Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Like this? Share it with your network

Share

Adm. Controle de Estoque

  • 104,728 views
Uploaded on

Curso de Administrãção e Controle de Estoque

Curso de Administrãção e Controle de Estoque

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
104,728
On Slideshare
104,145
From Embeds
583
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
5,348
Comments
25
Likes
55

Embeds 583

http://www.slideshare.net 577
http://webcache.googleusercontent.com 4
http://www.slideee.com 1
https://www.linkedin.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ADMINISTRAÇÃO E CONTROLE DOS ESTOQUES EXPEDITO MATOS 1 Expedito Matos
  • 2. SUCESSO É você sentir-se bem com você e com os  outros; e as pessoas se sentirem bem com você e você se sentir bem com aquilo que está fazendo Expedito Matos 2
  • 3. FUTURO Sua vida de hoje é o resultado de suas  atitudes e escolhas feitas no passado. Sua vida de amanhã será o resultado de suas  atitudes e escolhas que fizer hoje. Expedito Matos 3
  • 4. MUDANÇA É um movimento contínuo na busca de  alternativas para soluções de problemas existentes na organização / individuo, a nível interno e externo. = PENSAMENTO + DECISÃO + AÇÃO REALIDADE Expedito Matos 4
  • 5. MUDANÇA Um agente de transformação é aquele que  experimenta sua própria transformação interior, e assim encontra-se em condições de inspirar e incentivar outros no mesmo sentido Ken O’donnell Expedito Matos 5
  • 6. SUMÁRIO O SISTEMA EMPRESA E A ADM. DE MATERIAIS  OBJETIVOS DA ADMINISTRAÇÃO E COMTROLE DE ESTOQUES  SINTOMAS DE UMA MÁ ADM./ CONTROLE  CLASSIFICAÇÃO  CODIFICAÇÃO  ARMAZENAMENTO  LAY OUT  CONTROLES GERENCIAIS  Expedito Matos 6
  • 7. FLUXO DE INFORMAÇÕES DA ADM. DE MATERIAIS PRODUÇÃO VENDA COMPRA ESTATISTICA ALMOXARIFADO ADM. DE MATERIAIS PRODUÇÃO VENDA COMPRA ALMOXARIFADO EXPEDIÇÃO Expedito Matos 7
  • 8. OBJETIVOS DA ADMINISTRAÇÃO E CONTROLE DOS ESTOQUES MANTER O INVESTIMENTO EM ESTOQUE TÃO BAIXO QUANTO  COMPATÍVEL COM AS NECESSIDADES OPERACIONAIS. ASSEGURAR UM SUPRIMENTO ADEQUADO DOS PRODUTOS PARA  ATENDER DE FORMA EFICIENTE A DEMANDA DOS CLIENTES. IDENTIFICAR OS ITENS POUCO USADOS, COM DEFEITO OU OBSOLETO.  ASSEGURAR A EXISTÊNCIA REAL DAS QUANTIDADES LANÇADAS NOS  CONTROLES. IDENTIFICAR OS EXCESSOS OU FALTAS DE PRODUTOS COM RELAÇÃO A  DEMANDA. MANTER O CUSTO DE ARMAZENAMENTO NO NÍVEL MAIS ECONÔMICO  PÓSSIVEL. FORNECER A BASE DE DADOS PARA O PLANEJAMENTO A CURTO, E  LONGO PRAZO DAS NECESSIDADES DE ESTOQUE. 8 Expedito Matos
  • 9. SINTOMAS DE UMA MÁ ADM. E CONTROLE DOS ESTOQUES  FREQUENTES DILATAÇÕES NOS PRAZOS DE ENTREGA E RECEBIMENTO DOS PRODUTOS.  QUANTIDADES CRESCENTES DOS ESTOQUES, ENQUANTO AS VENDAS PERMANECEM CONSTANTES OU EM BAIXA.  ALTAS MÉDIAS DE DEVOLUÇÃO OU CANCELAMENTO DE PEDIDOS POR PARTE DOS CLIENTES.  PERDA DE VENDA POR FALTA DE PRODUTOS.  PERDA DE VENDAS POR DEMORA NA LOCALIZAÇÃO DOS PRODUTOS.  ELEVADO NÍVEL DE DETERIORAÇÃO EM FUNÇÃO DO INDEVIDO MANUSEIO.  FALTA PERIÓDICAS DE ESPAÇO PARA O ARMAZENAMENTO DOS PRODUTOS.  PERDAS FINANCEIRAS EM FUNÇÃO DE : QUEDA DE PREÇOS, EXISTÊNCIA DE ESTOQUES OBSOLETOS E DE BAIXO GIRO.  DANIFICAÇÃO DOS PRODUTOS POR OCASIÃO DE INVENTÁRIOS 9 Expedito Matos
  • 10. CLASSIFICAÇÃO DE MATERIAIS COMCEITO = é a definição dos grupos de  materiais utilizados por uma empresa, de acordo com suas reais necessidades FATORES DE INFLUÊNCIA = similaridade,  fabricante, uso e aplicação Expedito Matos 10
  • 11. CODIFICAÇÃO FINALIDADE = permitir que os materiais em estoque possam  ser facilmente identificados, controlados e fornecidos com o menor risco de erro. SISTEMAS UTILIZADOS:  Alfabético Numérico Alfa numérico Decimal / universal Código de barras Código por cores Código por sinais Código por som Expedito Matos 11
  • 12. ARMAZENAMENTO CONCEITO = O armazenamento de materiais nas  espaços de estocagem tem como regra o melhor aproveitamento da área disponível, com a melhor utilização dos nos sentidos vertical e horizontal Expedito Matos 12
  • 13. FATORES DE INFLUÊNCIA Rotatividade  Peso  Ordem de entrada e saída  Similaridade  Valor unitário  Carga unitária de recebimento e  distribuição Expedito Matos 13
  • 14. BENEFICIOS ESPERADOS Melhor rendimento operacional  Redução de perdas  Diminuição de acidentes de trabalho  Otimização do tempo de movimentação dos materiais  Melhor aproveitamento da área disponível  Propiciar condições físicas satisfatórias para melhor proteção e  preservação dos materiais. Facilitar as operações de inventário e circulação  Tornar a localização mais fácil e rápida  Expedito Matos 14
  • 15. LAY OUT CONCEITO - Entende-se por lay out a distribuição  física dos equipamentos de armazenamento na área definida para este fim. ( almoxarifado ) Expedito Matos 15
  • 16. OBJETIVOS DE UM BOM LAY OUT Melhor aproveitamento da área útil disponível.  Dar agilidade ao processo de recebimento,  armazenamento e distribuição dos materiais. Reduzir o custo operacional de estocagem.  Expedito Matos 16
  • 17. METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DE LAY OUT Conhecer as características físicas da área disponível.  Conhecer o fluxo operacional de movimentação dos  estoques. Conhecer o tipo e características dos materiais a serem  estocados. Conhecer antecipadamente os equipamentos de  armazenamento a serem utilizados. Definir o tipo de transporte a ser utilizado na movimentação  dos materiais. Definir as normas de armazenamento.  Determinar as medidas de segurança para o perfeito  funcionamento. Expedito Matos 17
  • 18. CONTROLES GERENCIAIS FICHA CONTROLE DE ESTOQUE  REQUISIÇÃO DE MATERIAIS  SOLICITAÇÃO DE COMPRAS  POSIÇÃO MENSAL DE ESTOQUE  Expedito Matos 18
  • 19. CLASSIFICAÇÃO A B C • GRUPO CONCEITO: %Q %$  Consiste em A 10% 75% separar e classificar os materiais em 3 B 25% 20% grupos, em função do seu valor ou C 65% 05% quantidade de compra 100% 100% Expedito Matos 19
  • 20. CLASSIFICAÇÃO A B C R$ QUANT A 60 - 80% 5 - 10% B 12 - 30% 10 - 30% C 5 - 20% 65 - 85% Expedito Matos 20
  • 21. METODOLOGIA PARA A ELABORAÇÃO DA CLASSIFICAÇÃO A B C Relacionar todos os materiais, registrando o preço médio unitário e a  quantidade consumida. Multiplicar o preço médio unitário pela quantidade consumida,  obtendo o valor do consumo. Relacionar os materiais por ordem decrescente do valor consumido.  Calcular o valor acumulado do consumo.  Calcular o % do valor consumido sobre o valor total.  Separar os materiais dentro dos intervalos A B C.  Expedito Matos 21
  • 22. ROTAÇÃO DOS ESTOQUES CONCEITO:  IR = CMV Indica quantas vezes o Ef estoque gira em um período de tempo. Expedito Matos 22
  • 23. NÍVEIS DE ESTOQUE O ESTUDO DOS NÍVEIS DE ESTOQUE DOS  PRODUTOS DE UMA EMPRESA É QUE POSSIBILITA AO GERENTE TRAÇAR SUA LINHA DE AÇÃO COM RELAÇÃO AO PLOANEJAMENTO Expedito Matos 23
  • 24. ELEMENTOS QUE POSSIBILITAM A DETERMINAÇÃO DOS NÍVEIS DE ESTOQUE INTERVALO DE RESSUPRIMENTO  TEMPO DE RESSUPRIMENTO  QUANTIDADE DE RESSUPRIMENTO  PONTO DE RESSUPRIMENTO  ESTOQUE MÍNIMO  ESTOQUE MÁXIMO  Expedito Matos 24
  • 25. ESTOQUE MÁXIMO É a quantidade máxima que se deve ter armazenada de um  determinado produto, o estoque máximo serve de indicador para não se cometer excessos de ordem financeira E.MAX = CM x IR + E.MIN E.MAX = QR + E.MIN Expedito Matos 25
  • 26. ESTOQUE MÍNIMO É o mínimo necessário de consumo que um produto pode  chegar, também chamado de estoque de segurança E.MIN = CM x TR/2 Expedito Matos 26
  • 27. PONTO DE RESSUPRIMENTO É a quantidade de produtos que ao ser atingida pelo  consumo operacional, determina o momento de emissão de um novo pedido de compra, o pedido de ressuprimento PR = CM x TR + E.MIN Expedito Matos 27
  • 28. QUANTIDADE DE RESSUPRIMENTO Quantidade de produtos destinado a completar o nível  operacional de estoque consumido no intervalo de ressuprimento (QR) QR = CM x IR Expedito Matos 28
  • 29. TEMPO DE RESSUPRIMENTO É o tempo decorrido entre a data em que o produto é  solicitado e a data em que é recebido em condições de uso (TR) Expedito Matos 29
  • 30. INTERVALO DE RESSUPRIMENTO É o intervalo de tempo entre a emissão de  dois pedidos consecutivos de comprar (IR) Expedito Matos 30