6 coisas que você precisa saber antes de votar
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

6 coisas que você precisa saber antes de votar

on

  • 661 views

 

Statistics

Views

Total Views
661
Views on SlideShare
661
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

6 coisas que você precisa saber antes de votar 6 coisas que você precisa saber antes de votar Presentation Transcript

  • Digitar o número do candidato e apertar o botão verde, “confirma”, no canto direito inferior daurna eletrônica. Essa parte você sabe como fazer. Mas o período eleitoral possui outras regras e procedimentos que podem não estar tão claros assim para os eleitores. Esta lista mostra algumas das coisas que você precisa saber antes de exercer sua cidadania no próximo domingo. Por Natália Becattini, para a SUPERINTERESSANTE
  • 1. “No dia da eleição, ninguém pode serpreso”A menos que haja flagrante ou que a pessoa seja condenada. No casodos eleitores, a regra começa a valer cinco dias antes das eleições e vaiaté 48 horas depois. Já os mesários, fiscais de partido e candidatos têmliberdade garantida nos 15 dias anteriores ao pleito. O motivo é evitar ouso político das prisões e abusos de autoridade que possam influenciaro resultado da eleição. Por isso, as prisões preventivas e cautelares nãovoltam a acontecer até o meio da próxima semana.
  • 2. “Você pode anular seu voto, mas seuvoto não anula as eleições”Na teoria, quem vota em branco diz “tanto faz” e quem vota nulo nãoquer eleger nenhum candidato. Na prática, os dois tipos de voto sãoconsiderados inválidos, ou seja, não são computados na contagem final.Isso quer dizer que, mesmo que 99% dos votos forem brancos ounulos, a eleição não será anulada. A decisão ficaria na mão dos 1% doseleitores que escolhessem votar em alguém.Mas quem vota branco ou nulo influencia no resultado de formaindireta: quanto maior a porcentagem de votos inválidos, menor é onúmero de votos que um candidato precisa para se eleger no primeiroturno. E o seu protesto pode sair pela culatra.
  • 3. “Qualquer documento com foto serve”O voto é obrigatório no Brasil – e não há desculpas. Não é maisnecessário apresentar o título de eleitor na hora de exercer seu direitode cidadão. Basta apresentar um documento oficial com foto, como aidentidade e a carteira de motorista ou de trabalho. Carteira deestudante não é considerada um documento oficial pelo TSE.
  • 4. “Nas eleições municipais não é possívelvotar em trânsito”Se você estiver em outra cidade ou fora do país, sua única alternativavai ser justificar a ausência junto à Justiça Eleitoral. Quem estiver noBrasil pode fazer isso no dia da eleição, em qualquer local de votaçãoou posto de justificativa. Se perder a data, o eleitor tem até 30 diaspara procurar um cartório eleitoral e regularizar a situação. Já quemestá no exterior, basta procurar uma embaixada brasileira, consuladosou missões diplomáticas.
  • 5. “Vereador não constrói nada”Nem escolas, nem pontes, nem metrô. Não importa o que eles digamno horário eleitoral. Eles também não são responsáveis por reduzirimpostos ou reajustar salários. Essas são atribuições do Executivo, ouseja, do prefeito. O que um vereador pode fazer é: elaborar e votar leismunicipais, fiscalizar a utilização dos recursos públicos e ouvir assugestões, críticas e reivindicações dos cidadãos, promovendo a ligaçãoentre a sociedade e o prefeito.
  • 6. “Nem sempre quem recebe o maiornúmero de votos é eleito”Isso acontece nas eleições para vereadores e deputados. Isso porque,no Brasil, o sistema usado nessas eleições é proporcional. Quando umcandidato é muito votado, ele amplia o número de vagas a que opartido dele tem direito. Essas vagas são preenchidas por outroscandidatos do partido, que muitas vezes conseguem menos votos doque outros que ficam de fora. Já nas eleições para prefeito, governadore presidente, só é eleito o candidato que tiver maioria absoluta dosvotos válidos, ou seja, 50% mais um.
  • @helveciodias