Your SlideShare is downloading. ×
Guia Geral Gestar Ii   Cidaadrianarosi
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Guia Geral Gestar Ii Cidaadrianarosi

2,214
views

Published on

Published in: Art & Photos, Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,214
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
37
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Guia geral – gestar
  • 2. PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR – GESTAR
    • Programa semipresencial orientado para a formação de professores de Matemática e Língua Portuguesa, objetivando a melhoria do processo de ensino-aprendizagem.
  • 3. FOCO
    • Atualização dos saberes profissionais por meio de subsídios e do acompanhamento da ação do professor no próprio local de trabalho.
  • 4. FINALIDADE
    • Elevar a competência dos professores e de seus alunos e, consequentemente, melhorar a capacidade de compreensão e intervenção sobre a realidade sócio-cultural.
  • 5. OBJETIVO DO PROGRAMA
    • “ Possibilitar ao professor de Língua Portuguesa de 5ª e 8ª séries (6º e 9º anos) um trabalho que propicie aos alunos o desenvolvimento de habilidades de compreensão, interpretação e produção dos mais diferentes textos”. (MEC, 2008, p. 34)
  • 6. CONCEPÇÃO DE FORMAÇÃO DO GESTAR
  • 7. CONCEPÇÃO DE FORMAÇÃO DO GESTAR
    • Centrada na reflexão sistemática e coletiva;
    • Baseada na investigação de questões vividas no locus da escola; no compartilhamento de experiências; na resolução de problemas; na construção de conhecimentos, saberes e competências dos professores;
  • 8. ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO
    • Duração de 1 ano;
    • 96h presenciais, divididas em 3 encontros ( 40h + 40 h + 16h );
    • 204 horas não-presenciais;
    • Frequência mínima de 75 %;
    • Certificação pela UnB.
  • 9. FORMAÇÃO SEMIPRESENCIAL
    • Troca de experiências; reflexão individual e em grupo;
    • Esclarecimento de dúvidas e questionamentos;
    • Planejamento e elaboração de situações didáticas;
    • Análise crítica da prática em sala de aula e de atividades dos alunos.
  • 10. ORGANIZAÇÃO
    • Atividades individuais a distância : destinam-se ao estudo sistematizado dos conteúdos do curso;
    • Oficinas coletivas : consistem em reuniões periódicas, coordenadas pelos formadores, para aprofundamento dos cadernos de Teoria e Prática;
  • 11. ORGANIZAÇÃO
    • Plantão Pedagógico: atendimento às dificuldades específicas dos professores em sessões individuais na escola. Visa ao esclarecimento de dúvidas de implementação do programa em sala de aula.
    • Acompanhamento Pedagógico : consiste em sessões de acompanhamento em sala de aula previamente agendados.
  • 12. AVALIAÇÃO
  • 13. SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA
    • Alunos envolvidos no programa : duas avaliações de caráter externo - ambas diagnósticas (entrada e saída);
    • Avaliação do desempenho dos professores : Avaliação processual por meio de Portifólio individual (contendo as Lições de Casa), que receberá um conceito emitido pelo formador; auto-avaliação; desempenho nas oficinas, apresentação de projeto a ser implementado na escola em que trabalha.
  • 14. SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO PROGRAMA
    • Avaliação institucional do programa:
    • Auto-avaliação (por parte de todos os autores do programa)
    • Avaliação dos demais agentes, que fornecerão dados processuais da execução do programa;
    • Por meio de reuniões semestrais entre diretores das escolas, funcionários, pais e demais integrantes da comunidade escolar (avaliação de ações e do progresso dos alunos)
  • 15. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DO FORMADOR
  • 16. O formador municipal/estadual: é o mediador nos grupos de trabalho com os professores, realiza as ações presenciais do programa, orientando e avaliando os professores cursistas. É ele que garante a coerência do programa e, ao mesmo tempo, o seu caráter aberto, possibilitando o exercício da criatividade em cada etapa de implementação
  • 17. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DO FORMADOR
    • Planejar os encontros presenciais, os planos de aulas e o processo de avaliação diagnóstica;
    • Participar da apresentação e divulgação do Programa Gestar II;
    • Realizar o acompanhamento da prática pedagógica do professor.
  • 18. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DO FORMADOR
    • Executar as sessões presenciais;
    • Acompanhar ou orientar o estudo individual do professor, a prática pedagógica do professor, a ação do coordenador da escola ao acompanhar a prática pedagógica cotidiana do professor, a ação do coordenador da escola ao acompanhar a prática pedagógica do professor.
    • Listar as dificuldades e demandas mais correntes na implementação do programa nas escolas e sugerir medidas de correção.
  • 19. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DO FORMADOR
    • Avaliar o desenvolvimento do professor, analisando indicadores de desempenho e registrando o seu progresso.
    • Manter o coordenador do programa atualizado, apresentando relatórios e resultados das avaliações .
  • 20. O coordenador pedagógico e/ou administrativo
    • Atua como intermediário entre as Secretarias de Educação e as escolas e coordena as ações presenciais do programa.
  • 21. Atribuições do diretor e coordenador pedagógico das escolas participantes
    • Organizar os horários de estudo dos professores.
    • Obter compromisso formal dos professores em participar do programa.
    • Apresentar local apropriado para a realização das reuniões.
    • Realizar acompanhamento pedagógico da prática do professor.
  • 22. Coordenador Pedagógico e/ou Administrativo
    • Atribuições e responsabilidades:
    • Participar da apresentação e da divulgação do Gestar para a comunidade escolar;
    • Acompanhar e dinamizar o Programa na instância de seu município;
    • Participar das reuniões e dos encontros agendados pelo MEC e/ou pelas Universidades;
    • Prestar informações sobre o andamento do Programa no município;
  • 23. OBJETIVO GERAL DO GESTAR II
  • 24. OBJETIVO GERAL DO GESTAR II – LÍNGUA PORTUGUESA
    • Possibilitar ao professor de língua portuguesa de anos finais um trabalho que propicie aos alunos o desenvolvimento de habilidades de compreensão, interpretação e produção dos mais diferentes textos.
  • 25. ESTRUTURA DOS CADERNOS DE LÍNGUA PORTUGUESA
    • Atividades: exercícios para mobilização dos conhecimentos prévios;
    • Indo à sala de aula:lembra posturas importantes para o professor.
    • Avançando na prática: convite à de aplicação do que foi estudado.
    • Importante: conceitos e sínteses do tópico;
  • 26. ESTRUTURA DOS CADERNOS DE LÍNGUA PORTUGUESA
    • Recordando: notas sobre conteúdos tratados anteriormente;
    • Resumindo: sintetiza o conteúdo as Seção;
    • Bibliografia: textos da fundamentação;
    • Leituras Sugeridas:recomendação de leituras;
    • Texto de referência: trabalha conteúdos tratados na Unidade.
  • 27.