O Touro Azul
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

O Touro Azul

on

  • 4,004 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,004
Views on SlideShare
3,999
Embed Views
5

Actions

Likes
1
Downloads
52
Comments
2

1 Embed 5

http://eugeniosantosciencias6l.blogspot.com 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

12 of 2

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Meu nome é Neusa tenho 60 anos, e lembro que ganhei como premio no primeiro ano do primario um livro infantil chamado O Boi Azul, deve ser em alguma edição antes deste, O Touro Azul. Quero saber se alguem sabe me dizer se este livro O Boi Azul ainda existe, apesar que O touro Azul é bem parecido.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • recordar é reviver momentos felizes
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    O Touro Azul O Touro Azul Presentation Transcript

    • “O Touro Azul”
    • “O Touro Azul”
      Era uma vez, uma menina que trabalhava para a sua madrasta. Esta madrasta era muito maldosa e só dava pão, com borras de café, à menina para ela comer.
      Certo dia, a menina foi passear o rebanho, e começou a chorar porque estava cheia de fome.
    • “O Touro Azul”
      Enquanto a menina chorava, apareceu-lhe à frente um touro azul. A menina, muito assustada, exclamou:
      -Não existem touros azuis!
      -Existem sim! Porque estás a chorar? – respondeu o touro.
      -Porque estou cheia de fome. A minha madrasta só me dá pão com borras de café - disse a menina tristemente.
      Será possível que haja alguém que não questione a minha existência?
    • “O Touro Azul”
      O touro, com pena, disse:
      -Eu sou um touro mágico. Se meteres a mão na minha orelha, irás tirar uma toalha. Quando a tirares, dizes “põe-te mesa!”.
      A menina fez o que o touro disse e, nesse momento, apareceu-lhe muita comida.
    • “O Touro Azul”
      Todos os dias, a menina ia ter com o touro, mas a madrasta como era inteligente começou a desconfiar já que, a cada dia que passava, a menina estava mais gorda.
      Certo dia, a madrasta decidiu segui-la e viu o touro azul ao pé da menina que estava a comer. Quando a menina chegou a casa, a madrasta despediu-a e mandou-a embora.
    • “O Touro Azul”
      A menina voltou para o sitio, onde tinha encontrado o touro. Estava com as lágrimas nos olhos quando o touro chegou:
      - Porque estás a chorar? Estás com fome? – perguntou o touro.
      -Não. A minha madrasta despediu-me e mandou-me embora.
      Ficaram ambos calados, durante um tempo, até que…
    • “O Touro Azul”
      O touro confiante disse:
      -Não te preocupes. Podes vir para a minha terra, mas temos que passar por três florestas: a de bronze que tem um monstro de 2 cabeças, a segunda é a de prata que tem um monstro de 3 cabeças e a ultima é a de ouro que tem um monstro com 5 cabeças.
      A menina aceitou.
    • “O Touro Azul”
      Foram, então, para a floresta de bronze. A menina colocou-se em cima do touro e lá fora eles muito cuidadosamente até que… passou uma rajada de vento! A ventania acordou o monstro que vivia na floresta que não perdeu tempo e seguiu atrás deles.
    • “O Touro Azul”
      Quando o touro se apercebeu, disse à menina para fugir e ela assim o fez. O touro e o monstro lutaram fortemente até que o touro saiu vencedor. O touro ficou com algumas feridas que a menina tratou cuidadosamente até ficarem bem.
    • “O Touro Azul”
      No outro dia, foram para a floresta de prata. Quando estavam a passar, o cabelo da menina tocou numa folha e lá veio o monstro de três cabeças lutar com o touro. Enquanto eles lutavam, a menina fugia. Entretanto, o touro ganhou mas ficou com mais algumas feridas. A menina voltou a tratá-lo e depois partiram para a última floresta: a de ouro que tinha um monstro com cinco cabeças.
    • “O Touro Azul”
      Estavam a passar a floresta até que a mala da menina caiu no chão e lá foi o touro lutar com o monstro. Ganhou novamente mas ficou muito ferido. Quando a batalha terminou, ele disse:
      • Mata-me com este punhal.
      A menina gostava muito do touro e recusou matá-lo. O touro abraçou a menina e o punhal espetou-se no coração dele.
    • “O Touro Azul”
      A menina fartou-se de chorar e relembrou as últimas palavras do touro:
      - Quero que vás trabalhar para um príncipe.
      A menina foi ao castelo do príncipe e, quando lá chegou, ele disse-lhe:
      - Quero que me tragas uma bacia para me lavar!
      A menina foi buscar a bacia de bronze e levou-a. Ele, como era muito mau, disse-lhe que a água estava quente.
    • “O Touro Azul”
      A menina foi chorar para ao pé do touro e pôs ao pé dele a bacia de bronze. Nesse momento, cresceu uma roseira.
      Passado um tempo, a menina decidiu voltar ao castelo. Quando chegou, o príncipe pediu-lhe um pente e a menina foi buscar um pente de prata. Maldoso, o príncipe atirou com o pente para o chão e lá foi a menina chorar para ao pé do touro. A menina deixou o pente de prata junto do touro e a roseira cresceu mais.
      Porque que é que ele é tão mau?
    • “O Touro Azul”
      No dia seguinte, o príncipe pediu um espelho à menina e ela foi buscar. Levou-lhe um espelho de ouro e o príncipe ,quando se viu ao espelho, viu a cara do touro. Perante isto, o príncipe ficou novamente zangado.
      A menina foi chorar para junto do touro e pôs o espelho, perto dele.
    • “O Touro Azul”
      Quando pousou o espelho, cresceram rosas na roseira e o touro acordou, transformado em príncipe.
      A menina mal podia crer no que estava a ver e o touro explicou-lhe:
      - O príncipe que andavas a servir é meu irmão. Foi ele que me transformou num touro.
    • “O Touro Azul”
      A menina e o príncipe juntaram-se e tiraram o príncipe do castelo, transformando-o num servo da madrasta.
      A menina e o príncipe viveram…
      Felizes para sempre
    • EB 2,3 Eugénio dos Santos
      Disciplina:Estudo Acompanhado
      Trabalho Realizado por: (6º l)
       Joana Rebelo, nº 14