Your SlideShare is downloading. ×
Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Convergência de Mídias no blog Brainstorm#9

4,926

Published on

Slides da apresentação do TCC de Ricardo Oliveira

Slides da apresentação do TCC de Ricardo Oliveira

0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,926
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
217
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. “ A cultura da convergência é o futuro, mas está sendo moldada no presente”. Henry Jenkins
  • 3. Introdução
    • Objeto de estudo em constante reconfiguração
    • A expressão “convergência de mídias” e Henry Jenkins
    • Cibercultura como a nova forma de cultura
  • 4. Introdução
    • A proposta de Jenkins para que enxerguemos além dos dispositivos
    • Muitos já nasceram conectados.
    • Compramos computadores para comunicar, nos conectar com o outro, com o mundo.
  • 5. Introdução
    • Estamos conectados em todo tempo: novas formas de estar online.
    • Tecnologia 3G
    • Smartphones
    • Wi-Fi Zone
  • 6. Introdução
    • A nova geração da Web elabora hibridizações de mídias em seus sites.
    • A internet deixa de ser apenas texto e imagem estática, e agora ganha som e vídeo.
  • 7. Introdução
    • E, com os blogs, não é diferente:
  • 8. Introdução
    • Assim como no blog Brainstorm#9:
  • 9. Metodologia
    • Base teórica:
    • - Henry Jenkins e a cultura da convergência
    • * Funções massivas e pós-massivas (André Lemos)
    • * Teoria da Cauda Longa (Chris Anderson)
    • - Web 2.0: Tim O’Reilly, Hugo Kuklinski e Cristobal Romaní
    - Blogs: além de diários virtuais * O que é um blog (Orihuela, Antúnez) * Blogosfera – noção de comunidade * Relevância – casos brasileiros e americanos
  • 10. Metodologia
    • Análise do Brainstorm#9
    • - Exploratória e qualitativa a partir da fundamentação teórica
    • - Sobre o autor e histórico do blog
    • - Design de interface: confluência de mídias e interatividade
    • - Conteúdo: falar de publicidade e convergir entre mídias
    • - Detalhes finais
  • 11. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - A euforia sobre a convergência de mídias
  • 12. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - Pensar de forma mais ampla.
    • - Henry Jenkins vai de encontro a idéia de que vivemos apenas uma convergência de dispositivos e tecnologias.
    “ Ela representa uma mudança cultural, na qual consumidores são encorajados a procurar novas informações e fazer conexões entre conteúdos midiáticos dispersos” (JENKINS). - Encorajados pelo quê?
  • 13. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - Internet chegou a 1 bilhão de usuários em 2005.
    - A própria estrutura técnica da web possibilita uma maior participação do usuário. “ Mantidas as atuais regras de funcionamento da internet, qualquer pessoa, coletivo ou empresa pode criar novas soluções e conteúdos que possibilitem a obtenção das atenções e a elevação da audiência que ultrapasse a obtida pelos grandes grupos” (SILVEIRA).
  • 14. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - Neste mesmo sentido,
    “ ao invés de falar de produtores e consumidores midiáticos em papéis separados, agora podemos vê-los como participantes que interagem uns com os outros de acordo com novas regras, que nenhum de nós entende por completo” (JENKINS)
  • 15. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - André Lemos (2007) propõe uma forma de organização teórica das novas mídias inseridas na era digital.
    - Para o autor, as novas mídias podem ser divididas entre as que utilizam funções massivas ou funções pós-massivas. - Entre elas há um estreitamento cada vez maior.
  • 16. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - Para o autor, mídias com funções massivas são aquelas que estão dentro da lógica de mercado da informação. Dependem da publicidade para gerar lucros e disputam os anunciantes entre si.
    - Meios que competem por audiência lançando novos hits e visando mais sucesso.
    • Mas são estes meios que também exercem importante papel social e político na formação da opinião pública.
  • 17. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - Para o autor, mídias com funções pós-massivas são aquelas que têm rompido o paradigma do pólo emissor da informação e transformado os antigos “espectadores” em verdadeiros autores e difusores de informação.
    - Blogs, podcasts, Redes P2P, Celulares com múltiplas funções.
  • 18. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • “ Os blogs, os podcasts, os wikis, os fóruns de discussão, os softwares sociais, não funcionam pela centralização da informação, não estão necessariamente ligados a empresas de comunicação, não se limitam a apenas enviar informação, não estão necessariamente ligados à publicidade e ao marketing que pagam as emissões, não são concessões do Estado e não se limitam a uma cobertura geográfica precisa” (LEMOS).
    • Um mídia onde o emissor informa de forma parcial, com sua opinião exposta, junto às suas referências de vida.
    • Um campo que age especialmente através dos nichos na sociedade, gerando o que Chris Anderson chamou de “CAUDA LONGA”.
  • 19. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - “Regra dos 98%” de Chris Anderson.
    - A pegadinha do CEO do site eCast: qual a porcentagem de venda de 10 mil álbuns disponíveis para venda online em MP3 em 1 trimestre? - Geralmente, apenas 20% do total é responsável com 80% das vendas. Entretanto, Chris Anderson arriscou que seria 50% por se tratar da internet. - A a resposta o impressionou: 98% de todos os 10 mil álbuns tem um percentual de vendas, mesmo que seja mínimo.
  • 20.  
  • 21. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • - Se atinge nichos, gostos específicos, as possibilidades estão abertas para o amadorismo, o artista de garagem, o cineasta das câmeras digitais, para o blogueiro.
    - Entretanto, a máxima jornalística diz: “ Nunca compre briga com que compra tinta em barris . - Mas, agora, as notícias não estão apenas nas páginas dos jornais impressos: também estão nas telas dos computadores, onde os leitores podem produzir seu próprio conteúdo.
  • 22. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    “ Sem dúvida alguma, o poder econômico manifesta-se com grande intensidade no ambiente das redes digitais, da comunicação mediada por máquina de processamento de dados. Todavia, ao contrário do ambiente dos mass media , este poder não consegue impedir o surgimento de sites, portais, soluções inovadoras que se constroem e desenvolvem ao largo do capital. No cenário dominado pelos mass media , o capital controla o lado da emissão e os canais de transmissão. No cenário digital, da forma como a internet foi estruturada, o capital controla a infra-estrutura de conexão, mas não controla os fluxos de informação, nem consegue determinar as audiências. Também não pode impedir o surgimento de portais e sites independentes e desvinculados do poder político e econômico. (SILVEIRA, 2008).
  • 23. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • Voltamos às funções pós-massivas, para lembrarmos de uma informação transmitida com pessoalidade e sem influência de poderes estatais ou de mercado, dentro de dispositivos como os celulares ou blogs.
    • A nova relação das grandes empresas com os leitores, que permite que eles enviem vídeos, fotos, registros de situações do cotidiano de forma mais veloz, na íntegra.
  • 24.
    • MTV premia o “webhit” do ano no seu prêmio VMB
    • O Fantástico exibe semanalmente o quadro “bola cheia e bola murcha”, com vídeos enviados pelos próprios espectadores.
  • 25. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • Do usuário passivo ao participativo
    • Falamos portanto de uma nova remediação entre as mídias. Cada uma se apropriando de funções que, anteriormente, não poderiam usufruir.
  • 26. 1. As novas mídias e uma cultura convergente
    • O que possibilita, em termos práticos, a maior participação do usuário?
  • 27. 1.1. A Web 2.0
    • O que é?
    • Segundo Tim O’Reilly, o criador do termo, Web 2.0 é “a mudança para uma internet como plataforma, e um entendimento das regras para obter sucesso nesta nova plataforma. Entre outras, a regra mais importante é desenvolver aplicativos que aproveitem os efeitos de rede para se tornarem melhores à medida que são mais usados pelas pessoas, aproveitando a inteligência coletiva”
  • 28.
    • Os 4 pilares da Web 2.0:
    1. Redes Sociais 2. O conteúdo 3. Organização social e inteligente da informação 4. Aplicações e serviços: mashups .
  • 29. 2. Blogs: além de diários virtuais
    • O que é?
    • 1 - Websites pessoais que permitem, através de um sistema de gerenciamento de conteúdo, que qualquer pessoa atualize essa página com “posts”, de onde estiver, diariamente ou mais de uma vez por dia.
    • 2 - As postagens são ordenadas de forma que as mais atuais estejam no topo da página e, cada uma, tem um link permanente, possibilitando ao blogueiro ou leitor, divulgá-la especificamente.
    • 3 – Opinião: blogs podem ter seções de comentários dentro das postagens, permitindo que o leitor opine sobre o artigo postado.
    • 4 – Blogroll: os blogueiros podem listar os blogs amigos na barra lateral, ou links que o interessam. Isso gera a noção de comunidade chamada “Blogosfera”.
  • 30. 2. Blogs: além de diários virtuais
    • Blogosfera
    • “ um sistema complexo, auto-regulado, extraordinariamente dinâmico e especialmente perceptível à informação que produz os meios tradicionais, em particular no que se refere a assuntos políticos e tecnológicos” (ORIHUELA)
    • A força dos blogs: segundo o Technorati são criados 2 blogs por minuto atualmente. Esta comunidade tem registrados mais de 75 milhões de blogs atualmente.
    • “ No novo cenário da comunicação, as funções da blogosfera são múltiplas: um filtro social de opiniões e notícias, um sistema de alerta prévio para as mídias, um sistema de controle e crítica dos meios de comunicação, um fator de mobilização social, um novo canal para as fontes convertidas em mídias, um novo formato aplicável às versões eletrônicas dos meios tradicionais para as coberturas extensas, catástrofes e acidentes (...)” (ORIHUELA)
  • 31. 2. Blogs: além de diários virtuais
    • Relevância
    • Pós 11 de setembro de 2001.
    • Relevância dos blogueiros na política americana.
    • Polêmica sobre a relevância da blogosfera brasileira.
  • 32. Campanha do jornal “O Estado de São Paulo” que mobilizou a blogosfera brasileira contra o jornal. Resultados: o Estadão promoveu em agosto de 2007 um debate sobre o tema.
  • 33. 2. Blogs: além de diários virtuais
    • Pauta para análise de um blog, segundo Orihuela.
    (1) Identidade do autor (2) Design de interface (3) Conteúdo editorial (4) Antiguidade e freqüência de atualização (5) Política de links (6) Blogroll (lista de blogs) (7) Links de entrada (8) Comentários e debates (9) Análise do público
  • 34. 3. Brainstorm#9 - O 4° blog que mais recebe links de outros no Brasil, segundo o Technorati e o Blogblogs.
    • Outros blogs de temática parecida: “Direto do Forno”, “Sim, viral!” e “Blog de Guerrilha”.
  • 35. 3. Brainstorm#9
    • Sobre o autor e histórico do blog
    • Criado e mantido desde 2002 pelo publicitário Carlos Merigo (27 anos).
    • Merigo trabalha como analista de tendências e estratégias digitais na agência Fischer America, uma das mais conceituadas do Brasil. Porém, admite que muito da sua carreira tem a ver com o blog:
    “ Através dele fiz vários contatos profissionais, inclusive meu trabalho nas últimas três agências que passei surgiu através do site. O blog me abriu muitas portas. Eu talvez saísse da faculdade sendo só mais um recém-formado na área de publicidade, tendo que bater na porta das agências para pedir uma oportunidade. O Brainstorm #9 acabou virando meu currículo, meu portfólio”.
  • 36. 3. Brainstorm#9
    • Design de interface: mídias e Web 2.0
  • 37. 3. Brainstorm#9
    • Design de interface: mídias e Web 2.0 / Mashups e Widgets:
  • 38. 3. Brainstorm#9
    • Design de interface: mídias e Web 2.0 / Os posts:
  • 39. 3. Brainstorm#9
    • Conteúdo editorial: falar de publicidade e convergir entre mídias
    • Post
    • Podcast: Braincast#9
    • Videocast: BraincastTV
  • 40. 3. Brainstorm#9
    • Conteúdo editorial: falar de publicidade e convergir entre mídias
    • Post O autor divide a temática principal do seu blog (publicidade, marketing, comuncação) em 4 categorias:
    • - Filmes/TV - Print/Impresso - Outdoor/Guerrilha - Viral/Internet
    • As postagens estão inseridas sempre dentro de uma dessas categorias.
  • 41.
    • Conteúdo editorial: falar de publicidade e convergir entre mídias
    • Post As postagens têm recursos e aplicativos da Web 2.0 que possibilitam maior profundidade no conteúdo e convergência midiática.
    3. Brainstorm#9
  • 42.  
  • 43.  
  • 44.
    • Conteúdo editorial: falar de publicidade e convergir entre mídias
    • Podcast: Braincast#9
    • - Podcast é ““sistema de produção e difusão de arquivos sonoros que guardam similitudes com o formato dos programas de rádio”, segundo André Lemos.
    • - O Braincast#9 possui em média 1 hora de duração e é gravado através de recursos de voz por IP, como o Skype. Os participantes estão em diferentes estados brasileiros, mas conversam via internet com descontração e bom humor sobre publicidade, marketing e mídias digitais.
    3. Brainstorm#9
  • 45.  
  • 46.
    • Conteúdo editorial: falar de publicidade e convergir entre mídias
    3. Videocast: BraincastTV - Derivado da palavra “podcast”, trata-se da mesma idéia, só que produzido com audiovisual. - O BraincastTV tem, em média, 8 minutos de duração por episódio. Eles são gravados com convidados, assim como o podcast. O videocast possui página externa no blog, exclusiva para este conteúdo e a qualidade das imagens é em alta definição (HD). - É produzido em parceria com a Enxame.TV e o estúdio Mellancia. Tem patrocínio da empresa Vilago e a da Camiseteria. 3. Brainstorm#9
  • 47.  
  • 48.
    • Conteúdo editorial: falar de publicidade e convergir entre mídias
    Resumo da confluência de mídias - Para falar de publicidade na TV, ele pode exemplicar usando vídeos publicados por ele mesmo em redes sociais de vídeos. Estes, podem estar inseridos dentro das próprias postagens. 3. Brainstorm#9 - O podcast possui caracaterísticas do rádio, dos programas de bate-papo. Entretanto, é veiculado na web, no formato MP3, alcançando um nicho específico e interessado nos temas. - O videocast utiliza recursos e características da TV, entretanto, não é propriamente TV. O simples fato de estar inserido dentro um blog já o transforma em algo diferente: parte de uma mídia híbrida e mais complexa, produzida de forma independente.
  • 49.
    • Aonde chegamos, portanto?
    • É possível uma convergência midiática dentro de uma ferramenta que possibilita maior participação dos consumidores de informação no mundo: os blogs.
    Conclusão 2. Isso faz dos blogs uma ferramenta mais ampla, pára além de apenas “diários virtuais”: podem ser mídias de onde podem surgir inovações para a Web 2.0 e para as formas de transmissão de conteúdo. 3. A análise do blog Brainstorm#9 é um pequeno exemplo do que tem acontecido na blogosfera mundial em termos de convergência midiática: autores que além de produzir hipertextos, editam seus próprios programas em áudio ou vídeo. Seu blog tem uma média de 400 mil acessos por mês.
  • 50. “ A cultura da convergência é o futuro, mas está sendo moldada no presente. Consumidores serão mais poderosos em uma cultura da convergência, mas somente se reconhecerem e usarem seu poder tanto como consumidores quanto como cidadãos, como participantes plenos de nossa cultura”. Henry Jenkins Obrigado! =) Ricardo Oliveira www.diversita.blog.br [email_address]
  • 51.  

×