Your SlideShare is downloading. ×
0
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Apresentação

2,063

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,063
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
54
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. DEFICIÊNCIA FÍSICA TECNOLOGIA ASSISTIVA PROFESSORA: Simônica Résio Pereira Salgado simonicasalgado@hotmail.com/simonica.resio@brturbo.com.br www.simonicasalgado.blogspot.com Abril/2010
  • 2. Organização Básica do Sistema Nervoso <ul><li>Experiência Sensorial </li></ul><ul><li>Processamento de Informações; </li></ul><ul><li>Emissão de Comportamento </li></ul>
  • 3. Tecnologia assistiva aplicada à educação <ul><li>A deficiência física constitui uma restrição na estrutura e função do corpo. </li></ul><ul><li>A tecnologia assistiva contempla não só pedagogicamente a quem tem determinados impedimentos, mas, observa diversas outras possibilidades de assistência e melhorias. </li></ul>
  • 4. A T.A no AEE <ul><li>. Auxílio na vida diária – material escolar e pedagógico adaptado. </li></ul><ul><li>. Comunicação Aumentativa e Alternativa. </li></ul><ul><li>. Informática Acessível. </li></ul><ul><li>. Acessibilidade e Adaptações Arquitetônicas. </li></ul><ul><li>. Mobiliário – Adequação Postural - Mobilidade </li></ul>
  • 5. Deficiência Física <ul><li>No Decreto n° 3.298 de 1999 da legislação brasileira, encontramos o conceito de deficiência e de deficiência física, conforme segue: </li></ul><ul><li>Art. 3º. – Para os efeitos destes Decretos, considera-se: </li></ul><ul><li>I – Deficiência – toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humano; </li></ul><ul><li>Art. 4º. – Deficiência Física – alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, apresentando-se em forma de paraplegia, paraparesia, monoplegia, </li></ul><ul><li>monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, membros com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho das funções. </li></ul>
  • 6. Recursos humanos no AEE para a deficiência física @ Professores responsáveis pelo atendimento educacional especializado: tendo por função a provisão de recursos para acesso ao conhecimento e ambiente escolar. @ Parcerias: arquitetura, engenharia, T.O., fisioterapia, fonodiaulogia, entre outros. @ Educandos: que apresentem grave comprometimento motor requerem um acompanhante na classe comum. Esses recursos geram autonomia, segurança e a comunicação para inserção no E.R.
  • 7. Ajudas Técnicas <ul><li>Produtos, instrumentos e </li></ul><ul><li>equipamentos ou tecnologias </li></ul><ul><li>adaptados ou especialmente </li></ul><ul><li>projetados para melhorar a </li></ul><ul><li>funcionalidade da pessoa </li></ul><ul><li>deficiente ou com mobilidade </li></ul><ul><li>reduzida, favorecendo autonomia </li></ul><ul><li>pessoal, total ou assistida (art. 61 </li></ul><ul><li>do decreto n° 5.296/04) </li></ul>É importante ressaltar que a legislação brasileira garante ao cidadão brasileiro com deficiência ajudas técnicas. O Decreto n° 3.298 de 20 de dezembro de 1999 cita quais são os recursos garantidos às pessoas com deficiência.
  • 8. Avaliação e Implementação da TA Início: Identificação das Necessidades Identificação dos resultados desejados Avaliação de Habilidades/Testagem com equipamentos Avaliação Implementações e feed-back
  • 9. Modalidades de TA <ul><li>Auxílios para a vida diária e vida prática; </li></ul><ul><li>Comunicação Aumentativa e Alternativa; </li></ul><ul><li>Recursos de acessibilidade ao computador; </li></ul><ul><li>Adequação Postural (posicionamento para a função); </li></ul><ul><li>Auxílios de Mobilidade; </li></ul><ul><li>Sistemas de controle de Ambiente; </li></ul><ul><li>Projetos Arquitetônicos para acessibilidade; </li></ul><ul><li>Recursos para cegos ou para pessoas com visão subnormal; </li></ul><ul><li>Recursos para surdos ou pessoas com déficits auditivos; </li></ul><ul><li>Adaptações em veículos. </li></ul>
  • 10. Exemplos...
  • 11. &amp;quot;Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante.&amp;quot; (Albert Schweitzer)
  • 12. Bibliografia <ul><li>SCHIRMER, Carolina R.; Atendimento Educacional Especializado – Deficiência Física. </li></ul><ul><li>BERSCH, Rita e SCHIRMER, Carolina. Tecnologia Assistiva no Processo Educacional. – 2005. </li></ul><ul><li>Sites: www.assistiva.com.br ; www.itsbrasil.org.br/publicacoes/cartilha/cartilha-tecnologia-assistiva-nas-escolas-recursos-basicos-de-acessibilidade ; http://www.piliemili.com/index.php/artigos-sobre-tecnologia-assistiva/a-tecnologia-assistiva-de-que-se-trata . </li></ul>

×