Mec

1,582 views
1,455 views

Published on

Nos dias 6 e 7 de novembro de 2008 foi realizado em Uberaba o III Workshop de Informática na Educação. Uma realização da Superintendência Regional de Ensino através do Núcleo de Tecnologia Educacional. Estamos pulbicando a palestra do senhor Demerval Bruzzi Diretor do DPCEAD do Ministério da Educação

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,582
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
135
Actions
Shares
0
Downloads
61
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Mec

  1. 1. AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ABRINDO NOVOS CAMINHOS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES E ALUNOS TRANSFORMANDO A ESCOLA Demerval Bruzzi Diretor do DPCEAD Ministério da Educação
  2. 2. Marcos Históricos Omundo 4,5 bilhões A vida 3,5 bilhões Seres Humanos 2 Milhões Agricultura 12 mil anos O Arado 5 mil anos A Roda 5 mil anos Energia a Vapor 250 anos Computador 40~50 anos E agora?......Comunicação Instantânea
  3. 3. Comunicações (anos) Primeiros Cérebros 500 Milhões Fala 35 mil a 50 mil Escrita 6 mil anos Alfabeto 4 mil anos Imprensa 1040 dc na china Telefone 1876 Cinema 1894 Televisão 1926 E agora?...... Wirelles
  4. 4. Vivemos na primeira era da história humana onde toda herança de conhecimento, sabedoria, e beleza de nossa espécie, está virtualmente disponível para cada um de nós mediante demanda. PORTAIS INTEROPERABILIDADE INTERATIVIDADE
  5. 5. Nos próximos 5 anos teremos mais mudanças do que nos últimos 30.
  6. 6. E MESMO COM TODAS ESTA TECNOLOGIA...
  7. 7. Vivemos no presente um futuro que desconhecemos...
  8. 8. Seria este o motivo de tanta resistência???
  9. 9. A TECNOLOGIA É APONTE PARA O PRESENTE
  10. 10. Nossas escolas devem ir além.
  11. 11. Os conteúdos educacionais são o suporte significativo dos valores e habilidades que devemos construir com nossos alunos.
  12. 12. Portanto, a partir do que nos foi legado dar novos significados a função da escola.
  13. 13. E as tecnologias viabilizam a entrada neste mundo mágico da cultura de modo diferente.
  14. 14. Isso tudo ainda é novo... É provocador...
  15. 15. O MUNDO EM QUE NOSSOS FILHOS VIVEM ESTÁ MUNDANDO 4 VEZES MAIS RÁPIDO DO QUE O MUNDO ONDE NASCEMOS
  16. 16. E mesmo assim...
  17. 17. FALAMOS EM TER EXCELENTES ESCOLAS. QUANDO NA VERDADE, ESTAMOS CONTENTES EM TER ESCOLAS MÉDIA
  18. 18. Muito mais pessoas do que antes enfrentam a crise da infância: Violência, Escolas ruins drogas Pobreza, Solidão divórcio E ninguém parece se incomodar
  19. 19. É PRECISO REVOLUCIONAR O APRENDIZADO. EDUCAÇÃO PRODUTIVIDADE MÚSICA TV e MUSICA MEMÓRIA COMUNICAÇÃO GAMES PESSOAL INTERATIVIDADES SOCIAL
  20. 20. É preciso separar Métodos de Meios Uso do computador Uso da Tecnologia Digital Qualquer Hora, Qualquer Lugar O mesmo ser humano
  21. 21. Os meios já existem TICs Interatividade Laptop Tablet Email PC O que falta é a modernização dos métodos...
  22. 22. A tecnologia é com certeza é mais afeita à percepção do aprendiz.
  23. 23. Mas ATENÇÃO...
  24. 24. Isso tudo só terá validade, só se dará se o projeto pedagógico da escola e o programa do professor assim o dispuser.
  25. 25. Por isso podemos dizer que: Não basta somente a tecnologia.
  26. 26. O papel da tecnologia em nossas escolas é potencializar, é evidenciar as qualidades de um plano pedagógico coerente com os novos desafios e com a escola de hoje.
  27. 27. A escolha dos métodos deve levar em conta não apenas os objetivos de ensino ENSINO Pe Pe APRENDIZAGEM ão sq sq Aç Professor / uii us çã sa Alunoios olabora Vii r v s V rv s as Desaf s po eiio po e o ab á ab á vi da C m m ss te e iillii riio a to no r an orr da o za os za s c r do do du O o Situ açã al, Inte ação Situ ent d e ncio nal inci scient inco mas a familiaridade do professor com seu
  28. 28. Como aprendemos frações? AULA EXPOSITIVA Vídeo Aula Usando o Computador Livros Didáticos
  29. 29. E se fosse em uma aula de História Egípcia? Terras do Faraó Rio Nilo Surgimento dos Agrimensores Re-divisão das Terras
  30. 30. O curriculo integrado deveria ser proposto como um formato a partir do qual se indica aos estudantes pesquisar Uso do computador Uso da Tecnologia Digital Qualquer Hora, Qualquer Lugar O mesmo ser humano problemas relacionados com as situações da vida real
  31. 31. Como pesar um elefante sem balança?
  32. 32. Mas falamos do Futuro E vivemos no passado...
  33. 33. Vestibular, Concursos... Onde esta a tecnologia que tanto queremos levar para sala de aula?
  34. 34. Precisamos rever nossos conceitos para mudarmos os métodos
  35. 35. Formação e Material Interesse do Uma capacitação e material que atenda MEC e dos os interesses dos participantes, que seja motivador e útil participantes Definir uma situação “problematizadora” Realidade concreta real, associada a realidade vivencial do vivencial do participante. “Professor” Identificar “paradigmas” dos participantes Paradigma que possam gerar síncreses (ao seu dos conhecimento atual)-análises-sínteses participantes com a temática. Prática dos Introduzir novas informações e novas formas de se tratar os paradigmas participantes (síncreses mais complexas).. Teoria que Encontrar uma resposta pragmática à responde ao situação problematizadora, tornar útil o questionado material. Situação Explorar novos questionamentos, traduzir Problematizado o “modo de fazer” desde sempre ra mais existente em “modo de pensar” novas práticas.
  36. 36. E para isso a SEED tem:
  37. 37. Mídias na ProInfo - TV Escola Educação Integrado Formação PUC RIO Pro Infantil pela Escola
  38. 38. Portal do Rádio Escola DVD ESCOLA Professor Linux Domínio e - ProInfo Educacional Público
  39. 39. E na sociedade ?
  40. 40. A década A crescente do subclasse cérebro A forma mutável do Um mundo trabalho sem fronteiras A nova economicas era do Profess lazer or Comunicaç De ão grande a Instantanea pequeno A nova onda – Triunfo do faça você cidadão mesmo...
  41. 41. E o desafio do ProInfo é: INTEGRAR.
  42. 42. Vídeo Material Rádio Didático Próprio ENSINO BIMODAL ou BLENDED LEARNING INTERNET LMS, Portais, Listas etc..
  43. 43. Afinal a importância da interdiciplinaridade vem apartir da existência de um problema complexo que exige a utilização de muitas informações, oferecidas obrigatoriamente por fontes especializadas.
  44. 44. ATENÇÃO Outro ponto importante a ser considerado é que o sistema que pretendemos levar aos estados diferente dos sistemas mecânicos é orgânico em sua concepção e utilização, levando ou melhor, permitindo ao “aluno”uma conscientização social do processo, facilitando assim sua aplicabilidade futura com novas “colaborações”
  45. 45. E na escola em nossas formações?
  46. 46. Em nossas formações Devemos levar em conta o conjunto Social dos treinandos (alunos, professores, diretores e outros); O Adulto aprende vivendo, assim devemos lembrar que sua primeira busca não será um grande conceito e sim uma pequena aplicação para seu dia-a-dia; Estreitar laços entre as diversas formas de ação (técnica, pedagógica, etc.)
  47. 47. É muito importante antes prepararmos as pessoas, em todos os níveis de educação, mostrando a evolução do programa; Considerar a perspectiva temporal (os professores querem aplicações a curto prazo) Centrar o ensino e o material nos problemas reais dos professores e não em exemplos meramente pedagógicos.
  48. 48. ATENÇÃO II Mesmo que seja apenas uma observação, creio que deva ser considerado que, mesmo que tenhamos tido SUCESSO nas capacitações, os participantes provavelmente encontrarão POUCAS possibilidades para expressar seu novo comportamento e colocar em prática seu novo conhecimento e habilidade desenvolvida, na situação estruturada e em funcionamento para a qual retorna.
  49. 49. ATENÇÃO III Com base nas observações anteriores, penso que nosso material deva ter claro para o professor os exemplos baseados na realidade e resolução de problemas (vislumbrando possíveis problemas), para que depois da capacitação possam saber como fazer isso sozinhos, pensando em seus próprios processos de “renovação”- (do quê) e nos processos de confrontação (pra quê?).
  50. 50. Obrigado ! Demerval Bruzzi Diretor do DPCEAD 2104-8975 – 9944-0030 Demerval.Bruzzi@MEC.GOV.BR Ministério da Educação

×