Blogs Na EducaçãoO

600 views

Published on

Texto de margarida Elisa Ehrhardt Ferreira.A temática concentra-se no uso pedagógico dos blogs.

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
600
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
29
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Blogs Na EducaçãoO

  1. 1. MEDIATECA – Organização para Inclusão Social e Digital Elaborado por Margarida Elisa Ehrhardt Ferreira
  2. 2. O QUE SÃO BLOGS? Os blogs são páginas na internet (Web), que utilizam os protocolos de transmissão de dados e contam com um servidor para armazenar as informações. Historicamente, surgiram no final de 2001, no site Blogger.com.
  3. 3. Apresenta-se com uma linha de tempo para as postagens, abarcando uma infinidade de assuntos que vão desde diários, piadas, links, notícias, poesias, artigos, idéias, fotografias e tudo mais que seja possível para sua atualização. Quando “no ar”, isto é, postado na web, qualquer pessoa pode acessá-lo.
  4. 4. O Blog é uma excelente forma de comunicação pois permite que grupos e pessoas interajam sem restrição temporal, possibilitando o leitor registrar comentários acerca da exposição do blog.
  5. 5. BLOGS E EDUCAÇÃO  Os blogs podem:  Apresentar várias etapas de um projeto desenvolvido na escola, na sala, em grupos ou mesmo individual;  Criação de um jornal on line;  Divulgação de atividades;  Preparar encontros educacionais entre os profissionais, ou mesmo entre estudantes
  6. 6.  Divulgar estudos realizados pelos alunos;  Desenvolver a curiosidade tecnológica, incentivando o aluno a busca diferentes linguagens de programação;  Desenvolver habilidades e competências nas diferentes áreas de conhecimento, aplicando os conteúdos estabelecidos em currículo- seu caráter é interdisciplinar;  Divulgar experiências dos professores.
  7. 7. Os blogs aproximam as pessoas, as idéias; permitem reflexões, colocações, troca de experiências; ampliam a aula e a visão de mundo, e oferecem a todos, as produções realizadas. A melhor vantagem é que é um recurso extremamente prazeroso para quem o elabora e desenvolve!
  8. 8. O professor não pode deixar de estabelecer objetivos e critérios no uso desse recurso. A utilização a esmo não enriquece as aulas, pois se torna um tempo perdido para a construção e a troca de conhecimentos. Ele deve deixar claro o que espera do aluno e o que pretende com a proposta de trabalho. Assim a avaliação deve ser feita pelo professor e pelos alunos.

×