PLANO DE ACÇÃO  BIBLIOTECA ESCOLAR  2008/2009 Trabalho desenvolvido no âmbito da acção de formação “ Formação de Formadore...
Estrutura do Plano <ul><li>Introdução  </li></ul><ul><ul><li>Papel e função da BE no âmbito da Leitura e Literacia </li></...
Papel e função da BE-CR no âmbito da Leitura e Literacia <ul><li>A biblioteca escolar (BE) deverá proporcionar o acesso à ...
Modelo de BE  <ul><li>(A BE no contexto da Reforma Educativa MEC – 1995, Madrid, citado por  Osoro ) </li></ul><ul><li>Rec...
Caracterização da Escola <ul><li>As origens da Escola Secundária João de Deus remontam ao SEC XIX, mais precisamente a 3 d...
Caracterização da BE-CR <ul><li>A Biblioteca da Escola Secundária João de Deus em Faro está dividida em dois espaços que s...
Caracterização da BE <ul><li>Considera-se positivo: </li></ul><ul><ul><li>Preservação do material </li></ul></ul><ul><ul><...
Caracterização do Centro de Recursos <ul><li>Considera-se positivo: </li></ul><ul><ul><li>Qualidade do atendimento </li></...
Caracterização da BE <ul><li>Aspectos a melhorar: </li></ul><ul><ul><li>Cumprimento das normas do regulamento </li></ul></...
Caracterização do Centro de Recursos <ul><li>Considera-se positivo: </li></ul><ul><ul><li>Organização e funcionalidade dos...
Identificação do problema de partida <ul><li>Inexistência de um plano de dinamização e divulgação da Biblioteca - Centro d...
Objectivos centrais, específicos e actividades OBJECTIVOS  <ul><li>Comunidade escolar </li></ul><ul><li>Conselho Executivo...
Objectivos centrais, específicos e actividades OBJECTIVOS  <ul><li>Equipa BE-CR </li></ul><ul><li>Equipa BE-CR </li></ul><...
Metodologia de Avaliação <ul><li>Momentos de avaliação </li></ul><ul><ul><li>O projecto terá avaliações pontuais intermédi...
Recursos <ul><li>Rede de BE  http://www.rbe.min-edu.pt/ </li></ul><ul><li>Plano Nacional de Leitura  http://www.planonacio...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Plano Biblioteca Escolar 07 08

1,461

Published on

Plano da Biblioteca Escolar desenvolvido no âmbito da acção de formação "Formação de Formadores- Bibliotecas Escolares"

0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,461
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Plano Biblioteca Escolar 07 08"

  1. 1. PLANO DE ACÇÃO BIBLIOTECA ESCOLAR 2008/2009 Trabalho desenvolvido no âmbito da acção de formação “ Formação de Formadores- Bibliotecas Escolares”, dinamizada pela RBE e DGIDC.
  2. 2. Estrutura do Plano <ul><li>Introdução </li></ul><ul><ul><li>Papel e função da BE no âmbito da Leitura e Literacia </li></ul></ul><ul><ul><li>Modelo de BE </li></ul></ul><ul><li>Caracterização da Escola </li></ul><ul><li>Diagnóstico </li></ul><ul><ul><li>Caracterização da BE </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificação do problema de partida </li></ul></ul><ul><li>Objectivos centrais, específicos e actividades </li></ul><ul><ul><li>Gestão de Espaço </li></ul></ul><ul><ul><li>Gestão de Material </li></ul></ul><ul><ul><li>Conselho Executivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Conselho Pedagógico </li></ul></ul><ul><ul><li>Trabalho colaborativo </li></ul></ul><ul><ul><li>Parcerias </li></ul></ul><ul><li>Metodologia de avaliação </li></ul>ESTRUTURA DO PLANO
  3. 3. Papel e função da BE-CR no âmbito da Leitura e Literacia <ul><li>A biblioteca escolar (BE) deverá proporcionar o acesso à informação através dos recursos que disponibiliza (fundo documental e recursos audiovisuais) para que os alunos desenvolvam competências de literacia e sejam bem sucedidos na sociedade actual. Ao fomentar hábitos de Leitura , criando leitores a longo prazo , estamos a habilitar os alunos para a aprendizagem ao longo da vida, estimulando a sua criatividade e imaginação, preparando-os para viver como cidadãos responsáveis e actuantes. </li></ul><ul><li>A biblioteca escolar deve ser vista como uma estrutura nuclear, “ o coração da escola ” ( Osoro ), capaz de produzir mudança em todos áreas disciplinares da escola, visando melhorar o processo de ensino aprendizagem na promoção de serviços de apoio à aprendizagem, oferecendo-lhes a possibilidade de se tornarem pensadores críticos e efectivos, utilizadores da informação nas várias formas disponibilizadas. </li></ul><ul><li>Para a concretização destes pressupostos, equipa da BE, Conselho Executivo e Professores deverão trabalhar em conjunto, fomentado o desenvolvimento da literacia numa perspectiva holística. </li></ul>INTRODUÇÃO
  4. 4. Modelo de BE <ul><li>(A BE no contexto da Reforma Educativa MEC – 1995, Madrid, citado por Osoro ) </li></ul><ul><li>Recompilar a documentação da BE, bem como, os materiais/recursos didácticos independentemente dos seus suportes; </li></ul><ul><li>Organizar os recursos tornando-os acessíveis e de forma a que a sua utilização seja feita através de uma sistema de informação centralizado; </li></ul><ul><li>Oferecer informação em diferentes suportes a fim de satisfazer as necessidades curriculares e culturais; </li></ul><ul><li>Proporcionar um ambiente adequado para que os alunos adquiram as capacidades necessárias para utilizar as várias fontes de informação e oferecer serviços para facilitar a consecução dos objectivos pedagógicos estabelecidos pelos professores; </li></ul><ul><li>Fomentar a Leitura como forma de entretenimento e de informação; </li></ul>INTRODUÇÃO
  5. 5. Caracterização da Escola <ul><li>As origens da Escola Secundária João de Deus remontam ao SEC XIX, mais precisamente a 3 de Janeiro de 1851, data em que D. Maria II, por decreto régio, funda a nossa Escola. Em 1908 passa a ocupar o primeiro edifício construído expressamente para esse fim, actual Escola Secundária Tomás Cabreira, abandonando as primitivas instalações, uma ala do Seminário. Em 1912, por proposta dos alunos, a Escola recebe como patrono o poeta algarvio João de Deus. O constante aumento da população estudantil obrigou a nova mudança de instalações, pelo que em 28 de Abril 1948 o actual edifício da Escola Secundária João de Deus </li></ul><ul><li>Actualmente a Escola Secundária João de Deus recebe uma juventude essencialmente urbana e predominantemente de famílias de classe média. A escola revela, ainda, uma forte capacidade de atracção de jovens oriundos de concelhos limítrofes. </li></ul><ul><li>Nos últimos anos a escola sofreu uma relativa diminuição do número de alunos, tendência que pretendemos combater alargando a oferta formativa a áreas tecnológicas, ajustando-a às necessidades sentidas na comunidade. </li></ul>IDENTIFICAÇÃO EXTRAÍDO DO PROJECTO EDUCATIVO DA ESJD 06/09
  6. 6. Caracterização da BE-CR <ul><li>A Biblioteca da Escola Secundária João de Deus em Faro está dividida em dois espaços que são apoiados por duas funcionárias que têm desenvolvido um trabalho exemplar no sentido de disponibilizar todo o apoio aos seus utilizadores, sejam eles professores ou alunos. O Centro de Recursos “sala eureka”, onde os alunos podem trabalhar individualmente ou em grupo, dispõe de material multimédia (computadores, televisão, leitor DVD e VHS), CD’s, DVD’S, livros revistas e jornais requisitáveis. A “sala Teixeira Guedes”, ou seja, a dita Biblioteca está orientada para o estudo individual, e é onde se podem encontrar os livros mais antigos da escola. Por possuir um grande espólio de obras raras muitas vezes é também utilizada por pessoas externas à escola inclusive provenientes da Universidade do Algarve. </li></ul><ul><li>Existe um coordenador pertencente ao grupo disciplinar de História e uma equipa constituída professores de diferentes áreas disciplinares onde a maioria desenvolve actividades de apoio aos alunos no sentido do desenvolvimento ou recuperação de conteúdos. </li></ul>DIAGNÓSTICO
  7. 7. Caracterização da BE <ul><li>Considera-se positivo: </li></ul><ul><ul><li>Preservação do material </li></ul></ul><ul><ul><li>Organização e funcionalidade dos espaços </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidade de acesso ao material </li></ul></ul><ul><ul><li>Variedade do material </li></ul></ul><ul><ul><li>Cumprimento das normas do regulamento </li></ul></ul><ul><li>Aspectos a melhorar: </li></ul><ul><ul><li>Actualização do material </li></ul></ul>DIAGNÓSTICO Opinião dos professores EXTRAÍDO DO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DA ESJD
  8. 8. Caracterização do Centro de Recursos <ul><li>Considera-se positivo: </li></ul><ul><ul><li>Qualidade do atendimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Horário </li></ul></ul><ul><ul><li>Organização e funcionalidade dos espaços </li></ul></ul><ul><ul><li>Regulamento de utilização </li></ul></ul><ul><li>Aspectos a melhorar: </li></ul><ul><ul><li>Variedade do material </li></ul></ul><ul><ul><li>Actualização do software e hardware </li></ul></ul><ul><ul><li>Actualização do material didáctico </li></ul></ul>DIAGNÓSTICO Opinião dos professores
  9. 9. Caracterização da BE <ul><li>Aspectos a melhorar: </li></ul><ul><ul><li>Cumprimento das normas do regulamento </li></ul></ul>DIAGNÓSTICO Opinião dos alunos
  10. 10. Caracterização do Centro de Recursos <ul><li>Considera-se positivo: </li></ul><ul><ul><li>Organização e funcionalidade dos espaços </li></ul></ul><ul><ul><li>Qualidade do Atendimento </li></ul></ul><ul><ul><li>Horário </li></ul></ul><ul><li>Aspectos a melhorar: </li></ul><ul><ul><li>Actualização do software e Hardware </li></ul></ul><ul><ul><li>Actualização/Variedade do material didáctico </li></ul></ul>DIAGNÓSTICO Opinião dos alunos
  11. 11. Identificação do problema de partida <ul><li>Inexistência de um plano de dinamização e divulgação da Biblioteca - Centro de Recursos (BE-CR) </li></ul><ul><li>Inexistência de um plano de formação específico (com definição das acções a desenvolver) que integre a BE-CR </li></ul><ul><li>Necessidade de criar um BLOG/SITE/Disciplina MOODLE específica para a BE-CR </li></ul><ul><li>Instalações: </li></ul><ul><ul><li>Desactualização de algum do equipamento multimédia </li></ul></ul><ul><ul><li>Pintura de espaços </li></ul></ul><ul><ul><li>Degradação de móveis (estantes cadeiras e mesas) </li></ul></ul><ul><li>Fundos Documentais </li></ul><ul><ul><li>Desactualização de manuais escolares adoptados </li></ul></ul><ul><ul><li>Inexistência de livros propostos pelos departamentos </li></ul></ul><ul><ul><li>Conservação de livros antigos </li></ul></ul>DIAGNÓSTICO EXTRAÍDO DO PLANO DE ACTIVIDADES DA BE-CR 08/09
  12. 12. Objectivos centrais, específicos e actividades OBJECTIVOS <ul><li>Comunidade escolar </li></ul><ul><li>Conselho Executivo </li></ul><ul><li>Equipa BE-CR </li></ul><ul><li>Alunos dos cursos Profissionais/CEF’S </li></ul><ul><li>Pintura das salas </li></ul><ul><li>Aquisição de mobiliário </li></ul><ul><li>Melhorar os espaços </li></ul><ul><li>Envolver os alunos dos profissionais e CEF’s </li></ul><ul><li>Alunos </li></ul><ul><li>Equipa BE-CR </li></ul><ul><li>Alunos </li></ul><ul><li>Conselhos de Turma </li></ul><ul><li>Conselho Pedagógico </li></ul><ul><li>Livro (s) da semana (integrar no PNL) </li></ul><ul><li>Feira do Livro </li></ul><ul><li>Oficinas de apoio aos estudos às disciplinas nucleares (Matemática, Português, F.Q. e Biologia) </li></ul><ul><li>Oficinas Temáticas (Vídeo, Fotografia, TIC) </li></ul><ul><li>Oficina de Método de Estudo </li></ul><ul><li>Oficina para alunos Estrangeiros </li></ul><ul><li>Revista Trimestral </li></ul><ul><li>Recital de Poesia </li></ul><ul><li>Semana da Literacia (concursos) </li></ul><ul><li>Encontro com Autores </li></ul><ul><li>“ Pedy Paper” sobre autores portugueses </li></ul><ul><li>Vídeo final de todas as actividades dinamizadas pela BE/CR </li></ul>Dinamizar actividades que envolvam Alunos, Professores e Pais <ul><li>Criar um BLOG/SITE/Disciplina Moodle </li></ul><ul><li>Mobilizar a comunidade escolar para o utilizar. </li></ul><ul><li>Permitir a pesquisa de livros/artigos </li></ul><ul><li>Divulgar projectos desenvolvidos </li></ul>Objectivo <ul><li>Comunidade escolar </li></ul><ul><li>Alunos dos cursos Profissionais/CEF’S </li></ul><ul><li>Professores das Técnicas </li></ul><ul><li>Conselho Executivo </li></ul><ul><li>Equipa BE-CR </li></ul><ul><li>Recolha de informação a colocar </li></ul><ul><li>Definição da sua estrutura </li></ul>Público alvo Recursos Actividade
  13. 13. Objectivos centrais, específicos e actividades OBJECTIVOS <ul><li>Equipa BE-CR </li></ul><ul><li>Equipa BE-CR </li></ul><ul><li>Planificação com a equipa da BE/CR acções de formação que visem a dinamização da BE/CR </li></ul>Definir acções de formação <ul><li>Comunidades Escolar </li></ul><ul><li>Coordenador da BE-CR </li></ul><ul><li>Alunos do Profissional e CEF Multimédia </li></ul><ul><li>Solicitação de apoio à Junta de Freguesia da Sé para a impressão da revista trimestral </li></ul><ul><li>Participação do Vereador da Educação, da CMF, nos Recitais de Poesia </li></ul>Estabelecer Parcerias Exteriores <ul><li>Comunidade escolar </li></ul><ul><li>Coordenador da BE-CR </li></ul><ul><li>Regulamentação de utilização do equipamento </li></ul><ul><li>Actualização/Reformulação dos regulamentos de utilização da BE/CR </li></ul><ul><li>Produção de alguns manuais/folhetos que divulguem as actividades, jogos e recursos existente </li></ul>Produzir documentação diferenciada <ul><li>Comunidade Escolar </li></ul><ul><li>Conselho Executivo </li></ul><ul><li>Equipa BE </li></ul><ul><li>Aquisição de equipamentos multimédia </li></ul><ul><li>Actualização de manuais escolares adoptados </li></ul><ul><li>Aquisição de livros propostos pelos departamentos </li></ul><ul><li>Conservação de livros antigos </li></ul>Adquirir equipamentos/fundos documentais <ul><li>Desenvolver a Leitura Reflexiva </li></ul><ul><li>Apoiar/aconselhar na elaboração de projectos; </li></ul><ul><li>Promover a criação de projectos que envolvam a BE-CR </li></ul><ul><li>Promover a interdisciplinaridade através da utilização das TIC e da criação de projectos. </li></ul>Objectivo <ul><li>Alunos do 10º ano </li></ul><ul><li>Conselhos de Turma </li></ul><ul><li>Conselho Pedagógico </li></ul><ul><li>Equipa da BE-CR </li></ul><ul><li>Alunos </li></ul><ul><li>Mobilização de professores para iniciarem novos projectos através do Conselho Pedagógico e Conselhos de Turma </li></ul><ul><li>Organização de Sessões de formação a fim de apoiar professores </li></ul>Público alvo Recursos Actividade
  14. 14. Metodologia de Avaliação <ul><li>Momentos de avaliação </li></ul><ul><ul><li>O projecto terá avaliações pontuais intermédias e uma avaliação global a realizar no final do ano. </li></ul></ul><ul><li>Instrumentos de Avaliação: </li></ul><ul><ul><li>Relatórios emitidos pelos responsáveis das várias actividades; </li></ul></ul><ul><ul><li>Registo de presenças e actividades desenvolvidas pelos professores nas sessões de esclarecimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Reuniões formais e informais com os professores/funcionários. </li></ul></ul><ul><ul><li>Inquérito elaborado pelos elementos da equipa, a aplicar no final do ano à comunidade escolar; </li></ul></ul><ul><ul><li>Relatório final produzido pelos elementos da Equipa; </li></ul></ul>AVALIAÇÃO
  15. 15. Recursos <ul><li>Rede de BE http://www.rbe.min-edu.pt/ </li></ul><ul><li>Plano Nacional de Leitura http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/ </li></ul><ul><li>Relatório PISA (Programme for International Student Assessment) 2006 </li></ul><ul><li>Manifesto da BE IFLA/UNESCO http://www.ifla.org/VII/s11/pubs/portug.pdf </li></ul><ul><li>Directrizes da IFLA/UNESCO para Bibliotecas Escolares http://www.rbe.min-edu.pt/np4/?newsId=74&fileName=SchoolLibraryGuidelines_pt.pdf </li></ul><ul><li>Artigo de de Kepa Osoro: </li></ul><ul><li>http://www.cesdonbosco.com/revista/revistas/revista%20ed%20futuro/EF2/biblioteca_escolar.htm </li></ul><ul><li>PEE - ESJD http://www.esjd.net/index.php?option=com_docman&Itemid=141 </li></ul><ul><li>Relatório de Avaliação da ESJD (não disponível para Consulta) </li></ul>RECURSOS

×