Cargas Embalagens e Unitização

10,574 views
10,416 views

Published on

Published in: Sports, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
10,574
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
37
Actions
Shares
0
Downloads
352
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • MAIO -2008 - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS PROJETO DE TERMINAIS DE CARGA AÉREA - Requisitos de Engenharia de Manutenção 14/05/2008
  • MAIO -2008 - AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS PROJETO DE TERMINAIS DE CARGA AÉREA - Requisitos de Engenharia de Manutenção 14/05/2008
  • Cargas Embalagens e Unitização

    1. 1. ARMAZENAGEM CARGAS, EMBALAGENS E UNITIZAÇÃO Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    2. 2. OBJETIVO: Avaliar e discutir a relação entre os principais tipos de carga, as embalagens, com a atividade de armazenagem. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    3. 3. ROTEIRO Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena <ul><li>MANUSEIO DE CARGA </li></ul><ul><li>REVISÃO PRINCÍPIOS E EMBALAGENS </li></ul><ul><li>PROCESSO OPERACIONAL </li></ul><ul><li>CONSIDERAÇÕES </li></ul><ul><li>CONCLUSÃO </li></ul>
    4. 4. PRINCIPIO BÁSICOS: PRÁTICA FLEXIBILIDADE OPERACIONAL SIMPLIFICAÇÃO INTEGRAÇÃO CONTROLE OTIMIZAÇÃO EQUIPES E EQUIPAMENTOS Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    5. 5. FORMAS DE ACONDICIONAMENTO DA CARGA: EM SACOS FARDOS CAIXAS ENGRADADOS AMARRADOS BOBINAS E TAMBORES.... Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    6. 6. VÍDEO OPERAÇÃO FedEx. PLANEJAMENTO DA OPERAÇÃO DETALHES OPERAÇÃO X EQUIPE X EQUIPAMENTOS X SISTEMA CONTROLE. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    7. 7. EMPRESA FABRICANTE DE MÁQUINAS 1º SEMESTRE 2008 ECONOMIA AQUECIDA Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    8. 8. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    9. 9. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    10. 10. ANÁLISE DE UM PROCESSO – SITUAÇÃO ATUAL ARMAZÉM GERAL – TERMINAL DE CARGAS QUE RECEBE DIFERENTES TIPOS DE CARGA 24 HORAS POR DIA; NECESSIDADE DE VÁRIOS SETORES DE ARMAZENAGEM VERTICALIZADOS; TODA A CARGA DEVE EM PRINCÍPIO, SAIR POR UM ÚNICO LOCAL. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    11. 11. ANÁLISE DE UM PROCESSO NÃO EXISTE A POSSIBILIDADE DE PADRONIZAR AS EMBALAGENS; AS CARGAS SÃO ARMAZENADAS DE ACORDO COM PESO E CUBAGEM – A MAIORIA EM PORTA PALETES OU CANTILEVER; O ARMAZÉM POSSUI SISTEMA DE CONTROLE PARA MOVIMENTAÇÃO DA CARGA. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    12. 12. ANÁLISE DE UM PROCESSO SETOR DE RECEBIMENTO: FUNCIONA 24 HORAS POR DIA - RECEBE DIFERENTES TIPOS DE CARGAS; RECEBIMENTO SIMULTÂNEO DE CARGAS DE EMPRESAS DIFERENTES; ESPAÇO LIMITADO, OU SEJA, A OPERAÇÃO DEVE OCORRER SEM FOLGA. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    13. 13. ANÁLISE DE UM PROCESSO SETOR DE ARMAZENAGEM: ARMAZENAMENTO DE ACORDO COM PESO E CUBAGEM - FUNCIONA 24 HORAS POR DIA ; CARGAS DE UM MESMO LOTE, PODE OCUPAR ARMAZÉNS DIFERENTES; TODAS AS CARGAS, DEVEM SER LEVADAS PARA A EXPEDIÇÃO-LIBERAÇÃO SE POSSÍVEL AO MESMO TEMPO, O QUE É QUASE IMPOSSÍVEL. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    14. 14. ANÁLISE DE UM PROCESSO SETOR DE LIBERAÇÃO-EXPEDIÇÃO: ANTES DA SAÍDA, AS CARGAS DEVEM TER O LOTE TOTAL CONFERIDO – FUNCIONA DAS 06:00 AS 18:00h ; O ESPAÇO É LIMITADO E TODOS AGUARDAM SAIR AS “SUAS” CARGAS; NÃO HÁ CONDIÇÕES DE CARREGAR COM VEÍCULOS PELA LATERAL - SIDER. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    15. 15. SAÍDA ENTRADA
    16. 16. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 1 1 RECEBIMENTO
    17. 17. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 2 ARMAZENAGEM
    18. 18. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 3 3 LIBERAÇÃO
    19. 19. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 1
    20. 20. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 2
    21. 21. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 3 3
    22. 22. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena SAÍDA DOCA NA EXPEDIÇÃO CAMINHÕES SÓ COM CRREGAMENTO PELA PORTA TRASEIRA
    23. 23. POSSÍVEL SOLUÇÃO: RECEBIMENTO :PADRONIZAR EMBALAGEM OU UTILIZAR IDENTIFICAÇÃO EXTERNA; TREINAR AS EQUIPES PARA QUE DIRECIO- NEM AS CARGAS PARA O ARMAZÉM Nº 4 Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    24. 24. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    25. 25. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    26. 26. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    27. 27. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    28. 28. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 1
    29. 29. POSSÍVEL SOLUÇÃO: ARMAZENAGEM: ARMAZENAR AS CARGAS EM UM ÚNICO ARMAZEM. NÃO PODERÁ HAVER VERTICALIZAÇÃO. LEMBRAR QUE AS CARGAS CHEGAM DURANTE 24 HORAS MAS SOMENTE SÃO LIBERADAS DAS 06:00 AS 18:00h. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    30. 30. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 2
    31. 31. POSSÍVEL SOLUÇÃO: ARMAZENAGEM: CONCENTRAR TODAS AS CARGAS NO ARMAZÉM Nº 4. VANTAGENS: POSSIBILIDADE DE ARMA-ZENAR CARGAS DE TODOS TIPOS; PROXIMIDADE COM ÁREA PARA CARREGAMENTO DOS CAMINHÕES SIDER . Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    32. 32. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 4 2 1
    33. 33. POSSÍVEL SOLUÇÃO: LIBERAÇÃO: MUDAR O SETOR DE LIBERAÇÃO E DEFINIR ÁREA PARA CARREGAMENTO COM CAMINHÃO SIDER ; LEMBRAR DE CONFERIR OS LOTES ANTES DA ENTRADA. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    34. 34. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena SAÍDA SAÍDA 3 3
    35. 35. NOVA OPERAÇÃO Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    36. 36. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena SAÍDA SAÍDA 3 3 ENTRADA 1
    37. 37. OPERAÇÃO ANTERIOR Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    38. 38. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena ENTRADA SAÍDA ARMAZÉM 1 ARMAZÉM 2 ARMAZÉM 3 ARMAZÉM 4 1 2 3
    39. 39. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena SAÍDA SAÍDA 3 3 ENTRADA 1
    40. 40. PRINCIPAIS PROBLEMAS ENFRENTADOS: RECEBIMENTO: CARGAS E EMBALAGENS SEM PADRONIZAÇÃO; TREINAMENTO DAS EQUIPES; GARANTIR O NOVO FLUXO DA CARGA. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    41. 41. PRINCIPAIS PROBLEMAS ENFRENTADOS: ARMAZENAGEM: ENDEREÇAMENTO DAS CARGAS; LOTES INCOMPLETOS; CARGAS DO DIA ANTERIOR; POSSÍVEL SOLUÇÃO: ORGANIZAR AS CARGAS PELO FINAL DO Nº CONTROLE. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    42. 42. PRINCIPAIS PROBLEMAS ENFRENTADOS: LIBERAÇÃO:CONFERIR TODOS OS LOTES; EXIGIR DAS EQUIPES DA ARMAZENAGEM A SEPARAÇÃO DOS LOTES; PROGRAMAÇÃO DOS VEÍCULOS PRECISA, SEM ATRASOS. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    43. 43. CONCLUSÃO: EMBALAGEM PADRONIZADA = VANTAGENS ARMAZENAGEM VERTICALIZADA E SOBRE O PISO X TIPO DE CARGAS E EMBALAGENS. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    44. 44. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena <ul><ul><li>1. Quais os problemas verificados no setor de recebimento, ocasionados pela falta de padronização das embalagens e das cargas recebidas e quais soluções foram adotadas, para o caso em análise? </li></ul></ul><ul><ul><li>2. Na operação inicial, havia a necessidade de se trabalhar com quatro setores de armazenagem. Essa necessidade pode ser relacionado a falta de padronização das embalagens, uma vez que no armazém geral eram recebidas cargas de diversos tipos? </li></ul></ul><ul><ul><li>3. Ao mudar a forma de operação, concentrando todas as cargas da empresa no armazém 4, que era uma área sem verticalização, quais as dificuldades com relação à localização dos lotes? Com relação às cargas que estavam chegando, elas atrapalhavam as cargas que estavam sendo liberadas? Qual a vantagem de organizar as cargas pelo final no número de controle? </li></ul></ul>
    45. 45. PRINCIPAIS PROBLEMAS ENFRENTADOS: RECEBIMENTO: CARGAS E EMBALAGENS SEM PADRONIZAÇÃO; TREINAMENTO DAS EQUIPES; GARANTIR O NOVO FLUXO DA CARGA. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    46. 46. PRINCIPAIS PROBLEMAS ENFRENTADOS: ARMAZENAGEM: ENDEREÇAMENTO DAS CARGAS; LOTES INCOMPLETOS; CARGAS DO DIA ANTERIOR; POSSÍVEL SOLUÇÃO: ORGANIZAR AS CARGAS PELO FINAL DO Nº CONTROLE. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena
    47. 47. PRINCIPAIS PROBLEMAS ENFRENTADOS: LIBERAÇÃO:CONFERIR TODOS OS LOTES; EXIGIR DAS EQUIPES DA ARMAZENAGEM A SEPARAÇÃO DOS LOTES; PROGRAMAÇÃO DOS VEÍCULOS PRECISA, SEM ATRASOS. Armazenamento e Embalagens de Materiais Helio Souto Dapena

    ×