Cidade do porto

7,484 views
7,242 views

Published on

Published in: Travel, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,484
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
64
Actions
Shares
0
Downloads
168
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cidade do porto

  1. 1. A cidade do Porto<br />
  2. 2. Com este trabalho, pretende-se ficar a conhecer melhor o “Porto” e saber o que tem de tão especial as suas gentes.<br />Introdução<br />
  3. 3. Há muito tempo, quase nos princípios da civilização, havia um lugar ao qual chamaram Portus por ser de paragem obrigatória às pessoas que viajavam no país. Nesse lugar havia um rio chamado Douro por ter em si muitas e belas riquezas.<br />A terminologia da palavra Portus, que tem como significado a vida comercial e o desejo de um povo pioneiro na descoberta do desconhecido.<br />A constituição das suas origens como cidade data de 417. Cedo o Porto demonstrou o seu grande potencial na construção naval, quer a nível industrial, quer comercial. A esse potencial não são alheias as ligações inquebráveis que o Porto possui com o Douro e com o Atlântico.<br />E foi por tal empenhamento que os portuenses receberam a alcunha de Tripeiros, pois segundo contam, o comprometimento do povo levou a que fornecessem as naus e galeras com as carnes ficando apenas as tripas como alimento dos que por cá ficaram.<br />É também esta a razão pela qual o prato tradicional da cidade ainda é, hoje em dia, as "Tripas à moda do Porto”<br />História <br />
  4. 4. Apesar de São João Baptista ser o padroeiro que mais se festeja na Europa, na noite de São João, a cidade do Porto é a que mais festeja! <br />S. João tripeiro é uma grande manifestação de massas, eminentemente festiva, de puro cariz popular e que dura toda uma noite, com uma cidade inteira na rua, em alegre e fraterno convívio colectivo.<br />Nas ruas passeiam-se com o alho-porro, os martelos de plástico, compram-se manjericos e comem-se sardinha assada. Fazem-se subir balões confeccionados com papéis de várias cores que passeiam no ar como sóis iluminados sob o impulso do calor de uma chama. <br />Todos os anos, à meia-noite em ponto, o Fogo de Artifício marca o ponto alto da festa, e as rusgas de São João espalham-se de bairro em bairro, de freguesia em freguesia.<br />Festas e Romarias<br />
  5. 5. Como pontos turísticos, destacam-se a Torre dos Clérigos da autoria de Nasoni, a Fundação de Serralves, o Museu Soares dos Reis. <br />O Centro Histórico foi classificado pela UNESCO como Património da Humanidade. A Foz é outra zona altamente turística, por muitos considerada a mais bela zona da cidade, onde se pode desfrutar o Oceano Atlântico e a Foz do rio Douro .<br />Hoje em dia, a cidade do Porto recebe mais de um milhão de turistas por ano, tendo-se tornado numa das cidades mais visitadas da Europa. <br />O vinho também é uma atracção no turismo. O vinho do Porto é um vinho natural e fortificado, produzido exclusivamente a partir de uvas provenientes da região demarcada do Douro, no norte de Portugal a cerca de 100 km a leste do Porto, Régua e Pinhão são os principais centros de produção, mas algumas das melhores vinhas ficam na zona mais a leste. A bebida que tem o nome da cidade é o vinho do Porto, é produzido na região vitivinícola do Alto Douro (a mais antiga região demarcada do mundo).<br />Turismo<br />
  6. 6. Desde 2007 que o Porto faz parte da rota para a Fórmula 1 dos céus, ano após ano a RedBullHairRace atrai cada vez mais pessoas para assistirem a uma competição electrizante em que os pilotos mais talentosos do mundo desafiam uns aos outros numa corrida aérea com muita precisão, velocidade, habilidade e muita adrenalina.<br />Turismo<br />
  7. 7. Existem vários clubes desportivos na cidade do porto, sobressaindo-se o Sport Club do Porto pelos seus resultados em desportos náuticos, sendo o clube com a piscina mais antiga na cidade do Porto. O Boavista Futebol Clube, por ter sido um dos clubes mais importantes na história do futebol português. Mas o clube mais importante na cidade do Porto é o Futebol Clube do Porto, que graças ás conquistas de diversos títulos na área do futebol levou o nosso país e a nossa cidade aos quatros cantos do mundo.<br />Desporto<br />
  8. 8. O clima do Porto é do tipo atlântico: húmido mas temperado, com algum arrefecimento nocturno. No Inverno, a pluviosidade é alta, mas raramente há formação de gelo ou queda de neve: a temperatura só muito raramente é inferior a 0 ºC. No Verão, as temperaturas sobem e os meses mais quentes do ano são Junho, Julho e Agosto, durante os quais as temperaturas variam entre os 20 ºC e os 35 ºC. Setembro, Outubro, Abril e Maio são intermédios, assistindo-se a períodos de instabilidade: é frequente manhãs de nevoeiro darem lugar a tardes solarengas, ou chuviscos alternarem com momentos de sol forte. <br />Clima<br />
  9. 9. Teatro Rivoli<br />O Teatro Rivoli, denominado oficialmente Rivoli Teatro Municipal, é uma sala de espectáculos inaugurada em 1913, então chamado Teatro Nacional.<br />Nos anos seguintes, mudanças no centro urbano obrigaram a repensar e modernizar o imóvel, e assim, em 1923, aparecia o Teatro Rivoli, remodelado, adaptado ao cinema e com programação de ópera, dança, teatro e concertos.<br />Em 1992 Teatro fechou para uma total remodelação com projecto do arquitecto Pedro Ramalho. A área existente de 6.000 m² foi ampliada para mais de 11.000m2, criando-se um Auditório Secundário, um Café-concerto, uma Sala de Ensaios e um Foyer de Artistas, assim como espaços para os Serviços Administrativos e os Serviços Técnicos<br />Cultura<br />
  10. 10. Teatro S.João<br />O Teatro Nacional São João está localizado na Praça da Batalha, inaugurado com a comédia "A Vivandeira" a 13 de Maio de 1798, com o intuito de assinalar o aniversário do príncipe D. João (futuro D. João VI), motivo este que, nos primeiros tempos, ainda lhe deram o nome de Teatro do Príncipe.<br />Entre 1993 e 1995, o edifício é submetido a obras de restauro, reabrindo em Setembro de 1995, é um dos principais edifícios da cidade e local de realização dos principais espectáculos culturais, nomeadamente o festival PoNTI - Porto Natal Teatro Internacional, organizado bienalmente.<br />Cultura<br />
  11. 11. Do Porto destacamos os pratos de bacalhau e de carne e uma doçaria secular de grande sabor e riqueza. Comer à moda do Porto é comer em abundância, qualidade e com grande requinte, sempre em mesas bem decoradas onde imperam as pratas dos nossos ourives, sobre toalhas de linho bordadas.<br />Tripas á moda do Porto, o prato que dá o nome às gentes do Porto ficou na história de uma cidade que se revê não só nesta iguaria suculenta de aromas de cominhos e pimenta preta, adubada com enchidos de fumeiros caseiros e galinha gorda, mas sobretudo no gesto de entrega num dos momentos altos da nação portuguesa. <br />Bacalhau à Gomes de Sá, Gomes de Sá era um comerciante do Porto nos finais do Séc. XIX. A ele se deve esta receita de bacalhau que, segundo a lenda, terá sido criada com os mesmos ingredientes (à excepção do leite) com que semanalmente fazia os bolinhos de bacalhau que deliciavam os amigos.<br />Papos de Anjos, esta sobremesa foi-nos dada a conhecer através dos conventos existentes no Porto, que faziam a ainda fazem a delícia da mesa desta cidade, que tem sempre como apoteose de um repasto, uns docinhos de ovos, que eram cortados pelo cálice de bom vinho do Porto <br />.<br />Gastronomia<br />
  12. 12. A “Francesinha" nasceu no Porto, na cidade "Invicta", como é conhecida em Portugal, por volta dos anos sessenta. Pensa-se que foi trazida de França por um emigrante e que a confeccionou a partir de uma receita típica francesa chamada "croque-monsieur” que um emigrante tantas vezes fizera em França, onde trabalhava. A sua forma abundante na quantidade e na diversidade dos artigos que a acompanham, adubada com um molho de marisco picante, veio de facto ao encontro das gentes do Porto que gostam de comidas com sabores carregados e de bom sustento. É, pois, um prato jovem, de convívio, grande na porção, quente no palato, inventivo na receita. <br />Gastronomia<br />
  13. 13. FIM<br />Música<br />Rui Velos0 – Porto Sentido<br />Trabalho realizado por <br />Rui Barreira nº 21 – 9º D <br />e <br />Gustavo Fonseca nº 15 – 9º D<br />

×