• Save
Apresentacao Farm School20
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentacao Farm School20

on

  • 1,054 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,054
Views on SlideShare
1,025
Embed Views
29

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

2 Embeds 29

http://farmschool20.blogs.ua.sapo.pt 26
http://www.slideshare.net 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentacao Farm School20 Apresentacao Farm School20 Presentation Transcript

  • farmschool 2.0 Multimédia e Arquitecturas Cognitivas PDMEDU – Universidade de Aveiro Carlota Lemos|Hélder Caixinha|Liliana Almeida|Vânia Carlos MARÇO 2010
  • Conteúdos a abordar… Introdução Enquadramento Situação  problema Si ã bl Contexto da intervenção Contexto da intervenção Objectivos, prioridades e impactes Proposta de intervenção Visão a longo prazo 2
  • Introdução Com a proposta de intervenção farmschool 2.0 pretende‐se fomentar uma Concepção Holística d Conhecimento nos elementos d comunidade educativa d Escola lí i do h i l da id d d i da l Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos (EPADRV), através de p processos de ensino e aprendizagem com abordagens centradas na p g g Transdisciplinaridade. Para l á desenvolvido um projecto, composto por múltiplas actividades f d P tal será d l id j úl i l i id d focadas no tema da Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) onde se p promoverá o Trabalho colaborativo e a Cultura participativa. p p Aproximar a comunidade local e a comunidade educativa da EPADRV 3
  • Enquadramento q Proposta farmschool 2.0 Comunidades educativa e local ento  Concepção holística do conhecimento a  edagógica nvolvime Transdisciplinaridade l  ção para o Desen stentável EPADRV – Quinta pe Sus Q Trabalho colaborativo Cultura participativa Cultura participativa Educaç 4
  • Situação problema: diagnóstico e formulação Diagnóstico Ensino Uma ausência de abordagens, nos processos de ensino e aprendizagem, centradas na Transdisciplinaridade. Aprendizagem Uma reduzida Concepção holística do conhecimento por parte dos elementos da comunidade educativa da EPADRV. Tecnologia Uma ausência ou uma fraca utilização de tecnologias, ferramentas e serviços, que promovam e suportem o Trabalho colaborativo e uma Cultura participativa Situação problema Uma reduzida Concepção holística do conhecimento nos elementos da comunidade educativa da EPADRV, fruto da ausência nos processos de ensino e aprendizagem, de abordagens centradas na Transdisciplinaridade. 5
  • Contexto de intervenção Comunidade educativa Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos Análise SWOT Diagnosticar a situação problema Delinear estratégia de intervenção a propor à comunidade educativa da escola Desenvolver um projecto que abarque t d a comunidade educativa d D l j t b toda id d d ti da EPADRV: os alunos de todos os cursos ministrados pela escola; os respectivos professores e encarregados de educação; e os funcionários da escola escola, bem como a comunidade local 6
  • Objectivos, prioridades e impactes Objectivos Desenvolver numa abordagem centrada na Transdisciplinaridade Transdisciplinaridade, actividades subordinadas ao tema ‐ Educação para o desenvolvimento sustentável Promover o Trabalho colaborativo e uma Cultura participativa entre os elementos da comunidade educativa Prioridades O envolvimento e responsabilização da comunidade educativa nos educativa, processos de ensino e aprendizagem O desenvolvimento de processos de ensino e aprendizagem transdisciplinares A diversificação das metodologias pela introdução de tecnologias de pesquisa, pesquisa tratamento e produção de informação A dinamização na comunidade educativa, do uso das plataformas, ferramentas e serviços baseados na web O fomento da partilha de conhecimento (e de aprendizagens) no seio da comunidade educativa 7
  • Objectivos, prioridades e impactes Impactes esperados Nas comunidades educativa e local envolver os encarregados de educação (e famílias) desenvolver as competências necessárias para o desempenho de uma actividade profissional proporcionar formação profissional aos jovens dinamizar o tecido económico local (e tradicional) envolver a comunidade local (agricultores, comerciantes, empresas e associações) nas actividades da comunidade educativa da escola sensibilizar para as questões ambientais 8
  • Objectivos, prioridades e impactes Impactes esperados Na organização do processo educativo dinamizar o trabalho colaborativo entre professores/professores, professores/alunos e alunos/alunos; aumentar a reflexão e a partilha de conhecimento, estimulando acções e abordagens transdisciplinares; consolidar e desenvolver a utilização das TIC no suporte ao trabalho colaborativo e à cultura participativa; fomentar a autonomia d f t t i dos i di íd indivíduos nos processos d ensino e de i aprendizagem. 9
  • Proposta de intervenção Metodologia Dinamização da Quinta Pedagógica da escola em 3 vertentes ‐ Exploração Agrícola, Comercialização de produtos, Restaurante Biológico, através de: estratégias para os processos de ensino e aprendizagem baseadas na resolução de problemas por equipas multidisciplinares e com vista à problemas, criação de soluções criativas e sustentáveis; actividades de reflexão que promovam uma execução consciente do projecto e eventuais reajustes; actividades de trabalho colaborativo fomentado/agilizado por um conjunto de plataformas, serviços e ferramentas baseado na Web. 10
  • Proposta de intervenção Plano de acção Tema do projecto “grow local buy local cook local” local, local, local”. De modo a fomentar uma concepção holística do conhecimento na comunidade educativa da EPADRV através duma abordagem centrada na Transdisciplinaridade A estratégia subjacente ao projecto será a ampliação e beneficiação da Quinta Pedagógica, Q inta Pedagógica com no as valências, aberta ao e terior para q e esta novas alências exterior, que seja sustentável do ponto de vista económico, ambiental e social [grow local] Acompanhamento e dinamização de uma exploração agrícola, com uma área destinada à agric lt ra biológica e o tra à prod ção animal ma agricultura outra produção ecologicamente correcta; [buy [b local] D Desenvolvimento d parcerias com empresas/comércio l l e l i t de i / é i local disponibilização de acesso a instalações e equipamento da escola; [cook local] P Promoção d um espaço d R t ã de de Restauração ( ã (com cozinha bi ló i i h biológica e ementas sazonais). 11
  • Proposta de intervenção Recursos humanos 12
  • Proposta de intervenção Recursos tecnológicos Utilização das diferentes plataformas, ferramentas e serviços para:  Troca de informações entre os diferentes sectores que concorrem para a execução do projecto Divulgação e dinamização dos 3 áreas (social, ambiental e económico) Partilha e reflexão de ideias/práticas nos diferentes sectores Balanço das actividades: momentos de reflexão crítica sobre o seu desenvolvimento Reajustes, sempre que necessários, ao projecto j , p q , p j 13
  • Proposta de intervenção Plano de actividades Início do projecto Setembro de 2010 Início do projecto Início do projecto: Setembro de 2010  projecto: Concepção: Setembro a Dezembro de 2010 Concepção Definição dos grupos de trabalho pelos coordenadores (atendendo às valências dos diferentes cursos no projecto, para cada um dos 3 sectores) Planeamento das actividades a desenvolver Estabelecimento de contactos com entidades do meio envolvente Dinamização das plataformas, ferramenta e serviços de suporte ao trabalho colaborativo Execução Exploração Agrícola ‐ a partir de Janeiro de 2011; Comercialização de produtos ‐ a partir de Janeiro de 2011 (Março de 2011 80% dos produtos comercializados são produzidos na quinta); Restaurante Biológico ‐ a partir de Janeiro de 2011. 14
  • Proposta de intervenção Acompanhamento p Semanalmente, reunião de cada equipa coordenadora de cada área (ambiental, económica e social) e sector (grow local, cook local e buy local) com a sua equipa alargada (os alunos que a constituem, funcionários e Encarregados de Educação), para distribuir tarefas e partilha de opiniões; Quinzenalmente, reunião por sector das equipas coordenadoras das áreas para efectuar o balanço do processo e avaliar a necessidade de desenvolver novas actividades; Mensalmente, reunião das equipas coordenadoras de cada área, partilhando experiências que ajudem a garantir a sustentabilidade ambiental, social e económica nos três sectores de actividades; Mensalmente, reunião "online” de todas as equipas coordenadoras em online Assembleia Geral, constituindo este um importante momento de reflexão e decisão acerca dos grandes momentos do projecto . 15
  • Proposta de intervenção Auto‐ Auto‐avaliação do projecto A auto‐avaliação do projecto será realizada por todos os agentes , com periodicidade definida como os explanados anteriormente, constituindo‐se como uma ferramenta de ajuste/reajuste do projecto e de reflexão, podendo essa gestão de trabalho reflexiva ser realizada na plataforma da quinta pedagógica. Avaliação do projecto e dos seus resultados Anualmente, uma equipa que integre elementos do conselho pedagógico e representantes locais que façam parte do conselho geral da escola, avaliará o projecto tendo em atenção os balanços mensais das equipas coordenadoras dos três grandes sectores atendendo à sustentabilidade do projecto a nível económico, ambiental e social. 16
  • Visão a longo prazo Discussão/Avaliação no f l d um ciclo d 3 anos ã / l ã final de l de Cumprimento dos objectivos traçados Sustentabilidade do S t t bilid d d projecto ( j t (económico, ambiental e social) ó i bi t l i l) Continuação do projecto? Assegurar a continuidade dos alinhamentos estratégicos do PEE com o projecto proposto Aceitação institucional fundamental 17