• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
ESTRUTURA INTERNA DA TERRA
 

ESTRUTURA INTERNA DA TERRA

on

  • 329 views

ESTRUTURA INTERNA DA TERRA

ESTRUTURA INTERNA DA TERRA

Statistics

Views

Total Views
329
Views on SlideShare
224
Embed Views
105

Actions

Likes
1
Downloads
22
Comments
0

3 Embeds 105

http://gui-lemos.blogspot.com.br 99
http://gui-lemos.blogspot.com 3
http://www.gui-lemos.blogspot.com.br 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    ESTRUTURA INTERNA DA TERRA ESTRUTURA INTERNA DA TERRA Presentation Transcript

    • Prof. Guilherme Lemos
    • • Ígneas ou magmáticas – Intrusiva ou plutônica - Granito – Extrusiva ou vulcânica - Basalto • Sedimentares – Detríticas – Arenitos – Químicas • Inorgânicas - Lateritos • Orgânicas - Calcários • Metamórficas – Ardósias, gnaisses, mármore e quartizitos Natureza e Origem das Rochas
    • Minerais: são substâncias sólidas não orgânicas, encontradas na crosta terrestre. Existem mais de 2000 minerais conhecidos; Rochas: conjunto de substâncias minerais, que estão na litosfera;
    • ROCHAS Magmáticas – formadas a partir de magma Podem ser: Intrusivas ou plutônicas – formadas dentro da crosta – Granitos
    • Extrusivas ou vulcânicas – formadas por magma na superfície do planeta – Basalto.
    • Metamórficas – formadas pela transformação de rochas pré-existentes por altas temperaturas e pressão – gnaisses e mármores.
    • Rochas Sedimentares – formadas a partir do desgaste de uma rocha pré-existente – Arenito, Folhelho
    • Rocha Magmática/Ígnea Basalto Granito
    • Rocha Sedimentar Arenito Calcário Varvito
    • Rocha Metamórfica Xisto Ardósia MármoreGnaisse
    • 1 2 3 6 5 4 9 8 7 Granito Calcário Basalto Arenito Gnaisse Mármore Quartzito RitmitoDiabásio ÍGNEAS METAMÓRFICASSEDIMENTARES
    •  Tectonismo  Vulcanismo  Abalos Sísmicos Os Agentes do Relevo Dinâmica Interna
    •  Águas correntes  Dinâmica glacial  Ventos  Intemperismo Os Agentes do Relevo Dinâmica Externa
    • Prof. Guilherme Lemos. ESTRUTURA GEOLÓGICA E O RELEVO BRASILEIRO:
    • *Estrutura geológica Dobramentos Modernos (não ocorrem no Brasil)
    • X SAIR ALISONWRIGHT/CORBIS/LATINSTOCK 2. As principais formas de relevo terrestre O Everest, na Ásia, é o pico mais alto da Terra. Montanhas
    • As principais unidades do relevo Planaltos: superfícies mais ou menos planas em que predominam processos de erosão.
    • As principais unidades do relevo Planaltos: superfícies mais ou menos planas em que predominam processos de erosão.
    • X SAIR2. As principais formas de relevo terrestre Planaltos Serra da Bocaina (SP) IVANIASANT'ANNA/KINO Mar de morros com o vale do Paraíba (SP) ao fundo Chapada Diamantina (BA) Escarpa
    • As principais unidades do relevo Depressões: superfícies que sofreram grave processo erosivo, estando acima ou abaixo do nível do mar.
    • X SAIR2. As principais formas de relevo terrestre Perfil de relevo: região Nordeste do Brasil, sentido oeste-leste. A depressão Sertaneja, uma depressão relativa, localiza-se a oeste do planalto da Borborema (PE). O mar Morto é um lago de águas salgadas em uma depressão absoluta. Podem ser:  absolutas  relativas Depressões ATLANTIDEPHOTOTRAVEL/CORBIS/LATINSTOCK
    • As principais unidades do relevo  Planícies: superfícies mais ou menos planas em que predominam processos de sedimentação.  Planícies costeiras: regiões litorâneas.  Planícies continentais: interior do país.
    • X SAIR2. As principais formas de relevo terrestre Planícies Planície do rio Ganges, Varanasi (Índia) YANNARTHUS-BERTRAND/CORBIS/LATINSTOCK
    • Estrutura Geológica do Brasil É de formação geológica antiga; Apresenta escudos, bacias sedimentares e dobramentos antigos; 64% do território – bacias sedimentares, 36% escudos cristalinos.