Me encanta esse teu jeito

3,050 views
2,851 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,050
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Me encanta esse teu jeito

  1. 1. Me encanta esse teu jeito<br />" Me encanta esse teu jeito...Em mim não vê defeitos...E em noites claras de LuarDiz que o céu é meu espelhoE as estrelas, reflexos do meu olhar...<br />Me deseja por pertoComo Manancial em deserto!E feito vulcão no paraíso,Torna-se o Oásis que eu precisoNa máxima erupção do ser....<br />Você... Contempla meu riso e dizQue a felicidade só será realmente felizSe todos os dias refletirA minha imagem em teu olhar....<br />E que o luarQuando quiser inspirar casais apaixonadosMostrará você a meu ladoE eu junto de você.....<br />Me encanta muito esse teu jeito...Tenho sua admiração e respeito.Teus mais intensos desejosE o amor que eu não conhecia...<br />Pensei que eu nunca mais saberiaO sabor de uma nova poesia...A melodia que se ouve no silêncio...E os beijos.. que começam ao terminar...<br />E imaginar, Que ao acordar ainda teriaAlguém que em todo o amanhecer me diria:- Te amo, como a primeira vez da minha vida...." (Rose Felliciano)<br />*Mantenha a autoria do poema* - Direitos autorais registrados<br />MEU POEMA<br />" Fiz um poema prá mim....Colorido de amor sem fim Enfeitado com Açucenas E alguns toques em  carmim<br />Flor de Maio, NinféiasRosas de uma  eterna primaveraA vida que eu sempre quis.... Um poema  em papel crepomA família? - Destaque em néon!E amigos por toda a borda... A melodia do poemaÉ feita por coral de anjosRegida por arcanjosCujo Maestro é Deus<br />Tem o brilho das estrelasA magia do LuarA calmaria  de uma brisaMesmo tendo o agito do mar... Tem desejos, Planos feitos e desfeitosMistérios a desvendar!Sonhos que  ainda vou alcançar... Tem defeitos, limitação,Mas tem o poder da oraçãoE Jesus a me guiar Tem a vida, tem a féO jeito de ser de uma mulherQue não se deixa  abater Tem o choro  Saudade, recordaçãoE um intenso coraçãoQue não se cansa de amar Um poema com alma de uma criançaTem esperança!E o eterno acreditar... Tem você e seu amorTodo o gosto e saborQue tempera minha vida Teu cuidado, teus carinhos,Tudo que me faz viver...É você!Grande inspiração  Do meu poema....." (Rose Felliciano)<br /> SONHO ENCANTADO<br />" Já estava em mim,Sonho encantado...E ao se descobrirme cobriu de carinho e cuidadoE ao se desvendarrevelou os segredos do amor....<br />De um amor há muito contido, guardado, reservadoDe um amor ardente, carente, totalmente envolvente.....Que se completa em um eternoRenascer de emoções!!!<br />Em seus lábioso Amor tem o apogeu.E o infinitotem seu fimnos braços teus....." (Rose Felliciano)<br />.*Mantenha a autoria do Poema* - Direitos autorais registrados.<br />NÃO SE REQUENTA O AMOR<br />" Depois de muito tempo,Percebi que pior que a separaçãoÉ o esquecimento...<br />Prefiro que briguem comigoA que me ignorem.<br />Nunca a palavra " HYPERLINK " http://sitedepoesias.com.br/poesias/26280" amigo"  Me soou tão mal e amargo...<br />Achei que estivesseNas minhas mãosO que hoje vejo nos braços de outro...<br />Percebi que não se requenta o amor...Fica amargo, feito café...<br />Melhor mesmo, é não deixar esfriarPois as minhas lágrimas hoje,São os sorrisos de outro<br />E o tempo,Que pensava eu,Ser um Mestre...<br />Não passa de um coadjuvante e espectadorDa minha triste atuação...." (Rose Felliciano)<br />.*Mantenha a autoria do poema* Direitos autorais registrados<br />ÚLTIMOS GEMIDOS DE DOR<br />" Uivos de dor urrei.Sangrei o abortoDo sonho mortoTeu amor arrancado de mim....<br />Vi escaras no meu serDa inércia que fiqueiSem conseguir levantar...<br />Deixar de amar não é crimeMas isso apenas, te redime????Não sou eu quem vai dizer...<br />Últimos gemidos de dorMarcam o início do fim...Eu já vomitei o teu gosto......Te exorcizei de mim!” (Rose Felliciano)<br />*Mantenha a autoria do poema* - Direitos autorais registrados.<br />O aborto que menciono no poema " Últimos gemidos de dor" , é o aborto do amor... Como alguém que depois de viver uma história de amor apaixonante e te prometer amor eterno, simplesmente vai embora pois deixou de amar você. E ainda diz que não fez nada de errado, pois deixar de amar não é pecado...Nesse momento são abortados nossos sonhos, planos... e o amor é arrancado de nós....Um aborto que sangra por toda uma vida....Somente com Deus conseguiremos dar os últimos gemidos de dor e Recomeçar." Tudo precisa de um início. Até mesmo, o fim..." (Rose Felliciano) <br />

×