• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
"A Lua de Joana"
 

"A Lua de Joana"

on

  • 41,525 views

Passagens do "Livro Lua de Joana" com intuito de incentivar á leitura do mesmo.

Passagens do "Livro Lua de Joana" com intuito de incentivar á leitura do mesmo.

Statistics

Views

Total Views
41,525
Views on SlideShare
39,867
Embed Views
1,658

Actions

Likes
4
Downloads
267
Comments
6

23 Embeds 1,658

http://lerescrevernet.blogspot.pt 872
http://lerescrevernet.blogspot.com 381
http://www.slideshare.net 161
http://arquivodeletras.blogspot.com 73
http://besvicente.blogspot.com 32
http://biliotecaaetx.blogspot.com 30
http://www.arquivodeletras.blogspot.com 25
http://biliotecaaetx.blogspot.com.br 16
http://hskportugues.pbworks.com 14
http://biliotecaaetx.blogspot.pt 13
http://besvicente.blogspot.pt 9
http://arquivodeletras.blogspot.pt 8
http://lerescrevernet.blogspot.com.br 6
http://www.besvicente.blogspot.com 4
http://lerescrevernet.blogspot.ch 3
http://besvicente.blogspot.com.br 3
http://lerescrevernet.blogspot.fr 2
http://pinterest.com 1
http://nota-mais-7b.blogspot.com 1
http://experimental-667.blogspot.com 1
http://biliotecaaetx.blogspot.fr 1
http://www.biliotecaaetx.blogspot.pt 1
http://www.pinterest.com 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

16 of 6 previous next Post a comment

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • que atraso pesquiso o livro completo so apareçe resumos dass
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • @kanuco1 em bem zé
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Lucas Monteiro
    tas muito mal enganado, posso ser novo mas sei o que é sentimento (coisa que tu não tens), sei ler com motivação e não sou mal educado com certas pessoas (como tu !!)
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Cada um tem as suas preferencias e estas são indiscutiveis.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • e vc e um pedaço de coco que cai no vasu e espalha a agua por tudo u lado ai vc qui pare de gosar poque nao fazia menhor parvalhao otario pedaço de coco. seu merda
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    "A Lua de Joana" "A Lua de Joana" Presentation Transcript

    • Autora Maria Teresa Maia Gonzalez Título A Lua de Joana Editorial Verbo, 1ª edição Lisboa, Outubro de 1994
    • SOBRE A AUTORA Maria Teresa Maia Gonzalez nasceu em Coimbra, em 1958. É uma das mais prestigiadas autoras portuguesas de livros dedicados a crianças e jovens adolescentes. É licenciada em Línguas e Literaturas modernas, variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa. Foi professora de Língua Portuguesa de 1982 a 1997 e os seus livros têm a particularidade de reflectirem assuntos relacionados com a juventude e os seus problemas revelam uma grande sensibilidade e actualidade. A Lua de Joana , o seu maior sucesso editorial , conta já com 17 edições e 250 000 exemplares vendidos. Outras obras da autora: A Fonte dos Segredos, Gaspar & Mariana, O Guarda da Praia .
    • Maria Teresa Maia Gonzalez e escreveu a história de uma jovem chamada Joana que perdeu a sua melhor amiga. Este livro é uma espécie de diário. Através de cartas escritas à amiga que já morreu, Joana conta-lhe tudo o que se passa. É interessante ver a vida desta personagem, como ela se transforma ao longo dos dias e dos anos. Este livro mostra-nos a realidade actual: o grande problema que a droga é para todos os que se envolvem.
    • A protagonista é a Joana. Ela é uma jovem da classe alta, que vive com uma família moderna, demasiado ocupada para perceber que ela está a crescer e que necessita de muito mais do que uma boa situação económica. A sua avó Ju é o único apoio familiar. A vida de Joana vai levar uma volta quando Marta, a sua melhor amiga, começa a consumir drogas e acaba por morrer de overdose, Joana escreve-lhe cartas para tornar a sua amizade intemporal.
    • “ Como sabes, hoje fiz anos… o meu quarto está tal e qual como eu queria! Todo branco e até me mandou fazer o baloiço dos meus sonhos: é uma meia-lua de madeira que está suspensa do tecto por uma corrente, mesmo no meio do quarto. É única no mundo! Fui eu que a imaginei. Quando quero pensar, coloco-a em posição de quarto crescente e, quando estou triste, rodo-a para quarto minguante e sento-me até que a tristeza passe.” 28 de Agosto de 1992
    • Através das cartas que escreve, Joana revela as suas dúvidas. Não consegue gerir e superar os problemas que a vida lhe vai impondo, problemas que começam no relacionamento distante e conflituoso que mantém com a sua família, que passam pela perda das duas pessoas mais importantes da sua vida, a Marta e a avó e, finalmente, pela relação confusa que tem com o rapaz por quem se apaixonou, Diogo, irmão de Marta.
    • Joana, profundamente angustiada, interrogava-se, ao tentar perceber o que teria levado a sua amiga Marta a consumir drogas. Não percebe muito bem as contradições. Uns dizem-lhe para experimentar, outros dizem-lhe que é terrível. Assim, procura descobrir a verdade, repetindo o percurso da sua amiga. Envolve-se com uma amiga de Marta, a Rita, aquela que terá levado Marta a consumir droga, e com o irmão da Marta, Diogo, também vítima das drogas.
    • Devido à morte da sua avó, a pessoa de quem ela mais gostava no mundo e a falta de atenção e de diálogo por parte dos pais, Joana sente-se só. As únicas pessoas que lhe dão atenção são a Rita e o Diogo. Joana começa a vender as suas coisas para conseguir dinheiro, para ajudar Diogo, acabando também ela por se envolver com as drogas. “ Então, num momento completamente louco, desvairada, passei-me da cabeça e pedi-lhe para experimentar um bocado, só para ver que efeito aquilo tinha.”
    • Um dia, ela olha-se ao espelho e repara como tinha mudado. Percebe então como, tão facilmente, Marta se tinha envolvido com a droga. “ Vou parar de escrever. Dói-me a mão, dói-me o corpo, dói-me o pensamento. Dói-me a coragem que não tenho.”
    • “ … o ano passado, nunca imaginei que fosse tão fácil uma pessoa passar-se para o lado de lá, o lado para onde tu passaste, o lado que eu sabia que era ERRADO!” 2 de Junho de 1994
    • “ É estranho, mas parece que tudo aconteceu há muitos anos. Esqueci-me de imensas coisas pelo caminho. Sei, no entanto, que houve um tempo em que todos éramos felizes. Passávamos a vida a rir por tudo e por nada. De que é que nós nos ríamos, Marta? Que é feito das coisas que nos faziam rir? Tenho a impressão de que envelheci. Não sei que idade tenho, mas não pode ser a que se vê no BI. A minha pele está um caos, o cabelo não tem brilho e os olhos, como a cara emagreceu, parecem ter aumentado de tamanho. Às vezes, tenho vontade de substituí-los por dois caleidoscópios para ver tudo bonito.” 10 de Junho de 1994
    • O que terá acontecido a Joana? Terá conseguido sair da droga? Terá recuperado a alegria e o entusiasmo da vida?
    • A minha opinião É um livro que alerta para os pequenos sinais que a família, os verdadeiros amigos e os professores podem perceber, mas preferem muitas vezes ignorar. É um livro acerca dos amigos que seria preferível não ter e acerca dos caminhos que se escolhem nos piores momentos. Salienta-se também a importância do diálogo entre os filhos e os pais. A falta de diálogo afasta uns dos outros. Muitas vezes, deixamos para segundo plano aquilo que é realmente importante na vida. É importante estarmos atentos a nós e ao outro e sermos capazes de, em conjunto, viver a vida de forma plena. Foi um livro que me tocou profundamente. Triste, comovente e real. Um livro que vale mesmo a pena ler e dar a ler a qualquer adolescente e a qualquer pai de adolescente. É um excelente livro que recomendo a todos.
    • Se dúvidas existem, A Lua de Joana passa a mensagem: A droga vicia, a droga mata!