Objeto de Aprendizagem

537 views
479 views

Published on

OA da Aluna Juliana Caveari do Curso NTEM Informatica II

Published in: Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
537
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Objeto de Aprendizagem

  1. 1. OBJETO DE APRENDIZAGEM A ORIENTAÇÃO SEXUAL COMO TEMA TRANSVERSAL
  2. 3. <ul><li>Os Temas Transversais trazem uma gama de questões que estão presentes sob várias formas na vida quotidiana e escolar para além do que tem sido  tradicionalmente tomado como campo de preocupações das diferentes disciplinas no currículo. </li></ul>
  3. 4. <ul><li>A transversalidade propõe que esses temas sejam tratados de maneira articulada com as matérias curriculares, pretendendo com isso que estejam presentes em todas as áreas, estabelecendo uma relação entre os conteúdos e as questões da atualidade. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>A Orientação Sexual na escola deve ser concebida como um processo de  intervenção pedagógica, que tem como objetivo transmitir informações e problematizar questões relativas á sexualidade, incluindo posturas, crenças, tabus e valores a ela associados. </li></ul>
  5. 6. ORIENTAÇÃO SEXUAL X EDUCAÇÃO SEXUAL
  6. 7. <ul><li>O termo Orientação Sexual diferencia-se da Educação Sexual, na medida em que esta diz respeito ao conjunto de valores transmitidos pela família e ambiente social nas questões relativas à sexualidade; enquanto que Orientação Sexual é um processo formal e sistematizado do que ocorre dentro da instituição escolar, e constitui-se numa proposta objetiva de intervenção por parte dos professores. A Orientação Sexual possibilita a discussão de diferentes pontos e valores associados à sexualidade. </li></ul>
  7. 8. O objetivo principal do trabalho com a Orientação Sexual é contribuir para que as crianças e jovens possam desenvolver e exercer sua sexualidade com prazer e responsabilidade.
  8. 9. <ul><li>Como exemplo, vemos nas disciplinas de Ciências e Educação Física a inclusão da concepção do corpo humano como um todo integrado, que inclui afetos e sentimentos, concepção essa importante para a vivência prazerosa da sexualidade. E podemos utilizar a matemática, na parte de Estatísticas para desenvolver um projeto com os alunos envolvendo o tema transversal orientação Sexual. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Para que as disciplinas pudessem melhor absorver as questões apontadas pelos temas transversais, estes foram organizados em blocos de conteúdo, ou seja, eixos estruturantes do tema tratado. Em Orientação Sexual esses blocos são três: </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Corpo: matriz da sexualidade; </li></ul><ul><li>Relações de gênero; </li></ul><ul><li>Prevenção das doenças sexualmente transmissíveis e AIDS. </li></ul>
  11. 12. REALIZAÇÃO DO TRABALHO COM AS CRIANÇAS
  12. 13. <ul><li>O trabalho pode ser realizado com os alunos de 1as. e 2as. séries do Ensino Fundamental I, sob a orientação do Serviço de Psicologia, com o objetivo de esclarecer as principais dúvidas das crianças quanto à sexualidade, visto que esse tema é muito temido por alguns professores e alunos. </li></ul>
  13. 15. <ul><li>O trabalho pode abordar os cuidados básicos com o corpo, as questões da reprodução (enfatizando que a humana envolve carinho e responsabilidade), as questões de gênero e as relações entre o corpo, às emoções e o lugar de cada um no mundo. </li></ul>
  14. 16. BIBLIOGRAFIA <ul><li>FERREIRA, Patrícia Vasconcellos Pires; MORAIS, Valéria. Orientação Sexual na Escola. 1999. Disponível em: <http://www.caleidoscopio.psc.br/ideias/orientsex.html>. Acesso em: 15 Jun. 2009; </li></ul><ul><li>SAYÃO, Yara. A Orientação Sexual Como Tema Transversal. 1998. Disponível em: < http://www.geocities.com/Athens/Delphi/8488/orient_sexual.html >. Acesso em: 16 jun. 2009. </li></ul>

×