COESÃO TEXTUAL
Professora: Helia Coelho Mello Cunha
2014
COESÃO TEXTUAL
• Propriedade
textual
responsável
pelo
encadeamento semântico entre frases ou
parte delas, que se inter-rel...
COESÃO REFERENCIAL
• Ocorre quando um componente do texto faz
remissão a outro(s) elemento(s) do universo
textual (retoman...
COESÃO RECORRENCIAL
• Ocorre quando as retomadas de estruturas
linguísticas visam à progressão do discurso.
Constitui um m...
COESÃO SEQUENCIAL
• Mecanismos
de
coesão
que
se
responsabilizam pela ligação entre si dos fatos
denotados num texto e expr...
COESÃO SEQUENCIAL
• Tem a mesma função da coesão recorrencial:
fazer progredir o texto, impulsionando o fluxo
informaciona...
COESÃO REFERENCIAL
• Substituição: “Carla tem um automóvel. Ele é
verde”.
• Repetição do mesmo item lexical: “O fogo
destr...
COESÃO REFERENCIAL
• Hiperonímia/hiponímia: Ex.: Um porco
morreu devido a uma overdose de cocaína
depois de ter comido gra...
COESÃO REFERENCIAL
• Nomes genéricos: ocorrem quando há
reintegração do item lexical pela utilização de
nomes genéricos, c...
COESÃO REFERENCIAL
• Expressões nominais definidas: Comemora-se
o sesquicentenário de Machado de Assis. As
comemorações de...
COESÃO RECORRENCIAL
• Retomada de termos: ocorre quando a
repetição de um mesmo termo exerce uma
função determinada, de ên...
COESÃO RECORRENCIAL
• Paralelismo: ocorre quando os elementos
linguísticos são reutilizados em enunciados
com sentidos dif...
COESÃO SEQUENCIAL
• Correlação de tempos verbais: “Ordenei que
deixassem a casa em ordem”. / “Ordeno que
deixem a casa em ...
BIBLIOGRAFIA
• FÁVERO, Leonor Lopes (1991) Coesão e
coerência textuais. São Paulo: Ática.
• KOCH, Ingedore G. Villaça (199...
Coesão textual
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Coesão textual

3,297

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,297
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
113
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Coesão textual

  1. 1. COESÃO TEXTUAL Professora: Helia Coelho Mello Cunha 2014
  2. 2. COESÃO TEXTUAL • Propriedade textual responsável pelo encadeamento semântico entre frases ou parte delas, que se inter-relacionam para assegurar um dado desenvolvimento informacional. • Existem três tipos básicos de coesão: a coesão referencial, a recorrencial e a sequencial.
  3. 3. COESÃO REFERENCIAL • Ocorre quando um componente do texto faz remissão a outro(s) elemento(s) do universo textual (retomando-o ou antecipando-o). • Manifesta-se geralmente através de itens linguísticos que não podem ser interpretados semanticamente por si mesmos, como pronomes pessoais, demonstrativos e relativos.
  4. 4. COESÃO RECORRENCIAL • Ocorre quando as retomadas de estruturas linguísticas visam à progressão do discurso. Constitui um meio de articular a informação nova àquela já conhecida no contexto.
  5. 5. COESÃO SEQUENCIAL • Mecanismos de coesão que se responsabilizam pela ligação entre si dos fatos denotados num texto e exprimem os diferentes tipos de interdependência de sentido das frases no processo de sequencialização textual: conectores ou articuladores textuais, relações entre palavras do mesmo campo semântico, paralelismo sintático, semelhança fonética e pontuação.
  6. 6. COESÃO SEQUENCIAL • Tem a mesma função da coesão recorrencial: fazer progredir o texto, impulsionando o fluxo informacional. Difere da recorrencial por não apresentar retomadas de itens, sentenças ou estruturas.
  7. 7. COESÃO REFERENCIAL • Substituição: “Carla tem um automóvel. Ele é verde”. • Repetição do mesmo item lexical: “O fogo destruiu tudo. O edifício desmoronou. Do edifício, sobrou absolutamente nada”. • Sinonímia: “O barulho é um dos problemas mais graves que afligem nossa civilização nesse século. Os milhões de ruídos que rodeiam o homem diariamente, em quase todos os cantos, em sua maior parte, são produzidos por ele mesmo”.
  8. 8. COESÃO REFERENCIAL • Hiperonímia/hiponímia: Ex.: Um porco morreu devido a uma overdose de cocaína depois de ter comido grande quantidade da droga que seu proprietário escondeu em uma fazenda em Vilagarciana de Carril, na Galícia, noroeste da Espanha.
  9. 9. COESÃO REFERENCIAL • Nomes genéricos: ocorrem quando há reintegração do item lexical pela utilização de nomes genéricos, como: pessoa, coisa, fato, gente, negócio, lugar, ideia, funcionando como itens de referência anafórica.
  10. 10. COESÃO REFERENCIAL • Expressões nominais definidas: Comemora-se o sesquicentenário de Machado de Assis. As comemorações devem ser discretas para que sejam dignas de nosso maior escritor. Seria ofensa à memória do Mestre qualquer comemoração que destoasse da sobriedade e do recato que ele imprimiu a sua vida, já que o bruxo do Cosme Velho continua vivo entre nós.
  11. 11. COESÃO RECORRENCIAL • Retomada de termos: ocorre quando a repetição de um mesmo termo exerce uma função determinada, de ênfase, intensificação etc. Ex.: “Pedro, pedreiro, pedreiro esperando o trem que já vem, que já vem, que já vem, que já vem...”
  12. 12. COESÃO RECORRENCIAL • Paralelismo: ocorre quando os elementos linguísticos são reutilizados em enunciados com sentidos diferentes. “Irene preta Irene boa Irene sempre de bom humor”
  13. 13. COESÃO SEQUENCIAL • Correlação de tempos verbais: “Ordenei que deixassem a casa em ordem”. / “Ordeno que deixem a casa em ordem”. • Conexão das orações: conjunções, preposições, pronomes relativos. • Conexão de enunciados em textos: operadores argumentativos: então, com o propósito de, com a intenção de, pelo contrário, em vez disso, em contrapartida, em suma, em síntese, em conclusão, para resumir, para concluir etc.
  14. 14. BIBLIOGRAFIA • FÁVERO, Leonor Lopes (1991) Coesão e coerência textuais. São Paulo: Ática. • KOCH, Ingedore G. Villaça (1993) A coesão textual. São Paulo: Ática.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×