ApresentaçãO Jornal Mural
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

ApresentaçãO Jornal Mural

on

  • 6,137 views

 

Statistics

Views

Total Views
6,137
Views on SlideShare
6,127
Embed Views
10

Actions

Likes
1
Downloads
45
Comments
0

2 Embeds 10

http://www.slideshare.net 9
http://webcache.googleusercontent.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

ApresentaçãO Jornal Mural ApresentaçãO Jornal Mural Presentation Transcript

  • Sensibilização para a Educação: Educomunicação e mídias impressas Eliane Miraglia Izabel Leão Maio/2008
  • Estrutura da apresentação
    • 1° Encontro – O jornal e a Educação
    • 2° Encontro – Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • 3º Encontro – Oficina: Jornal Mural
  • A Educomunicação e o Jornalismo Impresso
    • História do Jornalismo no Brasil ( www.historiadojornalismo.br21.com – Richard Romancini)‏
  • A Educomunicação e o Jornalismo Impresso
    • Finalidade informativa do jornal
    • Prestação de serviços de utilidade pública
    • Jornal: potencial para influenciar e formar opinião
    • Jornalismo X Especulação
    • Comprovação (fato) X especulação (achismo)‏
    • Exercício de democracia e ética (postura jornalística)‏
    • Pluralidade: diferentes públicos
    • Diversidade: diferentes opiniões
    • Jornalismo X Espetáculo (reducionismo)‏
    • Notícia e Reportagem
    • Gêneros da Reportagem (investigativa, interpretativa, novo jornalismo, perfil, polêmica)‏
    • Interface com diversas áreas do conhecimento
          • História
          • Literatura
          • Direito
          • Economia
          • Sociologia
          • Educação
    A Educomunicação e o Jornalismo Impresso
    • Educomunicação: Prof. Ismar de Oliveira Soares
    • Suporte teórico:
          • Paulo Freire
          • Celestin Freinet
          • Mário Kaplun
    • Educomunicação e ecossistemas comunicativos a serviço da humanização dos espaços da Educação
    A Educomunicação e o Jornalismo Impresso
    • Características da Educomunicação
          • Comunicação Participativa e Democrática
          • Inter-relacionamento direto ou mediado pela tecnologia
          • Ética (promoção da paz, igualdade, senso crítico)‏
          • Diversidade
          • Tecnologia é meio para atingir o conhecimento
          • Valor está no processo e nas relações para a produção do conhecimento
          • Integração
          • Socialização
          • Promoção do protagonismo dos alunos, professores e membros da comunidade
    A Educomunicação e o Jornalismo Impresso
    • Papel do professor:
      • Estrategista no desenvolvimento do veículo
      • Articulador das etapas de produção
      • Facilitador do processo
    • Avaliação a partir do envolvimento
    • Jornal como veículo para produção do conhecimento
    A Educomunicação e o Jornalismo Impresso
    • Projeto Educom.JT ( www.usp.br/nce/educomjt/paginas/index/htm )‏
    A Educomunicação e o Jornalismo Impresso
    • Revista Viração
      • ( www.revistaviracao.org.br )‏
    A Educomunicação e o Jornalismo Impresso Emef Altenfelder Emef Alberto Cardoso Emef Vicente Rao
  • Estrutura da apresentação
    • 1° Encontro – O jornal e a Educação 
    • 2° Encontro – Linguagem jornalística  aplicada à Educação
    • 3º Encontro – Oficina: Jornal Mural
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Notícia X Reportagem
    Comparativo proposto pelo professor João de Deus, in Pena, Felipe. Teoria do Jornalismo, p. 76 A reportagem trabalha com pauta mais complexa, pois aponta para causas, contexto, conseqüências, novas fontes A notícia tem pauta centrada no essencial que compõe um acontecimento. A reportagem procura envolver, usa a criatividade como recurso para seduzir o receptor. A notícia faz o relato formal e seco, para comunicar com imparcialidade. A reportagem focaliza a repetição, a abrangência (transforma vários fatos em tema)‏ A notícia trabalha com o singular, dedicando-se a cada caso que ocorre. A reportagem é produto da intenção, de passar uma visão interpretativa. A notícia independe da intenção do veículo (apesar de não ser imune a ela). A reportagem converte fatos em assunto, traz a repercussão, o desdobramento, aprofunda. A notícia trata da compreensão imediata dos dados essenciais. A reportagem trabalha com o enfoque, a interpretação. A notícia tem como referência a imparcialidade. Reportagem Notícia
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Reportagem
    • Entrevista
    • Artigo
    • Crítica
    • Serviços
    • Editorial
    • Anúncios
    • Enquete, pesquisa de opinião
    • Entretenimento
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • As cinco faces da verdade:
    • A verdade de quem diz (fonte, com seus sentimentos e valores).
    • A verdade de quem ouve (receptor, com seu repertório e interpretação valorativa).
    • A verdade do momento.
    • A verdade do lugar.
    • A verdade das circunstâncias.
    • A verdade maior sempre vai aparecer, mesmo que tenha cinco lados.
    Brecht, citado pelo professor Gaudêncio Torquato, in Tratado de Comunicação Organizacional e Política , p. 85, 86
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Portal Estadão
    • 12 de maio de 2008
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação Portal Estadão 13 de maio de 2008
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Planejamento – o planejamento é uma ferramenta técnica que precisa ser desenvolvida individualmente e em equipe. Ele propicia o domínio do tempo de trabalho, da prática jornalística e do material noticioso, evitando assim o improviso, a confusão, o erro e o mau acabamento da mercadoria-informação.
    • Manual da redação: Folha de S. Paulo. São Paulo, Publifolha, 2001
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Pauta – primeiro roteiro para a produção de textos jornalísticos e material iconográfico. Cada editoria deve ter uma relação de temas que devem ser periodicamente acompanhados. Cada editoria também deve produzir pautas especiais.
    • Manual da redação: Folha de S. Paulo. São Paulo, Publifolha, 2001
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Editorias / seções
        • Opinião (Editoriais, colunas, notas)‏
        • Nacional (Política, Questões Sociais, Consultor Jurídico, Amazônia)‏
        • Internacional (América Latina, EUA e Canadá, Eleições nos EUA, Oriente Médio, Europa, Outras regiões)‏
        • Cidades (São Paulo, Geral, Tempo, Loterias, Imigração Japonesa)‏
        • Esportes (Futebol, Velocidade, Vôlei, Basquete, Tênis, Pequim 2008, Tabelas, Outros, Na TV)‏
        • Artes & Lazer (Música, Cinema, Variedades, Horóscopo)‏
        • Economia
        • Tecnologia
        • Vida & (Educação, Ciência, Saúde, Meio Ambiente, Aquecimento Global)‏
        • Suplementos (Agrícola, Auto, Casa, Feminino, Link, Paladar, TV & Lazer, Viagem)‏
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Lide – imprescindível à valorização da reportagem e útil à dinâmica da leitura contemporânea – por ser uma síntese da notícia e da reportagem -, não existe, no entanto, um modelo para a redação do texto do lide. Nem pode ele ser realizado de maneira automática, com escrita burocrática.
    • Manual da redação: Folha de S. Paulo. São Paulo, Publifolha, 2001
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Atributos da linguagem jornalística:
            • Clareza
            • Objetividade
            • Precisão
            • Didatismo
            • Linearidade
            • Coerência
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Argumentação – as principais finalidades da argumentação são o convencimento, a persuasão, a influência. Por meio da argumentação convincente, o texto consegue exercer a função de formador de opinião.
            • “ Argumentar é, em última análise, convencer ou tentar convencer mediante a apresentação de razões, em face da evidência das provas e à luz do raciocínio coerente e consistente”. (Othon Garcia, p. 370)‏
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Recursos de argumentação - texto
            • Fatos históricos
            • Dados científicos
            • Dados político-econômicos
            • Dados sócio-econômicos
            • Referências literárias
            • Figuras de linguagem (ironias, metáforas)‏
            • Dados cronológicos (linha do tempo)‏
            • Documentos oficiais
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Recursos de argumentação - texto
            • Dados sobre cultura & costumes
            • Histórico profissional
            • Comparativos
            • Dados psicológicos ou comportamentais
            • Dados geográficos
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação Portal Estadão 13 de maio de 2008
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação Portal Estadão 13 de maio de 2008
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação Portal Estadão 13 de maio de 2008
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação Portal Estadão 13 de maio de 2008
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Recursos de argumentação - imagem
            • Fotos
            • Ilustrações e charges
            • Gráficos
            • Rankings, escalas
            • Cor
            • Símbolos
            • Infográficos
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Recursos de argumentação - imagem
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Recursos de argumentação - imagem
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Características do jornal mural - conteúdo
        • Veículo didático
        • Comunicação rápida e imediata
        • Baixo custo
        • Periodicidade: diária ou não
        • Fonte de novidades
        • Comunicação comunitária e alternativa (classificados, datas cívicas, históricas, noticiário cultural, político, econômico, literário, utilidade pública)‏
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Características do jornal mural - visual
        • Pensado como um grande painel
        • Visível a distância
        • Ilustrado
        • Colorido
        • Afixado em locais de fácil acesso e boa visibilidade (corredor, cantina, área de lazer)‏
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Jornal mural - planejamento
        • Equipe
        • Finalidade
        • Definição de funções (editor, repórter, ilustrador, cronista, diagramador)‏
        • Definição do nome
        • Local de exposição do jornal
        • Periodicidade
        • Público-alvo
        • Material
        • Cronograma de produção
        • Avaliação
  • Linguagem jornalística aplicada à Educação
    • Jornal mural - planejamento
        • Equipe
        • Finalidade
        • Definição de funções (editor, repórter, ilustrador, cronista)‏
        • Definição do nome
        • Local de exposição do jornal
        • Periodicidade
        • Definição do público-alvo
        • Produção de pauta (temático, dividido por seções, variado)‏
        • Cronograma de produção
        • Material
        • Avaliação
  • Estrutura da apresentação
    • 1° Encontro – O jornal e a Educação 
    • 2° Encontro – Linguagem jornalística  aplicada à Educação
    • 3º Encontro – Oficina: Jornal Mural 
  • Oficina: jornal mural
    • Agenda
    • 10h30 às 11 horas – Planejamento
    • 11 horas às 11h15 – Conceitos de Educomunicação
    • 11h15 às 12 horas – Montagem do croqui
    • 12 horas às 12h10 – Café
    • 12h10 às 12h30 – Apresentação do croqui
    • 12h30 às 13 horas – Avaliação e troca de experiências
    • 13 horas - Encerramento
  • Oficina: jornal mural
    • Conceitos utilizados na Educomunicação
    • Comunicação – intencionalidade educomunicativa
    • Aluno não é pseudo-jornalista
    • Fortalecimento do ecossistema de comunicação
    • Valorização da produção local
    • Linguagens não-escolares
    • Aprendizagem medida pelo grau de participação
    • Multidisciplinaridade, temas transversais, promoção da paz, cooperação, protagonismo.
  • Oficina: jornal mural
    • NOME DO JORNAL MURAL
    Nonono Nnononononononononononononononononoonononononononononononononononoonononono NONO NONON NO NON NONONONO nononononononononononononoononononononononononononnonononononononononononnonononononononononoonononononononononononononononononoonononononoononononnonononononononononononononononononononononononoononononononnonononononnonononooononononononnooonononnononononononononoononnonononnonononononononononononononnonononnonononononoononononononnononononononoonnononononononononononoo nononononononononononononoonononoononononononnononononononononon NON NONON NONONO NONON NONON NONONO NONONO
  • Oficina: jornal mural Avaliação: palavras
    • Sheila – Arriscar
    • Suzilaine – Formação profissional
    • Cristina – Caminho
    • Alex – Igualdade
    • Maria José – Sabedoria
    • Shirley – Ideologia
    • Amanda – Satisfação
    • João Batista - Aprendizagem
    • Julian - Sucesso
    • Renato - Informação
    • Filomena - Construção
    • Tereza - Prazer
    • Genon - Esperança
    • Marcelo - Desafio
    • Márcio - Transformação
    • Izabel – Cooperação
    • Eliane - Crença
    “ O corpo: uma fina camada de carne tecida sobre o abismo da beleza, cuja única evidência é a palavra”. Rubem Alves
  • Bibliografia
    • Arbex Jr., José. Showrnalismo – a notícia como espetáculo . São Paulo, Casa Amarela, 2001.
    • Costa, Cristina. Educação, Imagem e Mídias . São Paulo, Cortez Editora, 2005.
    • Debord, Guy. A sociedade do espetáculo . Rio de Janeiro. Contraponto, 1997.
    • Equipe Revista Viração. Jornal Mural Literário (abril 2008)‏
    • Gabler, Neal. Vida, o filme – como o entretenimento conquistou a realidade . São Paulo, Companhia das Letras, 1999.
    • Garcia, Othon. Comunicação em prosa moderna – aprender a escrever, aprendendo a pensar. Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas, 1980.
    • Pena, Felipe. Teoria do Jornalismo . São Paulo. Comtexto, 2005.
    • Manual da Redação – Folha de S. Paulo. São Paulo, Publifolha, 2001.
    • Romancini, Richard e Lago, Cláudia. A História do Jornalismo no Brasil . Florian ópolis: Insular, 2007.
    • Rosa, Mário. A era do escândalo . São Paulo, Geração Editorial, 2004.
    • Soares, Ismar de Oliveira. Comunicaç ão/Educação, a emergência de um novo campo e o perfil de seus profissionais , in Contato, Brasília, ano I, N 1, jan/mar, p. 19-74, 1999.
    • Soares, Ismar de Oliveira. Educomunicação: um campo de mediações. In Comunicação e Educação, São Paulo, ECA/USP- Editora Seguimento, ano VII, set/dez. 2000, N.19, p. 12-24.
    • Torquato, Gaudêncio. Tratado de Comunicação Organizacional e Política. São Paulo . Pioneira Thomson Learning, 2002.
  • Contatos
    • [email_address]
    • [email_address]
    Sites
    • www.usp.br/nce
    • www.revistaviracao.org.br