Your SlideShare is downloading. ×
Sintese
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Sintese

5,202
views

Published on

Published in: Health & Medicine, Sports

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,202
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
77
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. Ribossomo Esquema simplificado do ribossomo Micrografia eletrônica de varredura mostrando numerosos ribossomos. Foto colorida artificialmente. Esquema de célula animal Subunidade maior Subunidade menor 25 nm Ribossomos Retículo endoplasmático granuloso Citosol
  • 3. Retículo endoplasmático granuloso e não-granuloso Esquema Esquema de célula animal Micrografia eletrônica de varredura do retículo endoplasmático granuloso. Foto colorida artificialmente. Ribossomos Retículo endoplasmático não-granuloso Retículo endoplasmático granuloso
  • 4. RNAm, síntese protéica, polissomos Ribossomo Término da síntese Ribossomo libera-se do RNAm Proteína formada Ribossomo Início da síntese de proteína Polissomos ou polirribossomos Proteína: início da síntese RNAm
  • 5. Ribossomos e RE, união temporária Interior do REG Citosol União dessa partícula Seqüência sinal é removida Membrana do REG Partícula que reconhece o sinal Seqüência-sinal RNAm Ribossomo Sítio receptor na membrana do REG Proteína é liberada no interior do REG
  • 6. Núcleo Possíveis destinos de proteínas Polissomo livre no citosol Peroxissomo Enzima livre no citosol Proteína nuclear Proteína do citoesqueleto Cloroplasto Mitocôndria Proteína
  • 7. Exemplos de células com intensa síntese Células do pâncreas Cavidade intestinal Célula glandular do epitélio intestinal Ácino Lúmen do ácino Retículo endoplasmático granuloso: síntese e transporte Mitocôndria: fonte de energia Complexo golgiense Vesícula eliminando secreção (exocitose) Vesículas cheias de secreção soltando-se do complexo golgiense Entrada de aminoácidos Núcleo Porção apical Porção basal Mitocôndria Núcleo Vesículas contendo muco
  • 8. Complexo golgiense Face cis ou formativa do complexo golgiense Face trans ou de maturação de vesículas do complexo golgiense Micrografia eletrônica de transmissão, colorida artificialmente Esquema de célula animal Vesículas que brotam do complexo golgiense Vesícula de transporte proveniente do retículo endoplasmático granuloso Complexo golgiense Complexo golgiense Sáculos
  • 9. Lisossomos, autofagia, endo e exocitose Fagocitose Clasmocitose Núcleo Mitocôndrias Complexo golgiense Lisossomo Fagossomo Corpo residual Grânulo de pigmento Lisossomo Vacúolo autofágico Corpo residual
  • 10. Lisossomos, autofagia e exocitose Célula nucleada da medula óssea vermelha (eritroblasto) O núcleo é eliminado por exocitose Autofagia das organelas citoplasmáticas Hemácia (célula anucleada)
  • 11. Conteúdo Sônia Lopes Produção e diagramação Patrick Grandsire Revisão final Maria Júlia Chelini Realização