e com a mão direita os acordes na primeira inversão. 8 – TIRANDO E TOCANDO AS MÚSICAS DE OUVIDO Esta é a parte mais esperada da apostila né? Então, a partir de agora, você deverá estar dominando as etapas anteriores, através de exercícios para saber as escalas, pois todas as músicas são criadas a partir das escalas. Pode-se decorar as escalas menores e maiores como passadas nas tabelas, mas o ideal é saber montá-las no instrumento. O mais correto é decorar a regra para saber montar. As escalas do campo harmônico maiores e menores são muito importantes, pois são através delas que saberemos as notas a serem usadas para tocar e solar as músicas. O primeiro passo é saber o tom da música do qual queremos tirar de ouvido. Pegaremos como exemplo algumas músicas. Música: I Won't Give Up (Jason Mraz) 1º Passo Coloque a música para tocar no seu computador ou som. Então, o primeiro passo é descobrir o tom dela. Para isso, comece a EXECUTAR as escalas subindo e descendo no instrumento, para descobrir o tom, começando pela de C. Você notará que o som não ficará bom se a escala for diferente do tom da música. Por exemplo, se a música estiver no tom de F, as notas que compõe ela, são da escala de F. Então, se você estiver executando a escala de C, por exemplo, o som sairá estranho, ofuscado, você deve perceber que está fora do tom. Pode ser que ainda Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 11
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc tenha dificuldades de início, mas com o tempo e muito estudo o seu ouvido será educado. Você deve ir eliminando as notas, quanto pior for à combinação da musica com a escala, mais longe do tom da musica você estará. Esta musica como exemplo, está no tom de E. Tente agora, novamente, se você não conseguiu descobrir o tom, tocar a escala de E. Você notará que o som se encaixará perfeitamente na música. Dá até para descobrir o solo. O solo dela ficará: E E E F# G# A G# - Note que estas notas são da escala de E. Isso quer dizer que para solar a música toda, deveremos usar apenas as notas da escala de E, pois o tom dela é E. Há casos que mudam, mas a maioria é assim. A cifra da música encontra-se no link: http://www.cifraclub.com.br/jasonmraz/i-wont-give-up/. 2º Passo Achado o TOM da música, e tendo conhecimento das escalas MAIORES, você conseguirá saber quais notas a compõe, aplicando a seguinte regra, em cima da escala do tom da música: N – m – m – M – M – r – a (p/ escalas maiores) Onde: N = Nota (Do tom da música) m = menor M = maior r = Relativa da nota a = Diminuto Sendo assim, aplicando a regra na escala de E, fica: Sabemos que a escala de E tem a sequencia de notas: E, F#, G#, A, B, C#, D# e E. Temos que pegar a primeira nota (maior) da escala, a segunda e terceira menor, a quarta e a quinta devem ser maior, a sexta deve ser a relativa da nota, e a ultima deve ser o acorde menor com 5º grau diminuto. Exemplo abaixo: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 12
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Escala de E E Regra Nota Acordes E F# Nota menor F#m G# Nota menor G#m A Nota Maior A B Nota Maior B C# D# Relativa Diminuto da nota da nota C#m D#º Então, se o tom da música é E, temos que usar a escala de E para fazer os solos, e os acordes criados com essa regra: E, F#m, G#m, A, B, C#m, D#°. Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo com a música. Existem outras notas que podem ser colocadas para dar um brilho na música, como notas com nona, sétima, quarta, com baixo alterado, etc. Música: Faz chover (Versão Toque no Altar) 1º Passo Faça a mesma coisa que a música anterior. Neste louvor, notará que o tom é Am, então devemos usar as notas da escala de Am. O solo fica: C B A C B A C C C C B A G (repete tudo). 2º Passo Achado o TOM da música, e tendo conhecimento das escalas MENORES, você conseguirá saber quais notas a compõe, aplicando a seguinte regra, em cima da escala do tom da música: Nm –m5 ou ° – M – m – m – M – M (p/ escalas menores) Onde: Nm = Nota menor (Do tom da música) m = menor M = maior m5 ou ° = menor com 5 ou diminuto Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 13
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Sendo assim, aplicando a regra na escala de Am, fica: Sabemos que a escala de Am tem a sequencia de notas: A, B, C, D, E, F, G e A. Temos que pegar a primeira nota (menor) da escala, a segunda menor com 5ª ou diminuto, a terceira nota maior, a quarta e a quinta devem ser menor, a sexta e a sétima devem ser maiores. Exemplo abaixo: Escala de Am Regra Acordes A B C D E F G Nota menor Am Nota ° ou 5ªb Bm5 Nota Maior C Nota menor Dm Nota menor Em Nota Maior F Nota Maior G Então, se o tom da música é Am, temos que usar a escala de Am para fazer os solos, e os acordes criados com essa regra: Am, Bm5, C, Dm, Em, F e G. Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo com a música. Existem outras notas que podem ser colocadas para dar um brilho na música, como notas com nona, sétima, quarta, com baixo alterado, etc. A cifra da música encontra-se no link: http://www.cifraclub.com.br/toque- no-altar/faz-chover/ Tendo o conhecimento de qual escala e tom está a música, podemos descobrir com essas regras quais notas devem ser usadas para tocar a música. Agora basta descobrir a ordem para usá-las, para isso, deve aperfeiçoar o ouvido, tentando tocar as musicas estudando sempre que possível, sem as cifras, descobrir o tom, etc. Tendo como base as notas que devem ser usadas, já fica tudo mais fácil. 8 – ESCALAS DE ACORDES MAIORES E MENORES Tendo estudando os campos harmônicos e a formação dos acordes, veja se bate com o teórico: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 14
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Cm C#m Dm D#m Ebm Em Fm F#m Gm G#m Abm Am A#m Bbm Bm Cb C C# Db D Eb E F F# Gb G Ab A Bb B Cm C#m Dm D#m Ebm Em Fm F#m Gm G#m Abm Am A#m Bbm Bm CAMPO HARMÔNICO MENOR MELÓDICO Dm5 Eb Fm Gm Ab D#m5 E F#m G#m A Em5 F Gm Am Bb F#m5 F# G#m A#m B Fm5 Gb Abm Bbm Cb F#m5 G Am Bm C Gm5 Ab Bbm Cm Db G#m5 A Bm C#m D Am5 Bb Cm Dm Eb A#m5 B C#m D#m E Bbm5 Cb Dbm Ebm Fb Bm5 C Dm Em F B#m5 C# D#m E#m F# Cm5 Db Ebm Fm Gb C#m5 D Em F#m G Bb B C C# Db D Eb E F F# Gb G G# Ab A Cm C#m Dm D#m Em Em Fm F#m Gm G#m Am Am A#m Bm Bm Cb C C# Db D Eb E F F# Gb G Ab A Bb B CAMPO HARMÔNICO MAIOR MELÓDICO Dbm Ebm Fb Gb Abm Dm Em F G Am D#m E#m F# G# A#m Ebm Fm Gb Ab Bbm Em F#m G A Bm Fm Gm Ab Bb Cm F#m G#m A B C#m Gm Am Bb C Dm G#m A#m B C# D#m Abm Bbm Cb Db Ebm Am Bm C D Em Bbm Cm Db Eb Fm Bm C#m D E F#m Cm Dm Eb F Gm C#m D#m E F# G#m Bb° B° B#° C° C#° D° D#° E° E#° F° F#° Gm G#° A° A#° Cb C C# Db D Eb E F F# Gb G Ab A Bb B Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 15
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc 9 – RESUMO Então resumindo: Para tirar as músicas de ouvido temos que ter o conhecimento básico do campo harmônico, descobrir o tom da música através da execução das escalas, aplicar as regras para descobrir quais notas devem ser usadas, e tentar tocar alterando as ordens das notas e educando o ouvido. Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo com a música. Espero ter ajudado. Abraços. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 16
    • Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc 10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS - Como tocar Harduim, Rafael GarciaTeclado, apostila adquirida do site abaixo: http://teoriamusicaldownload.blogspot.com.br/2010/09/teclado-como-tocarteclado-rafael.html; - http://www.contrabaixobr.com/t7139-campos-harmonicos-menores - http://www.cifraclub.com.br/toque-no-altar/faz-chover/ - http://www.cifraclub.com.br/jason-mraz/i-wont-give-up/. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 17