Jornal do sertão Edição 89 Julho 2013

1,924 views

Published on

O Sertão cresce e evolui exigindo um tratamento equânime dessa nova realidade. O Jornal do Sertão como Indutor de desenvolvimento pega carona nessas mudanças e incrementa o número de páginas e tiragem de suas de suas edições. Vitrine dos fatos e acontecimentos o jornal está agora com 32 páginas e uma tiragem de 10.000 exemplares, o que lhe confere uma melhor expansão editorial. Nas páginas desta edição você confere o Sertão que dá certo e teve boa parte presente na 14ª edição da Exposerra - Feira da Indústria Comércio e Serviços de Serra Talhada, até a chuva que nos últimos tempos estava tão difícil de cair na região, deu o ar da graça durante o evento, que sofreu um pouco com a precipitação imprevista, mas nada que tirasse o brilho da feira que agradou ao público, expositores e organizadores. O balanço da feira foi positivo e alcançou um volume negociado de R$ 16 milhões durante os três dias. O grande expoente da feira foi a rodada de negócios do Sebrae que contabiliza o montante de R$ 6 milhões em negócios feitos no evento e prospectados para pós feira. Esse ano, pela primeira vez, a Exposerra contou com a presença de um governador prestigiando o evento. O governador Eduardo Campos participou da abertura da feira e visitou todos os estandes, o que foi para Luciano Duque um dos pontos alto do evento, pois é uma demonstração de crescimento da feira. Alguns pontos merecem ser corrigidos. A questão da infra-estrutura é um dos principais. A chuva inesperada deixou bem claro e isso vale como sugestão: A construção de um centro de convenções em Serra Talhada pode e deve ser destaque entre as ações do prefeito Luciano Duque. O sucesso da Exposerra foi devidamente registrado pelo Jornal do Sertão que traz matéria especial sobre esse evento que já faz parte do calendário oficial de feiras de negócios de Pernambuco.
Antônio José Bezerra de Melo
Diretor de Marketing

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,924
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
541
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal do sertão Edição 89 Julho 2013

  1. 1. E-mail: jornaldosertaope@jornaldosertaope.com.brSertão de Pernambuco - Julho / 2013 - Ano VII - Número 89 ExpoSerra movimenta R$ 16 milhões em negóciosEm sua 14ª edição, a Feira da Indústria, Comércio e Serviços de Serra Talhada (ExpoSerra) reuniu expositores de várias partes do estado, apresentou uma grade de shows que atendeu a expectativa da população e de visitantes e conseguiu, apesar das dificuldades que o Sertão vive com a seca, atingir um volume de negócios em torno de R$ 16 milhões. Págs. 3 e 18 a 24 Salgueiro faz história na Copa do Brasil Pág. 12 Esportes Banana em alta no São Francisco Pág. 4 Agricultura Campanha de fotógrafos ajuda atingidos pela seca Pág. 15 Seca Música brasileira está de luto Pág. 2 Despedida Arte sertaneja encanta na FeneartePág. 26 Cultura Museu Cais do Sertão reúne acervo de Luiz Gonzaga Pág. 28 Cultura Novo sistema de saneamento em Salgueiro Pág. 7 Meio Ambiente Divulgação Divulgação Divulgação HélidaEnes/Divulgação
  2. 2. “C”, de Consumidores 2 A sociedade bra- sileira deu uma reviravolta nos antigos conceitos de consumo a partir da evolução dos costumes e dos hábitos da chamada Classe C. E digo “chamada” porque hoje não mais existe grande diferen- ça entre esta e a “B” que, por sua vez, conseguiu empurrar a “A” para tomar-lhe alguns percen- tuais de participação na renda nacional. Mas, o que seria essa classe “C” emergente? Respos- ta: Um enorme agrupamento de pessoas que passou a con- tratar serviços diferenciados, desde 2006 Ano VII Nº 89 Julho de 2013 Antônio Bezerra de Melo Diretor Geral Fique por dentro Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 O Sertão cresce e evolui exigindo um tratamento equânime des- sa nova realidade. O Jornal do Sertão como Indutor de desenvolvimento pega carona nessas mudanças e incrementa o número de páginas e tiragem de suas de suas edições. Vitri- ne dos fatos e acontecimentos o jornal está agora com 32 pá- ginas e uma tiragem de 10.000 exemplares, o que lhe confere uma melhor expansão editorial. Nas páginas desta edição você confere o Sertão que dá certo e teve boa parte presente na 14ª edição da Exposerra – Feira da Indústria Comércio e Serviços de Serra Talhada, até a chuva que nos últimos tempos estava tão difícil de cair na região, deu o ar da graça durante o evento, que sofreu um pouco com a pre- cipitação imprevista, mas nada que tirasse o brilho da feira que agradou ao público, exposito- res e organizadores. O balanço da feira foi positivo e alcançou um volume negociado de R$ 16 milhões durante os três dias. O grande expoente da feira foi a rodada de negócios do Sebrae que contabiliza o montante de R$ 6 milhões em negócios fei- tos no evento e prospectados para pós feira. Esse ano, pela primeira vez, a Exposerra con- tou com a presença de um go- vernador prestigiando o evento. O governador Eduardo Campos participou da abertura da feira e visitou todos os estandes, o que foi para Luciano Duque um dos pontos alto do evento, pois é uma demonstração de cresci- mento da feira. Alguns pontos merecem ser corrigidos. A ques- tão da infra-estrutura é um dos principais. A chuva inesperada deixou bem claro e isso vale como sugestão: A construção de um centro de convenções em Serra Talhada pode e deve ser destaque entre as ações do pre- feito Luciano Duque. O sucesso da Exposerra foi devidamente registrado pelo Jornal do Sertão que traz matéria especial sobre esse evento que já faz parte do calendário oficial de feiras de negócios de Pernambuco. Música brasileira perde Dominguinhos Poeta Pernambucano lança cordel no RN Errata 2 Errata 1 tais como cartões de crédito e de débito; cheques especiais; TV por assinatura; telefones celulares pós-pago; planos de saúde negociados a custos me- nores do que antes; internet e, ainda, comprar computadores, notebooks e outros que tais, atendendo plenamente as ofer- tas de parcelamentos, como ofe- reciam, na aurora do Brasil, os vendedores de porta em portas, também chamados de Turcos da Prestação. Segundo pesqui- sas, os imóveis estão no topo da lista de consumo da nova Classe C, seguidos de eletrodomésti- cos, automóveis e viagens. Para espanto de muitos, o item edu- cação está próximo do topo, o que dá esperança de termos, em futuro próximo, um país com nível de sociabilidade igual ou maior do que muitos países no mundo. E um pequeno exemplo da importância de tais mudan- ças pode ser exposto pela forma como um integrante do nosso grupo de viajantes foi inquirido quando, em famosa praça euro- péia, jogou uma bola de papel no chão e rapidamente abaixou-se para pegá-la de volta. Alguém lhe disse “Puxa, você agiria da José Artur Paes Vieira de Melo japvm@jornaldosertaope.com.br Observatório JS Divulgação Distribuidor: Mourinha Representações. Fone (087) 3831.7053 - Serra Talhada-PE Impressão: Gráfica Jornal do Commercio Fone (81) 3413-6274 - Recife - PE Tiragem: 10.000 exemplares Formato: 25 x 28,5 cm | 32 páginas Circulação: Sertão de Pernambuco | Arcoverde, Sertâ- nia, Custódia, Serra Talhada, São José do Egito, Afogados da Ingazeira, Floresta, Petrolândia, Sal-guei­ro, Ara- raripina, Petrolina, Triunfo, Sta. Cruz da Baixa Verde Recife | Governo do Estado - Assembléia Legislativa Secretarias de Estado | Brasília-DF | Ministério da Integração Nacional Distribuição gratuita Produtor Gráfico diagramação@jornaldosertaope.com.br Daniel Sigal Depto. Financeiro financeiro@jornaldosertaope.com.br José Bezerra Colaboradores: Alberto Ursulino, Helena Conserva, Dárcio Rabêlo, Antônio Faria, Francys Maya, José Artur Paes Vieira de Melo E-mail: jornaldosertaope@ jornaldosertaope.com.br www.facebook.com/Jornaldosertao O Jornal do Sertão é uma publicação mensal da Edicom Editora Comunicação Ltda. Av. João Gomes de Lucena, 4105 - Centro - Serra Talhada-PE Sucursal: Av. Caxangá, 205 sl. 903/904 - Fone (081) 3052.2719 Recife - Pernambuco Os textos, fotos ou ilustrações nos espa- ços das colunas são de inteira responsa- bilidade dos respectivos colaboradores. Editor Antonio@jornaldosertaope.com.br Antônio Jose Bezerra de Melo Redação redacao@jornaldosertaope.com.br Dayane Albuquerque Cinara Marques - DRT/PB1070 Depto. de Marketing marketing@jornaldosertaope.com.br Hélida Enes Contato Publicitário contato@jornaldosertaope.com.br Anderson Santos mesma forma no Brasil?” – “Não. Lá seria mais um...”. O grupo, patenteando a atual dife- rença de comportamento entre a maioria dos brasileiros e um que ainda não se enquadrava na evolução das classes sociais, afastou-se do dito cujo. Por fim, em que pese ser ínfimo o inves- timento em educação e cultura – quando comparado com a mega soma despendida nas arenas fu- tebolísticas por este Brasil a fora – sem dúvidas estamos no cami- nho certo na terra de Cabral. A música brasi- leira e especial- mente a nordestina está de luto. Após travar uma luta de seis anos contra um câncer de pulmão, o cantor e sanfoneiro, Dominguinhos, her- deiro musical do Rei do Baião, Luiz Gon- zaga, morreu no dia 23 de julho em de- corrência de compli- cações cardíacas e infecciosas. Pernambucano de Gara- nhuns, região Agreste do esta- do, Dominguinhos, foi um dos nomes a cantar o Sertão tão bem como o mestre Luiz Gon- N a primeira semana de agosto, o poeta pernam- bucano, Ivaldo Batista, apai- xonado em fabricar manu- almente seus livretos, estará em Mossoró/RN, fazendo o lançamento do seu mais novo cordel “Mossoró bota Lam- pião pra correr”. A publicação será lançada durante o 9° Fes- tival de Cultura Mossoroense. N a edição anterior do Jor- nal do Sertão, a maté- ria “Sertão bem representado no Miss Pernambuco” saiu com alguns erros. Falamos que Serra Talhada é detentora de 4 títulos do MISS PE, mas Serra tem apenas de 3. Dissemos que Natália Oliveira tinha o título de Miss PE e que é uma das organizadoras do Miss Serra Talhada 2013. Mas ela não faz parte da equipe organizadora do evento e é MISS SIMPATIA PE 2012. A atual MISS PE é Paula Luck. E na relação das cidades representantes falta- mos incluir o município de Ar- coverde, que também terá uma candidata concorrendo. A edição do Jornal do Sertão de Junho veio com uma maté- ria sobre o início da comercialização do Petrolina Park Sho- pping, na página 28. Entretanto, uma das fotos que conta com a imagem do prefeito Julio Lóssio, de Petrolina, não corresponde ao empreendimento e sim ao Petrolina Parque, que também tem projeto para a cidade. Pedimos desculpas pelo equívoco. O enterro de Do- minguinhos acon- teceu no Recife. I n s t r u m e n - tista, cantor e compositor, Do- minguinhos ga- nhou em 2002 o Grammy Latino com o “CD Che- gando de Mansi- nho”. Ao longo da carreira, fez par- cerias de sucesso com músicos como Gilberto Gil, Chico Buarque, Anastácia e Djavan. zaga. Dominguinhos tinha 72 anos e estava internado desde o final do ano passado, pri- meiro no Recife e em janeiro foi transferido para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.
  3. 3. HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação 3Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 ExpoSerra C omo prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque participou pela primeira vez da ExpoSerra, Feira da Indús- tria, Comércio e Serviços da cidade, que aconteceu entre os dias 11 e 13 de julho. Entrevis- tado pelo Jornal do Sertão durante a realização do even- to, o prefeito enalteceu a feira e falou da presença do Gover- nador de Pernambuco, Edu- ardo Campos, também pela primeira vez, o que demonstra como a feira se tornou impor- tante para o estado. “Estou muito feliz. Pri- meiro ano de mandato e par- ticipando desse evento que se consolida como um dos mais importantes do interior de Pernambuco, como feira de negócios, de serviços e de sho- ws é muito satisfatório”, relata o prefeito. A satisfação do prefeito foi maior com a presença inédita de Eduardo Campos à feira. “Pela primeira vez o gover- nador Eduardo Campos veio prestigiar a ExpoSerra e ele é o Duque afirma a importância da ExpoSerra para PE Prefeito avalia a feira como grande promotora da interiorização do desenvolvimento no estado Participação de Eduardo Campos na Exposerra foi inédita primeiro governador que par- ticipa dessa feira. Isso traduz o reconhecimento do governo sobre a importância do even- to para o desenvolvimento do estado. Essa parceria vem contribuir muito para o desen- volvimento regional”, avaliou Luciano Duque. O prefeito de Serra Talhada comentou ainda sobre a chuva que marcou presença nos dias do evento, o que atrapalhou um pouco, mas ao mesmo tempo trouxe alegria para o homem do campo. Para concluir, Lucia- no ressaltou sua satisfação com a feira que se consolida como evento que mais tem atraído empreendimentos e investi- mentos para o Sertão.
  4. 4. 4 Santa Maria da Boa Vista comemora safra e venda da banana Chapéu de Palha capacitou 1,6 mil trabalhadores rurais OPrograma Chapéu de Pa- lha da Fruticultura Irriga- da 2013, criado para atender famílias desempregadas du- rante o período da entressafra da produção irrigada no esta- do, capacitou 1,6 mil trabalha- dores rurais, que participaram de 78 cursos oferecidos na re- gião do Vale do São Francisco esse ano, através da Secreta- ria de Agricultura e Reforma Agrária. Entre as capacitações, fo- ram abordados temas relacio- nados à comercialização de produtos agrícolas no merca- do interno e externo; progra- mas de certificação; práticas A sexta safra da banana ‘paco- vã’ do projeto de irrigação Fulgêncio, em Santa Maria da Boa Vista, sertão do São Francis- co, teve início neste mês de julho. Esse ano, devido à queda na pro- dução por causa da seca, o preço do cento da fruta teve um aumen- to de R$ 8. Nesta mesma época no ano passado, o consumidor paga- va R$ 15 por 100 bananas. Agora, a mesma quantidade sai até por R$ 23. Na área do produtor Jorge Li- meira, a colheita foi realizada no primeiro dia do mês. Dos cinco hec- tares que ele tem plantado, conse- guiu retirar 860 centos de banana. Vendeu tudo no mesmo dia. “Nun- ca tinha visto um preço de mercado tão bom”, comemorou Jorge. O projeto Fulgêncio é o segundo maior produtor de banana pacovã de Pernambuco. São 2,6 mil hec- tares dedicados ao cultivo, onde é possível ter até 12 safras por ano, mas a deste mês, em especial, está sendo bem comemorada por causa do preço da fruta, que aumentou consideravelmente. O estado responde por quase 8% da safra nacional da fruta. Com in- formações do G1. Produção e preço em alta da fruta fizeram a alegria dos produtores do projeto Agricultores puderam escolher entre 78 cursos DivulgaçãoDivulgação de higiene pessoal e ambien- tal; processos de colheita em cultivares explorados na re- gião com ênfase para frutos como uva e manga. Para o futuro, o progra- ma anunciou outra iniciativa que está em andamento e vai abranger sete municípios do Sertão do São Francisco: Pe- trolina, Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista, Orocó, Ca- brobó, Belém de São Francisco e Petrolândia. É a produção de um vídeo para divulgar aspec- tos tecnológicos de fruticul- tura irrigada. O investimento total é de R$ 673,1 mil. “O programa foi ampliado Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 Agricultura para o Sertão com o propósito de minimizar os efeitos causa- dos pelo desemprego durante a entressafra da fruticultura irrigada”, disse o coordenador do Programa Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada, Celso Almir. Entre os objetivos do pro- jeto está a promoção de capa- citações a fim de gerar renda, melhorar a qualidade de vida e fortalecer a cidadania. O Programa Chapéu de Palha foi resgatado em 2007, com o objetivo de atender 20 mil famílias da zona canaviei- ra, durante o período da en- tressafra da cana. Por meios de atividades que buscam o resgate da cidadania, 52 mu- nicípios fazem parte da área de abrangência do programa, que conta com o cronograma de atividades que envolvem alfabetização e reforço escolar para jovens e adultos, plantio de mudas e recuperação de mata ciliar, curso de capacita- ção para mulheres, retirada de documentação pessoal (como identidade, certidão de nasci- mento) entre outros.
  5. 5. 5 Criadores conquistam mais investimentos O setor da caprinovino- cultura do semiárido de Pernambuco receberá neste mês de julho um investimento de R$ 10 milhões. Será im- plantado no Estado a “Rota do Cordeiro”, um programa que tem como principal objetivo profissionalizar a cadeia pro- dutiva da atividade, além de promover o consumo da carne de ovinos e caprinos. O “Programa Rota do Cordeiro” prevê a instalação Caprinoovinocultores serão profissionalizados com programa FranciscoLeal/Divulgação Agricultura Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 de Unidades Téc- nicas de Referência (UTRs), onde serão implantados siste- mas integrados de produção de cordei- ros para abate, loca- lizados no semiárido brasileiro em regiões tradicionalmente produtoras de ovi- nos, mas que apre- sentam baixos índi- ces sociais e grande incidência de extre- ma pobreza. As UTRs conta- rão com centro de inteligência (para realização de diag- nóstico de mercado, monitoramento do setor e análise de tendências para sub- sidiar tomadas de decisão); núcleo de melhoramento gené- tico (destinado à for- mação de rebanhos multipli- cadores melhorados); vitrine tecnológica (constituídas por tecnologias de convivência com o semiárido) e central de terminação (destinada à pa- dronização da produção com vistas à inserção em mercado específicos). A Rota do Cordeiro, criada em 2011, foi idealizada pela Embrapa e pela Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração.
  6. 6. 6 Cisternas levam água para mais de 3 mil lagoagrandenses MIN beneficia sertanejos com R$ 100 mi investidos no ‘Água para Todos’ O Ministério da Integração Na- cional (MIN) anunciou, em ju- lho, que vai disponibilizar mais R$ 100 milhões para a construção de sistemas simplificados de abasteci- mento de água para melhorar a con- vivência do sertanejo com os longos períodos de estiagem. A ação, que integra o Programa Água para To- dos, vai beneficiar mais de 32 mil famílias em pelo menos 100 municí- pios do semiárido. O secretário de Desenvolvimento Regional, Sérgio Castro, após reu- nião com representantes de asso- ciações de prefeitos dos estados que compõem semiárido brasileiro prio- rizou comunidades de áreas rurais e de renda familiar até R$ 140,00 e municípios que decretaram situação de emergência mais de seis vezes nos últimos nove anos para serem beneficiadas com essa ação. “Essa iniciativa vai potencializar as ações do Água para Todos nas ci- dades mais atingidas pela estiagem. Além deste recurso, o Governo Federal já contratou para todo o semiárido, oito mil sistemas simplificados de abasteci- mento para levar água a 320 mil famí- lias”, explicou Sérgio Castro. O sistema simplificado de abaste- cimento é composto por poços perfu- rados, estações de tratamento e reser- vatórios elevados que possibilitam a distribuição de água por meio de cha- farizes, torneiras públicas ou pequenas redes de distribuição em comunidades com concentração populacional entre 35 e 40 famílias. Em 2014 serão desti- nados mais R$ 100 milhões para aten- der outros 100 municípios. Seu Agamenon comemora a chegada da cisterna que levará água de qualidade para sua família Seca Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 vezes nem acredito que vivi até aqui pra ver isso acontecer: água de quali- dade na porta da minha casa”, contou o agricultor. Com a chegada dos reservatórios a vida também ficou mais fácil para mo- radores de outras localidades do mu- nicípio, como o Assentamento Beatriz de Jesus, distante 14 km do centro de Lagoa Grande. Famílias que integram o Movimento Sem Terra (MST) foram beneficiadas. Segundo a secretaria de Agricultura de Lagoa Grande, um novo projeto com aproximadamente 400 cadastrados já foi aprovado pelo Conselho Gestor Mu- nicipal (CGM), e em breve vai garantir água de qualidade para mais de 2 mil pessoas que, diariamente, lutam para conviver com a estiagem. Em Lagoa Grande, o abastecimen- to na zona rural do município é feito semanalmente, através de carros pipa terceirizados da Prefeitura, IPA (Go- verno do Estado) e Exército com o Mi- nistério da Integração Nacional. Divulgação Divulgação Mais de 32 mil famílias serão beneficiadas com os investimentos do programa M oradores da zona rural de Lagoa Grande, município do Sertão do São Francisco, passaram a contar com os benefícios da instalação de 733 cis- ternas de polietileno na cidade. Agora, mais de três mil moradores têm acesso à água de qualidade. O benefício para a população chegou neste mês de julho através da Companhia de Desenvol- vimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) por meio do Projeto Água Para Todos, do governo federal. Cada cisterna permite o arma- zenamento de 16 mil litros de água, garantindo condições para uma família de quatro a cinco pessoas se man- ter por até nove meses de estia- gem. Por ser de polietileno, não há vazamentos e contaminação da água, garantindo mais benefícios para a saúde da população aten- dida. Os reservatórios foram produzi- dos pela Acqualimp, uma companhia especializada em soluções de qualida- de para armazenamento e tratamento de água. No Sítio Queimada Grande, uma das famílias beneficiadas com a cister- na foi a do agricultor Agamenon José de Santana, de 74 anos. “Aqui era só sofrimento. A gente tinha apenas água barrenta de um açude que fica há umas léguas de casa. Quando era na seca, precisava comprar água se quisesse sobreviver. Agora tudo é diferente. Às
  7. 7. 7 Divulgação A cidade de Salgueiro, no Sertão Central de Per- nmabuco, foi eleita membro titular do Comitê da Bacia Hi- drográfica do Rio São Francis- co – CBHSF. A eleição foi re- alizada em julho, no auditório da Gerência Regional de Edu- cação, no município, e definiu os novos membros do poder público municipal que vão fa- zer parte da próxima gestão da entidade em Pernambuco, com mandato de três anos. Como titular, Salgueiro foi eleito para representar o po- der público municipal, tendo Afogados da Ingazeira, no Pa- jéu, como suplente. O prefeito de Salgueiro, Marcondes Sá, será empossado durante a 23ª Plenária do CBHSF, que ocor- rerá nos dias 19 e 20 de agosto, em Salvador (BA). Segundo o prefeito, o comi- tê está sendo renovado e abriu O município de Salgueiro, no Sertão Central de Pernam- buco, vai ganhar um moderno sistema de esgotamento sani- tário. O governador do Estado, Eduardo Campos inaugurou no mês de julho a estação de trata- mento de esgoto, uma das unida- des do sistema de saneamento. Com o funcionamento da estação, 12 mil moradores do bairro Primavera já estão sen- do beneficiados. Até o ano de 2014, toda a área urbana da cidade estará sendo atendida, quando serão concluídas as intervenções restantes para o pleno funcionamento do siste- ma, beneficiando 45 mil pesso- as. Atualmente estão em curso serviços de tubulações de esgo- to que irão totalizar 61 metros de dutos e ramais prediais. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, falou sobre a oportunidade de Salgueiro participar da eleição, con- quistando a titu- laridade. “Agora temos a respon- sabilidade de não só defender toda a bacia hidrográfica, mas também o meio ambiente da área do Rio São Francisco e mobilizar todos os companhei- ros prefeitos para esta causa tão nobre”, disse Marcondes Sá. O comitê é um espaço de- mocrático de discussão coleti- va, pautada em seus diversos interesses, decidindo sobre o destino do uso das águas da bacia, a preservação e revita- lização dos seus leitos, além das melhores condições para garantir o abastecimento des- tinado à população, inclusive para as gerações futuras. A entidade representa ainda os interesses de todos que fazem uso das águas dos rios, córre- gos e ribeirões que deságuam no Velho Chico, principalmen- te os moradores ribeirinhos, a indústria, a mineração entre outras atividades. Posse do prefeito de Salgueiro no Comitê acontece em agosto Salgueiro integra Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco Governo contempla Salgueiro com saneamento Meio Ambiente Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 a importância do saneamento para o bem-estar das pessoas. “Com a coleta e o tratamento dos esgotos domésticos, a po- pulação terá uma qualidade de vida melhor. Além disso, esta- remos também contribuindo para a preservação do meio ambiente e um investimento de R$ 31 milhões”, destacou. Para que toda a cidade te- nha o abastecimento regulari- zado, a Compesa licitará uma obra no valor de R$ 5 milhões, que inclui a construção de re- servatórios de água nos bairros do Planalto e Santa Margarida, a construção de uma estação elevatória (sistema de bombe- amento) e a reforma de outras duas, além de instalação de válvulas e registros para oti- mizar o controle operacional e permitir uma distribuição mais equilibrada na cidade.
  8. 8. 8 Antonio Faria de Freitas Neto Advogado (antoniofaria@antoniofaria.com.br) Fone: (81) 3423-3695 | 3423-4976 Coluna Jurídica A Lei de Licitações atribuiu regras claras acerca da revisão contratual, objetivando a manutenção do equilíbrio econômi- co-financeiro, mais precisamente na alínea “d”, do inciso II, do artigo 65. Nesta gama de possibilidades, o aumento salarial dos funcionários das empresas prestadoras de serviços de ter- ceirização de mão-de-obra, determinado, anualmente, pelas Convenções Coletivas de Trabalho, ao nosso ver, se enquadra numa das hipóteses suscetíveis de revisão contratual, com intuito único de restabelecer a relação inicial da Proposta de Preços originariamente firmada. Apesar da majoração salarial determinada pelas CCT’s ser um fato previsível, o seu índice e/ou quantitativo é completa- mente incalculável e desconhecido pelos licitantes quando da apresentação da Proposta de Preços, portanto impossível de ser levado em consideração quando da sua elaboração, mo- mento em que entendemos que ser possível a revisão contra- tual neste sentido, sob pena de se trazer forte desequilíbrio contratual e graves transtornos financeiros em detrimento único e exclusivo das Prestadoras de Serviços, o que não é jus- to e muito menos aceitável. O próprio Plenário do TCU já decidiu reiteradas vezes que os Contratos administrativos, a partir das suas propostas, po- dem sofrer reajustes por incremento dos custos de mão-de- -obra decorrentes da data base de cada Categoria Profissional, ou de qualquer outra razão, o que somente ratifica o nosso entendimento, ora defendido. Ademais, as empresas não estão obrigadas a suportar al- terações contratuais por conta de fatos da administração, ou por eventos exteriores, além da sua vontade, que venham a minorar a justa remuneração que lhe é inerente, pois o direi- to subjetivo à recomposição dos preços flui, ainda, da própria determinação constitucional, insculpida na alínea XXI, do ar- tigo 37, da CF/88. Se não fosse dessa forma, nenhuma empresa chegaria a contratar com qualquer Ente Público, pois essa instabilidade prejudicaria, em regra, o particular contratado. Destarte, as partes podem, sim, alterar o contrato para restabelecer a re- lação que pactuaram inicialmente entre os encargos de um e a retribuição de outro à justa remuneração do serviço, com o fim único de realizar o equilíbrio econômico-financeiro con- tratual. A Administração Pública somente pode, a título de negati- va, alegar as exceções adiante descritas, as quais são taxativas - não exemplificativas: a) ausência de elevação dos encargos do particular; b) ocorrência de evento antes da formulação das propostas; c) ausência de vínculo de causalidade entre o evento ocorrido e a majoração dos encargos do contratado; e d) culpa do contratado pela majoração dos seus encargos, o que inclui a previsibilidade da ocorrência do evento. Da revisão dos contratos públicos de licitação, na prestação de serviços terceirizados de mão-de-obra, face ao aumento salarial determinado pelas convenções coletivas de trabalho Novo Fórum em Afogados amplia atuação do TJPE no interior do estado Divulgação N o aniversário de 104 anos do município de Afogados de Ingazeira, no Ser- tão do Pajeú de Pernambuco, a população de 35 mil habitan- tes da cidade recebeu um pre- sente do Poder Judiciário de Estado, um novo fórum com 3.324,71 m² de área construída. O novo prédio conta com quatro unidades judiciárias, uma central de conciliação, salas para Defensoria Pública, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil, um depósito de bens apreendidos, além de um pavimento para expansão com espaço para ou- tras seis varas. O prédio aten- de padrões de acessibilidades, com rampa, banheiros adapta- dos e vagas de estacionamento destinadas a pessoas com de- ficiência. Na mesma solenidade, a Vara Regional da Infância e Ju- ventude também foi inaugura- da. A nova unidade ocupa um espaço que abriga secretaria, arquivo, uma sala de audiência e outra do juiz. A magistrada Daniela Rocha Gomes, diretora do Fórum, também vai respon- der por um período indetermi- nado pela vara. A unidade vai receber processos da 2ª Vara Cível da comarca que versam sobre o assunto. A cidade já conta com duas unidades, sen- do uma criminal e outra cível. O presidente do Tribunal, desembargador Jovaldo Nunes, ressaltou a parceria entre os po- deres na inauguração do fórum. “Temos aqui uma obra coletiva da qual participaram efetiva- mente o Judiciário, a Prefeitura de Afogados e o Governo do Es- tado. Aproveito a ocasião para reconhecer o apoio e a colabo- ração irrestrita do governador Eduardo Campos e da Assem- bléia Legislativa de Pernambu- co na aprovação dos nossos pro- jetos” falou o magistrado. Homenagem O novo fórum recebeu o nome de Laurindo Leandro Lemos, em homenagem ao pai do de- sembargador José Fernandes Lemos, atual presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) e ex-presidente do TJPE. Lau- rindo Lemos nasceu em 17 de fevereiro de 1907, no Sítio Jatobá, localizado no municí- pio de Afogados da Ingazei- ra, vindo a falecer em 22 de setembro de 1966. Emocio- nado, o desembargador José Fernandes agradeceu a ho- menagem. Afogados da Ingazeira é presenteada com um Fórum nos seus 104 anos Justiça Segurança Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 A Prefeitura Municipal de Arcoverde, por meio da Autarquia de Trânsito do mu- nicípio (Arcotrans), deu um passo à frente na área de segu- rança e trânsito. Em julho, foi instalado o sistema de vigilân- cia e monitoramento de câme- ras – SIVMOC na cidade. O projeto contempla 21 câmeras nas principais vias e entradas de Arcoverde. Dez já foram implantadas, estan- do algumas em cruzamentos estratégicos da cidade. Todo o sistema foi adquirido por um valor de R$ 35 mil. A central é formada por uma TV de 51 polegadas e controles de monitoramen- to durante 24h. “São câme- ras móveis com giro de 180° a 360°, que focam até 100m de distância. O zoom é mais que 300% de uma câmara de gravação normal”, explicou o presidente da Arcotrans, Vla- demir Cavalcanti. As imagens servirão para Arcotrans monitorar o trá- fego de veículos e possíveis irregularidades no trânsito, bem como para a polícia, que poderá utilizar-se da central para promover uma ação mais rápida de combate a de- litos. Segundo o comandante do 3º BPM, Cel. Abel Ferreira Ju- nior, o sistema vai permitir um combate mais eficiente e ágil aos crimes. Arcoverde ganha monitoramento de câmeras
  9. 9. 9 Divulgação/SEI Governador e secretário em visita as obras nos municípios sertanejos Obras hídricas beneficiarão famílias do Sertão Eletrificação em Serrinha sai do papel O secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Aldo Santos, e o governador Edu- ardo Campos, vi- sitaram dia 11 e 12 de julho algumas cidades do Esta- do para anunciar e entregar obras que irão beneficiar agricultores familiares. No Sertão as obras serão destina- das a Salgueiro e Serra Talha- da. O investimento em Agri- cultura será de R$ 412,8 mil. Aldo Santos informou que dentro da programação da pasta de Agricultura, os anún- cios de obras a serem executa- das pelo Prorural e em parce- ria com o Programa Água para Todos estão voltados para o fortalecimento de estrutura de C erca de 300 famílias de assentadas em Serra Talhada comemoraram neste mês de julho a aprovação de um projeto que vai propor- cionar uma melhoria de vida para quem vive à margem esquerda da barragem de Serrinha. O prefeito Luciano Duque conseguiu tirar do pa- pel o projeto da eletrificação das margens da barragem, o que permitirá energia de qualidade para todos. Agora, também haverá a possibilida- de de irrigação a baixo custo, elevando a produção da agri- cultura familiar e junto com isto a renda de milhares de pessoas que vivem naquela localidade. De acordo com o prefeito, a vitória deve ser dividida com a presidente Dilma Rousseff. “Entreguei pessoalmente a ela o pedido para liberação dos re- convivência com o Semiárido e irão atender a 7,5 mil agricul- tores familiares. “Abastecimento na Zona Rural é uma das prioridades do Governo”, salientou o se- cretário. Em Salgueiro, o go- vernador assinou ordens de serviço para a construção de 200 cisternas calçadão que irão atender a 200 famílias. Em Serra Talhada, o investi- mento é de R$ 48,8 mil para cursos desta obra”, disse Du- que. Ele acrescentou que foi de muita importância também a intervenção do deputado fede- ral Fernando Ferro (PT) e do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas. “Existe financiamento de bombas de irrigação pelo Pro- naf A. As famílias de assenta- dos poderão recorrer a isto e começarem a produzir para seu consumo, e o excedente para comercialização. É a re- alização de um sonho antigo, está nascendo um celeiro de produção, estamos felizes com isso”, comemorou o prefeito Luciano Duque. A eletrificação com energia trifásica das margens da bar- ragem de Serrinha é uma obra de R$ 3.8 milhões e será rea- lizada pela Referencial Enge- nharia. As obras tiveram início no último dia 22. Agricultura Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 a perfuração e ins- talação de poços tubulares para o sistema de abas- tecimento de água que vai beneficiar 60 famílias do As- sentamento Catolé e dos Sítios Paus Brancos e Breji- nho. Também serão construídas 225 cisternas que vão atender a 225 famílias. Ainda foram en- tregues as barragens do Pro- grama Água para Todos nos Sítios São João Barro Verme- lho e Bernardo Vieira. As duas obras estão orçadas em R$ 160 mil e tem capacidade para acu- mular 150 mil metros cúbicos de água, cada uma, servindo para a pequena produção de 7 mil famílias de agricultores familiares.
  10. 10. 10 Sociais Divulgação Divulgação Divulgação EXPOSERRA Prefeito de Serra Talhada Luciano Duque e Antônio José Editor do Jornal do Sertão. Durante a 14ª ExpoSerra DESCANSO Estefânia e Cecilio com Maria Cecilia, durante almoço na Pousada Baixa Verde em Triunfo - PE AndersonLima/DivulgaçãoHélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação AndersonLima/Divulgação AndersonLima/Divulgação AndersonLima/Divulgação CASÓRIO Casamento do repórter Fábio Virgulino, das rádios Líder do Vale e A Voz do Sertão, com Na- tália Rodrigues AQUELE ABRAÇO Dão Novaes e Wilton Brito cir- culando pelos points da cidade BASTIDORES A prefeita de Madalena Brito fez questão de conhecer a dupla Victor e Léo, no São João de Arcoverde Natelson Moura ladeado pelos filhos e respectivas noras GATAS Valéria Costa e Katarina Kehrle causando frisson DESTAQUE Carlos Fernando Santos de Britto, Se- cretário de Governo e Articulação de Arcoverde e sua Daniela HOMENAGEM O Bispo de Pesqueira, Dom José Luis, entregando medalha ao Bispo de Caruaru, Dom Bernar- dino Marchió, na abertura do Nordestão, em Arcoverde Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89
  11. 11. 11 Dárcio Rabélo darciorabelo@hotmail.com 87 9159.3661 “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”. Charles Darwin SONETO O Professor da AESA-CESA, Carlos Alberto Cavalcanti, teve poesia clas- sificada em 3º lugar no 20º Concurso Nacional de Poesia da APLA - Acade- mia de Letras e Artes de Ponta-Grossa - Paraná, Edição 2013 – Modalidade: Clássica. NORDESTÃO O Colégio Diocesano Cardeal deu um show de organização na abertura dos XVIII Jogos Interdiocesanos do Nordeste, em Arcoverde. Momento dos mais bonitos e emocionantes foi a encenação de um alerta aos jovens sobre uso de drogas. O Bispo de Caru- aru, Dom Dino, recebeu medalha de Honra ao Mérito Cardeal Arcoverde por ter sido o bispo que criou os jogos na época em que estava na Diocese de Pesqueira. FENEARTE As bordadeiras de Pesqueira do projeto “Tu me ensinas a fazer renda” foram destaque na Fenearte. Elas pro- duziram peças exclusivas que foram mostradas em desfile montado por cinco estilistas renomados: Eduardo Ferreira, Carol Azevedo, Magna Coeli, Adélia Collier e Patrícia Brito. FESTIVAL LULA CALIXTO De 16 a 18 de agosto, Arcoverde vai virar palco para mais uma edição do Festival Lula Calixto, realizado pelo Samba de Coco Raízes de Arcoverde. Mais de 30 atrações irão se apresentar em dois palcos montados para o festi- val. EXPOCOSE A Expocose 2013 que vai aconte- cer de 25 a 28 deste mês em Sertânia já tem programação definida. Além da AndersonLima/Divulgação ALTAR Janaina e Luiz, no altar do Livramento ao lado dos pais José Nunes da Silva e Maria do Livramento de Andrade Silva, e Vera Lúcia Maria Rabelo Moreira Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 grande exposição de animais, conside- rada uma das maiores do país, haverá shows musicai. Na quinta, dia 25, tem Forró Pegado, Voadores do Forró, Lu- cas Costa, Noda de Cajú. Na sexta, dia 26, Mano Walter, Banda Pinga-Fogo, José Augusto e Geraldinho Lins. No sábado, 27, Musa, Forró das Antigas, Bichinha Arrumada, Chico Arruda. Do- mingo, dia 28, é com Vilões do Forró, Cavalo de Aço, César Menotti Fabia- no e Luiz Wilson. BBB PARLAMENTAR Os arcoverdenses terão mais uma opção em votar em um candidato da terra para deputado estadual. O ex- -BBB Daniel Rolim confirmou que será candidato a deputado estadual nas eleições de 2014. O arcoverdense, porém, ainda não definiu por qual le- genda tentará uma vaga na Assembléia Legislativa de Pernambuco. CIMPAJEU Cerca de 14 prefeitos do Sertão do Pajeú e de outras regiões participaram do Consórcio de Integração dos Mu- nicípios do Pajeú (CIMPAJEU) que foi realizado na Câmara de Vereadores de Serra Talhada, em julho. A abertura do encontro foi feita pelo presidente do Consórcio, Luciano Duque, prefei- to de Serra Talhada, que destacou a importância da parceria entre os ges- tores sertanejos para a busca de solu- ções de problemas comuns. Ao longo dos debates entre os prefeitos foi assi- nado um convênio entre os 24 muni- cípios consorciados junto ao Itep para execução do Plano Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos, no valor de R$ 297 mil a ser rateado entre as prefeituras.
  12. 12. BlogEsportes/DP/Divulgação 12 Por Francys Maya - E-mail francysmaya@hotmail.com Sertão Esportivo IF-Sertão se prepara para a 2ª fase OBMEP Salgueiro mostra a força do Sertão na Copa do Brasil E ntre os participantes da 9ª Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), 112 alunos dos cinco campi do IF Sertão- -PE foram destaque na primei- ra fase da competição. Agora, todos estão se preparando para a segunda etapa, que será no dia 14 de setembro, com aplicação de uma prova dis- cursiva. O maior número de es- tudantes classificados foi do campus Petrolina, com 38 selecionados para segunda etapa. Em Floresta, foram 24; Petrolina Zona Rural aprovou 12. Ouricuri e Salgueiro alcan- çaram a mesma quantidade: 19. De acordo com o regula- mento, as aprovações para a segunda etapa dependem da quantidade de inscritos/as na Olimpíada. Marcos de Alencar, 16 anos, é um dos alunos que O Salgueiro Atlético Clube ficou entre o 16 melhores clubes do País, após empatar em 1 x 1 com O Criciúma/ SC, isso fora de casa, na partida realizada dia 17 de julho pela Copa do Brasil. Agora o clube sertanejo aguarda o seu adversário para as oita- vas de final da compe- tição nacional que virá através de sorteio. A inédita classifica- ção de um clube do inte- rior pernambucano para as oitavas de final da Copa, torneio que classi- fica para a Copa Liberta- dores da América, veio através dos pés do atacante Fabrício Ceará que aos 41 minutos do segundo tempo empatou a pa- Federação Pernambucana nos últimos preparativos para a Copa do Interior A 30ª edição da Copa do Interior de Futebol Amador tem início no dia 28 de julho. O jogo de abertura da competição será entre as seleções de Carpina e Timbaúba, no estádio Mu- nicipal da cidade de Carpina. Este ano, 25 equipes participa- rão do campeonato, e estarão divididas em sete grupos. Três grupos com três ligas e quatro grupos com quatro ligas, que confrontarão entre si em jogos de ida e volta. Ao final das partidas da primeira fase, as duas melhores seleções de cada grupo e mais duas seleções de melhor índice técnico passarão para a 2ª fase. A primeira rodada da final acontecerá em 24 de novembro. O jogo de volta será no dia 1º de dezembro. A grande novidade, este ano, será a premiação em dinhei- ro que a FPF dará ao campeão e ao vice-campeão da Copa. O troféu deste ano recebe o nome de Amaro Batista Ciriaco, uma homenagem ao pai do presidente da Liga de Carpina. A Copa do Interior de Futebol Amador 2013 terá 128 partidas disputadas em 18 rodadas, divididas em sete grupos. Homenagem A Secretaria de Esportes de Serra Talhada vai promover a Copa Nô Velho de Futsal. Todas as associações de Serra Ta- lhada estão convidadas. Patrocínio Este Jornal e a Agência Papiro já garantiram 40 coletes dupla face para a associação amigos da imprensa. Desde já obrigado a Antônio José e Tarcísio Rodrigues. Copa garantida A Copa Rádio a Voz do Sertão de Futsal está confirmada para este ano, quem garante e o Gerente Administrativo Mar- cos Oliveira. Radialistas Os companheiros Nill Santos, Zé Augusto, Maciel Rodri- gues, Anderson Tennes, Gilberto Lima, Tony Alencar e Mar- cos Oliveira (o chefe), correm atrás da bola no BNB Clube. Marcos, do campus de Ouricuri, intensifica os estudos para a segunda etapa da Olimpíada Time que é orgulho do Sertão pernambucano, segue em frente na competição passaram para a segunda etapa da olimpíada. Ele é do curso Técnico em Informática do IF Sertão Ouri- curi. É a segunda vez que Marcos participa. Para ele a competição é de grande importân- cia para os alunos. “É uma gran- de oportunidade tanto para testar os nossos conhe- cimentos quanto para nos propor- cionar mais experiências”, ressalta o estudante. Nesta segunda prova, Marcos está bem confiante. Ele estuda dia- riamente na escola com um grupo de estudo que tem apoio dos professores. Iniciada em 2005, a OB- MEP é uma oportunidade de rida selando ao avanço do Car- cará do Sertão na disputa. Esse foi o segundo clube que disputa a Série A do Cam- identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológi- cas. Este ano, 18,7 milhões de estudantes se inscreveram na competição, representando 99,35% dos municípios brasi- leiros. Essa é a maior competi- ção de matemática do mundo. peonato Brasileiro eliminado da Copa do Brasil pelo Carca- rá do Sertão. O primeiro havia sido o Vitória da Bahia. Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 Educação Esporte Divulgação
  13. 13. 13 Agricultura Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 Irrigação fortalece produção de leite no Semiárido N o município de Bodocó, Sertão do Araripe de Pernambuco, distan- te 645 quilômetros da capital Recife, a Associação de Criadores de Pequeno, Médio e Grande Porte (Acria) está re- cuperando o que perdeu no início da estiagem considerada uma das piores dos últimos 40 anos. “Todos nós tivemos perdas, mas hoje quem já conseguiu produzir o sor- go, tem alimentos para fornecer aos animais. Eu mesmo já estou vendendo forragens, porque está sobrando para mim. Além de salvar o rebanho, está sendo uma fonte de renda para gen- te”, explica o presidente do grupo, José Humberto Horas. Além do leite, a asso- ciação produz queijos que são vendidos em queijarias da região. Para produzir as forragens na ter- ra seca, os agricultores contam com o processo de irrigação por gotejamento. “50% do aporte financeiro do proje- to foi utilizado para adquirir recurso hídrico, a partir da abertura de poços artesianos. A irrigação é feita para um hectare de sorgo e o restante do dinhei- ro é investido na propriedade”, res- salta. Durante a safra, os produtores Divulgação Rebanho já vem sendo recuperado podem colher o sorgo até seis vezes. O preço para venda de um cilo está sain- do a R$ 4 mil segundo o produtor. Para José Humberto, a expectati- va é de que o leite e seu derivado vão ainda mais longe no Sertão. “Esta- mos nos mobilizando para comprar material genético para a inseminação dos animais, já que perdemos boas matrizes durante o período crítico. O próximo passo é transformar a asso- ciação em cooperativa para processar o leite. O objetivo é ampliar a nos- sa produção de queijos por meio da agroindustrialização”, conta o presi- dente da Acria. A associação surgiu há quatro anos para fortalecer a produção do leite na região. Os produtores buscaram parce- rias com o Sebrae e o Instituto Agronô- mico de Pernambuco (IPA), que ofere- ce assistência técnica e consultoria. O crédito para a volta por cima dos pro- dutores veio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Fami- liar (Pronaf), do Ministério do Desen- volvimento Agrário (MDA), que pos- sibilitou a produção de forragens para alimentar os animais.
  14. 14. 14 * Helena Conserva é Professora e Jornalista Por Helena Conserva E-mail hconserva@gd.com.br blog: http://escrevehelena.blogspot.com Quem me levará sou eu Dominguinhos Amigos a gente encontra O mundo não é só aqui Repare naquela estrada Que distância nos levará As coisas que eu tenho aqui Na certa terei por lá Segredos de um caminhão Fronteiras por desvendar Não diga que eu me perdi Não mande me procurar Cidades que eu nunca vi São casas de braços a me agasalhar Passar como passam os dias Se o calendário acabar Eu faço contar o tempo outra vez, sim Tudo outra vez a passar Não diga que eu fiquei sozinho Não mande alguém me acompanhar Repare, a multidão precisa De alguém mais alto a lhe guiar Quem me levará sou eu Quem regressará sou eu Não diga que eu não levo a guia De quem souber me amar Senac abre cursos gratuitos em cidades do Sertão O Posto Avançado Senac Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, abriu para esse se- gundo semestre de 2013, diver- sos cursos gratuitos pelos pro- gramas Pronatec, em parceria com o Governo Federal, e tam- bém pelo próprio programa de gratuidade da instituição, o PSG. Os cursos abrangem as áreas de Comércio, Gestão, Saúde, Turismo, Educação, Hospitalidade e Lazer e Infor- mação. Além de Serra, mais três cidades também atendidas pelo Senac estarão oferecendo cursos, Tabira, Afogados da Ingazeira e Carnaíba. “A oferta destas programa- ções é uma grande oportuni- dade para jovens e adultos que não têm como custear esse tipo de formação, poderem se inserir no mercado de traba- lho por meio de um renoma- do programa de qualificação profissional”, ressalta a Coor- denadora Administrativa do Posto Avançado Senac Serra Talhada, Evelaine Costa. São 1.225 vagas nas quatro cidades. As pré-matrículas dos cursos do Pronatec são reali- zadas nas Secretarias de Ação Social de cada município. Já as pré-matrículas dos cursos do PSG são realizadas pelo site www.stqe.pe.gov.br Os interessados devem se inscrever na Secretaria ou no site e depois confirmar a ma- trícula nos postos do Senac. Mais informações pelo fone (87) 3831-1389 ou pela inter- net na página www.facebook. com.br/senacserratalhada Capacitação Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 Serra Talhada Cuidador de Idoso Período: 24/10 a 20/12/2013 Turno: Manhã Cuidador Infantil Período: previsto para o mês de julho Turno: Tarde Vendedor Período: 07/10 a 06/02/2014 Turno: Manhã Serra Talhada Psg Vendedor Período: 05/08 a 25/11/2013 Turno: Noite Auxiliar de RH Período: 05/08 a 16/10 Turno: Noite Operador de Caixa Período: 05/08 a 25/11/2013 Turno: Noite Operador de Computador Período: 19/08 a 11/10/2013 Turno: Noite Higienista em Serviços de Saúde Período: 02/09 a 23/12/2013 Turno: Noite Promotor de Vendas Período: 04/09 a 21/11/2013 Turno: Noite Recepcionista em Meios de Hospedagem Período: 26/08 a 15/11/2013 Turno: Manhã Recepcionista Período: 23/09 a 20/12/2013 Turno: Noite Cuidador Infantil I Período: 24/10 a 19/12/2013 Turno: Tarde Cuidador Infantil II Período: 05/11 a 20/12/2013 Turno: Tarde Vendedor I Período: 05/11 a 20/12/2013 Turno: Tarde Vendedor II Período: 05/11 a 20/12/2013 Turno: Noite Tabira Cuidador de Idoso Período: 01/08 a 04/11/2013 Turno: Noite Carnaíba Agente de Informações Turísticas Período: 04/10 a 20/12/2013 Turno: Noite Afogados Da Ingazeira Auxiliar de Pessoal Período: 01/08 a 24/10/2013 Turno: Noite Operador de Computador II Período: 26/09 a 11/11/2013 Turno: Manhã Confira a programação em cada cidade
  15. 15. TadeuVilaniJorgeQuintão ElvioLuiz JoãoRogérioHansVonManteuffel 15 Algumas fotos que estão sendo comercializadas da pelo preço de R$ 60, cada. O interessado deve esco- lher a foto e enviar a sua nu- meração para o email elvio_ foto@yahoo.com.br, através do qual será feita a negociação. O comprador receberá os da- dos para pagamento bancário e com o comprovante do de- pósito em mãos, deve enviá-lo para ao mesmo email. As fotos adquiridas só serão enviadas mediante a comprovação de pagamento. O valor já inclui as despesas com envio postal para qualquer lugar do Brasil. As imagens são de autoria de: Allan Bastos, Ana Caúla Cribari, Aline Sales, Anderson Freire, André Luiz Costa, Cris- tiano Freitas Dos Santos, Elvio Luiz, Francisco Cribari, Fran- cisco Baccaro, George Victor, N uma iniciativa dos fo- tógrafos João Rogerio e Elvio Luiz, foi lançada uma campanha para ajudar as pessoas atingidas pela seca em Pernambuco. A ação está acontecendo neste mês de ju- lho e segue até final de agosto. Em sua segunda edição, a campanha visa arrecadar re- cursos para serem revertidos em mantimentos como sextas básicas, água potável, insumos de higiene pessoal e brinque- dos. O dinheiro vem da co- mercialização de imagens de vários fotógrafos do Brasil que também estão contribuindo com a campanha. Na primeira edição, os au- tores do projeto conseguiram cerca de R$ 8 mil e ajudaram a cidade de Serrita, Sertão de Fotógrafos ajudam vítimas da seca Pernambuco. Segundo Elvio, a cidade foi escolhida “pelo forte vinculo que temos com a missa do vaqueiro”. Essa edição, a cidade bene- ficiada será São Bento do Una, em especial a comunidade Qui- lombola do Serrote do Gado Brabo, localizada no Agreste do Estado. A comunidade foi escolhida devido ao forte laço que Elvio criou com a popula- ção por ter passado vários anos fotografando no local. Toda campanha está sen- do realizada através da rede social Facebook. No endere- ço: www.facebook.com/elvio. luiz.5, tem um álbum intitu- lado “Campanha de Ajuda aos amigos da seca em Pernam- buco”, onde todas as imagens contidas no álbum estão a ven- João Rogerio Filho, Marília Camelo, Mário Freitas Neto, Orlando Azevedo, Rafa Melo, Tadeu Vilani, Tony Admond, Vanessa Dias, Wolfgang Bes- che, Luiz Netto, Francisco Lima, Daniel Caron, Daniel Pereira, Edmar Melo, Jesuel Santana, Hans Von Manteu- ffel, Ana Lucia Dyna Ciulada, Alexandrina Besteiro, Elenil- son Soares, Fabiana Sieber, Márcio Rogerio, Silvio Pinto, Max Levay, Tyto Neves, Jorge Quintão. A Campanha A ideia surgiu das vivencias dos idealizadores do projeto como fotógrafos documenta- ristas. Em suas idas às cidades atingidas pela seca, presencia- ram as dificuldades impostas Seca Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 aos sertanejos e resolveram contribuir de alguma forma e buscar meios que, ao menos, amenizassem o sofrimento des- se povo. Além das vendas das fotos, Elvio e João pedem rou- pas, alimentos e brinquedos. Segundo Elvio Luiz, ape- sar do projeto ser muito lin- do, há algumas dificuldades. Algumas pessoas se compro- metem e não cumprem com pagamento e também existe a desconfiança de não receber as imagens e perder o dinheiro investido. “Dificuldades sem- pre vão existir, mas ter força de vontade e acreditar em uma sociedade mais igualitária nos impulsiona”, disse Elvio. “É uma honra poder ajudar pes- soas com tantas dificuldades para sobreviver”, conclui.
  16. 16. 18 Pronatec oferece vagas para profissionalização em Cabrobó Estande mostra os produtos das Casas Bandeirantes Seguros e emplacamentos em geral Caminhões, Ônibus, Carros, Motos, Imóveis e etc F: (87) 3831.7053 / 9902.6999 / 9940.2941 O ex-consultor norte-ame- ricano Edward Snow- den, de 29 anos, que denun- ciou um esquema de espiona- gem a cidadãos dos Estados Unidos e estrangeiros por agências secretas de seu país, provocou uma onda de escân- dalos no Brasil e no mundo. Ele revelou que uma rede de espionagem norte-americana vem trabalhando em conjunto com empresas para intercep- tar informações de muitos paí- ses e principalmente do Brasil. A presidente Dilma Roussef não gostou e pediu explicações ao governo norte-americano sobre as denúncias. Segundo o jornal o Globo, milhões de telefones e e-mails de cidadãos brasileiros teriam sido moni- torados, a partir de uma base de espionagem por satélite em Q uem tiver interesse em participar dos cursos do Programa Nacional de Aces- so ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em Cabrobó (Sertão do São Francisco), deve ficar atento. As inscrições seguem abertas até o próximo dia 29 na sede da secretaria de Ar- ticulação Social. Os cursos serão oferecidos em parcerias com o Sest Senat e com o Senac. Através do Sest Senat estão sendo oferecidas vagas para operador de escavadeira hidráulica, moto- rista de transportes perigosos, motorista de transporte escolar, almoxarife, Recursos Hu- manos e eletricista instalador. Já no Senac, os cursos ofertados são: au- xiliar de recursos humanos, cuidador de ido- Alberto Ursulino albertoursulino@visatecnologia.com Cuidado estudantes, estamos sendo espionados! Brasília, que teria funcionado pelo menos até 2002. Mas como garantir que nos- sa soberania não seja ameaçada? A palavra chave para essa pergunta é investimento. O Brasil precisa investir em infra-estrutura, mas isso leva tempo, enquanto isso não acontece poderíamos buscar soluções para armazenar nos- sos dados em países que tenha tradição de confiabilidade e leis fortes de proteção, como por exemplo, a Suíça. Infeliz- mente, nossas leis contra esse tipo de ataque são ultrapassa- das e assim ficamos vulnerá- veis a esse tipo de exposição. Você agora deve estar se perguntando por que no títu- lo da matéria é pedido para os estudantes tomarem cuidado. É simples! Se levarmos em consideração as leis que temos contra crimes cibernéticos em nosso país e o nosso poder de embargo contra os EUA, toda Aimportância de mostrar nossos produtos, as novi- dades, a renovação da tecnolo- gia em vidros e a satisfação de servir os clientes, tudo isso são motivos para que a Casas Ban- deirantes marque presença na feira que movimenta negócios, serviços e comercio em Serra. “A nossa participação na ExpoSerra permitiu inclusive a evolução na estrutura dos estan- des da feira. Muitos expositores passaram a utilizar o vidro em sua estrutura, então esse é ape- nas um dos resultados da nossa participação na feira”, contou o diretor-executivo da empresa, Eduardo Vasconcelos. A Casas Bandeirantes atende todo o Nordeste, parte do Pará e do Tocantins, fazendo a trans- formação do vidro. A empresa atua no mercado há 30 anos. essa investigação vai acabar em um bom tema de redação para o próximo vestibular. sos e cuidador infantil, no período noturno. No caso dos cursos oferecidos através do Sest Senat, as aulas terão início no próximo dia 29, já os cursos oferecidos pelo Senac devem ser iniciados no dia 05 de agosto. Para fazer a inscrição, os interessados de- verão levar originais e cópias do CPF, RG, Nú- mero de Identificação Social (NIS), Carteira de Trabalho (CTPS), comprovante de residên- cia e de escolaridade (ficha 18, 19 ou declara- ção), carteira de reservista e duas fotos 3x4. O Pronatec tem como público-alvo pessoas desempregadas, socialmente vulneráveis, cadas- tradas no Bolsa Família, que recebem o seguro desemprego ou que estão em situação de extre- ma pobreza, com idade a partir dos 16 anos. Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 Vende-se: 1 máquina de costura reta de 1 agulha - Sunstar. 1 máquina de costura reta de 2 agulhas - Lanmax. Tratar: (81) 3273-1649 / 9965-9093 ExpoSerraEducação
  17. 17. HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação 19 A 14ª Feira de Indústria, Comércio e Serviços de Serra Talhada (ExpoSerra), re- alizada de 11 a 13 de julho, teve avaliação positiva tanto dos or- ganizadores como dos exposi- ExpoSerra se consolida Negócios, novidades e sucesso, marcas que a ExpoSerra vem consolidando a cada ano Everaldo Lima, da CDL, disse que mesmo num período difícil, esta edição da feira mostrou sua força e teve avaliação positiva ExpoSerra Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 tores. Mesmo um pouco menor este ano, devido à crise que as- sola o Sertão já ha algum tempo por causa da estiagem, os nú- meros da feira são positivos se- gundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Serra Talhada (CDL), Everaldo Lima, que coordena o evento. A feira reuniu 200 estandes e um volume de negócios que alcançou R$ 16 milhões. Se- gundo Everaldo Lima, o investimento na Ex- poSerra 2013 alcançou R$ 1,3 milhão. “Os ne- gócios aconteceram e esse é o foco principal da feira. A Rodada de Negócios do Sebrae atraiu muitos inves- tidores, sem falar nos shows artísticos que levaram muita gente, confirmando o sucesso do evento”, disse o or- ganizador. Everaldo conta que a cada ano a estrutura da Expo- Serra vem sendo melhorada. O evento que acontece no Parque de Exposições da cidade virá no próximo ano, em sua 15ª edição, com mais mudanças estruturais. “Estaremos junto com a Prefei- tura Municipal e com o Governo do Estado, além dos parceiros que realizam a feira, buscando as melhorias para a ExpoSerra. O olhar específico será para a infraestrutura do evento. Rodada Segundo números iniciais do Sebrae, a Rodada de Negó- cios da ExpoSerra 2013, reali- zada dia 13 de julho, último dia de feira, alcançou em torno de R$ 6 milhões entre negócios fechados durante o evento e os prospectados para o pós-feira. Foram 88 empresas inscritas e realizadas 108 reuniões. To- das as empresas confirmaram presença na rodada na edição 2014 da ExpoSerra.
  18. 18. 20 Cadan mostra potencial do grupo O utra gigante no segmento de lo- gística, a Cadan Dis- tribuição esteve na 14ª ExpoSerra, como sempre tem feito, prestigiando esta que é uma das principais feiras de Pernambu- co. “O Sertão é estra- tégico para a empre- sa. A nossa pretensão aqui é crescimento nas vendas e nada melhor como um evento dessa nature- za para termos acesso a um maior numero possível de clientes”, comentou o geren- te comercial da Cadan, Fred Serrano. A Cadan trabalha com distribuição e atacado. São mais de 5 mil itens nas mais diversas categorias, boa parte presente no estande da empre- sa na ExpoSerra. A Cadan cobre grande parte do estado. ”Já despertamos para a interiorização há mui- to tempo. O mercado é grande, demanda atenção e consumo. Entre Serra e Salguei- ro, por exemplo, são áreas potencialmente de evolução e não poderíamos deixar de investir”, concluiu Fred. Empresário aposta na tecnologia para ampliar os negócios Fábio revela que filial do grupo chega nos próximos dias à Serra Talhada Distribuidora enxerga o Sertão há muito tempo, disse Fred Serrano Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 ExpoSerra O mercado de TI – Tecnologia da In- formação – hoje é tão importante quanto os setores de planejamento e ad- ministrativo de qualquer empresa e não tem mais como ficar fora de qualquer que seja o empreendimento, caso quei- ra crescer ou ampliar seu crescimento. O empresário Allan Maia, da A4Te- ch, levou esse potencial para a 14ª Ex- poSerra, uma empresa jovem, com ape- nas 1 ano de mercado, mas com grandes profissionais que já são experientes no setor. O próprio Allan trabalhou 18 anos na área de TI da Tambaú Alimentos. “Somos uma empresa de TI atu- ando no interior e com foco em Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina, todas no Sertão de PE. Com o know-how da DELL, multinacional especializada em equipamentos na área de tecnolo- Empresa de TI apresenta novidades do setor gia, temos levado o nosso serviço para a implantação de infraestrutura de TI nas mais variadas empresas da re- gião”, explicou Maia. O Grupo Sertamol é líder em vendas de motos em Serra Talhada com 93% de participação no mercado e todos os anos faz aniversário durante a ExpoSerra. O grupo esta no ramo há 21 anos completado neste mês de julho. “Todos os anos comemoramos o aniversario aqui e sempre marca- mos presença na feira. Somos uma marca líder, revendedora Honda o que é praticamente impossível de bater. Oferecemos total assistência aos nossos clientes antes, durante e nos pós-venda, uma coisa que não sai barato, mas que sabemos que é nossa obrigação”, assinalou a gerente geral do grupo, Luciana Ferraz de Sá. A Sertamol agrega como diferen- cial um curso de pilotagem totalmen- Sertamol aniversaria e leva presentes A HGV Caminhões com matriz em Petrolina inaugura nos próximos dias a sua filial em Serra Talhada. Todos os serviços e pro- dutos pertencentes ao grupo foram apresentados aos visitantes do es- tande da concessionária dos cami- nhões Volkswagen na ExpoSerra. Conforme Fábio Santana, represen- tante do grupo no evento, com a fi- lial de Serra a HGV cobrirá estrate- gicamente todo o Sertão do Pajeú e o seu entorno. “Já estamos em 70 cidades entre Pernambuco e Bahia, com a nossa loja aqui da cidade ampliaremos a nossa atuação no mercado”, desta- cou Fábio. O grupo atenderá frotis- tas e pequenas e médias concessio- nárias na região. HGV chega com os caminhões Volkswagen Sertamol comemora aniversário na feira te gratuito, orientando a parte teórica e prática aos motociclistas. São aulas de domínio da moto, cuidados e o in- centivo para o uso correto da moto- cicleta. HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação
  19. 19. 21 Tupan comemora e festeja seus 30 anos Vitarella movimenta estande U ma das principais redes de lojas do Nordeste e também incenti- vadora de primeiro momento da Ex- poSerra, a Tupan levou todo o seu mix de produtos para a feira. Presente na exposição desde a primeira edição, a empresa aproveitou esse 14ª evento para comemorar seus 30 anos junto a clientes e freqüentadores da feira. “Estamos à 14 anos presentes e so- mos uma das poucas empresas a fechar negócios durante a feira. É um even- to que conta com a credibilidade de empresários não só de Pernambuco, mas de estados vizinhos e já faz parte da tradição da nossa cidade e região”, disse Carlos Carvalho, o Carlinhos da Tupan. Com lojas no Sertão e no litoral, a Tupan tem um potencial de mercado que orgulha a região, já que a matriz da rede fica em Serra Talhada. Carlinhos aproveitou para anunciar a mais nova promoção da empresa que aniversaria, mas quem ganha o presente é o cliente. “É a campanha 10 mais 10 mais 10. Vamos sortear 10 carros, 10 motos e bônus brindes no valor se R$ 5 mil”, destacou Carlinhos que reforça a pre- sença da marca em todo o estado. Marina frisa que a marca foca cada vez mais o Sertão Carlinhos acredita na feira e aproveita para fechar negócios também durante a exposição ExpoSerra Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 P ernambucana de nas- cimento, e atuando no mercado nacional, a Vitarella atraiu muita gente para o seu estande na ExpoSerra 2013. Comemorando 20 anos, a in- dústria levou novidades para o público com seu mix de pro- dutos como as tortinhas reche- adas sabor limão, morango e chocolate; a lasanha de 200 gramas de preparo mais rápi- do por ser pré-cozida e os já apreciados cream craker com seu gosto diferenciado e os re- cheados Treloso, que caiu no gosto da criançada já a algum tempo. A gerente de marketing da Vita- rella, Marina Lemos, lembra que mes- mo com nome reconhecido em todo o País, a Vitarella por ser pernambucana tem como foco o estado. No Sertão a marca tem investido cada vez mais, por isso a presença neste evento e em ou- tras feiras tradicionais na região. “A gente tem focado os nossos clientes aqui do Sertão, talvez por estar distante fisicamente. Temos a região como público alvo e por isso reforça- mos a mídia e comercial também, alem de inserir a nossa marca em patrocínios em datas comemorativas de grande tradição aqui como Carnaval, Semana Santa e São João. Estamos presentes sempre”, concluiu Marina. HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação
  20. 20. HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/DivulgaçãoHélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/DivulgaçãoHélidaEnes/Divulgação 22 Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 ExpoSerra Equipe da Central de Vendas Vitarella - Thiago Bezerra, Marina e Gustavo Leão Yuri Cadete e Rosangela Dr. Clovis Carvalho e Carlinhos Antonio José e DiogenesO prefeito Luciano Duque com a Família Moura Equipe Cadan Kennedy da Kimberly Clark Serafim da Compare e Bonifácio da Basso Vinhos e Espumantes Bravax – Itamar Marcolino e Eneas Vasconcelos José Raimundo, Pres. da Camara de Vereadores e Mônica Valéria Murilo Duque e João Duque Filho Eduardo Vasconcelos Equipe Sertamol
  21. 21. HélidaEnes/Divulgação HélidaEnes/Divulgação 23 Valter afirma que presença na feira marca um novo começo para grupo gráfico Empresário se disse impressionado com a repercussão do estande da loja na feira P resente com sua matriz em Afogados da Inga- zeira, a Gráfica Asa Branca chega ao mercado de Serra Talhada com 20 anos de experiência pelos serviços prestados á região. “A gente fica feliz em receber o convite para parti- cipar como expositor na ExpoSerra e desfrutar desse momento tão importante para a cidade, sobretudo pela oportunidade de apresentar novos produtos e serviços, frutos de uma experiência de 20 anos no segmento gráfico. Nossa matriz está localizada em Afogados da Ingazeira PE há 20 anos. A feira está nos permitindo consolidar a implantação de nossa filial aqui em Serra Talhada, justificou Valter Kennedy, diretor da empresa. U ma das atrações da ExpoSerra 2013 foi a palestra ministrada pelo deputado federal Pedro Eugênio (PT) sobre o projeto de lei complemen- tar (PLP) que propõe a quinta revisão da Lei Geral da Micro e Pequena Em- presa, conhecida como Simples Nacio- nal ou SuperSimples. A proposta que modifica e facilita o pagamento de tri- butos por parte das pequenas e micro empresas vem sendo debatida no Con- gresso Nacional e no encontro, o parla- mentar revelou que nos próximos dois meses ela irá para plenário. “Esse é o prazo para podermos aprovar um projeto de lei que melho- re ainda mais o Simples Nacional que é uma política em vigor e que beneficia fortemente a micro e pequenas empre- sas e vamos solicitar ao segmento su- gestões para que possamos discutir e até incluir na proposta final”, explicou Pedro Eugênio. Para os presentes na palestra, tudo que for melhorar e amenizar os impos- tos para as micro e pequenas empresas. “A gente tem uma confiança imensa que as coisas irão melhorar com essa proposta, para que empresas deixem de quebrar e desempregar”, destacou o contador Germano Sá. O deputado Pedro Eugênio é pre- sidente da Frente Parlamentar em De- fesa das Micro e Pequenas Empresas na Câmara dos Deputados e realizou o debate a convite do Sescap-PE, entida- de que reúne prestadoras de serviços e empresas do segmento contábil em Pernambuco, Conselho Regional de Contabilidade (CRC-PE) e Sebrae-PE. Inovação no mercado imobiliário, a Central de Vendas surgiu no Reci- fe com um olhar diferente. A empresa enxergou o potencial do interior de Pernambuco no segmento e tem feito bons negócios em Caruaru, no Agreste e escolheu como porta de entrada para investir no Sertão a cidade de Serra Ta- lhada. A primeira unidade do empre- endimento na região é uma realidade e foi para se apresentar aos possíveis clientes sertanejos que o grupo partici- pou da 14ª Exposerra. “Acreditamos no evento para nos apresentar e apostando nesse novo mercado em Serra. Tivemos muitos contatos, negócios serão realizados ainda com os clientes que iremos visi- tar depois da feira. Então acredito na ExpoSerra e sei que vamos sair com grandes negócios aqui”, disse o gerente comercial da Central de Vendas, Edgar Garrett. O grupo chega à ‘capital do xaxa- do’ oferecendo lançamentos diversos de imóveis residenciais, na praia, salas comerciais. A Central de Vendas conta com uma equipe qualificada e treinada no Recife para atuar no Interior per- nambucano. “Somos uma empresa nova, apenas 3 anos de mercado, mas com gente bas- tante experiente e olhando para o inte- rior. Creio que somos a única empresa que tem esse olhar. Existe negócio em toda a região de nosso estado, por isso estamos vindo buscar novos negócios. Estamos vindo até o cliente”, reforçou o também gerente comercial da empre- sa, Valdo Galindo. Gráfica Asa Branca expõe produtos na feira Palestra sobre SuperSimples foi uma das atrações da feira Central de Vendas se apresenta na ExpoSerra ExpoSerra Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 A Serleite, indústria de lacticínios com sede em Serra Talhada, apre- sentou na Exposerra 2013 novos pro- dutos como o queijo manteiga indus- trializado e pasteurizado e o requeijão cremoso. O estande esteve com os dois novos integrantes do mix da indústria para a degustação do publico, bem como de seus outros produtos como os iogurtes com os mais variados sabores. “O nosso produto chega a todo o Sertão e só não é vendido em farmá- cia”, brinca o diretor-proprietário da Serleite, Auxêncio Alves de Carvalho Filho que comemora a expansão do A Exclusiva, empreendimento que coloca à disposição do público de Serra Talhada peças exclusivas e aces- sórios descolados para todos os looks no que tem de mais atual, expôs suas novi- dades durante os três dias de realização da 14ª ExpoSerra. Um dos proprietários da Exclusiva, o empresário, Alexandre Terto, disse que acertou em cheio ao le- var os produtos da Exclusiva para a feira. “A repercussão em nossa loja no centro depois que as pessoas conhece- Serleite apresenta seus lançamentos Exclusiva conquista novos clientes grupo que agora pretende conquistar o paladar da população do Recife. “Adquirimos um caminhão baú para que possamos ampliar a inserção de nossos produtos cada vez mais longe”, ressaltou o empresário. Sobre o queijo manteiga pasteurizado, Auxêncio expli- ca a diferença para o produto caseiro. “É um queijo pasteurizado, livre de bactérias, pouca gordura e pouco sal. É diferente, mais saudável. Fizemos vá- rios testes para verificar a questão do sal e chegamos nesse sabor diferencia- do e bastante saboroso”, explicou Au- xêncio Carvalho. ram o que temos a oferecer em termos de moda para o público de nossa cida- de foi uma coisa impressionante. Muita gente chegou lá dizendo que resolveu passar na nossa estrutura física porque viu uma mostra no nosso estante na ExpoSerra e por isso ficou interessado em conferir de perto os nossos produ- tos. Isso demonstra que vale muito à pena expor nessa que é uma das prin- cipais feiras de negócios do estado de Pernambuco”, avaliou Alexandre.
  22. 22. 24 Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 C om a promessa de levar um empreendimento inovador, com um novo con- ceito para a cidade de Serra Talhada, a empresa imobiliá- ria Central de Vendas estará realizando um jantar no mu- nicípio no próximo dia 1º de agosto para apresentar a toda população seu mais novo em- preendimento, que é inédito na cidade sertaneja. Segundo informações do Diretor Comercial da Central de Vendas, Jackson Rodri- gues, se trata de empreendi- mento conceito, hoje chamado de Urban Living, envolvendo conceitos e ações de sustenta- bilidade. Serra Talhada vira atrativo para grandes construtoras “É um empreendimento que terá muito verde e tipologia de 2 ou 3 quartos e que chega a Serra Talhada com facilidades maravilhosas nas condições de pagamento”, afirma Rodrigues. No jantar serão apresen- tadas todas as informações e imagens do Urban Living. Os convidados conhecerão o produto que estará chegando à capital do Pajeú. A notícia chegará oficialmente primeiro a Serra Talhada para presti- giar a cidade. Segundo Jack- son Rodrigues, com essa ação, Serra pode entrar no eixo de desenvolvimento do estado. O empresário explica que a prioridade é lançar esse novo Segurança NegóciosExpoSerra Criminalidade diminui no Sertão do São Francisco D uas cidades do Sertão do São Francisco, Lagoa Grande e San- ta Maria da Boa Vista, tiveram seus índices de criminalidade reduzidos no primeiro semestre de 2013, em relação ao mesmo período em 2012. Os dados foram divulgados neste mês de julho pela 7ª Companhia Indepen- dente de Polícia Militar (CIPM), que apresentou um balanço das operações realizadas de janeiro a junho deste ano. Um dos principais números, o pri- meiro da lista, corresponde aos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – os homicídios. No primeiro semestre de 2012 foram oito; já em 2013 caíram para 6, uma redução de 25%. Já as apre- ensões de armas de fogo aumentaram em 60,5%. Em 2012 foram recolhidas 38 armas. Esse ano foram 61. As prisões por mandato também aumentaram. Os números subiram de 29, em 2012, para 41, em 2013. Um aumento de 41,3 %. Pernambuco é dividi- do estrategicamente em 26 áreas Integradas de Segurança (AIS’s). A 7ª Companhia Independen- te de Polícia Militar, jun- tamente com a 2ª CIPM em Cabrobó e a Polícia Civil, formam a AIS 25, onde os homicídios dimi- nuíram. Em 2012 foram registrados 12. De janeiro a junho de 2013, foram 11, o que representou uma diminuição de 8,3% nos casos. conceito de empreendimento em Serra Talhada, e só depois partir para outras cidades per- nambucanas, assim como di- vulgar nos veículos de comuni- cação. “Já estamos estudando a cidade como um todo há apro- ximadamente um ano e perce- bemos que o empresariado e as pessoas que lá moram, de um modo geral, têm bom potencial para compras. Por isso estamos nos articulando com a Constru- tora Queiroz Galvão para levá- -la até a cidade e em seguida seguir com outros negócios”, declarou o diretor comercial da Central de Vendas. O lançamento será feito entre os dias 10 e 15 de agosto. M arca de origem chinesa e paten- teada em Pernambuco, a Bravax, indústria de motos, esteve pela primei- ra vez na ExpoSerra e o diretor geral, Enéias Vasconcelos, relatou que estava satisfeito em montar um estande na feira, que contribuirá ainda mais para o fortalecimento da marca no mercado. “A Bravax é patenteada no nosso nome aqui no Brasil. Hoje temos 45 lojas, com 20 próprias e outras 25 concessões em nove estados do Brasil, mas estamos negociando a vinda de uma montadora para Pernambuco. Na ExpoSerra, por ser a primeira vez, os resultados foram bastante positivos para a nossa marca, que visa qualidade e preço acessí- vel”, revelou Enéias. O carro chefe da marca é a Cinquentinha que caiu no gosto da maioria da população por não exigir habilitação, o que não exime o condutor de andar dentro das leis do trânsito. “Vamos criar uma es- pécie de carteira de habilitação para quem pilota esse modelo, atra- vés de uma associação que estamos criando”, revelou o empresário. Bravax expõe potencial da marca HélidaEnes/Divulgação
  23. 23. 25 Incubatep oferta vagas para a área Metal-Mecânica São Bento do Una realiza a 16ª Corrida das Galinhas O Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep), por meio da Incubadora de Empresas de Base Tecnológi- ca de Pernambuco (Incuba- tep), está lançando o Edital 02/2013 oferecendo seis vagas para o processo de incubação exclusivamente destinadas a empreendimentos candidatos da área de Metal-Mecânica (modelagem computacional, S ão Bento do Una, no Agreste de Pernambuco, promove mais uma edição da tradicional Corrida das Gali- nhas que acontece esse ano em sua 16ª edição, tendo galos e galinhas como principais es- trelas. Com o tema “Em busca da sustentabilidade”, o evento será realizado de 5 a 11 de agos- to, na cidade que conta com o maior polo avícola do Estado. As inscrições para participar da corrida e das brincadeiras são gratuitas, porém, limitadas a 200 competidores. A expec- tativa da organização é reunir 30 mil pessoas esse ano. Quem for participar da cor- rida, pode escolher entre nove categorias: Grid de Largada, usinagem, soldagem, entre outros). Os projetos deverão ser apresentados até 26 de agosto, conforme modelo eletrônico disponibilizado no site http:// www.itep.br/incubatepsis/ . No dia 1º de agosto, às 14h, ha- verá reunião de esclarecimen- to no auditório da Incubatep (sede do Itep – Recife – Bloco C), ocasião em que os futuros Pilotos de última hora, Segura nos trinta, Coma seu frango, Engula o ovo, Pena, plumas e paetês, O canto do galo, O cocoricó da Galinha e Ovo ao alvo. Toda a competição acon- tece no Galinhódromo - pista em circuito fechado de 120 metros -, onde os concorren- tes tangem suas galinhas, com a condição de não tocar nelas, apenas no “Pinto Stop”. Caso o competidor esteja despreve- nido, há também o serviço de aluguel, o Rent a Chicken. Além da corrida, haverá uma programação cultural e educativa para os sete dias do evento com exposições de artistas locais, mostra de ar- tesanato, apresentações de empreendedores poderão tirar dúvidas sobre o processo de incubação e os benefícios para os empreendimentos. O gerente da Incubatep, Geraldo Magela, explica que o processo de incubação tem como objetivo apoiar empre- endedores no desenvolvimen- to de inovações e também es- timular a agregação de valor ao empreendimento conven- música, dança e exibição cine- matográfica; concurso de pra- tos elaborados à base da carne de galinha; vendas de comidas regionais; rodada de negócios; palestras referentes à econo- mia local e workshops minis- trados pelo Sebrae. A festa também oferece três dias de shows com o “Gali- nheiro Elétrico”, animado por trios elétricos e estrutura de camarotes oficiais localizada na Praça Alberto Paiva, Centro da cidade. Os abadás para os blocos custam de R$ 10 a R$ 30, mas há também trios sem cordão de isolamento. Já os camarotes custam R$ 80. Entre as atrações desta- que para as bandas Cheiro de cional, de forma que incorpo- re diferencial tecnológico em relação à concorrência, pro- porcionando oportunidades de negócios com perspectivas mercadológicas reais. Os incubados recebem as- sessorias técnicas de projetos, planejamento, negócios, co- municação, comercialização, design, marcas e patentes; participam de eventos e de ca- Amor, Araketu, os cantores Geraldinho Lins, Almir Rou- che, Patusco e ainda Asas da pacitação através de cursos; e recebem consultorias especí- ficas. Poderão ingressar no pro- grama de incubação de empre- sas de base tecnológica oferta- do pelo Itep pessoas físicas ou jurídicas com menos de dois anos de existência no mercado O edital pode ser baixado pelo site do Itep, através do link: http://migre.me/fw1xY América, André Rio e Psiri- co. Outras informações: (81) 3224.4473 | 3735.1330 A festa tradicional no agreste do estado, reúne negócios e eventos como o Galinheiro Elétrico Divulgação Cultura Negócios Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89
  24. 24. 26 Estande de agricultores sertanejos fez sucesso na feira O talento em forma de arte, de Mazinho de Lagoa Grande Peças alongadas, tradição de Sertânia presente no evento Cícero, de Petrolina, gostou da oportunidade de apresentar a sua arte e incrementar os negócios Outro a estar pela primeira vez na Fennart, André pretende também voltar Arte sertaneja encanta na XIV Fenearte B eleza, tradição, encanto, cultura, tudo junto e misturado. Foram as cores e a arte do Sertão marcando presença da XIV Feira Nacional de Ne- gócios do Artesanato – Fenearte, rea- lizada no Centro de Convenções, em Olinda, entre 7 e 14 de julho. Esse ano a feira registrou um público recorde de 312 mil pessoas. Já os negócios fecha- dos tiveram um aumento de 10% em relação ao ano passado. Em sua XIV edição, a Fenearte movimentou R$ 44 milhões e homenageou as Mulheres Rendeiras. Sendo um grande espelho para o reconhecimento do artesanato per- nambucano e de outros cantos do Bra- sil, artesãos e agricultores do Sertão do Estado não poderiam deixar de marcar presença no evento e todos já confirmaram presença na edição de 2014. Os agricultores sertanejos puderam expor e comercia- lizar produtos fa- bricados a partir de frutas do Sertão, como o umbu do Pa- jeú e a jabuticaba da Chapada do Araripe. Com o apoio da Se- cretaria de Agricul- Divulgação DayaneAlbuquerque/DivulgaçãoDayaneAlbuquerque/Divulgação DayaneAlbuquerque/Divulgação DayaneAlbuquerque/Divulgação tura e Reforma Agrária (SARA), 19 cooperativas e associações do Agres- te e Sertão do Estado estiveram pre- sentes na feira. Doces, polpas e até li- cor dessas frutas foram levados pelos agricultores. Os produtores da Cooperativa da Agricultura Familiar de Tabira (Coo- dapis), região do Pajeú, participaram pela quinta vez com o mel orgânico. Estiveram ainda agricultores familia- res de Triunfo, Afogados da Ingazeira, Santa Cruz da Baixa Verde, Ouricuri, Granito, São José do Egito, Iguaraci, Petrolina, Exu e Dormentes. De Ibimirim estavam à mostra objetos em marcheteria. Em um dos estandes estava André Santos, que aprendeu a arte há 1 ano, no Centro de Educação do Semi Árido de Pernam- buco (Ceasape). “É a primeira vez que participo, mas estou gostando muito. É uma grande oportunidade para a gente mostrar o nosso trabalho”, disse o artista. Outro artesão que também esteve na feira pela primeira vez foi Cícero Rodrigues. Ele faz esculturas em ma- deira há 10 anos e esse ano participou da Fenearte para apresentar seu traba- lho e expandir as suas vendas. “É uma boa oportunidade para trocar contatos e fechar negócios mesmo que poste- riormente”, afirmou o escultor. Sobre Sertânia, cidade conhecida como “Terra das Esculturas Alonga- das”, os visitantes encontraram a cida- de retratada em peças produzidas em madeira de umburana e de forma alon- gada e fina, criada como fauna e huma- na sertaneja, tais como o vaqueiro, o retirante, a rezadeira, entre outros. Representando Lagoa Grande esta- va Josimar Santana da Silva, Mazinho. Ele trabalha com madeira, em especial a de umburana, segundo ele de forma ecologicamente correta. Suas peças são inspiradas na arte sacra e nas figuras nordestinas. Artesãos de outras cidades como Tuparetama, Afogados da Ingazeira, Tacaratu e Petrolândia também repre- sentaram a região sertaneja. Conside- rado o maior evento do segmento na América Latina, a Fenearte reuniu 5 mil expositores, ocupando 800 espaços em uma área de 29 mil m². Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 Cultura
  25. 25. 27 J á foram divul- gadas a data e a programação religiosa da Festa da Padroeira da Paróquia Nossa Senhora do Per- pétuo Socorro, em Salgueiro, Sertão Central de Per- nambuco. A edi- ção de 2013, que traz como tema “Maria – Missio- nária da fé”, será realizada no perí- odo de 02 a 11 de agosto. No pátio da igreja também haverá barracas com comidas típicas e vendas de rifa. O prêmio será uma moto Honda CG 125, doada pela Aliança Motos. O sorteio acontecerá no dia 1° de setembro, às 20h, no Santuário. O bilhete custa R$ 10. A ação é em favor das Obras Sociais Guanellianas e Reforma da Estru- tura do Santuário. T rabalhador da indústria que tem talento na música, poderá mostrar o que faz de melhor também com a voz. A oportunidade será dada através do Festival Sesi Música. O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (SESI) abriu inscrições em julho para a quinta edição da competição. Os candidatos e seus dependentes, que também podem participar, têm até 30 de agosto para se inscrever na uni- dade do Sesi mais próxima. No Sertão de Pernambuco existem unidades do Sesi em Araripina e Petrolina. Os interessados podem escolher entre duas categorias: Interpretação e Composição Inédita, sendo as duas com letra brasileira. Para participar, basta ser trabalhador da indústria, fi- lho ou cônjuge do industriário, com idade a partir de 16 anos. “Este ano, te- mos a novidade de gravar um CD com os 20 finalistas. Mesmo que não rece- bam o prêmio dos primeiros lugares, esses candidatos terão a oportunidade de ter seu trabalho registrado, com orientação de profissionais da música”, diz Yonara Fechine, coordenadora do SESI Música em Pernambuco. O Festival tem como objetivo pro- mover a cultura entre trabalhadores das indústrias e seus dependentes di- retos (compositores, intérpretes, poe- tas e artistas) valorizando, fomentando e difundindo a produção musical do país, fortalecendo a indústria brasileira como participante ativa na qualifica- ção e formação cultural do trabalhador agregando valor a sua imagem. Na primeira etapa, Fase Preliminar, serão selecionados 20 candidatos de cada categoria, totalizando 40 selecio- nados nesta etapa. Na Segunda Etapa, Fase Semifinal, serão selecionados 10 Salgueiro se prepara para a festa da padroeira Sesi abre inscrições para festival de música Religião Cultura Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 02/08 - Sexta-Feira 18h - Abertura com a Procissão saindo da Ca- pela Mãe Rainha, acom- panhada pela Banda do CERAQUE 19h - Celebração da Santa Missa com o Ter- ço dos Homens e Edu- cação Presidente: Padre José Lourival Taveira – Ad- ministrador Paroquial 03/08 - Sábado 19h - Pastoral Carcerá- ria, Acolhida e APAE Presidente: Padre Remi – Vigário Paroquial 04/08 - Domingo 9h - Crisma – Catequese 19h - Pastoral Vocacio- nal, Batismo Presidente: Bispo Dom Frei Magnus Herinque Lopes 05/08 - Segunda- -Feira 19h - Grupo de Oração Rainha da Paz e Comu- nidade N. S. do Perpe- tuo Socorro Presidente: Padre Antô- nio Pizzuto e Padre José Lourival Taveira 06/08 - Terça-Feira 19h - Ministros da Eu- caristia, Apostolado da Oração Presidente: Padre José Nilton Pereira Matias – Administrador da Cúria Diocesana 07/08 - Quarta-Feira 19h - Catequese, Pasto- ral da Criança e Pastoral do Idoso Presidente: Padre Eras- mo – Administrador da Paróquia Santa Cruz 08/08 - Quinta-Feira 19h - Pastoral da Famí- lia Presidente: Padre Remi – Vigário Paroquial 09/08 - Sexta-Feira 19h - Movimentos Ma- rianos e Comunidades da Zona Rural Presidente: Padre Lu- ciano Aguiar –Paróquia Inajá - Diocese de Flo- resta 10/08 - Sábado 19h - Cooperadores Guanellianos Presidente: Padre Remi – Vigário Paroquial Dia 11/08 - Domingo 9h - Comunidades Ru- rais 19h - Encerramento com a Pastoral do Dízi- mo e Vicentinos Presidente: Padre José Lourival Taveira Admi- nistrador Paroquial Confira a programação 08/07 a 30/08 - Período de Inscrição 02/09 a 06/09 - Conferência do Material e Documentação 09/09 a 16/09 - Seleção dos Semifinalistas 17/09 - Divulgação dos 40 Selecionados para a Semifinal 30/09 a 04/10 - Ensaios no Estúdio com os 40 Semifinalistas 07/10 a 10/10 - Seleção dos Finalistas 11/10 - Divulgação dos 20 Selecionados para a Etapa Final 17/10 a 18/10 - Ensaios no Estúdio com os Finalistas /Gravação do Cd 19/10 a 20/10 - Gravação do Cd SESI Música 2013 22/11 - Ensaio Geral 23/11 - Final do Festival Programação candidatos para cada categoria, totali- zando 20. A Fase Final das duas cate- gorias será realizada em Recife, com a apresentação das 20 músicas selecio- nadas na Etapa Semifinal perante a Co- missão de Seleção, que definirá os três primeiros colocados de cada categoria. A expectativa é que o Festival em 2013 tenha a participação de 100 ins- critos de 65 empresas. Em 2012, foram 91 inscritos e 57 empresas. A premia- ção também aumentou para R$ 4 mil, R$ 3 mil e R$2 mil reais (1º, 2º e 3º lugares). Mais informações podem ser encontradas no edital, através do link: http://www.pe.sesi.org.br/sesimu- sica/download/formularios/Regula- mento.pdf
  26. 26. 28 Juazeiro-BA festeja 135 anos com inaugurações, cultura e esporte J uazeiro, no Norte da Bahia, completou agora em julho 135 anos e as comemorações tiveram programação cultural e inaugurações de novos pré- dios públicos que irão atender às necessidades dos cidadãos juazeirenses. Durante 13 dias, a população contou com sho- ws musicais, espetáculos de dança, prestação de serviços sociais, atrações esportivas, dentre outras atividades. O dia oficial do aniversário da cidade foi 15 de julho, quan- DivulgaçãoDivulgação do foi inaugurada a quadra co- berta poliesportiva do bairro Tabuleiro. Nesse mesmo dia também houve apresentação do Ballet do Teatro Castro Al- ves. No primeiro dia de festa na cidade houve o lançamen- to do livro “As Coisas que Ví, Ouvi e Vivi”, do escritor Mário Gomes, no Centro de Cultura João Gilberto. No decorrer da programa- ção aconteceram o Circuito Brasileiro de Maratona Aquá- tica e shows com artistas lo- cais. Também houve Missa em Ação de Graças e apresenta- ções culturais com grupos de dança e musical, e de fanfarras de algumas escolas. Em comemoração ao ani- versário da cidade também foram reinauguradas algumas escolas municipais que ha- viam fechado para reformas, como a Argemiro José da Cruz, a Carlos Costa, a Édson Ribeiro, a Santo Antônio e a José Pereira. Duas quadras poliesportivas também foram C om a promessa de ser um dos mais modernos equi- pamentos culturais do Brasil, com um vasto acervo multimí- dia sobre a obra de Luiz Gon- zaga e estudos sertanistas, o Centro Cultural e Museu Cais do Sertão Luiz Gonzaga, na zona do Porto do Recife, ca- pital pernambucana, está em fase final de conclusão. A inau- guração deverá ocorrer dia 13 de dezembro de 2013, para marcar o encerramento das comemorações do centenário do Rei do Baião. A proposta é mostrar que o espaço será mais que um museu. O Cais do Sertão vai abrigar recursos expositivos e tecnológicos inovadores que irão proporcionar aos visitan- tes uma experiência de imer- são no universo do sertão nor- destino, em toda sua riqueza, diversidade e complexidade, origem e fonte de inspiração de Luiz Gonzaga. O Centro Cultural e Museu Cais do Sertão Luiz Gonzaga constituem o projeto Porto Novo, através do qual o Por- to do Recife está criando no- vos espaços que substituirão aqueles dedicados apenas à operação portuária. Além do Cais do Sertão, fazem parte também o Centro de Artesana- to de Pernambuco, o Terminal Marítimo de Passageiros e a reurbanização do entorno des- ses equipamentos. Os visitantes do Cais do Sertão serão recebidos por um grande juazeiro, árvore típi- ca da caatinga, que servirá de sombreiro para o público, re- montando a entrada do Par- que Aza Branca, onde o jua- zeiro histórico recebe a todos quando visitam o espaço que conta com a história do mestre Lua e foi erguido por ele em vida. Na estrutura do Cais do Sertão no Recife haverá ainda um espaço de recepção, con- vivência, vitrine com objetos pessoais do artista, sala de espetáculo multimídia e ex- periências audiovisuais, além de exposição das principais dimensões do Sertão com ter- ritórios temáticos. Localizado no antigo Ar- mazém 10 do Porto do Recife e com 7.500m² de área constru- ída, a concepção do Museu foi ideia do antropólogo e poeta Antônio Risério e foi desen- volvida por um grupo de espe- cialistas. A curadoria e direção ficou por conta da pernambu- cana Isa Grinspum Ferraz. O projeto foi orçado em R$ 97 milhões, com recursos do Mi- nistério da Cultura e Governo de Pernambuco. Museu Cais do Sertão reunirá acervo de Luiz Gonzaga Espaço erguido na capital pernambucana incluirá itens que fizeram parte da historia do Rei do Baião reinauguradas, a Quadra Po- liesportiva do Bairro Tabulei- ro e a Quadra Poliesportiva do Bairro Itaberaba. E para dar início a novas atividades em Juazeiro, foram inauguradas a Creche Maria Helena Benevides Farias, do Bairro Palmares; a Nova Fei- ra Livre do Alto da Maravilha; e a nova Adutora do SAAE, com entrada em operação de 06 novos filtros da Estação de Tratamento. Para o prefeito Isaac Car- valho, a programação de ani- versário foi pensada para ce- lebrar o desenvolvimento da cidade. “Inauguramos escolas climatizadas, creches, quadras cobertas, bem como buscamos trazer eventos culturais e es- portivos, como o Circuito Bra- sileiro de Maratona Aquática. Estamos comemorando este novo momento, aonde chegam novas empresas, famílias con- quistam casas e crianças têm escolas de qualidade”, disse o prefeito. Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 Aniversário Cultura
  27. 27. 29 D epois de fechada para reformas, a Casa da Cul- tura de Serra Talhada reabriu suas portas para visitação nes- te mês de julho. O espaço foi totalmente repaginado, um atrativo a mais para o público. A Casa de Cultura do municí- pio voltou a funcionar no mes- mo mês em que completou 26 anos de instalação e de apoio às manifestações artísticas e culturais de Serra Talhada. “Tivemos o cuidado de fazer um trabalho minucio- so na reforma e restauração do prédio onde fica a sede da Fundação e do Museu da Cida- de. É um prédio que comple- ta no próximo ano um século de construção. É bom lem- brar que foi nesta estrutura que Lampião fez sua primeira queixa contra Zé Saturnino e também foi nele que ele tirou seu título de eleitor”, declarou Tarcísio Rodrigues, presidente da Fundação. A Casa da Cultura, que mantém o Museu da Cidade, a Filarmônica Vilabelense e a Casa do Artesão, fica localiza- da na Praça Sérgio Magalhães, 868, no Centro da cidade e guarda valores inestimáveis da história de Serra, através de peças, utensílios e um rico acervo de fotos de fatos e per- sonagens locais. Casa da Cultura de Serra Talhada é reinaugurada Entre os objetos de perso- nalidades serra-talhadenses, destaca-se um par de ócu- los que pertenceu ao Rei do Cangaço, Virgolino Ferreira (Lampião). Essa peça foi fru- to de investigação feita pelo canal pago History Channel, Prédio conta parte da rica história da terra de Lampião Artesanato local faz parte dos atrativos da Casa da Cultura Uma das atrações do Museu instalado na Casa de Cultura são as esculturas, peças históricas e tudo que faz referência ao Rei do Cangaço Utensílios, peças e quadros de personalidades da cidade também fazem parte do acervo da Casa Divulgação Divulgação Divulgação Divulgação num documentário exibido no mundo inteiro. O Museu fica aberto de segunda-feira à sexta-feira, Cultura Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89 das 8h às 12h e das 13h30min às 17h. Nos sábados, das 8h às 12h e nos domingos das 18h às 22 com entrada gratuita.
  28. 28. 30 Características de um empreendedor de sucesso ACA leva artesãos de Arcoverde para Fenearte Presidente da ACA participa da instalação do Fórum Municipal A essência do empresário de sucesso é a busca de novos negócios e oportunidades O empreendedor tem como característica básica o espírito criativo e pesquisador. Ele está constantemente buscando no- vos caminhos e novas soluções, sempre tendo em vista as neces- sidades das pessoas. A essência do empresário de sucesso é a busca de novos negócios e opor- tunidades, além da preocupação com a melhoria do produto. Algumas características do empreendedor de sucesso: - O empreendedor faz o que deve ser feito antes de ser solicitado ou forçado pelas circunstâncias. - Age para expandir o negócio a novas áreas, produtos ou serviços. - Aproveita oportunidades fora do comum para come- çar um negócio, obter finan- ciamentos, equipamentos, terrenos, local de trabalho ou assistência. - Age para reduzir os riscos ou controlar os resultados. - Coloca-se em situações que implicam desafios ou riscos moderados. - O empreendedor encontra maneiras de fazer as coi- sas melhor, mais rápido, ou mais barato. - Desenvolve ou utiliza proce- dimentos para assegurar que o trabalho seja terminado a tempo e que atenda a pa- drões de qualidade previa- mente combinados. - O empreendedor age diante de um obstáculo significati- vo. - Age repetidamente ou muda de estratégia a fim de enfren- tar um desafio ou superar um obstáculo. - Assume responsabilidade pes- soal pelo desempenho ne- cessário para atingir metas e objetivos. - O empreendedor faz um sa- crifício pessoal ou despende um esforço extraordinário para completar uma tarefa. - Colabora com os emprega- dos ou se coloca no lugar deles, se necessário, para terminar um trabalho. - Se esmera em manter os clientes satisfeitos e coloca em primeiro lugar a boa von- tade a longo prazo, acima do lucro a curto prazo. Aposte em um perfil criativo e inovador. E m julho, a Associação Comercial e Empresa- rial de Arcoverde – ACA, e o SEBRAE organizaram uma Caravana com destino à XIV Fenearte – Feira Nacional de Negócio do Artesanato, que aconteceu em Olinda. Dessa forma, promoveu uma inte- gração entre artesãos e troca de experiência com artistas de todo o mundo. E m julho, o Presidente da ACA, Jaime Espósito de Lima Filho, participou da reunião que instalou o Fó- rum Municipal das Microem- presas, Empresas de Peque- no Porte do Empreendedor Individual de Arcoverde, que é uma iniciativa do Governo Municipal, através da Secre- taria de Desenvolvimento Econômico, criado através do Decreto nº. 141/2013, sendo uma ação pioneira no interior de Pernambuco. O órgão tem como objeti- vo articular e promover, em conjunto com órgãos e enti- dades a regulamentação ne- cessária ao cumprimento do Estatuto Nacional da Micro- empresa e da Empresa de Pe- queno Porte e propor e acom- panhar a implementação das políticas governamentais mu- nicipais de apoio e fomento às Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e Empreen- dedor Individual atuantes no Município de Arcoverde. Divulgação Divulgação Jornal do Sertão - Julho de 2013 / Edição 89

×