ApresentaçãO Pucamp Resumo

1,629 views
1,443 views

Published on

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,629
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
20
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

ApresentaçãO Pucamp Resumo

  1. 1. TELECOMUNICAÇÕES: Requisito Essencial de Desempenho Apoio Cortesia Engº Marden Galante, PMP 01/11/2007
  2. 2. Esta Apresentação é apenas um Substrato da apresentada no dia do evento com pequenas atualizações. Portanto como a evolução é muito dinâmica pode haver alterações em relação ao cenário atual. A maioria das informações estão no site www.teleco.com.br organizadas aqui de acordo com o tema apresentado.
  3. 3. Curiosidades e Fator de História das Telecomunicações Desempenho das Civilizações 490 AC - Marathon Provavelmente um dos mais famosos eventos de Telecomunicações foi a Corrida de Marathon. Os gregos depois de vencer uma batalha contra os persas enviaram um mensageiro para Atenas. Esse mensageiro percorreu 42 km para enviar a mensagem de vitória, morreu depois de enviar a mensagem. Logo em seguida surgiu a idéia de transmitir (telecomunicações) de forma mais rápida através de movimentos dos braços em topos de montanhas em pontos distribuídos, como mostra a figura abaixo: Fonte: Vide Bibliografia
  4. 4. Curiosidades e Fator de História das Telecomunicações Desempenho das Civilizações 450 AC – Telegrafo a Tambor Em áreas de florestas com dificuldade de visualização, o telegrafo a tambor foi desenvolvido como meio de telecomunicações, na África, Nova Guinea e América tropical. Na velha China, foi desenvolvido um instrumento de Telecomunicações chamado de “Tamtam” que pode ser visto na ilustração abaixo: Fonte: Vide Bibliografia
  5. 5. Curiosidades e Fator de História das Telecomunicações Desempenho das Civilizações 400 AC – Telegrafo (Sinalização) por fogo A velha Grécia e Império Romano já possuíam um organizado sistema de telegrafia. Dois engenheiros Alexandrinos Kleoxenos e Demokleitos, desenvolveram códigos com tochas posicionadas para esquerda e direita. Fonte: Vide Bibliografia
  6. 6. Curiosidades e Fator de História das Telecomunicações Desempenho das Civilizações 360 AC – Telegrafo a Água A partir da idéia dos sinais com tochas os romanos inventaram um telegrafo hydro- ótico. Nessa nova invenção as mensagens poderiam ser armazenadas e lidas mais tarde. A leitura era feita pelo nível da água. Fonte: Vide Bibliografia
  7. 7. Curiosidades e Fator de História das Telecomunicações Desempenho das Civilizações 150 AC – Sinalização por fumaça Alem dos Indígenas os romanos começaram a utilizar uma rede de telegrafo por fumaça com uma extensão de 4500 Km. Com isso o império pode se expandir/desenvolver rapidamente. Fonte: Vide Bibliografia
  8. 8. Telecomunicações Requisito Essencial História das Telecomunicações de Desempenho de uma Nação. 1794 - Claude Chappe Claude Chappe um ex padre inventou um telegrafo mecânico-ótico. A invenção foi necessária e estimulada logo após a Revolução Francesa, França essa que foi ameaçada internamente e por outros oponentes. Essa situação já na era moderna mostra como Telecomunicações é Requisito Essencial de Desempenho de uma Nação. O primeiro equipamento ficou operativo em 1794. Nessa época um exercito de soldados voluntários defendiam a França contra a Áustria e outras potencias. A linha (rede) de Telegrafo consistia de 22 estações que ligavam Lille com a capital Paris, a distância de mais de 240 Km. Em apenas entre 2 e 6 minutos era transferida uma mensagem. Mensageiros levariam 30 horas. Fonte: Vide Bibliografia
  9. 9. Telecomunicações Requisito História das Telecomunicações Essencial de Desempenho de Nações Telegrafo e Primeiro Cabo Submarino 1838 – Patente do Telegrafo A palavra telegrafo vem do grego “Tele” significa distância e “granhein” escrever. Ou seja escrever a distância. O Telegrafo elétrico foi inventado por Samuel Finley Breese Morse um norte americano, inventor e pintor. 1844 - A primeira mensagem de Washington até Baltimore 1852 - Já havia 64.000 km de linhas telegráficas no mundo 1866 – Inauguração do Primeiro Cabo Submarino Telegráfico (2 mil km) Primeira mensagem transmitida entre Europa e América The Great Eastern Fonte: Vide Bibliografia
  10. 10. Telecomunicações Requisito História das Telecomunicações Essencial de Desempenho de Nações Primeiros Passos do Telefone rumo ao Desenvolvimento e Desempenho 1876 – Invenção do Telefone: Alexander Graham Bell, escocês – Prof. surdos mudos Se inspirou no cientista alemão Hermann Helmholtz, que havia investigado a natureza física dos sons 1877 – Alexander Graham Bell, fundou a quot;Bell Telephone Companyquot; 3 anos: Maior companhia telefônica conhecida como “American Telephone and Telegraph Companyquot;. O Imperador Dom Pedro fez uma encomenda de 100 aparelhos. Instalado o primeiro telefone no RJ. 1880 – 50.000 assinantes nos Estados Unidos 1882 – Inventada a Central Telefônica Automática (s/ operador) por Almon Strowger 1962 - Primeira transmissão via satélite e em 1965 o Brasil é integrado no Sistema Intelsat 1967 - Criado no dia 25 de fevereiro o Ministério das Comunicações. 1972 - Criação da Telebrás – Estatização - 1,4 milhões de telefones em 2,2 mil localidades 1969 – Neil Armstrong, primeiro ser humano a pisar na Lua – Apollo 11. Ao pisar disse: “ Esse pequeno passo para um homem, mas um salto gigantesco para a humanidade” Esse pequeno passo somente foi possível com o avanço das telecomunicações. Em 1500 quando o Brasil foi descoberto levou-se aproximadamente 2 meses até que Portugal recebesse a noticia. A chegada do homem a lua foi acompanhada ao vivo (2 a 3 segundos de delay) pelo mundo inteiro. Fonte: Vide Bibliografia
  11. 11. Antes e Depois da Privatização das Telecom.: Req. Essencial de Desempenho Telecomunicações no Brasil 1998 – Cenário - Ano da Privatização Monopólio Estatal • Sistema Telebrás •27 Teles (1 para cada estado) + CTBC – Trafego Local e Interurbano Intra-Estado •CETERP (RPO) – Municipal •CTBC – Companhia Telefônica Brasil Central (Empresa Privada) •Embratel – Interurbano Interestadual e Internacional – Serviços prestados para as Teles. Serviços para clientes finais somente corporativos. •CPqD – Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Telebrás •Telefones Fixos: Aproximadamente 19 milhões – 12 para cada 100 habitantes – 23 mil localidades •Celular: Empresas Celulares estatais “nascidas” (Spin-off) de cada uma das Teles. •Telefones Celulares: Aproximadamente 5 milhões •Valor de Uma linha Telefônica U$ 1.000,00 era um bem declarado no imposto de renda, primeiro era paga e depois instalada, cerca de dois anos quando havia plano de expansão. •No mercado paralelo uma linha chegou a custar U$ 10.000,00 •Não existia Código de Seleção de Prestadora (CSP) Fonte: Vide Bibliografia
  12. 12. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - STFC Telefones Fixos: Aproximadamente 40 milhões 21 para cada 100 habitantes Local e LDN (Regional) Região Concessionárias Espelho Autorizatárias GVT Interlig I Telemar (Oi) Vesper (Embratel) Impsat Telmex (AT&T) Embratel Impsat II Brasil Telecom GVT Interlig Telefônica Telmex (AT&T) GVT Impsat Interlig III Telefônica Vesper (Embratel) Konecta Telmex (AT&T) Transit GVT Telefônica Setor 3 CTBC - Brasil Telecom Telemar (Oi) Setor 20 GVT - Londrina Sercomtel - Brasil Telecom - Tamarana Fonte: Teleco
  13. 13. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - STFC Áreas de Concessão e Autorização LDN (Interestadual) e LDI Região Concessionárias Espelho Autorizatárias Telemar (31) Telefônica (15) Claro (36) TIM (41) I, II e III Embratel (21) Intelig (23) Brasil Telecom (14) GVT (25) * CTBC (12) * Sercomtel (43) * * Regiões/Área de Atuação (XX) = Código de Seleção de Prestadora (CSP) Fonte: Teleco
  14. 14. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Celulares em Setembro de 2007 - set/06 dez/06 ago/07 set/07 Celulares 95.870.904 99.918.621 110.929.896 112.753.264 22 x mais Pré-pago 80,73% 80,62% 80,34% 80,36% que em 1998 Desidade 51,26 53,24 58,57 59,47 965.906 2.586.842 2.410.232 1.823.368 Cresc. Mês 1,02% 2,66% 2,22% 1,64% 9.660.568 13.708.285 11.011.275 12.834.643 Cresc. Ano 11,21% 15,90% 11,02% 12,85% Cresc. em 15.873.674 13.708.285 16.024.898 16.882.360 1 ano 19,84% 15,90% 16,89% 17,61% Nota: Celulares ativos na operadora. Densidade calculada com a projeção da população do IBGE para o mês respectivo Fonte: Teleco
  15. 15. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Operadoras de Celular Existem no Brasil 8 grupos de operadora de celular (+Nextel SME). Celulares* - Operadora Controlador Market Share* (Milhares) 1ª Telefônica Vivo 31.115 28,05% Portugal Telecom 2ª Tim Telecom Italia 28.515 25,71% 3ª Claro América Móvil 27.468 24,76% 4ª Oi Telemar 14.551 13,12% Amazônia Citi, Fundos 5ª 4.901 4,42% Telemig Cel. Opportunity 6ª BrT GSM Brasil Telecom 3.948 3,56% 7ª CTBC CTBC 345 0,31% Prefeitura Londrina 8ª Sercomtel 87 0,08% Copel * Dados de Ago/07, Fonte Anatel Fonte: Teleco
  16. 16. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Vivo Fonte: Teleco
  17. 17. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Claro Fonte: Teleco
  18. 18. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC TIM Telefônica Compra Participação na Europa. No Brasil não poderá realizar fusão. Fonte: Teleco
  19. 19. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Oi Fonte: Teleco
  20. 20. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Amazônia Celular/Telemig Celular 23/10/07 Anatel aprova compra pela Vivo 12/07 Oi Comprou a Telemig Celular. Aguarda autorização da Anatel Fonte: Teleco
  21. 21. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Sercomtel Fonte: Teleco
  22. 22. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC CTBC Fonte: Teleco
  23. 23. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Brasil Telecom Fonte: Teleco
  24. 24. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Nextel SME é destinado a pessoas jurídicas ou grupos de pessoas caracterizados pela realização de atividade específica. Não pode ser oferecido a pessoas físicas individualmente. Oferece a possibilidade de comunicação tipo despacho (push to talk) para um grupo. A Nextel opera na faixa de 800 MHz e utiliza a tecnologia IDEN da Motorola. Terminou o 2º trimestre de 2007 com 1.082 milhão de assinantes no Brasil. Fonte: Teleco
  25. 25. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC Unicel A Unicel foi a única proponente de leilão para exploração Serviço Móvel Pessoal (SMP) na região metropolitana de São Paulo inciado em 2005 Autorização foi publicado em 25/06/2007, no Diário Oficial da União. Para que a Unicel passe a prestar o SMP é necessário, agora, a assinatura do Termo de Autorização junto à Anatel. A Unicel terá um prazo de 12 meses, a partir da assinatura do termo de autorização, para iniciar a operação do serviço. A Unicel irá implantar uma rede GSM (Banda E) tendo como fornecedor a Ericsson. Responde pela Unicel o empresário Edward Jordan, presidente no Brasil da empresa EBJ Oito Participações, que atraiu investidores dos Estados Unidos para o Área 11 empreendimento. Notícias veiculadas pela imprensa indicam que a Unicel estaria buscando investidores para viabilizar seu projeto. A família Constantino, controladora da Gol, seria um dos interessados. Fonte: Teleco
  26. 26. Cenário Atual: Telecom.: Req. Essencial de Desempenho 9 anos Pós Privatização - SMC GlobalStar A Globalstar do Brasil S/A é a representante exclusiva da Globalstar L.L.C. no Brasil. Suas operações tiveram início no começo de janeiro de 2000. Ela atua na área de telecomunicação móvel e fixa via satélite e seus serviços funcionam em 100% do território nacional além de atuar nas Américas, Europa, Ásia, África e até 500 milhas náuticas. A Globalstar, por ter uma cobertura mais ampla, serve de complemento para os serviços de telefonias fixa e celular. A Globalstar do Brasil utiliza a tecnologia CDMA e toda ligação é coberta por três satélites, o que significa que caso algum satélite esteja encoberto por uma montanha, por exemplo, essa ligação é repassada automaticamente para um dos outros dois satélites mais próximo, sem que haja interrupção na ligação ou mudança na qualidade. O sinal é detectado pelo satélite mais próximo e retransmitido para a estação terrestre (gateway). A partir daí, ele entra na rede de telefonia (operadora) e segue normalmente para o seu destino. Devido ao fato da Globalstar do Brasil utilizar satélites de baixa órbita, não ocorrem nas ligações problemas típicos de comunicação via satélites como, por exemplo, som metalizado ou delay (atraso) nas ligações. Fonte: Teleco
  27. 27. Cenário Atual: 9 anos Pós Privatização Telecom.: Req. Essencial de Desempenho Procedimento de Realizar Ligações Telefonia Fixa Mapa Brasil com códigos DDD Código de acesso de Usuário Telefone: 8 dígitos (N8+N7+N6+N5+N4+N3+N2+N1) N8 STFC 2 a6 9 para as Bandas A (96 a 99) e B (91 a 94) SMC/SMP 8 para as Bandas D e E SME 7 Nextel e exceção Vivo Chamada Local Fixo --> Fixo Os dois terminais estão em uma mesma área local. O código nacional (DDD) do Fixo é o mesmo da área em que Fixo --> Celular o Celular está registrado. O código nacional (DDD) do Fixo é o mesmo da área em que Celular --> Fixo o Celular está no momento em que faz a chamada. O celular que faz a chamada está na área de código nacional Celular --> Celular (DDD) em que o Celular chamado está registrado. Área Local * Municípios AMERIC ANA, C AMPINAS, HORTOLANDIA, NOVA C AMPINAS ODESSA, PAULINIA, SANTA BARBARA D'OESTE, SUMARE, VALINHOS e VINHEDO Tipo de Chamada Procedimento DDD, LDN 0,CSP,DDD,Telefone DDI, LDI 00,CSP,DDI,Código área,Telefone A Cobrar Local 90,90,Telefone A Cobrar DDD 90,CSP,DDD,Telefone * Área Local: Cidades “conurbadas” – Esse exemplo é de Campinas Fonte: Teleco
  28. 28. Cenário Atual: 9 anos Pós Privatização Telecom.: Req. Essencial de Desempenho Tarifação Telefonia Celular - Tarifação Tipo de Chamada Nomenclatura Descrição O código nacional (DDD) do Fixo é o mesmo da área em Fixo --> Celular que o Celular está registrado. O código nacional (DDD) do Fixo é o mesmo da área em Celular --> Fixo Local VC1 que o Celular está no momento em que faz a chamada. O celular que faz a chamada está na área de código Celular --> Celular nacional (DDD) em que o Celular chamado está registrado. VC2 se o primeiro dígito do DDD dos dois telefones for igual e o segundo diferente. Interurbano (Longa Distância) VC3 se o primeiro dígito do DDD dos dois telefones for diferente. SMC – Serviço Móvel Celular SMP – Serviço Móvel Pessoal (mudou para) – Escolha do CSP VC = Valor da Comunicação (1, 2 ou 3) Fonte: Teleco
  29. 29. Telecom.: Req. Essencial de Desempenho Operação Celular Roaming BSC: Base Station Controller, para GSM interface com CCC HLR: Home Location Register VLR: Visitor Location Register Fonte: Teleco
  30. 30. Telecom.: Req. Essencial de Desempenho Operação Celular Roaming: Tarifas Quando faz a ligação Quando recebe a ligação Local sem roaming VC1, VC2 ou VC3 nada AD (na prática não é cobrado), Roaming na Operadora VC2 ou VC3, AD DSL1, DSL2(SMC) VC2 ou VC3 (SMP)* AD (adicional por chamada)*, Roaming com outras operadoras VC1*,VC2* ou VC3*, AD* DSL1, DSL2(SMC) VC2 ou VC3 (SMP)** Fonte: Teleco
  31. 31. Telecomunicações: Requisito Essencial de Desempenho Um novo modelo de concorrência internacional para o Brasil Assumir liderança em TI e Convergência Digital Software Hardware Mídia Convergência Digital Serviços Telecomunicações Fonte: Vide Bibliografia
  32. 32. Telecomunicações: Requisito Essencial de Desempenho Assumir liderança em TI e Convergência Digital Defesa dos Recursos e Potenciais Tecnológicos Disponíveis Convergência Digital Liderança na Economia do Conhecimento Fonte: Vide Bibliografia
  33. 33. Telecomunicações: Requisito Essencial de Desempenho Como a Índia chegou lá - Corporações mundiais montaram centros offshore - Forte surgimento, crescimento, expansão de indústrias indianas – 3 delas (Tata, Infosys, Wipro) internacionalizaram-se, com projetos nos EUA, Europa, Ásia - Incentivo à capacitação de pessoal - Língua inglesa - Qualificação de empresas por meio de certificações internacionais - Isenção e diminuição de impostos - Ampliação da infra-estrutura de Telecom - Fomento às empresas orientadas para exportação - Reputação de fonte confiável e barata (parâmetros internacionais) Fonte: Vide Bibliografia
  34. 34. Telecomunicações: Requisito Essencial de Desempenho Programa para o Desenvolvimento da Economia do Conhecimento fundamentada em TI 1) Infra-estrutura tecnológica e de Telecomunicações 2) Proteção à propriedade intelectual 3) Educação 4) Pesquisa 5) Serviços e vendas 6) Produtoras de Softwares 7) Investimento e acesso ao capital Fonte: Vide Bibliografia
  35. 35. História da Televisão TV: não menos importante como requisito • 1935 Câmara Iconoscópica (tubo) foi desenvolvida, primeiro programa regular de televisão no mundo iniciou em Berlim. • 1936 Primeiro programa comercial foi transmitido por rádio difusão pela BBC na Grã Bretanha e Jogos Olímpicos pela Alemanha.. • 1938 O Alemão Werner Flechsig construiu o tubo colorido. Foi o início do moderno tubos de raios catódicos. (PAL) • 1939 Inicio de programações televisivas em radio difusão (aberta) em Nova York nos USA. • 1941 O primeiro programa de TV colorido foi testado nos EU/A. • 1948 Padronização do padrão europeu com 625 linhas e 25 quadros/s – método de interlancing. • 1950 Foi criada a TV Tupi, canal 3, por Assis Chateaubriand • 1953 A televisão colorida foi introduzida nos EUA, ainda com qualidade ruim • 1954 A NTSC padronizou com 525 linhas e 30 quadros/s nos EUA. • 1957 O primeiro Satélite quot;Sputnik 1quot; foi lançado pela então União Soviética. • 1960 • Havia aproximadamente 4 milhões de TV´s na Alemanha. • A primeira comunicação via Satélite quot;Echo 1 Aquot; foi iniciada nos EUA. • A Sony desenvolveu o primeiro aparelho de TV transistorizados (em substituição as válvulas) • 1970 Transmissão no Brasil Via Satélite • 1972 A Primeira transmissão de TV a cores no Brasil: Em 19 de fevereiro (PAL-M) • 2007 (Dezembro) Previsão de Lançamento da TV Digital (HDTV High Definition TV) no Brasil (São Paulo) – Padrão definido o japonês (ISDB), existem outros dois americano e europeu. Fonte: Vide Bibliografia
  36. 36. Internet: não menos importante como História da Internet requisito • 1957 O lançamento do Sputinik pela USSR motivou os EUA fundar o Advanced Research Projects Agency (ARPA) no Department of Defense (DoD) para estabelecer os EUA como lideres em ciência e tecnologia com aplicação militar. • 1962 A força Aérea americana contratou estudos de como poderiam manter-se no comando e controlar mísseis, depois de um ataque nuclear. Era necessário a pesquisa de uma rede militar robusta e descentralizada e localizada em várias localidades. Foi definido roteadores de rede de pacote, os quais dividiam os pacotes em datagramas etiquetados indicando a origem e destino do computador. • 1968 ARPA criou a ARPANET. A rede física foi construída em 1969 ligando 4 nós: University of California até Los Angeles, SRI (in Stanford), University of California até Santa Barbara, e University of Utah. A rede era composta por circuitos de até 50 Kbps. • 1972 Primeiro e-mail criado por Ray Tomlinson. O Advanced Research Projects Agency (ARPA) foi renomeado para Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA). • 1973 Foi desenvolvido um protocolo chamado de TCP/IP por Vinton Cerf de Stanford e Bob Kahn de DARPA. • 1974 Primeiro uso do termo Internet • 1976 Dr. Robert M. Metcalfe desenvolveu a Ethernet, com cabo coaxial, foi o componente crucial para o desenvolvimentos das LAN´s . • Foi colocado em prática a transmissão por satélite (SATNET) ligando os EUA com a Europa. Foi utilizado os Satélites da INTELSAT, consorcio formado por vários paises. • 1988 Rapidamente o tráfico da rede começou a crescer e a rede começou a se configurar com largas faixas de banda. No Brasil a Fapesp criou uma rede própria utilizando como meio a Embratel. Logo em seguida se conectaram a UFRJ e outras várias universidades e centros de pesquisa. • 1990 A Rede (Internet mundial) foi interligada com o Brasil foi criada a RNT (Rede Nacional de Pesquisa) continuou com o apoio a FAPESP além da FAPERJ sob a coordenação do CPqD. • 1993 Final de 1993 inicio de 1994 os EUA abriram a rede para uso não acadêmico. • 1995 Estima-se que no Brasil existissem 60.000 usuários para uso acadêmico. No final de 2005 via Embratel iniciou a utilização não para uso acadêmico. Fonte: Vide Bibliografia
  37. 37. Nº de Usuários Internet Brasil 37 Milhões de usuários totais (20 milhões – residenciais) Residencial 23:30h/mês de navegação – maior valor do mundo 2007= 1,245 Bilhões 800.000.000 700.000.000 600.000.000 500.000.000 400.000.000 Série1 300.000.000 200.000.000 100.000.000 0 1996 1 97 2 98 3 99 4 00 5 01 6 02 7 03 8 2004 9 http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo_virtual Fontes http://www.internetworldstats.com
  38. 38. Internet Mundial Distribuição Mundial de Utilização de Internet Fonte: http://www.internetworldstats.com/stats.htm
  39. 39. Bibliografia Anatel: www.anatel.org.br Teleco: www.teleco.com.bt Apresentação: http://www.juliosemeghini.com.br e-mail julio@juliosemeghini.com.br Welcome to quot;The Web History of Telecommunicationsquot;! http://www2.hs-esslingen.de/telehistory/ ANACOM com a designação social Autoridade Nacional de Comunicações http://www.icp.pt/txt/index.jsp?categoryId=2 - Numeração Telefônica no Brasil, Eduardo Tude, Teleco http://br.noticias.yahoo.com/s/23102007/25/economia-anatel-aprova-compra-da-telemig- celular-pela-vivo.html http://www.imasters.com.br/artigo/5194/mobile/seguranca_em_telefonia_movel Roaming, José Luis De Souza e Eduardo Tude, Teleco http://www.comparatel.com.br/static/yy-privatizacao.asp http://www.brasilcultura.com.br/conteudo.php?menu=93&id=954&sub=980 http://www.telebras.com.br/historico.htm http://www.wirelessbrasil.org/ http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo_virtual http://www.internetworldstats.com
  40. 40. Bibliografia Referências: - Porter, Michael E. Como as forças competitivas moldam a estratégia. - Porter, Michael E. A vantagem competitiva das nações. - Warren McFarlan, F. A tecnologia da informação muda a sua maneira - Meira, Sílvio e Ramalho Araújo, Eratóstenes Edson. Inserção competitiva do Brasil no mercado internacional de software. - Saur, Ricardo. Perspectiva e projeções da indústria global de software e serviços - Morgado, Eduardo. Participação no workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI. - Marcatto, Carlos. Participação no workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI. - Silva, Ozires. Participação no workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI. - Lamounier, Afonso. Diálogos Inteligentes e Participação no workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI. - Pinedo, Marcos. Diálogos Inteligentes e Participação no workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI. - Lopes, Marcelo. Sobre a Lei de Informática. Participação no workshop Inovação tecnológica e Convergência Digital. - Mirra, Evando. Aspectos da Lei de Incentivo à Pesquisa. Participação no workshop Inovação tecnológica e Convergência Digital. - Vianna, Rogério. Participação no workshop Inovação tecnológica e Convergência Digital. - Salles, Jorge. Diálogos Inteligentes para o workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI. - Cunha, Paulo. Diálogos Inteligentes para o workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI - Feldman, Paulo. Diálogos Inteligentes para o workshop Estudo para o Desenvolvimento de uma economia do conhecimento fundamentanda no uso de TI - MBI – Exportações Brasileiras de TI & Software, 2005 - IPSOS – Local Economic Development Study
  41. 41. Muito obrigado! marden.galante@terra.com.br

×