Apresenta..(1)

7,690 views

Published on

doenças sexualmente transmissveis

Published in: Education, Business, Technology
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,690
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
20
Actions
Shares
0
Downloads
325
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresenta..(1)

  1. 2. <ul><li>Prevenção voluntária da gravidez; </li></ul><ul><li>Evita a formação dos gâmetas ou o seu encontro; </li></ul><ul><li>Impede a nidação; </li></ul>
  2. 3. <ul><li>Métodos Naturais </li></ul><ul><li>Métodos Barreira </li></ul><ul><li>Contracepção Hormonal </li></ul><ul><li>Espermicida </li></ul><ul><li>Métodos Definitivos </li></ul><ul><li>Contracepção de Emergência </li></ul>
  3. 4. <ul><li>Método do Calendário </li></ul><ul><li>Método das Temperaturas </li></ul><ul><li>Método do Muco Cervical </li></ul><ul><li>Método Sintotérmico </li></ul>
  4. 5. Método do calendário – procura saber qual o período fértil da mulher, ou seja, em que dia poderá ocorrer a ovulação, geralmente ao 14ºdia (caso a mulher seja regular), sendo o período fértil, 3 dias antes e 3 dias após a ovulação. <ul><li>Método do muco cervical – é a observação da elasticidade do muco cervical, retirado da vagina, com 2 dedos, diariamente. No período fértil, a elasticidade e o volume são maiores. </li></ul><ul><li>Método das temperaturas – consiste na medição diária da temperatura do corpo da mulher, após o acordar e em jejum, sempre no mesmo local (boca, vagina ou recto). Quando existe uma ligeira descida e depois uma ligeira subida a meio do ciclo, é porque existiu a ovulação. </li></ul>Método sintotérmico – é o conjunto dos métodos da temperatura e do muco cervical.
  5. 6. Vantagens Desvantagens Não tem custo. Pode requerer um longo período de abstinência. Pode ser utilizado quer como contraceptivo quer para engravidar. Não protege contra as DST. É imediatamente reversível. Necessita de uma atenção e registos diários.
  6. 7. <ul><li>Preservativo Masculino </li></ul><ul><li>Preservativo Feminino </li></ul><ul><li>Diafragma </li></ul>
  7. 8. <ul><li>É formado por uma fina membrana de látex, material muito resistente e flexível, com diferentes cores e aromas. </li></ul>
  8. 9. Membrana de plástico (poliuretano), que é introduzido na vagina, revestindo-a e a parte externa da vulva. Pode ser introduzido antes do acto sexual, ou horas antes do mesmo.
  9. 11. Membrana de borracha circular, flexível que se insere na vagina, de modo a que o útero fique tapado, impedindo o acesso dos espermatozóides ao interior do útero. Deve ser utilizado com um espermicida para aumentar a sua eficácia. Este método não existe em Portugal.
  10. 13. Vantagens Desvantagens Evitam a gravidez e diminui o risco de contrair DST (excepto o diafragma). O látex ou o lubrificante podem provocar reacções alérgicas. Não necessita de supervisão clínica. Dificuldade na utilização. Não tem efeitos sistémicos.
  11. 14. <ul><li>Pílula </li></ul><ul><li>Anel Vaginal </li></ul><ul><li>Injectável </li></ul><ul><li>Implante </li></ul><ul><li>Adesivo </li></ul><ul><li>D.I.U. </li></ul><ul><li>S.I.U. </li></ul>
  12. 15. Contém uma combinação de hormonas, estrogénio e progestagénio que, quando tomada diariamente, impede a ovulação.
  13. 16. Vantagens Desvantagens Previne a gravidez. Grande responsabilidade para a mulher. Previne certas doenças (reduz as probabilidades de se obter certos cancros, nos ovários e no útero, por exemplo). Efeitos secundários. Eficaz, segura e reversível. Poderão surgir alguns efeitos secundários (mudança de peso e dores no peito, por exemplo). Não previne as DST.
  14. 17. Tem a forma de anel, tal como o nome indica, é flexível e de plástico que actua da mesma forma que a pílula, liberta hormonas, estrogénio e progestagénio que impedem a ovulação .
  15. 18. Vantagens Desvantagens Previne a gravidez. Não previne as DST. Despreocupação por parte da mulher. Não interfere na relação sexual.
  16. 19. É uma injecção intramuscular, constituída por uma única hormona, o progestagéneo que, tal como na pílula combinada, impede a ovulação e aumenta o espessamento do muco cervical, o que impede a movimentação dos espermatozóides. Esta tem que ser dada na nádega ou no braço de 3 em 3meses .
  17. 20. É um pequeno implante inserido no antebraço, por baixo da pele que, liberta lentamente a hormona progestagénio, impedindo a ovulação e que os espermatozóides alcancem o útero. É de longa duração contraceptiva, tem um período de 5anos, depois perde a eficácia e poderá ser substituído por outro, durante esse longo período também pode ser retirado.
  18. 21. Tal como o nome indica, é um adesivo fino e confortável que é colocado em zonas de fácil visibilidade, afastadas do peito (braço, abdómen ou braço, por exemplo) que, tal como a pílula combinada, liberta as hormonas estrogénio e progestagéneo, absorvidas através da pele, e impedem a ovulação.
  19. 22. Vantagens Desvantagens Previnem a gravidez. Criam uma irregularidade no ciclo menstrual (implante e injectável). Não interferem nas relações sexuais. Têm que ser um profissional a injectá-la (implante e injectável). Eficaz, seguro e reversível. Não previnem as DST. Despreocupação por parte da mulher.
  20. 23. Pequeno objecto de plástico, flexível, com um fio de cobre enrolado. Pode ter várias formas, mas geralmente tem a forma de T e é colocado no útero, de forma a impedir a implantação do óvulo no útero.
  21. 24. Tem exactamente as mesmas funções que o D.I.U. mas, este liberta hormonas que impedem a ovulação.
  22. 25. Vantagens Desvantagens Previnem a gravidez. Podem provocar dores durante a inserção. Não interferem no acto sexual. Têm que ser colocados por um especialista. Podem permanecer entre 3 e 5anos no útero. Implicam uma vigilância periódica. Reversíveis. Podem causar infecções. Não previnem as DST.
  23. 26. Substâncias introduzidas na vagina antes do acto sexual que têm a função de matar os espermatozóides. Existem diferentes tipos de espermicidas, cremes, espumas, cones ou comprimidos vaginais.
  24. 27. Vantagens Desvantagens Fácil acesso. Pode provocar reacções alérgicas. Podem ser colocados pouco antes do acto sexual. Deve ser utilizado com outro contraceptivo, pois a sua protecção é reduzida. Previne um pouco das DST.
  25. 28. <ul><li>Vasectomia </li></ul><ul><li>Laqueação das Trompas </li></ul>
  26. 29. Processo utilizado no homem, que consiste num pequeno corte dos canais deferentes, de forma a impedir que os espermatozóides passem para a uretra. Continua a haver ejaculação, com líquido ejaculatório, mas sem espermatozóides. O homem só fica estéril após 3 meses da operação.
  27. 30. Corte nas Trompas de Falópio que impede o encontro dos gâmetas. A mulher fica estéril, a partir do momento em que a operação é realizada.
  28. 31. Vantagens Desvantagens Contracepção segura e eficaz. Requerem procedimento cirúrgico com profissionais. Hoje em dia, as trompas de falópio da mulher já podem ser reconstruídas, mas sem 100% de certezas que possa impedir a infertilidade. Podem existir algumas complicações pós-laboratoriais. Não têm efeitos colaterais ou riscos para a saúde a longo prazo. Difícil reverter os processos. Não previne as DST.
  29. 32. É utilizado após uma relação sexual, em que algo falhou (preservativo rebentou, por exemplo). Este não pode ser considerado um método contraceptivo, mas sim um recurso.
  30. 33. Vantagens Desvantagens Previne a gravidez após uma relação sexual. Não é eficaz se for tomada após as 72h do acto sexual ou se a gravidez já estiver em curso. Pode causar efeitos secundários a curto ou a longo prazo.
  31. 34. <ul><li>Interrupção da gravidez. </li></ul><ul><li>Remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando na sua morte ou por esta causada. </li></ul><ul><li>Pode ser espontâneo ou induzido. </li></ul>

×