Projectoace

2,328 views
2,269 views

Published on

Published in: Technology, Sports
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,328
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,352
Actions
Shares
0
Downloads
53
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projectoace

  1. 2. OGM’s são Organismos Geneticamente Modificados, no qual um gene de um organismo é inserido noutro de modo a transmitir-lhe uma propriedade específica.
  2. 3. Visa a obtenção de organismos com características novas ou melhoradas relativamente ao organismo original.
  3. 4. Morangos vêm o seu DNA modificado pela inclusão de um gene pertencente a um peixe do Árctico, o que lhes permite suportar melhor o frio. EXEMPLO
  4. 5. Não é realizado um cruzamento entre espécies, mas sim um cruzamento de algumas propriedades muito específicas. ATENÇÃO!
  5. 6. São produzidos em técnicas que incluem DNA recombinante . São estas: <ul><li>Micro-injecção </li></ul><ul><li>Micro-encapsulação </li></ul><ul><li>Fusão celular </li></ul><ul><li>Técnicas de hibridização com criação de novas células ou recombinações genéticas diferenciadas </li></ul>
  6. 7. Quais os factores que podem levar à aderência destes organismos?
  7. 8. <ul><li>Aumento da produção dos alimentos </li></ul><ul><li>Alimentos com melhor tempo de conservação e inocuidade (deterioram-se mais lentamente e têm maior resistência a bactérias) </li></ul>Têm custos inferiores Podem ser transportados por distâncias maiores REDUÇÃO DA FOME EM PAÍSES NECESSITADOS
  8. 9. <ul><li>Produção mais ecológica e barata </li></ul><ul><li>Melhoria do valor nutricional dos alimentos e outras características desejáveis </li></ul><ul><li>Redução do uso de compostos químicos (herbicidas, pesticidas, fungicidas, adubos,…) cuja acumulação pode causar danos nos ecossistemas a eles expostos </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Optimização de plantações em terrenos pouco férteis, com o intuito de se passar a produzir em terrenos áridos </li></ul>Melhoria das condições de vida em países necessitados
  10. 11. <ul><li>Estima-se que 40 000 mil pessoas, na maioria crianças, morrem por dia de desnutrição e doenças associadas à fome. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>É necessário lutar-se contra estes factos… </li></ul>
  12. 13. <ul><li>As áreas de cultivo transgénico estão com uma taxa de crescimento de 13% por ano e a área total plantada é já superior a 100 milhões de hectares. </li></ul><ul><li>Como principais produtores temos: </li></ul><ul><li>EUA </li></ul><ul><li>Canadá </li></ul><ul><li>Brasil </li></ul><ul><li>Argentina </li></ul><ul><li>China </li></ul><ul><li>Índia </li></ul>
  13. 14. No entanto, será que cabe ao Homem alterar a biodiversidade?
  14. 15. Até que ponto serão os OGM’s uma boa escolha para a nossa alimentação?
  15. 16. Ao longo do tempo, os OGM’s têm chegado á mesa dos consumidores sem que estes saibam o que são e quais os efeitos nocivos associados.
  16. 17. Será que estes organismos alterados são devidamente testados?
  17. 18. Enquanto que um produto farmacêutico requer muitas vezes quinze anos de testes rigorosos para sua aprovação (e ainda assim é muitas vezes retirado do mercado), os OGM’s não foram sujeitos a um escrutínio vigoroso, tendo em consideração os efeitos a médio e longo prazo na saúde e ambiente.
  18. 19. Isto porque quem parece lucrar com todo este processo são meia dúzia de multinacionais que exercem uma enorme influência junto de governos e da “elite” intelectual e económica mundial.
  19. 20. Esses produtos já estão a ser introduzidos na dieta dos consumidores – beneficiários ou vítimas?
  20. 21. Quais os efeitos prejudiciais destes produtos?
  21. 22. <ul><li>Maior resistência a agro tóxicos e antibióticos nas pessoas e animais </li></ul><ul><li>Potencial reacção alérgica dos animais/humanos a estes alimentos </li></ul>
  22. 23. <ul><li>Doenças e alergias: modificação da cadeia de ADN implica efeitos secundários </li></ul><ul><li>Aparecimento de novos vírus </li></ul>
  23. 24. <ul><li>EXEMPLO </li></ul><ul><li>Há alguns anos atrás morreram 37 pessoas e milhares ficaram em sofrimento depois de terem consumido um suplemento alimentar produzido a partir de uma bactéria </li></ul>
  24. 25. <ul><li>Podem prejudicial gravemente o tratamento de algumas doenças </li></ul><ul><li>Desconhecimento das consequências da utilização dos alimentos geneticamente alterados a longo prazo </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Impactos ambientais: </li></ul><ul><ul><li>Afecta as cadeias alimentares visto que as plantas irão ser resistentes aos insectos que delas se alimentam, alterando consequentemente o resto da cadeia </li></ul></ul>
  26. 27. <ul><li>Ervas daninhas resistentes a herbicidas </li></ul><ul><li>Perda de fertilidade natural dos solos e da biodiversidade </li></ul><ul><li>Eliminação de populações benéficas (abelhas, minhocas e outros) </li></ul>
  27. 28. <ul><li>Poluição dos terrenos e lençóis de água com agro tóxicos </li></ul>CURIOSIDADE: Potencialmente, a poluição biológica produzida pelos organismos geneticamente manipulados é muito mais perigosa do que a poluição química ou nuclear.
  28. 29. Algumas aplicações destes organismos já realizadas
  29. 30. No mercado americano já estão disponíveis transgénicos de: <ul><li>Feijão de soja </li></ul><ul><li>Milho </li></ul><ul><li>Batata </li></ul><ul><li>Abóbora </li></ul><ul><li>Papaia </li></ul>
  30. 31. <ul><li>Leite e outros lácteos derivados de vacas tratadas com hormona geneticamente manipulada (rBST) </li></ul><ul><li>Enzimas geneticamente manipuladas que são utilizadas pela indústria de processamento alimentar </li></ul>
  31. 32. Na agricultura Introdução de um gene insecticida em plantas para que a própria possa resistir a determinadas doenças de lavoura.
  32. 33. Investigação científica Utilização em investigação científica para a produção de determinados compostos de interesse comercial, medicinal e agronómico.
  33. 34. Exemplos de aplicações falhadas
  34. 35. Hormonas adoecem vacas Somatrotopia bovina recombinante (BSTr), produzida em larga escala graças á engenharia genética, é uma hormona sintética que permite aumentar significativamente a produção leite de vaca. No entanto, estima-se que as vacas que recebiam BSTr tinham 79% de probabilidade de contrair mastites e outras inflamações. O resultado é o uso frequente de antibióticos e consequente aumento de resíduos dessas drogas no leite que irá ser consumido e maior resistência a bactérias patogénicas.
  35. 36. Nitrofuranos <ul><li>Substância químicas usadas por veterinários na prevenção e tratamento de diversas moléstias causadas por micróbios em aves e suínos, entre outros. No entanto, como esses animais se destinam ao consumo, apresentam um risco potencial à saúde do homem, devido às suas propriedades carcinogénicas (cancro). </li></ul>
  36. 37. Batata transgénica <ul><li>Provocou um efeito nefasto quando presente na alimentação de ratos, devido ao efeito tóxico do trangene (lectina) no desenvolvimento dos mamíferos. </li></ul>
  37. 38. McDonalds <ul><li>Teoricamente o que se come no McDonalds é “carne de soja” ou carne de cavalo. Segundo fontes autorizados da Universidade Estadual de Michigan (EUA), averiguou-se que a carne utilizada nos seus “ hamburger's ” provém de autênticos vultos sem patas e sem cornos, alimentados por meio de tubos ligados ao estômago. </li></ul>
  38. 39. <ul><li>De facto, não tem ossos, mas sim um pouco de cartilagens que não chegam a desenvolver-se. Quem os viu explica que, para além de permanecerem imóveis toda a sua “vida”, não têm olhos nem cauda, praticamente não têm pêlos, a sua cabeça é do tamanho de uma bola de ténis e a única coisa que sobressai é o que lhes sai da “boca”. </li></ul>
  39. 40. <ul><li>A manipulação genética da qual resultam, converte-os em coisas inanimadas com aparência gelatinosa horrível. </li></ul><ul><li>O pior de tudo isto não é a McDonalds usar a manipulação genética, mas sim que a dita carne produza efeitos secundários na saúde. </li></ul>
  40. 41. <ul><li>Ainda que não exista um grande número de pessoas infectadas, sabe-se que no Canadá, Austrália e EUA, grupos científicos relacionam o consumo de hamburgers da McDonalds com o síndrome de Alzheimer. </li></ul>

×