Marquês de Pombal
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
15,103
On Slideshare
15,079
From Embeds
24
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
310
Comments
2
Likes
5

Embeds 24

http://www.slideshare.net 15
http://www.osbandeirantesnevo.blogspot.com 6
http://osbandeirantesnevo.blogspot.com 3

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2.
    • Em 1750 D. José I nomeou para seu Ministro Sebastião José de Carvalho e Melo , que, durante o reinado do seu pai, tinha sido embaixador de Portugal em Viena de Áustria.
    • Sebastião José de Carvalho e Melo ficou conhecido pelo nome Marquês de Pombal.
  • 3.
    • Em 1 de Novembro de 1755 deu-se em Lisboa um Terramoto , que destruiu a zona ribeirinha da cidade.
    • O Próprio Marquês de Pombal acompanhou a Reconstrução de Lisboa. Decidiu arrasar a “Baixa”,que era a parte mais destruída, e a aí construir uma zona nova e arejada - a Lisboa Pombalina – com características próprias.
  • 4.
    • Características da Lisboa Pombalina :
    • Ruas largas e perpendiculares;
    • Edifícios harmoniosos;
    • Uma grande praça, a Praça do Comércio;
  • 5.
    • A capacidade de decisão e a eficácia demonstrada pelo Marquês de Pombal para acudir às consequências do terramoto de 1755 permitiu-lhe conquistar a confiança e o apoio total do Rei.
  • 6.
    • A Partir desta altura D. José I entrega ao seu ministro o controlo do governo do Reino. O marquês de iniciou então um conjunto de reformas para desenvolver o País e fortalecer o poder absoluto do Rei.
  • 7.
    • Para desenvolver a industria e diminuir as importações de produtos estrangeiros o Marquês de Pombal instalou novas industrias não só em Lisboa como noutros pontos do país.
  • 8.
    • Para proteger a agricultura, a pesca e, ao mesmo tempo , desenvolver o comércio retirou aos comerciantes estrangeiros , principalmente ingleses , os grandes lucros que vinham obtendo, criando “companhias comerciais” controlados” pelo Estado . São disto exemplos a “Companhia dos Vinhos do Alto Douro” e a “Companhia de Pescas do Algarve
  • 9.
    • Desde o início do governo , o marquês de Pombal procurou mostrar a força do poder absoluto do Rei sobretudo perante a alta-nobreza e o clero, chegando mesmo a prender ou condenar à morte alguns deles e a confiscar os seus bens.
  • 10.
    • Em contrapartida , protegeu os comerciantes e os burgueses e declarou oficialmente o comércio como profissão nobre . Em 1771 , proibiu a escravatura no Reino, continuando no entanto a existir nas colónias Portuguesas.
  • 11.
    • Em Relação ao ensino , o Marquês de Pombal criou escolas “menores”(parecidas com as do 1ºciclo) por todo o País e reformou a Universidade de Coimbra . Os métodos de ensino foram alterados ,passando-se a dar maior importância á observação e á experimentação para que os alunos compreendam melhor.
  • 12.
    • Odiado por uns, amado por outros, o Marquês de Pombal marcou a sua época.
    • Depois da morte do Rei D . José I, em 24 de Fevereiro de 1777, o Marquês de Pombal foi demitido de todos os cargos do governo pela Rainha D . Maria I.
  • 13.  
  • 14.
    • Cristiana Teixeira nº6
    • Vânia Nunes nº23
    • 6ºE
    • Escola E.B.2/3 DE Nevogilde.