Your SlideShare is downloading. ×
O EspaçO Urbano Do Mundo ContemporâNeo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

O EspaçO Urbano Do Mundo ContemporâNeo

28,034
views

Published on


1 Comment
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
28,034
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
407
Comments
1
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O espaço urbano do mundo contemporâneo RDH (PNUD) dados 2003 – taxa de urbanização 1975 – 38% 2001 – 48% 2015 – estimativa de 54% Século XVIII – Início da Revolução Industrial - + ou – 3% Conclusão: a urbanização se acelerou com o processo de industrialização. A urbanização é desigual em países e / ou em regiões Mesmo em regiões ou países prdominantemente rural a industrialização vem se acelerando.
  • 2. Rio de Janeiro
  • 3. Luanda – África do Sul
  • 4. Processo de urbanização • Transformação d espaços rurais ou naturais em espaços urbanos. • Transferência da população do campos para cidade (êxodo rural) • Cidades da Antiguidade : centros de poder e de negócios – a maior parte da população vivia no campo. • Mesmo em Roma, a taxa urbanização era baixa. • Feudalismo – as cidades perderam a importância por causa da descentralização política e redução das trocas comerciais. • Idade Moderna – Renascimento das cidades e do comércio – Monarquias Nacionais (centralização do poder) retorno da importância das cidades. • Revolução Industrial – alavancada no processo de urbanização consistente, impulsionado pela industrialização. • Até meados do século XX, o fenômeno da urbanização estava circunscrito aos países que primeiro se industrializaram, isto é, aos desenvolvidos.
  • 5. A urbanização dos países emergentes se intensifica após a II Guerra Mundial • Estende-se para países em desenvolvimento da América Latina e no Leste e Sudeste Asiático • A África Subsaariana e o Sul da Ásia ainda são hoje pouco urbanizados. • Ainda que tenha se intensificado, é bem concentrado, principalmente na África, em uma única cidade, algumas capitais.
  • 6. Revolução Informacional • A descentralização industrial • Países subdesenvolvidos o processo de industrialização se intensifica mesmo que não aconteça simultaneamente ao dá industrialização. • Países desenvolvidos e emergentes o setor que mais cresce é o de serviços (já não se faz mais separação entre o campo e a cidade)
  • 7. O modelo atual de cidade • Cidade estadunidense (maior capacidade de impor o modelo capitalista atual) • Seguindo o modelo, o mundo: • Constrói grandes torres • Bairros com grandes vias • Shopping centers • Existem cidades funcionais e multifuncionais.
  • 8. As grandes cidades • Metrópoles – Conjunto de cidades conurbadas • Megalópole – quando os fluxos de pessoas, capitais, informações, mercadorias e serviços entre duas ou mais metrópoles estão plenamente integrados por modernas redes de transporte e telecomunicações.
  • 9. Características da ocupação das cidades atuais • A maior parte da população urbana vive em pequenas cidades. (menos de 1 milhão de habitantes) • Países desenvolvidos e emergentes apresentam altas taxas de industrialização. • Fatores que condicionam a urbanização • Atrativos: a industrialização • Repulsivos: típicos de países subdesenvolvidos -´péssimas condições de vida existentes. • Isso provoca uma grande transferência de pessoas do campos para cidade, principalmente para as grandes metrópoles. • A MACROCEFALIA URBANA.
  • 10. A METROPOLIZAÇÃO • Resultado da impossibilidade de criação de empregos na zona rural e em cidades pequenas e médias, o que força a transferência de grande contingente populacional para cidades que polarizam a economia do país. • Isso explica o fenômeno das metrópoles no mundo subdesenvolvido. • Consequências (problema percebidos na paisagem urbana) • Subemprego e submoradia • Violência
  • 11. Desigualdade e segregação espacial • Grande cidade – espaço fragmentado – centros comerciais, financeiros, industriais, residenciais e de lazer (podem coexistir) – cidades policêntricas. • A segregação espacial vista através da desigualdades sociais das paisagens urbanas. • Mudanças positivas em bairros periféricos necessitam da mobilização de sua comunidade para se organizar e fazer o que é possível e também cobrar os seus direitos. • A violência urbana – condomínios – redução dos espaços urbanos públicos – favorece a exclusão social.
  • 12. Subemprego / submoradias • Cidades grandes - países subdesenvolvidos – incapacidade de absorver migrações – desemprego – subemprego. • Rendimentos baixos – falta de espaço digno para morar – cortiços e favela – principalmente nas grandes cidades.
  • 13. Violência urbana • A violência não está associada a pobreza, mas sim a acentuada desigualdade social. • Isto provoca desigualdade entre os índices de violência, quer localmente, regionalmente, nacionalmente, mundialmente.
  • 14. Rede e hierarquias urbanas • Rede urbana – sistema de cidades do mesmo país ou de países vizinhas eu estejam interligadas pelos sistemas de transporte e comunicação. • A hierarquia urbana – interior de uma rede formada – Os avanços da Revolução Técnico Cientifica. • A descentralização industrial
  • 15. As cidades globais e a economia global • Cidades Globais influenciam o mundo todo. • Tem influência regional • Megacidades são aquelas que têm mais de 10 milhões de habitantes. • Cidades globais tem densidades de objetos técnicos.