Aula 3

709 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
709
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula 3

  1. 1. Tecnologia da Informação e do Conhecimento Hélio Costa
  2. 2. Relembrando... Dados Informação Inteligência Conhecimento
  3. 3. Definição de “Metadados” <ul><li>Agregar um maior significado a uma informação, como uma espécie de rótulo que antecipa o conteúdo (ou tipo de conteúdo) a ser disponível. </li></ul><ul><li>Em diversas situações pode ser necessário o uso de um dado para explicar um outro dado. </li></ul>
  4. 4. Definição de “Metadados” <ul><li>O uso do XML (e X tensible M arkup L anguage) </li></ul>
  5. 5. Tipos de Conhecimento <ul><li>Explícito - pode ser codificado e transmitido pela linguagem formal . Pode ser armazenado em livros e bancos de dados , por exemplo. Pode ser transmitido com maior facilidade pelos sistemas de informação. </li></ul><ul><ul><li>Quando você consulta o manual de um produto ou de um game, você está absorvendo o conhecimento explícito. </li></ul></ul><ul><li>Tácito - envolve qualidades pessoais , sendo utilizado na comunicação entre pessoas . Sua transmissão mais difícil pelos sistemas de informação . </li></ul><ul><ul><li>Quando um amigo passa instruções sobre como lidar com um produto ou utilizar um game, você está absorvendo conhecimento tácito. </li></ul></ul>
  6. 6. Tipos de Conhecimento <ul><li>Explícito - pode ser codificado e transmitido pela linguagem formal . Pode ser armazenado em livros e bancos de dados , por exemplo. Pode ser transmitido com maior facilidade pelos sistemas de informação. </li></ul><ul><ul><li>Quando você consulta o manual de um produto ou de um game, você está absorvendo o conhecimento explícito. </li></ul></ul><ul><li>Tácito - envolve qualidades pessoais , sendo utilizado na comunicação entre pessoas . Sua transmissão mais difícil pelos sistemas de informação . </li></ul><ul><ul><li>Quando um amigo passa instruções sobre como lidar com um produto ou utilizar um game, você está absorvendo conhecimento tácito. </li></ul></ul>
  7. 7. Tácito x Explícito Explícito Tácito
  8. 8. Socialização <ul><li>Tácito  Tácito </li></ul><ul><ul><li>A experiência consiste em ingrediente fundamental para aquisição desse tipo de conhecimento. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>A socialização envolve tarefas práticas. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Exemplo: dois amigos conversam sobre um game (novos comandos, como superar determinadas fases etc.). </li></ul></ul></ul>
  9. 9. Externalização <ul><li>Tácito  Explícito </li></ul><ul><ul><li>O conhecimento tácito (prático) é formalizado com o desenvolvimento de um manual (impresso ou eletrônico). </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Exemplo: você pega as “dicas” que o seu amigo passou e o conhecimento que você tem e escreve um manual sobre o game. </li></ul></ul></ul>
  10. 10. Combinação <ul><li>Explícito  Explícito </li></ul><ul><ul><li>Envolve a sistematização de conceitos em um sistema de conhecimento. </li></ul></ul><ul><ul><li>As pessoas trocam conhecimentos por meio de documentos, reuniões, telefonemas e sistemas de comunicação via de redes de computadores . </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Exemplo: o seu manual é transmitido para outras pessoas . Elas vão acrescentando novas informações (melhorando o seu manual). Com isso, conhecimentos adicionais são gerados . </li></ul></ul></ul>
  11. 11. Internalização <ul><li>Explícito  Tácito </li></ul><ul><ul><li>As pessoas utilizam as informações contidas em um manual , livro ou sistema eletrônico para solucionar problemas práticos . </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Exemplo: outras pessoas lêem o seu manual e aplicam na prática as suas “dicas”. </li></ul></ul></ul>
  12. 12. Explítico x Tácito Resumindo... Socialização Tácito ► Tácito Exemplo: dois amigos conversam sobre um game (novos comandos, como superar determinadas fases etc.). Externalização Tácito ► Explícito Exemplo: você pega as “dicas” que o seu amigo passou e o conhecimento que você tem e escreve um manual sobre o game. Combinação Explícito ► Explícito Exemplo: o seu manual é transmitido para outras pessoas. Elas vão acrescentando novas informações (melhorando o seu manual). Com isso, conhecimentos adicionais são gerados. Internalização Explícito ► Tácito Exemplo: outras pessoas lêem o seu manual e aplicam na prática as suas “dicas”.
  13. 13. Taxonomia <ul><li>Taxonomia (taxonomy) é o estudo da classificação das coisas . </li></ul><ul><li>É o ato de dar nomes, classificar, identificar. Taxonomia é assunto de diversas áreas do conhecimento humano como a computação, antropologia, biologia dentre outras. </li></ul><ul><li>Ex.: Quando um cientista classifica um novo inseto , ele procura classificá-lo dentro de uma categoria já existente , baseado em uma lógica estabelecida, verifica qual família ele pertence e no fim encontra o nome mais adequado àquela espécie. Isso é taxonomia. O ato de classificar as coisas. </li></ul>
  14. 14. Taxonomia <ul><li>Forma rígida </li></ul><ul><ul><li>Cada coisa em um único lugar </li></ul></ul><ul><ul><li>Navegação por diretórios </li></ul></ul>
  15. 15. Taxonomia <ul><li>Forma não rígida </li></ul><ul><ul><li>Representação de um objeto em mais de um lugar em uma mesma árvore de classificação. </li></ul></ul>
  16. 16. Taxonomia <ul><li>Facetas </li></ul><ul><ul><li>Flexibilidade na classificação de acordo com a melhor opção par ao usuário. </li></ul></ul><ul><ul><li>Guia de Restaurantes (Local, Preço e Tipo de Comida) </li></ul></ul>
  17. 17. Folksonomia <ul><li>Folksonomia (folksonomy) é a junção de duas palavras “folk” (povo, gente) e “taxonomia” . </li></ul><ul><li>O resultado final é algo do tipo “classificação do povo” . Mas não associe isso com a classificação de pessoas em si, e sim com classificação feita por pessoas. </li></ul>
  18. 18. Folksonomia
  19. 19. Folksonomia brasil brasília congresso nacional câmara deputados senado federal corrupção roubalheira Lula PT
  20. 20. Folksonomia
  21. 21. Folksonomia
  22. 22. Folksonomia
  23. 23. Case Rosenbluth www.rvocations.com
  24. 24. O Problema <ul><li>Agência de Viagem e Turismo </li></ul><ul><li>Reduziram taxa de agenciamento de 50 para 10 dólares </li></ul><ul><li>Cortaram comissão dos agentes de 10% para 5%. </li></ul><ul><li>Novas empresas (Expedia.com) online usando preços atrativos </li></ul><ul><li>Empresas online atacando clientes individuais </li></ul><ul><li>Concorrentes com modelos de negócios inovadores usando a web. </li></ul><ul><li>Descontos: Agências estão repassando aos clientes parte da comissão por elas paga pelos prestadores de serviço. </li></ul><ul><li>Prestadores de serviço usando a Internet buscando novos clientes sem a necessidade das agências e também usando leilões e leilões reversos. </li></ul>
  25. 25. Solução <ul><li>Abandonar o setor de viagens de lazer . </li></ul><ul><li>Dedicar-se exclusivamente as viagens de Negócio . </li></ul><ul><li>Começou a cobrar dos clientes taxas de assessoria sobre como diminuir os custos das viagens. </li></ul><ul><li>DACODA: Permite agências de viagens a localizarem preços mais favoráveis nas companhiaas aéreas. </li></ul><ul><li>E-mail: Permite aos clientes administrarem pedidos de viagens via e-mail. Viajante recebe por e-mail o itinerário . </li></ul><ul><li>Solução E-Ticket de Rastreamento: Rastreia, fiscaliza, reembolsa e faz permutas de passagens não utilizadas . </li></ul><ul><li>Res-Monitor: Rastreia as menores tarifas até na hora de partida. </li></ul><ul><li>Centro de Operações em Rede: Monitora incontáveis fatores que podem interferir em viagens como condições do tempo, eventos em andamento e tráfego aéreo. </li></ul>
  26. 26. Resultados <ul><li>Em 3 anos aumentou as vendas em 60%. </li></ul><ul><li>Sobreviveu às ameaças de ser varrida do mercado. </li></ul><ul><li>Aumentou a fatia de mercado . </li></ul>
  27. 27. Lições Aprendidas <ul><li>Mudar completamente a estratégia de negócio. </li></ul><ul><li>A TI baseada na Web permite a empresa ganhar vantagem competitiva. </li></ul><ul><li>A competição global não depende apenas de preço e qualidade; é serviço também . </li></ul><ul><li>TI pode demandar alto investimento por um longo período. </li></ul><ul><li>Patentiar os sistemas inovadores para obter vantagens sobre os concorrentes. (Ex.: Nextel e Motorola) </li></ul><ul><li>Lãmina de 2 gumes da Web: Ao mesmo tempo que é uma ameaça , pode ser uma oportunidade </li></ul>
  28. 28. Estratégia Competitiva Cinco Forças de Porter
  29. 30. Rivalidade entre concorrentes <ul><li>Perdeu a liderança do mercado de vôos domésticos para a TAM. </li></ul><ul><ul><li>TAM: Manter a qualidade, reduzindo custos e aumentando a produtividade </li></ul></ul><ul><ul><li>Varig: Fundação Rubem Berta (FRB), insistia em sua forma de administrar a Varig, e não reduzia custos </li></ul></ul><ul><li>Estima-se que a Varig mantinha o triplo da média de funcionários por avião se comparada com as demais empresas do setor. </li></ul>
  30. 31. Poder de barganha dos fornecedores <ul><li>Com o agravamento da dívida a empresa passou a não pagar seus credores e perdeu a credibilidade com seus fornecedores . </li></ul><ul><li>Não bastasse, o BNDS passou a fazer duras imposições, devido à falta de credibilidade e má administração da empresa. </li></ul><ul><li>Para agravar a situação, seus fornecedores chegaram ao ponto de só vender combustível para empresa, se o pagamento fosse efetuado à vista . A Varig teve vários vôos cancelados por falta de combustível. </li></ul>
  31. 32. Ameaça de novos entrantes <ul><li>A empresa utilizava apenas dois tipos de aeronaves (menor custo de manutenção, logística e treinamento), sendo modelos modernos, com uma quantidade maior de assentos e mais econômico </li></ul><ul><li>Modelo de negócio com base principalmente na Internet </li></ul>
  32. 33. Ameaça de produtos substitutos <ul><li>GOL implantou o “ LOW COST, LOW FARE ” baixo custo de operação que gera baixos preços de passagens aéreas. </li></ul><ul><li>A empresa utilizava apenas dois tipos de aeronaves (menor custo de manutenção, logística e treinamento), sendo modelos modernos, com uma quantidade maior de assentos e mais econômicos </li></ul><ul><li>Outro produto substituto que esteve sempre presente são os meios de transporte alternativos, principalmente os ônibus </li></ul>
  33. 34. Poder de Barganha dos Clientes <ul><li>Notícias atrasos, cancelamentos de vôos e demais problemas que afetaram diretamente quem utilizava os serviços da Varig </li></ul><ul><li>Clientes p assaram a desacreditar na qualidade dos serviços da empresa. </li></ul>
  34. 35. Matriz BCG
  35. 36. Cadeia de valor de Porter Coordenação Administrativa e Serviços de Apoio Administração de Recursos Humanos Desenvolvimento Tecnológico Compra de Recursos Logística Interna Operações Logística Externa Marketing e Vendas Atendimento ao Cliente Vantagem Competitiva Atividades Primárias Atividades de Apoio
  36. 37. Gestão Ambiental
  37. 38. Melhorar o Processo Empresarial Utiliza TI para reduzir custos de processos empresariais <ul><li>Utiliza TI para melhorar a qualidade </li></ul><ul><li>Utiliza TI para ligar a empresa a clientes e fornecedores </li></ul>Utiliza TI para criar novos produtos ou serviços Melhor Eficiência Cria Novas Oportunidades Empresariais Mantém Clientes e Relacionamentos Valiosos Estratégia Papel da TI Resultado
  38. 39. Cadeia de Valores baseada na Internet Marketing Pesquisa de Produto Vendas e Distribuição Suporte e Feedback do Cliente Dados para pesquisa de mercado, estabelece respostas do consumidor <ul><li>Acesso a comentários online do cliente </li></ul><ul><li>Resposta imediata a problemas do cliente </li></ul><ul><li>Baixo custo de distribuição </li></ul><ul><li>Atinge novos clientes </li></ul><ul><li>Multiplica os pontos de contato </li></ul>Aumento da participação de mercado Menores margens de custo Maior satisfação do cliente Capacidades da Internet Benefícios para a Empresa Oportunidade de Vantagem

×