Alimentaçao

6,835 views
6,638 views

Published on

Published in: Art & Photos
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,835
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
31
Actions
Shares
0
Downloads
242
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Alimentaçao

  1. 1. Prof° ELISEU JANUARIO DA SILVA CIÊNCIAS BIOLOGICAS
  2. 2. SAÚDE <ul><li>Alimentação Saudavel </li></ul><ul><li>viver em harmonia !!! </li></ul>
  3. 3. ORIGENS DO ALIMENTO <ul><li>ANIMAL </li></ul><ul><li>VEGETAL </li></ul>
  4. 4. ALIMENTOS
  5. 5. O QUE SÃO NUTRIENTES? <ul><li>  </li></ul><ul><li>São substâncias que compõem os alimentos e que o organismo precisa. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Os Nutrientes são: </li></ul><ul><li>proteínas </li></ul><ul><li>carboidratos </li></ul><ul><li>gorduras </li></ul><ul><li>água </li></ul><ul><li>vitaminas </li></ul><ul><li>minerais </li></ul><ul><li>fibras </li></ul>
  7. 7. <ul><li> “ construtoras” </li></ul><ul><li>    </li></ul><ul><li>  </li></ul>PROTEÍNAS
  8. 10. CARBOIDRATOS: FORNECEM ENERGIA
  9. 11. GORDURAS <ul><li>       fornecem uma fonte concentrada de energia, que pode ser armazenada. </li></ul><ul><li>      auxílio no transporte e na absorção de vitaminas A, D, K e E. </li></ul>
  10. 12. ÁGUA
  11. 13. VITAMINAS <ul><li> NOSSO CORPO NÃO PRODUZ, TEMOS QUE CONSUMI-LOS DIARAMENTE: presentes em todas as reações químicas de nosso corpo. </li></ul>
  12. 14. ALGUMAS VITAMINAS
  13. 15. MINERAIS <ul><li> participam de todas as reações químicas do organismo. . </li></ul><ul><li>Como o corpo não é capaz de </li></ul><ul><li>produzi-los, devem ser obtidos </li></ul><ul><li>através da grande variedade </li></ul><ul><li>de alimentos em que estão presentes . </li></ul>
  14. 16. PRINCIPAIS MINERAIS <ul><li> cálcio </li></ul><ul><li>fósforo </li></ul><ul><li>ferro </li></ul><ul><li>sódio </li></ul><ul><li>potássio </li></ul><ul><li>magnésio manganês </li></ul><ul><li>flúor </li></ul><ul><li>iodo </li></ul><ul><li>cobre </li></ul><ul><li>zinco </li></ul>
  15. 17. FIBRAS
  16. 18. 12-DICAS PARA BOA ALIMENTAÇÃO: <ul><li>1- De 4 a 6 refeições diárias </li></ul>
  17. 19. 2- MODERADAMENTE
  18. 20. 3- BEBER ÁGUA DIARIAMENTE
  19. 21. 4- MANTENHA SEU PESO!!
  20. 23. 5-
  21. 24. 6- Disponibilidade de calorias Grupo de Frutas, Legumes e Verduras (F, L & V) <ul><li>Recomendação da OMS :  400 gramas de F,L&V/dia para prevenir doenças crônicas não transmissíveis. </li></ul><ul><li>É necessário que , em uma dieta de 2000 calorias, 9,2% das calorias totais (183 calorias) sejam provenientes de frutas, verduras e legumes ( 5 porções – 2 de frutas e 3 de verduras e legumes). </li></ul><ul><li>Assim, há uma necessidade de triplicar o consumo de 132  400 gramas/dia, no Brasil. </li></ul>
  22. 25. 7-
  23. 26. 8-ADITIVOS = DOENÇAS!!
  24. 27. 9- ALIMENTOS FUNCIONAIS
  25. 29. 9- HIGIENE
  26. 30. 11-ATIVIDADES FISÍCAS
  27. 32. 12 – NÃO USE DROGAS
  28. 33. Sistema Digestório e a digestão DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFº Eliseu
  29. 34. SISTEMA DIGESTÓRIO <ul><li>Composto por um longo tubo oco (boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso) ao qual são ligadas glândulas anexas: </li></ul><ul><li>glândulas salivares, </li></ul><ul><li>fígado, </li></ul><ul><li>pâncreas. </li></ul>
  30. 35. Estructura general
  31. 36. <ul><ul><li>FUNÇÕES DA DIGESTÃO : </li></ul></ul><ul><li>1- Aproveitamento de substâncias que mantém o organismo vivo. </li></ul><ul><li>2- Transformação mecânica e química das macromóléculas alimentares ingeridas em moléculas de tamanhos e formas adequadas para serem absorvidas pelo intestino. </li></ul><ul><li>3- Transporte de alimentos digeridos, água e sais minerais do intestino para os capilares sangüíneos da mucosa do intestino. </li></ul><ul><li>4- Eliminação de resíduos alimentares não digeridos e não absorvidos. </li></ul>
  32. 37. <ul><li>Digestão </li></ul><ul><li>Transformação do alimento em moléculas mais simples. </li></ul><ul><li>A hidrólise(quebra) das macromoléculas dos alimentos ingeridos é realizada pela ação de enzimas digestivas presentes nas secreções do sistema digestório. </li></ul><ul><li>As proteínas são decompostas em aminoácidos. </li></ul><ul><li>As gorduras em ácidos graxos e glicerol </li></ul><ul><li>Os carboidratos em açúcares simples, monossacarídios, como a glicose. </li></ul>
  33. 39. TIPOS DE DIGESTÃO:MECÂNICA <ul><li>Mastigação: Desintegração parcial dos alimentos. </li></ul><ul><li>Deglutição: Condução dos alimentos através da faringe para o esôfago. </li></ul><ul><li>Movimento peristáltico: (inidirecional) estimulação mecânica da musculatura do estômago e de intestino pela distensão. </li></ul><ul><li>Defecação: Eliminação de substâncias não digeridas. </li></ul>
  34. 40. Cavidad bucal
  35. 41. Os dentes e a língua preparam o alimento para a digestão, por meio da mastigação, os dentes reduzem os alimentos em pequenos pedaços, misturando-os à saliva. A língua movimenta o alimento empurrando-o em direção a garganta, para que seja engolido. Na superfície da língua existem dezenas de papilas gustativas, cujas células sensoriais percebem os quatro sabores primários: doce, azedo, salgado e amargo.
  36. 42. BOCA, FARINGE E ESÔFAGO MASTIGAÇÃO E DEGLUTIÇÃO
  37. 43. <ul><li>Insalivação (alimento-boca): A mistura do alimento mastigado e da saliva. </li></ul><ul><li>Quimificação (quimo-estômago): A mistura de partículas alimentares parcialmente digeridas e do suco gástrico é denominada quimo. </li></ul><ul><li>Quilificação (quilo-intestino): A mistura de partículas alimentares digeridas e do suco entérico, do suco pancreático e da bile é denominada quimo. </li></ul>TIPOS DE DIGESTÃO:QUÍMICA
  38. 44. SECREÇÃO SALIVAR <ul><li>GLÂNDULAS SALIVARES: </li></ul><ul><li>Pares:parótidas, submaxilares e sublinguais </li></ul>A saliva é composta por água, sais, muco e ENZIMA : amilase salivar (ptialina): digestão de amido
  39. 45. Função da faringe e esófago <ul><li>Condução do bolo alimentar </li></ul><ul><li>Não tém função digestiva alguma e não produz enzimas. </li></ul>
  40. 47. Esófago y peristaltismo
  41. 48. ESOFAGITIS
  42. 49. Funções do estômago: - acrescentar fluidos digestivos. ao bolo alimentar, liquefazendo-o; - continuar a digestão. Regiões do estômago
  43. 50. Regulação gástrica
  44. 51. SECREÇÃO GÁSTRICA <ul><li>ESTÔMAGO : </li></ul><ul><li>órgão armazenador (minutos/horas) dependendo do volume e natureza química da dieta. </li></ul><ul><li>Células produzem e secretam o suco gástrico: </li></ul><ul><li>ENZIMA : protease gástrica (pepsina) - digestão de proteínas </li></ul><ul><li>Ácido clorídrico </li></ul><ul><li>mucina = muco: revestimento protetor alcalino </li></ul>
  45. 52. SECREÇÃO PANCREÁTICA <ul><li>PÂNCREAS : </li></ul><ul><li>glândula mista: </li></ul><ul><li>endócrina e </li></ul><ul><li>exócrina: porção digestiva </li></ul><ul><li>ENZIMAS: </li></ul><ul><li>amilase pancreática: carboidratos </li></ul><ul><li>lipases: lipídeos </li></ul><ul><li>proteases pancreáticas ( tripsina e quimotripsina): proteínas </li></ul>
  46. 53. Páncreas
  47. 54. SECREÇÃO BILIAR <ul><li>FÍGADO: </li></ul><ul><li>Produz e secreta a bile. </li></ul><ul><li>A bile não têm enzimas. </li></ul><ul><li>Composição da bile: </li></ul><ul><li>pigmentos, água, sais inorgânicos e </li></ul><ul><li>sais biliares, que auxiliam o processo digestivo reduzindo, fisicamente, os lipídios a pequenas gotículas. </li></ul><ul><li>Esse processo denomina-se emulsificação lipídica . </li></ul>
  48. 55. FÍGADO A bile é armazenada na vesícula biliar.
  49. 56. SECREÇÃO ENTÉRICA <ul><li>INTESTINO DELGADO : </li></ul><ul><li>Duodeno é a porção do intestino onde ocorre a digestão. </li></ul><ul><li>Células produzem e secretam: suco entérico </li></ul><ul><li>ENZIMAS : </li></ul><ul><li>protease entérica - digestão das proteínas </li></ul><ul><li>carboidrase entérica - digestão de carboidratos </li></ul>
  50. 57. VELLOSIDADES INTESTINALES
  51. 58. DIGESTÃO NO INTESTINO DELGADO
  52. 59. INTESTINO DELGADO Nas porções Jejuno e Íleo: ocorre a absorção de vitaminas, água e nutrientes ( quilo)
  53. 60. INTESTINO GROSSO Onde ocorre a absorção de água e sais e, a formação das fezes. Os restos não digeridos são eliminados como fezes. As fezes não são um produto do metabolismo intracelular, portanto não são consideradas como um tipo de excreção.

×