Your SlideShare is downloading. ×
Linfoma - Cancro no Sistema Linfático
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Linfoma - Cancro no Sistema Linfático

11,538
views

Published on

Published in: Health & Medicine

0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,538
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Linfoma – Cancro no Sistema Linfático
  • 2. Introdução ao tema
    Tumor -crescimento e multiplicação anormais das células de um organismo, por acção de agentes internos e/ou externos.
  • 3. Linfa e Sistema Linfático
    Imagem com sistema linfático
  • 4. Linfa e Sistema Linfático
  • 5. Sistema imunitário
    Órgãos linfóides primários – timo e medula óssea vermelha - locais de formação e de maturação das células imunitárias .
    Órgãos linfóides secundários – baço, amígdalas e gânglios linfáticos -locais de circulação e armazenamento de células imunitárias.
  • 6. Sistema imunitário
    Gânglios linfáticos - pequenas dilatações dos vasos. Podem encontrar-se aglomerados destes gânglios nas axilas, virilhas, pescoço, tórax e abdómen.
  • 7. Linfócitos B e T – processo de imunidade
    Linfócitos– constituem cerca de 30% de todos os leucócitos. Quando diferenciados, possuem receptores sensoriais para variados antigénios, passando a reconhecê-los, produzindo anticorpos – células imunocompetentes.
    Linfócitos B (bonemarrow): segregados e armazenados pela medula vermelha dos ossos.
    Linfócitos T (thymus):produzidos pela medula vermelha dos ossos, e armazenado pelo timo.
  • 8. Linfócitos B e T – processo de imunidade
    •O funcionamento dos linfócitos B depende da influência dos linfócitos T, e vice-versa.
    •Oslinfócitos T podem intensificar ou suprimir a produção de anticorpos pelas células B.
    Tendo em conta as suas capacidades imunitárias, os linfócitos conseguem destruir células infectadas por vírus ou células cancerígenas.
  • 9. Linfoma – Breve Explicação
  • 10. Linfoma – Tipos
  • 11. Linfoma de Hodgkin
    • Multiplicação anormal de células de Reed-Sternberg
    • 12. Localizado preferencialmente num só grupo de nódulos linfáticos
    • 13. Propagação por contiguidade, de maneira previsível
  • Linfoma de Hodgkin - Causas
    • Infecção por vírus EpsteinBarr
    • 14. Antecedentes familiares que manifestam a doença
  • Linfoma de Não-Hodgkin
    • Afectam frequentemente os gânglios linfáticos periféricos, e outros órgãos extra-ganglionares
    • 15. Não se estendem por contiguidade
    • 16. Causados principalmente por proliferação clonal de linfócitos B cancerígenos
  • Linfoma de Não-Hodgkin - Causas
    • Infecção por:
    • 17. Vírus da Imunodeficiência Humana (SIDA)
    • 18. Vírus de Epstein-Barr
    • 19. Vírus humano da leucemia de células T
    • 20. Imunossupressão (sistema imunitário fraco)
  • Linfoma de Não Hodgkin - Imunossupressão
  • 21. Linfoma – Sintomas Gerais
    Inchaço indolor nos nódulos linfáticos do pescoço, axilas ou virilha
    • Febre recorrente
    • 22. Suores nocturnos
    • 23. Perda de peso inexplicável
    • 24. Fadiga, cansaço, falta de apetite
  • Linfoma – Estadio de Desenvolvimento
    Estadio I : desenvolvimento localizado num grupo de nódulos
    Estadio II : novo grupo de nódulos supra-
    -diafragmáticos
    Estadio III: vários grupos linfáticos afectados, bem como órgãos/tecidos vizinhos
    Estadio IV: o linfoma atinge todo o organismo
  • 25. Linfoma – Diagnóstico e Determinação do Estadio
    Raio X – fornece imagens sobre os tecidos moles existentes no organismo, para além da camada óssea.
  • 26. Linfoma – Diagnóstico e Determinação do Estadio
    TAC– as imagens são captadas em camadas, adquirindo um aspecto tridimensional, o que permite revelar se o linfoma invadiu gânglios linfáticos e/ou outros órgãos.
    Ressonância Magnética – mesmo método da TAC, mas com a utilização de campos magnéticos, proporcionando resultados mais precisos.
  • 27. Linfoma – Diagnóstico e Determinação do Estadio
    Tomografia com Emissão de Positrões (PET) – injecção de substâncias no organismo, e posterior detecção a partir de raios X. Permite distinguir células “activas” de linfoma de células inactivas.
  • 28. Linfoma – Diagnóstico e Determinação do Estadio
    Biopsia -o cirurgião colhe uma amostra de tecido linfático (nódulos linfáticos, medula óssea, fígado, etc.), que será analisada a microscópio.
  • 29. Linfoma–Métodos de Tratamento
    Radioterapia– aplicação de raios de elevada energia, para destruir células cancerígenas.
    • Terapia local - afecta apenas as células cancerígenas da área tratada
    • 30. A aplicação continuada deste método não torna o organismo radioactivo.
  • Linfoma–Métodos de Tratamento
    Quimioterapia – administração de fármacos para destruir as células cancerígenas.
    • Terapia de “ciclos” –a um período de tratamento decorre um período de recuperação, e assim sucessivamente.
    • 31. Administração por via sanguínea – os fármacos entram na corrente sanguínea e circulam por todo o organismo, atingindo várias áreas do corpo.
  • Linfoma–Métodos de Tratamento
    Transplante - destruição da medula óssea, por via quimioterapêutica ou radioterapêutica, seguida de transplante de células estaminais saudáveis.
    Alogénico – as células estaminais provêm de outra pessoa
    Autólogo – as células estaminais são colhidas do próprio doente
  • 32. Linfoma – Recuperação e Perspectivas
  • 33. Referências
    http://www.sciencephoto.com/index.html
    http://www.roche.pt/sites-tematicos/linfomas/index.cfm/o_que_e/inicio/
    http://roche.pt/sites-tematicos/infocancro/
    http://www.slideshare.net
  • 34. Linfoma – Cancro no Sistema Linfático
    João Ribeiro e Leandro Fernandes, 12ºA
    EB 2,3/S Santos Simões, Guimarães