0
Filipe Nogueira TavaresBruno de Oliveira PetryGuilherme AlarcãoRenato Carauta RibeiroDennis Oliveira CrenascoVictor Setúba...
Introdução
IntroduçãoA crescente demanda de tecnologia no mundo atual vem tornando cada vez maisnecessário o desenvolvimento de novas...
Histórico
Histórico4.0 - "Ice Cream Sandwich"
Histórico2005 a Google adquiriu a Android Inc.2007, Google anunciou Android como uma plataforma e a criação da Open Handse...
Histórico1.5 - "Cupcake" - Introduziu a correção automática nos textos e também os famososwidgets.;1.6 - "Donut" - Trouxe ...
Características Gerais
Características ComunsÉ da Google;Gratuito;Seu código é aberto;Não está preso a um hardware específico;O seu Kernel é Linu...
Características EspecíficasHandset layouts: a plataforma é adaptada tanto para dispositivos VGAmaiores, gráficos 2D, bibli...
Características EspecíficasMáquina virtual Dalvik: aplicações escritas em Java são compiladas embvtecodes Dalvik e executa...
Características EspecíficasMultimídia: o sistema irá suportar formatos de áudio e vídeo como: MPEG-4,H.264, MP3, e AAC.Sup...
Características EspecíficasMultimídia: o sistema irá suportar formatos de áudio e vídeo como: MPEG-4,H.264, MP3, e AAC.Sup...
Estrutura do sistema
Estrutura do sistemaAndroid é um sistema operacional baseado no kernel do Linux.Podemos dizer que o Android é uma máquina ...
Estrutura do sistema
Processos e Threads
ProcessosA camada mais baixa da arquitetura, Kernel Linux, é a responsável por gerenciar osprocessos e threads, além da me...
ThreadsUI Thread (Thread principal "main")Trabalho intensivo na UI Thread trava a aplicaçãoMultithreadCiclo de vida
Gerência de Processo
Gerência de ProcessoAndroid usa-se o binder, um mecanismo usado para a comunicação entre processos. Todacomunicação entre ...
Gerência de memória
Gerência de memóriaComo já foi dito anteriormente o Android é um sistema operacional baseado emkernel Linux e utiliza o ge...
Sistema de Arquivos
Sistema de ArquivosO sistema operacional gerencia os arquivos para facilitar o acesso dosusuários ao seu conteúdo. A parte...
Sistema de ArquivosO Android implementou uma biblioteca chamada Bionic para usar comobiblioteca do sistema. Contem os dire...
Sistema de Arquivos/Etc – arquivos de configuração (Linux e Android)/Init – inicialização (Android)/Lib - Bibliotecas esse...
Gerência de Entrada e Saída
Gerência de Entrada e SaídaÉ implementado através do device drivers. Sempre que um novo dispositivo éacrescentado no siste...
ReferênciasABNT. Manual de normas da ABNT. Disponível em: http://www.abnt.org.br/Celeiro Android. Processos e Threads. Dis...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Sistema Operacional Android

9,877

Published on

Published in: Technology

Transcript of "Sistema Operacional Android"

  1. 1. Filipe Nogueira TavaresBruno de Oliveira PetryGuilherme AlarcãoRenato Carauta RibeiroDennis Oliveira CrenascoVictor Setúbal CardosoIntegrantes:SISTEMA OPERACIONAL
  2. 2. Introdução
  3. 3. IntroduçãoA crescente demanda de tecnologia no mundo atual vem tornando cada vez maisnecessário o desenvolvimento de novas arquiteturas, e pode-se dizer que o SistemaOperacional Android é responsável por essa grande massa, que cresce a cada dia, embusca dos dispositivos móveis.Usuários comuns, assim como o mercado coorporativo, estão se beneficiando com asdiversas praticidades impostas pelo sistema em questão. A interação com os dispositivosacabou ficando mais rápida, simples e segura.Esse sistema móvel, torna possível que as aplicações, e consequentemente as pessoas,estejam conectadas e online diariamente.A interface de fácil utilização e com diversos recurso é resultado da execuçãodessas diversas rotinas concorrentemente em função de eventos assíncronos.
  4. 4. Histórico
  5. 5. Histórico4.0 - "Ice Cream Sandwich"
  6. 6. Histórico2005 a Google adquiriu a Android Inc.2007, Google anunciou Android como uma plataforma e a criação da Open HandsetAlliance (OHA).2008, Open souce e Lançamento do primeiro aparelho.Atualmente, 75% do mercado de smartphones.500 milhões de aparelhos+600 dispositivos diferentes usam o sistema.Milhão de novos usuários todos os dias.
  7. 7. Histórico1.5 - "Cupcake" - Introduziu a correção automática nos textos e também os famososwidgets.;1.6 - "Donut" - Trouxe a busca online partir da página principal;2.0 - "Éclair" - Uso de múltiplas contas do Google;2.1 - "Éclair" Busca por voz;2.2 - "Froyo"- Transformar o dispositivo em um ponto de acesso via wi-fi usando a rede3G e introdução do Flash no navegador;2.3 - "Gingerbread"- trouxe pela primeira vez o suporte a voz sobre IP;3.0 - "Honeycomb" - Primeiro a operar em telas maiores e gerenciamento de aplicativosabertos;4.0 - "Ice Cream Sandwich" - Reformulou toda a interface da plataforma, novidade foi acriação de pastas na tela principal do aparelho e agora é possível;4.1 / 4.2 - "Jelly Bean" Melhora na funcionalidade e desempenho da interface
  8. 8. Características Gerais
  9. 9. Características ComunsÉ da Google;Gratuito;Seu código é aberto;Não está preso a um hardware específico;O seu Kernel é Linux. Uma versão personalizada voltada para dispositivosmóveis;Seus aplicativos são desenvolvidos em Java;Possui uma quantidade imensa de aplicativos disponíveis, tanto gratuitoscomo pagos;
  10. 10. Características EspecíficasHandset layouts: a plataforma é adaptada tanto para dispositivos VGAmaiores, gráficos 2D, bibliotecas gráficas 3D baseadas em OpenGL ESespecificação 2.0 e os layouts mais tradicionais de smartphones.Armazenamento: é utilizado SQLite para armazenamento de dados.Mensagens: tanto SMS como MMS são formas disponíveis de envio demensagens.Navegador: o navegador disponível no sistema é baseado no framework deCódigo aberto conhecido como WebKit.
  11. 11. Características EspecíficasMáquina virtual Dalvik: aplicações escritas em Java são compiladas embvtecodes Dalvik e executadas usando a Máquina Virtual Dalvik , que é umamáquina virtual especializada desenvolvida para uso em dispositivos móveis,o que permite que programas sejam distribuídos em formato binário(bytecode) e possam ser executados em qualquer dispositivo Android,independentemente do processador utilizado. Apesar das aplicações Androidserem escritas na linguagem Java, ela não é uma máquina virtual Java, já quenão executa bytecode JVM.
  12. 12. Características EspecíficasMultimídia: o sistema irá suportar formatos de áudio e vídeo como: MPEG-4,H.264, MP3, e AAC.Suporte Adicional de Hardware: o Android é totalmente capaz de fazer usode câmeras de vídeo, tela sensível ao toque, GPS, acelerômetros, e aceleraçãode gráficos 3D.Ambiente de desenvolvimento (SDK): inclui um emulador, ferramentas paradebugging, memória e análise de performance. O Eclipse IDE (atualmente 3.4ou 3.5) poderá ser utilizado através do plugin Android Develpment Tools(ADT).
  13. 13. Características EspecíficasMultimídia: o sistema irá suportar formatos de áudio e vídeo como: MPEG-4,H.264, MP3, e AAC.Suporte Adicional de Hardware: o Android é totalmente capaz de fazer usode câmeras de vídeo, tela sensível ao toque, GPS, acelerômetros, e aceleraçãode gráficos 3D.Ambiente de desenvolvimento (SDK): inclui um emulador, ferramentas paradebugging, memória e análise de performance. O Eclipse IDE (atualmente 3.4ou 3.5) poderá ser utilizado através do plugin Android Develpment Tools(ADT).
  14. 14. Estrutura do sistema
  15. 15. Estrutura do sistemaAndroid é um sistema operacional baseado no kernel do Linux.Podemos dizer que o Android é uma máquina virtual Java rodando sobre o kernel doLinux, dando suporte para o desenvolvimento de aplicações Java através de umconjunto de bibliotecas e serviços.Sua arquitetura possui basicamente 5 camadas, como visto na Figura a seguir.
  16. 16. Estrutura do sistema
  17. 17. Processos e Threads
  18. 18. ProcessosA camada mais baixa da arquitetura, Kernel Linux, é a responsável por gerenciar osprocessos e threads, além da memória, arquivos e pastas, redes, drivers dosdispositivos e energia.No sistema Android, todos os componentes de uma aplicação são executados em ummesmo processo e thread. Quando a memória fica sobrecarregada ou quando outroprocesso faz requisição de memória, por ter maior nível de importância, o processoem execução é parado e o processo que tem maior importância de acordo com ousuário é carregado.Existem cinco níveis de importância:1. Foreground Process2. Processo visível3. Processo de serviço4. Serviços em Background5. Processos vazios
  19. 19. ThreadsUI Thread (Thread principal "main")Trabalho intensivo na UI Thread trava a aplicaçãoMultithreadCiclo de vida
  20. 20. Gerência de Processo
  21. 21. Gerência de ProcessoAndroid usa-se o binder, um mecanismo usado para a comunicação entre processos. Todacomunicação entre processos passa pelo binder ( uma classe do Java).Escalonamento de CPU:O Android usa uma criação de filas com os componentes:processos interativosprocessos batchprocessos tempo real.• escalonador do sistema Android é baseado em time-sharing, e é do tipo preemptivo.Deadlock:No Android não é feito tratamento de Deadlock. O sistema parte do princípio de que eles nãovirão a ocorrer.
  22. 22. Gerência de memória
  23. 23. Gerência de memóriaComo já foi dito anteriormente o Android é um sistema operacional baseado emkernel Linux e utiliza o gerenciamento de memória baseado em tal.Todas as operações básicas do sistema operacional em níveis mais baixos, como o I/O,gerenciamento de memória, e assim por diante, são tratados pelo kernel do LinuxPara o gerenciamento de memória é usada a técnica de memória virtual. Houve duasmotivações principais:1. Permitir o compartilhamento seguro e eficiente da memória entre os váriosprogramas1. Remover os transtornos de programação de uma quantidade pequena e limitada namemória principal
  24. 24. Sistema de Arquivos
  25. 25. Sistema de ArquivosO sistema operacional gerencia os arquivos para facilitar o acesso dosusuários ao seu conteúdo. A parte do S.O que é responsável por essa gerenciaé o sistemas de arquivos.Principais diretórios do android são: o “data”, que armazena os dados dasaplicações, e o “system”, com as bibliotecas (system/lib), serviços (system/bine system/xbin) e aplicações Java (system/app).
  26. 26. Sistema de ArquivosO Android implementou uma biblioteca chamada Bionic para usar comobiblioteca do sistema. Contem os diretórios:/ – diretório raiz (Android e Linux)/Cache – armazenamento de dados para execuções rápidas (Android)/Data – Dados (Android) O diretório /Data contém dados do usuário armazenadosem uma partição separada de MTD/Default.prop - (Android) definições de propriedade-padrão e valoresrestaurados a partir dos arquivos em cada reinicialização./Dev – arquivos de dispositivos (Linux e Android)
  27. 27. Sistema de Arquivos/Etc – arquivos de configuração (Linux e Android)/Init – inicialização (Android)/Lib - Bibliotecas essenciais partilhadas (Linux e Android)/Lost+found - arquivos recuperados (Linux e Android)/Media - mídias removíveis (Linux e Android)/Proc – kernel e arquivos de processo (Linux e Android)/Root - Diretório home para o super usuário (Linux e Android)/Sbin – arquivos binários de administração (Linux e Android)/Sdcard – Cartão SD (Android)/System – Sistema (Android)/Tmp - arquivos temporários (Linux e Android)
  28. 28. Gerência de Entrada e Saída
  29. 29. Gerência de Entrada e SaídaÉ implementado através do device drivers. Sempre que um novo dispositivo éacrescentado no sistema, o drive deve ser acoplado ao núcleo.O sistema Android trabalha com duas formas de entrada e saída:uma orientada a blocos relacionados a dispositivos com alta transferência (cartões dememoria), quando uma operação de leitura é realizada um bloco é transferido para amemória e posteriormente processadoE outra orientada a caracteres que são relacionados a dispositivos mais lentos,controlados pelo sistema operacional.
  30. 30. ReferênciasABNT. Manual de normas da ABNT. Disponível em: http://www.abnt.org.br/Celeiro Android. Processos e Threads. Disponível em:http://celeiroandroid.blogspot.com.br/2011/04/processes-e-threads.htmlWikipédia. Android. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/AndroidMidiacom.uff.br. Sistema Operacional Android. Disponível em:http://www.midiacom.uff.br/~natalia/2012-1-sisop/tgrupo1.pdfSergioprado.org. Android. Disponível em:http://sergioprado.org/introducao-ao-funcionamento-interno-do-android/Bibliografia ConsultadaMACHADO, F.de.B; MAIA, L.P. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 4.ed - Rio deJaneiro: LTC, 2007.LECHETA, R.R. Google Android: Aprenda a criar aplicações para dispositivos moveis como Android SDK. 3.ed – São Paulo-SP: Novatec,2013
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×