Modelos de negócios digitais v1 04.10.2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
836
On Slideshare
836
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
18
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Marcelo Canteiro de Oliveira 12108041-0Érica Sbizzera Lombardi 12108147-5Gabriel Faria de Amorim 12108173-1Guilherme G. F. Geraldo 12108266-3Selton W. de Souza 12210212-2 Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 2. Agenda  E-Business  E-Commerce  E-Procurement  E-Marketplace Produtividade e Internet Economia Digital Shopbots Social Data Otimização para mecanismos de busca Search Engine Marketing Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 3. E-Business É a integração de diversas atividades organizacionais através do auxílio de sistemas de informação, a qual possui a internet como meio de comunicação. B2B – Business to Business B2C – Business to Consumer C2C – Consumer to Consumer B2E – Business to Employee Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 4. E-Commerce  “O compartilhamento de informações de negócios estruturados ou não, por qualquer meio eletrônico, com fornecedores, clientes e outros parceiros para conduzir e executar transações comerciais em business-to-business e business-to-consumer, sem levar em conta setores de actividade, o tamanho das empresas interessadas ou o valor da transação.”Fonte: Apresentação “Internet B2B” – Mateus Cozer Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 5. E-Commerce Mobile Commerce, “M-Commerce” , é qualquer atividade conduzida através de uma rede sem fio de comunicação ou um aparelho móvel que leva a uma transação comercial. O Social Commerce, ou S-Commerce, é uma vertente do comércio eletrônico que oferece inúmeras possibilidades dentro das redes sociais; O F-Commerce, dentro do S-Commerce, é a arte de negociar produtos e serviços via Facebook.Fonte: http://www.ecommercebrasil.com.br/artigos Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 6. E-Commerce no Brasil  Faturamento de R$10,2 bilhões no 1º Semestre de 2012, 21% de crescimento comparado com 2011;  5,6 milhões de pessoas fizeram sua primeira compra on-line no 1º semestre. O Brasil possui agora 37,6 milhões de e-consumers;  29,6 milhões de pedidos foram realizados, com ticket médio de R$346.  Previsão para o 2º Semestre é de aumento de 20% em relação ao ano passado;  Mercado de compras coletivas movimentou 12 milhões de cupons vendidos, com ticket médio de R$60,00, 83.223 ofertas anunciadas, cujos descontos geraram economia de R$1,4 bilhões.Fonte: http://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/faturamento-do-comercio-eletronico-no-brasil-sobe-21-no-1o-semestre/ Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 7. E-Marketplace  Um "ponto de presença eletrônico", na Internet, deve ser pensado como um sistema integrado, em tempo real, de codificação e distribuição de conhecimento através da rede, onde produtos, serviços e consultoria são agregados ao conhecimento do negócio, de forma a servir como um ambiente de global trading onde informação é transacionado por vendedores, compradores e, possivelmente, intermediários.Fonte: Apresentação “Internet B2B” – Mateus Cozer Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 8. Evolução da AmazonFonte: Apresentação “rede” – Mateus Cozer Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 9. E-Procurement  Compra de bens e serviços, por meio da Internet sendo que pode ser implementado através de um processo manual ou usando um software de gestão do tipo ferramenta de ERP.  É a automação dos processos relacionados a produção de bens e serviços. Ao automatizar as ordens de compra, a empresa pode se assegurar que as ordens são expedidas sem atrasos e seguindo o calendário de produção.  O e-procurement pode ser uma valiosa ferramenta na busca por novos fornecedores de bens e serviços, diminuindo gastos com material decorrentes da maior competição entre os fornecedoresFonte:http:// http://www.artigonal.com/negocios-online-artigos/o-que-e-e-business-2002703.html Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 10. Business Models – Ads Alimentou a economia da Internet na era da web 1.0 Proprietários de web sites querem que as pessoas fiquem em seus sites o máximo de tempo possível. Não há limite de espaço para propaganda; Permite a personalização do marketing Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 11. Business Models – Sell goods Venda de produtos como os varejistas da web O interessante não é só número de acessos, mas o usuário encontrar o que procura comprar Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 12. Business Models – Version / Subscription  O conceito deste modelo é conquistar um grande número de usuários para construir um inventário. A partir daí, pode-se criar uma versão expandida, ou com serviços diferenciados e vendê-la a um preço adicional. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 13. Business Models – One Time payments O usuário paga uma única vez por um produto digital e pode utilizá-lo sem limites. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 14. Business Models – Virtual currency O conceito deste modelo é criar a necessidade do usuário a ter que comprar moedas virtuais para avançar no jogo. Estas moedas virtuais são pagas com moedas reais. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 15. Business Models – Virtual goods Venda de presentes virtuais existentes unicamente num mundo virtual, ou seja, os bits são trocados. Os itens podem ter valor capital social, valor estético ou funcional. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 16. Business Models – Lead generation  Lead é um conjunto de informações de uma pessoa ou empresa decidida a adquirir um produto ou serviço. Trata-se de um potencial consumidor com real interesse, que está disposto a iniciar a negociação. A missão é criar estratégias de Marketing Online e direcionar este potencial cliente para uma empresa.  Lança-se campanhas de webmarketing para uma empresa. O consumidor encontra o produto ou serviço que deseja adquirir através dessas campanhas. A partir daí, direciona-se esses potenciais clientes dispostos a adquirir o produto ou serviço da empresa.Fonte:http:// www.gooal.com.br/ Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 17. Business Models – Information Products Conceito:  Uma maneira de aproveitar as informações ou dados que possuímos, afim de tornar o negócio rentável, ganhar dinheiro.  Também conhecido como “Freemium”, onde disponibiliza seu serviço sem custo, podendo ter suporte ou não, e adquirir o máximo de clientes através de propagandas, redes de referência, marketing de busca e então oferecer uma opção paga para seus clientes por um serviço adicional ou por uma versão diferenciada de seu serviço.Fonte:http://avc.blogs.com/a_vc/2006/03/my_favorite_bus.html Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 18. Business Models – White Labels Conceito:  Criar um produto em que outra empresa possa colocar a sua marca, pagando por esse produto ou serviço prestado.Fonte: http://someblogmoney.com/10-white-label-private-label-opportunities/ Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 19. Business Models – Access to Data Conceito:  Exemplos são empresas que atuam com serviços de API, fornecendo infra- estrutura para outras empresas.  Estratégia de classe mundial, desenvolvedor de divulgação e equipes de apoio para ajudar a otimizar a sua API,e desta forma construir, alcançar, e expandir o seu negócio.Fonte:http://www.mashery.com/services Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 20. Business Models – Ecosystem Conceito:  Plataforma chamada de App Store, para comprar e baixar aplicativos que foram desenvolvidos.  Os componentes deste ecossistema são os fornecedores e desenvolvedores de softwares com códigos abertos, coletivos, indivíduos, organizações e empresas.Fonte: http://store.apple.com/us Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 21. Produtividade e Internet Erik Brynjolfsson:  Professor de Gestão no MIT Sloan School of Management  Diretor do MIT Center for Digital Business  Presidente do MIT Sloan Management Review  Editor da Information Systems Network Seus projetos incluem um estudo de produtividade do trabalhador da informação, um método de valorização para o capital organizacional.Fonte: http://ebusiness.mit.edu/erik/index.html Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 22. Produtividade e Capital Organizacional A produtividade depende principalmente do investimento no capital organizacional e tecnologia, pois a inovação em TI por si só não é suficiente. Foco do Capital Organizacional:  Melhoria de processos, sistemas, fluxos e rotinas .  Melhoria das infraestruturas alinhadas aos objetivos e ecossistemas de operações da empresa;  Geração sistêmica de diferenciações e inovações maximizando a utilização dos conhecimentos dissipados na organização.Fonte:http://www.hsm.com.br/blog/2011/05/capital-organizacional-chassis-do-conhecimento/ Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 23. Os 7 Pilares da Produtividade “Sete práticas caracterizam empresas altamente produtivas e ajudam a transformá-las em"organizações digitais.” (Erik Brynjolfsson–2005)  Movimento do analógico para o digital;  Acesso as informações;  Capacitação dos funcionários;  Mérito por iniciativa;  Investimento em cultura corporativa;  Recrutamento das pessoas certas;  Investimento em capital humano.Fonte: Brynjolfsson, Erik "Seven Pillars of Productivity" Optimize, May 05. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 24. Produtividade e Internet A utilização dos computadores resulta na melhor produtividade dos funcionários e indivíduos, mas a forma de uso ainda é decisiva para os resultados.Fonte: http://www.google.com.br/search?um=1&hl=ptBR&biw=1280&bih=929&q=produtividade%20x%20internet&ie=UTF-8&sa=N&tab=Tw Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 25. Internet e Economia Digital Universalização da rede 1969 - ORIGEM 1985 – Rede 1995 – Rede Aberta (Científica) Aberta (Privado)- Comunidade Científica - NSF pelo desenvolvimento da - NSF para Departamento do Internet Comércio- Defesa e Tecnologia Espacial - Indústrias e Investimento Privado - Investimento no setor privado da- Rede Fechada Internet - Explosão dos serviços online Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 26. Internet e Economia DigitalConcorrência e Complementaridade: Quando a Internet foi inventada, os organismos reguladores decidiram nãopassar por autoridades de normalização (ISO, ITU e IEC) devido a quatrorazões principais:  Lentidão nas elaborações de normas  Compreensão dos padrões da Internet  Limitação ao continente Norte Americano até 1998  Ideologia Liberal Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 27. Internet e Economia DigitalSucesso da Interneto A interoperabilidade entre as redes heterogêneas e a Internet.o Administração Descentralizada: possibilidade de criar padrões para internet, criar redes e serviços de informação com característcias e acessos controlados (tecnologias da rede flexível). Ex: telefone ( rede universal) ; intranet ou extranet.o Impacto nos padrões de inovação e preços. Conteúdo dinâmico e avanços na tecnologia de comunicação (IP: protocolos) e multimídia permitindo acesso imediato a todos os usuários. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 28. Internet e Economia DigitalInternet: o vetor da transformação da economiaPlasticidade: Habilidade para linkar novos participantes na rede, inserir umconteúdo rico de todos os tipos, e abrir e fechar espaços de informação.Transversalidade: Habilidade de romper barreiras, geográficas, políticas,econômicas e sociais. Ex: Grandes firmas, pequenos profissionais.Seletividade: A capacidade de modular a troca de informações de acordo coma natureza dos emissores e receptores. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 29. Internet e Economia DigitalSegundo Paradigma da Economia Digital:• Desmaterialização: A Internet possibilitou a circulação do conteúdo da informaçãocomo textos, sons e imagens, sem a necessidade da propriedade física.A desmaterialização oferece benefícios imediatos e permite às empresasaliviar os seus colaboradores de tarefas consumidoras de tempo erecursos para lhes atribuir antes tarefas com um maior valoracrescentado. Exemplo: CD, DVD.• Intensidade da Informação: Com a intensidade de informações dos produtos, acabou ficandoindispensável a informação na compra e consumo de determinadosprodutos eficientemente. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 30. Internet e Economia DigitalAgregação e Concorrência na Internet:- Grandes agregações podem proporcionar uma vantagem significativa na competição.- Redução radical de custos em relação a distribuição e reprodução de bens de informações.- Agregação pode reduzir os incentivos aos concorrentes para inovar, ao mesmo tempo que pode aumentar os incentivos de agregação para inovar.- Bens de informação pode constituir uma alavanca poderosa para a obtenção de novos conteúdos, aumentar os lucros, proteger e entrar em novos mercados, além de afetar a inovação, mesmo na ausência de externalidades de rede ou de economias tecnológicas de escala. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 31. Economia Digital The Truth Is Not Out There - An Enacted View of the Digital Economy Definição: “A economia digital nada mais é do que uma produção social, moldada e produzida pelo homem, com consequências intencionais e não intencionais .” Wanda Orlikowski Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 32. Economia Digital The Truth Is Not Out There - An Enacted View of the Digital Economy Relação entre a tecnologia e as empresas 1- Determinismo Tecnológico De1950 à • Previsão de aumento da 1970 centralização De 1980 • Previsão de aumento da à 1990 descentralização A partir • Causas das transformações de 1990 tecnológicas 2- Escolha Estratégica Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 33. Economia Digital The Truth Is Not Out There - An Enacted View of the Digital Economy Implicações do uso da tecnologia nas empresas  A tecnologia é social, dinâmica e múltipla A World Wide Web (www) foi proposta pela primeira vez em 1989, por Tim Berners-Lee, como um sistema de hipertexto em rede, para a partilha de informações dentro de uma comunidade de pesquisas. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 34. Economia Digital The Truth Is Not Out There - An Enacted View of the Digital Economy Comunicação por e-mail Geração de uma presença • Utilizada desde 1992 na web • Em 1998, o –email ultrapassou o • A maioria das organizações com telefone como o meio de nomes de domínio registrados comunicação mais utilizado no planeja ou já possuem seus próprios escritório sites Internetworking Estabelecimento das Criação da integração virtual transações comprador- em tempo real fornecedor na rede • Conferências entre qualquer país do • Facilitar o processo de compra mundo Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 35. Novas Tendências da Internet Conectividade = Cloud Computing Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 36. Ponto de Presença Eletrônico Sistema Integrado, em tempo real, de codificação e distribuição de conhecimentos através da rede: Know- Know- Know- Know- what how why who Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 37. Shopbots Shopbots, ou agente de compra, é um tipo especial de ferramenta de busca voltada para pesquisas em um nicho específico da Web. Eles são agentes que buscam em vários vendedores on-line informações sobre preços e outros atributos de bens de consumo e serviços de forma a facilitar a comparação de atributos na hora da decisão de compra. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 38. Shopbots Buscapé Company http://www.buscapecompany.com/pt/marcas.htm Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 39. Social Data Andreas Weigend Ex cientista-chefe da Amazon. Atualmente leciona The social Data Revolucion Universidade de Stanford. Historicamente, a tecnologia de transporte de energia levou à revolução industrial e mudou a maneira como produzimos coisas. Então, a tecnologia para transportar os bits levou à revolução da informação e mudou a forma como produzimos conhecimento. Agora, a facilidade de criação e compartilhamento de dados global levou à revolução de dados social, mudando a maneira como vemos a nós mesmos, interagimos uns com os outros.Fonte: www.weigend.com Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 40. Social Data Exemplos de empresas que se baseia nos dados dos usuários: Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 41. Otimização para mecanismos debusca - SEO Otimização para mecanismos de pesquisa ou SEO (Search Engine Optimization) é o conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar posicionamento de um site em uma página de resultados de uma busca. SEO é conhecido em português como otimização on-page, que consiste nas ações de SEM realizadas dentro do website, são as técnicas envolvidas na manipulação do conteúdo, estrutura e código da página . Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Busca.Fonte: GABRIEL, Martha. SEM e SEO: Dominando o Marketing deDigitais São Paulo: Novatec, 2009
  • 42. Otimização para mecanismos debusca - SEO SEO refere-se mais às técnicas de otimização internas do site. Exemplos são urls claras, utilização dos padrões web, títulos de página racionais e a correta utilização das tags html . Dois fatores afetam o posicionameto de um site na busca organica na web:- Relevância das páginas (importância)- Palavra – Chave relacionadas a elas (vocação)Fonte: GABRIEL, Martha. SEM e SEO: Dominando o Marketing de Busca. São Paulo: Novatec, 2009 Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 43. Otimização para mecanismos debusca - SEO Black Hat Seo: São técnicas utilizadas, que tentam enganar os algoritmos das ferramentas de busca para melhorar o posicionamento da página. Quando descobertos, os sites de busca podem punir os sites que utilizam estas práticas diminuindo a importância do site ou chegando a excluí-lo da sua busca. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 44. Search Engine Marketing - SEM O SEM são as estratégias de marketing via ferramenta de busca baseado na palavra-chave. Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 45. Search Engine Marketing - SEM Fonte: http://www.informeweb.com.br/sem/seo.html Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 46. Search Engine Marketing - SEM Links patrocinados PPC (Pay Per Click). Não importa quantas pessoas você impacta, apenas os cliques serão cobrados. Funciona como um leilão, aonde quem pagar mais pelo click, aparecerá primeiro que os outros. Quando o valor que você comprou para campanha acabar, você pode contratar mais ou alterar a estratégia. Ex: Google AdWords Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 47. Search Engine Marketing - SEMFonte: http://www.slideshare.net/marthagabriel/estratgias-avanadas-para-o-marketing-busca-e-redes-sociais-by-martha-gabriel Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 48. O Preço da PublicidadeFonte: http://publicidade.uol.com.br/ Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 49. Bibliografias Eric Brousseau et Nicolas Curien (ed.), "Internet and Digital Economics", Cambridge University Press, 2007 ORLIKOVSKI, W. The Truth is Not Out There: An Enacted View of the “Digital Economy”. On-line MIT http://ebusiness.mit.edu/erik/index.html http://www.hsm.com.br/blog/2011/05/capital-organizacional-chassis-do- conhecimento/ Brynjolfsson, Erik "Seven Pillars of Productivity" Optimize, May 05. http://www.google.com.br/search?um=1&hl=ptBR&biw=1280&bih=929&q=produti vidade%20x%20internet&ie=UTF-8&sa=N&tab=Tw http://vocesa.abril.com.br/desenvolva-sua-carreira/materia/mercado-redes- sociais-produtividade-ou-distracao-684629.shtml http://www.oficinadanet.com.br/artigo/webmarketing/compras-coletivas-e-seu- papel-no-e-marketing Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais
  • 50. Bibliografias http://www.ecommercebrasil.com.br/artigos http://www.weigend.com/ http://www.shop.org/home GABRIEL, Martha. SEM e SEO: Dominando o Marketing de Busca. São Paulo: Novatec, 2009. http://www.weigend.com/ acesso em 26/09/2012 – 17:53 h http://www.amazon.com/ http://www.buscapecompany.com/pt/marcas.htm acesso em 03/10/2012 – 21:22 h http://www.marketingdebusca.com.br/seo/ acesso em 28/09/2012 – 15:46 h http://www.informeweb.com.br/sem/seo.html acesso em 29/09/2012 - 11:41 h http://imasters.com.br/artigo/2927/metricas/o-que-e-sem-search-engine- marketing acesso em 28/09/2012 – 10:34h http://www.slideshare.net/marthagabriel/estratgias-avanadas-para-o-marketing- busca-e-redes-sociais-by-martha-gabriel acesso em 04/10/2012 - 09:34 h Sistemas de Informação – Modelos de Negócios Digitais