• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Relatorio 2º Periodo
 

Relatorio 2º Periodo

on

  • 9,900 views

Relatorio de avaliação do PCT - 2º Periodo sala-amarela-2011-2012

Relatorio de avaliação do PCT - 2º Periodo sala-amarela-2011-2012

Statistics

Views

Total Views
9,900
Views on SlideShare
9,900
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
273
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Relatorio 2º Periodo Relatorio 2º Periodo Document Transcript

    • EB1/JI S. Miguel – Enxara do Bispo Agrupamento de Escolas Professor Armando Lucena Malveira Relatório de Atividades da Sala Amarela 2º Período letivo Ano Letivo 2011/2012 Data: 30.03.2012Com base na proposta pedagógica apresentada no Projeto Curricular de Turma, bem como noespaço de Contextualização e Caracterização da Turma, que por sua vez levaram à organização doPlaneamento de Atividades e Estratégias educativas, apresenta-se de seguida o relatório trimestralde avaliação do Projeto Curricular, referente ao segundo trimestre do ano letivo em cursoNo âmbito da atividade docente desenvolvida deve fazer-se uma distinção entre as atividadesdidático-pedagógicas e as atividades não letivas, onde figuram as atividades desenvolvidas no espaçoda intervenção em reuniões, planeamento e avaliação, bem como em outros espaços de intervençãodocente. Nesse sentido, apresenta-se o relatório referente à Atividade docente e o relatório daAtividade Pedagógica. Far-se-á ainda uma reflexão sobre os espaços de articulação desenvolvidos noâmbito de Atividades de Apoio às Famílias, Componente de Apoio à Família, desenvolvida emcolaboração com a Câmara Municipal de Mafra.Atividade docente.Em complemento do desenvolvimento de apoio à atividade letiva, é fundamental referir acontinuação da participação do docente titular de turma em reuniões de organização, planeamentoe avaliação (Departamento de Educação Pré-Escolar), em reuniões de análise colaborativa e apoioeducativo (Ensino Especial – Unidade de Apoio Educativo, APERCIM, Terapia da Fala, PsicologiaEscolar) e em reuniões de coordenação e articulação pedagógica (Estabelecimento, parceiros, EscolaSegura) e ainda todo o espaço de atendimento e avaliação dos processos educativos e curricularescom famílias (Encarregados de educação) e comunidade, designadamente na preparação deatividades (Associação de Pais e Encarregados de Educação) com vista à execução de atividadesdesignadas no Projeto Curricular e também no Plano Anual de Atividades.De salientar ainda as atividades desenvolvidas no âmbito da Comunidade Educativa e da ReflexãoDidático-Pedagógica e Formação, de onde se destaca a participação no Seminário para Pais eEncarregados de Educação em Alenquer (22 de janeiro) sobre questões da promoção da Leitura, porconvite da Biblioteca Escolar do Agrupamento Garcia de Orta.Por último, de referir também a manutenção da colaboração bi-mensal com a Revista “Educadoresde Infância”, através da edição de artigos científicos sobre a Educação Pré-escolar.Atividade PedagógicaDa análise feita na Reunião de Estabelecimento para avaliação das atividades realizadas ao longo dosegundo trimestre letivo resultou uma avaliação de Excelente para todas as atividades desenvolvidasno âmbito do Plano Anual de Atividades.Todas as atividades foram realizadas em articulação entre as turmas de JI, as turmas do PrimeiroCiclo e a Unidade de Apoio à Multideficiência. Foi ainda destacado o envolvimento e partilha quer daAssociação de Pais, quer de alguns professores das Atividades de Enriquecimento Curricular e a CAF.As atividades realizadas no âmbito do PNL (e outras em articulação com a Biblioteca Escolar) foramobjeto de planeamento específico e os objetivos definidos foram atingidos com sucesso. 1
    • O Projeto Curricular orientou a sua ação para a dinamização de atividades congruentes com aespecificidade quer do nível etário dos alunos quer da estrutura da sala.O objetivo da definição dos parâmetros orientadores é o de explorar e promover novasaprendizagens, encontrando‐se a expressão de interrogação e de tomada de consciência, decompreensão e de responsabilização, bem como as de pesquisa e certificação, como necessárias parauma cabal compreensão das realidades vividas que fundamentam a pertença a um grupo e às suasregras. Nesse sentido, procurou‐se definir um conjunto de objetivos a partilhar e desenvolver portodos os intervenientes.As estratégias escolhidas, pressupuseram o conhecimento da história individual de cada criança, decada família e cada elemento comunitário. A meta foi construir uma proposta abrangente massuficientemente aberta.Foi objetivo deste projeto de trabalho, valorizar um tema que consideramos de extrema importância– A Poupança –, numa perspetiva de educação para a cidadania e para os valores, constituindo umreferencial orientador a formação pessoal e social, como fundamentado e apresentado em sedelegislativa – Orientações Curriculares para a Educação Pré-escolar (Despacho nº 5220/97 de 4 deagosto) –.Nesse sentido, o planeamento das atividades, enquadradas pelo Projeto Curricular promoveu,fundamentalmente, atividades que perspetivassem a formação pessoal e social e o desenvolvimentode competências especificas de economia, de gestão patrimonial e de reaproveitamento ereciclagem de bens e serviços, numa ótica de formação e desenvolvimento social.Foi também importante que o aluno desenvolvesse as suas capacidades de Expressão e Comunicaçãoatravés de diferentes modelos de linguagem e que, principalmente, reconhecesse as característicassocioculturais da sua região, e se integrasse nelas, com base numa reflexão constante sobre afruição, respeito e reflexão sobre os recursos disponíveis.Foram então desenvolvidas atividades que potenciaram a exploração destes conteúdos epromoveram aquisições específicas, designadamente as que potenciaram a reflexão sobre educaçãofinanceira e económica.Com base na premissa da necessidade de criar situações que possibilitassem e desenvolvessem alinguagem oral, o pensamento lógico-matemático, e as expressões (plástica, musical, dramática, emotora) bem como reconhecessem e utilizassem tecnologias novas e inovadoras, e todos osinstrumentos tecnológicos adequados à sua idade, alguns dos projetos desenvolvidos motivaram,entre outras coisas, a definição de comportamentos integrados de reconhecimento e utilização dosnovos instrumentos.Neste aspeto, é essencial observar a página web do jardim de infância, dinamizada e atualizada pelosalunos (em http://salamarela-enxara.blogspot.com) e onde é possível observar a descrição dasatividades desenvolvidas e que é construída numa ótica de portfólio de grupo, construído, mantido edinamizado pelo grupo.Também a dinamização de um canal privado de televisão (MEO KANAL) foi, durante este períodoletivo, uma estratégia importante de gestão de conteúdos curriculares.Por último, a participação no projeto E-Twinnig “Fairy Tales around Europe”, foi também iniciado umprojeto de colaboração europeu, com o envolvimento de escolas de Itália, República Checa, polónia eGrécia.Como é norma, é também importante referir e valorizar a dinâmica de participação das famílias e dosencarregados de educação, numa perspetiva de colaboração ativa que permitiu a dinamização dasatividades que tiveram um grande sucesso educativo e pedagógico.De salientar ainda a excelente relação com os outros agentes educativos da Escola, bem como osprocessos de efetiva articulação pedagógica com as turmas do 1º Ciclo, no qual são de destacar osprojetos de ação e reflexão conjunta, designadamente os inseridos no Plano Anual de Atividades.Nas reuniões ordinárias com os Encarregados de Educação foram apresentas propostas decolaboração ativa na dinâmica letiva, que se saldaram por uma elevada participação destes nasatividades e estratégias didático-pedagógicas. Nos momentos de Escola Aberta (30 de março) serãoapresentadas, além das considerações globais sobre o desenvolvimento individual e coletivo dos 2
    • alunos e das suas aprendizagens, uma ficha de avaliação, baseada num modelo de desenvolvimentode competências, na qual é organizada a informação, individual, de cada aluno, e refletidas, emconjunto, as propostas pedagógicas e estratégias educativas a desenvolver.Por tudo o exposto, e presumindo que o processo de avaliação comporta a interpretação dainformação para uma posterior adaptação das práticas, o terceiro trimestre letivo será baseado nainformação pertinente recolhida, quer da análise individual, quer do grupo, não se vê necessidade deproceder a uma grande reformulação no que respeita aos objetivos e estratégias configuradas noProjeto Curricular.Apoio EducativoManteve-se a organização de atividades, devidamente planeadas em sede de grupo de trabalho, parao aluno com necessidades educativas especiais, que foi alvo de avaliação específica no final doperíodo, tendo esta evidenciado a qualidade do atendimento disponibilizado. De salientar oalargamento de estratégias de valorização comunicacional e o envolvimento da família nas dinâmicaspedagógicas escolhidas. De reforçar ainda o espaço muito positivo da parceria desenvolvida com aAPERCIM, que assegura um processo de estimulação mais alargado ao aluno em questão, através deatividades realizadas nas instalações da associação.A evidência da evolução das aprendizagens das crianças é observável nos registos avaliativos, quemostram um crescimento sustentado de competências e saberes, adequado ao grupo e às condiçõespreexistentes.Por último, a colaboração e cooperação constante, conseguida entre todas as salas de atividade daescola, com especial relevância nas salas de jardim de infância tem também contribuído para umevidente sucesso de estratégias e a sua adequação aos grupos.Atividades de Enriquecimento Curricular (Componente de Apoio à Família e Atividades deEnriquecimento Curricular)As atividades de complemento educativo – Componente de Apoio à família (CAF) e Atividades deEnriquecimento Curricular (AEC) – funcionaram, ao longo deste período letivo, dentro danormalidade esperada. Não obstante, mantêm-se algumas questões, já referenciadas pelos docentesem reuniões de avaliação, que comprometem o atendimento de qualidade às crianças. Apesar dasreferências e sugestões feitas, mantêm-se algumas dificuldades de logística e organização deestratégias, nomeadamente as de responsabilidade da Animadora da CMM.Ambiente de TrabalhoA dinâmica conseguida entre o corpo docente e não docente manteve-se ao longo deste período.Manteve-se também o espaço de partilha e envolvimento conseguido entre todas as turmas daescola. A realização de atividades conjuntas e estratégias curriculares e pedagógicas articuladaspossibilitou uma avaliação muito positiva de todas as atividades desenvolvidas, pela comunidade epela Associação de Pais.EfeitosDe acordo ainda com a avaliação feita são notórios os efeitos positivos nas práticas letivas e,essencialmente, nos resultados escolares dos alunos.Potenciaram-se espaços alargados de desenvolvimento de competências sociais e pessoais efomentaram-se trocas e partilha entre os alunos da escola.De salientar ainda a procura de alguns meios de comunicação social (JL, O Carrilhão) por atividadesdesenvolvidas pela escola e pela Sala Amarela.No trabalho com as famíliasA maior parte das atividades desenvolvidas foram atividades de parceria educativa e quedemonstraram a forte adesão das famílias às estratégias e dinâmicas empregues. De salientar 3
    • também a parceria desenvolvida com a Associação de Pais e Encarregados de Educação e o seuenvolvimento na organização de diversas atividades.Avaliação GlobalDe acordo com o que anteriormente foi referido avaliamos como muito positivas as estratégiaseducativas, didáticas e pedagógicas das atividades na Sala Amarela, que se manterão no próximoperíodo letivo. Enxara do Bispo, Aos trinta dias do mês de março de dois mil e doze, O Educador de Infância Henrique Santos 4