• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Concordância
 

Concordância

on

  • 18,736 views

 

Statistics

Views

Total Views
18,736
Views on SlideShare
18,528
Embed Views
208

Actions

Likes
11
Downloads
867
Comments
0

10 Embeds 208

http://itextospace.blogspot.com.br 70
http://emportuguesporfavorporsoniasilvino.blogspot.com.br 67
http://www.slideshare.net 42
http://textosecomputadores.blogspot.com 12
http://emportuguesporfavorporsoniasilvino.blogspot.com 7
http://emportuguesporfavorporsoniasilvino.blogspot.pt 3
http://www.itextospace.blogspot.com 2
http://www.itextospace.blogspot.com.br 2
http://www.textosecomputadores.blogspot.com 2
http://emportuguesporfavorporsoniasilvino.blogspot.ch 1
More...

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Concordância Concordância Presentation Transcript

    • CONCORDÂNCIA NOMINAL
    • Regra geral
      • O adjetivo, o artigo, o numeral e o pronome adjetivo concordam com o substantivo em gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural).
      • Exemplos:
      • O aluno atencioso / A aluna atenciosa Uns alunos estudiosos / Umas alunas estudiosas Este clipe está enferrujado / Estes clipes estão enferrujados Eles saíram juntos / Elas saíram juntas
    • 1º regra
      • Quando o adjetivo é posposto a vários substantivos do mesmo gênero, ele vai para o plural ou concorda com o substantivo mais próximo.No entanto, quando o adjetivo se referir claramente ao último substantivo, a concordância com este será obrigatória
      • Tamarindo e limão azedos. (azedo)
      • Palavra e lágrima antigas.... ( antiga)
      • A consciência e a dignidade humana (humanas) valem muito. Ela tem marido e filho dedicado(dedicados). O casaco e o chapéu redondo eram dele. Ela ganhou um livro e um disco orquestrado.
      •  
    • 2º caso
      • Se os substantivos forem de gêneros diferentes, o adjetivo pode ir para o plural masculino ou pode concordar com o substantivo mais próximo.
      • Ex: Tamarindo e laranja azedos (azeda).
      • Ela tem testa, nariz e boca deformados (deformada) Enviamos jornais e revistas ilustrados (ilustradas) Ele vestia camisa e paletó escuros (escuro)
    • A concordância do adjetivo com o último substantivo será obrigatória quando:
      • 1. o sentido assim o exigir:
      • Traga-me um livro e uma fruta fresca. No Shopping, comprei roupas e um rádio elétrico
    • Os substantivos forem sinônimos;
      • Falta mais coragem ao povo e à gente brasileira. Ele passou por dor e sofrimento demasiado.
      • Crença e fé exagerada(s).
    • Os substantivos estiverem no plural
      • Eles estão sempre com os corações e as casas abertas.
      • Época de comportamentos e atitudes novas.
    • Quando a adjetivo antecede o substantivo
      • Se forem do mesmo gênero e número ou não, ele concordará necessariamente com o substantivo mais próximo.
      • Você escolheu má hora e lugar para dizer isto.
      • Nova escola e professores terei este ano.
      • Novos professores e escola terei este ano.
      • Ele era dotado de extraordinária coragem e talento
    • Quando os substantivos expressarem nomes próprios ou grau de parentesco, o adjetivo irá obrigatoriamente para o plural.
      • Haverá uma homenagem aos ilustres Drummond e Bandeira.
      • Encontrei ontem seus simpáticos sogro e sogra.
      • Esforçados irmão e irmã.
    • No caso de mais de um adjetivo qualificar ou determinar o mesmo substantivo, podem ser dadas à frase várias formas.
      • 1º. Caso: Ex.: O produto conquistou o mercado europeu e o americano. Meu professor ensina a língua inglesa e a francesa.
      • Eu comprei a revista Feminina e a masculina.
      • O substantivo fica no singular e repete-se o artigo.
    • 2º Caso
      • Ex.: O produto conquistou os mercados europeu e americano.
      • Meu amigo ensina as línguas alemã e russa. Gosto dos balés clássico e moderno.
      • O substantivo vai para o plural e não se repete o artigo.
      •  
    • O adjetivo irá para o plural quando o substantivo, mesmo no singular, vier precedido das expressões "um e outro", ou "nem um nem outro".
      • Não posso fazer um e outro trabalho cansativos. Nem um nem outro aluno doentes fizeram a prova.
      • Um e outro aspecto obscuros.
      • "Um e outro vaga-lume riscando fósforos." (J. A. Almeida)
      • "Uma e outra coisa lhe desagrada."(M.Bernardes)
      • Caso o adjetivo venha antecedido das expressões "alguma coisa" ou "qualquer coisa", mais a preposição "de", vai para o masculino. Caso contrário, vai para o feminino.
      • Alguma coisa de aterrador aconteceu ontem. Alguma coisa aterradora aconteceu ontem.
      • Há qualquer coisa de errado com esse computador. Há qualquer coisa errada com esse computador.
    • Quando dois ou mais numerais ordinais do singular modificam um mesmo substantivo, este, se posposto, pode ficar no singular ou ir para o plural.
      • O primeiro e o segundo lugares.
      • O primeiro e segundo lugar.
      • Depois de bater repetidas vezes à porta do primeiro e segundo andar. (Camilo)
      • "Os preços da segunda e terceira classe eram os mesmos de outras partes." (M. de Assis)
      • "O terceiro e quarto volumes da Monarquia Lusitana." (Herculano)
      • Os lugares primeiro e segundo.( este veio anteposto, portanto fica no plural).
    • ANEXO
      • O adjetivo ANEXO concorda, normalmente, com o respectivo substantivo, o que não ocorre quando, precedido da preposição em, constitui locução adverbial.
      • Seguem anexas as minutas do processo.
      • Todas provas estavam anexas.
      • Os planos anexos ilustram e desenvolvem o croqui.
      • Mas, seguem em anexo as declarações da testemunha.
    • QUITE E CONFORME
      • Os adjetivos QUITE e CONFORME concordam com o respectivo substantivo, segundo a normal geral:
      • Ele já está quite com o Serviço Militar.
      • Todas estarão quites com suas famílias.
      • As informações chegaram conformes com as expectativas.
    • ALERTA E MENOS
      • A palavra ALERTA (advérbio) permanece invariável, segundo a tradição gramatical:
      • Todos estavam alerta.
      • Eles, alerta, dormiam em rodízio.
      • O Amazonas é o Estado menos populoso do Brasil.
      • Havia menos alunas na sala hoje.
    • MESMO E PRÓPRIO
      • Os pronomes adjetivos MESMO, PRÓPRIO, e o adjetivo SÓ concordam, normalmente, com o respectivo substantivo.
      • Vós mesmos sois os responsáveis.
      • Elas mesmas fizeram os trabalhos.
      • Ela própria comprou tudo.
      • Eles próprios se interrogavam.
    •  
    • É bom, é necessário, é proibido  
      • Essas expressões concordam obrigatoriamente com o substantivo a que se referem, quando for precedido de artigo. Caso contrário são invariáveis.
      • Vitamina C é bom para saúde.
      • É necessária muita paciência.
      • Seria necessário doação do dízimo.
      • Vitamina C é boa para a saúde.
      • É proibido entrada de estranhos.
      • É proibida a entrada de pessoas estranhas.
    • MEIO (MEIA)
      • Quando for numeral é variável e concorda com a palavra a que se refere
      • Tomou meia garrafa de champanhe.
      •     Isso pesa meio quilo.
      • Se for advérbio é invariável.
      •   A porta estava meio aberta.
      •       Ele anda meio cabisbaixo.
      •            
      • Quando tem o significado de sozinho(s) ou sozinha(s) essa palavra vai para o plural.
      •  
      • Joana ficou só em casa. (sozinha)
      • Lúcia e Lívia ficaram sós. (sozinhas)
      • Ela é invariável quando significa apenas/somente .
      •  
      • Depois da guerra só restaram cinzas. (apenas)
      • Eles queriam ficar só na sala. (apenas)
    • A SÓS
      • É invariável .
      • Deixei a sós.
      • O rapaz ficou a sós.
    • MESMO/BASTANTE
      • Tanto pode ser advérbio como pronome. Quando for advérbio permanece invariável. Quando é pronome concorda com a palavra a que se refere.
      • Os alunos mesmos resolveram o problema.                        
      • Os alunos resolveram mesmo o problema. Nesse caso mesmo = realmente
      •                              
      • Haviam bastantes razões para ela reclamar.
      • Eles chegaram bastante cedo ao aeroporto.
      •                       
    • Muito, pouco, longe, caro
      • Quando essas palavras funcionam como adjetivo variam de acordo com a palavra a que se referem. Se funcionarem como advérbio são invariáveis.
      • Muitos alunos compareceram à formatura.
      •         
      • Os perfumes eram caros .
      •               
      • As mensalidades escolares aumentaram muito.
      •                                                      
      • Vocês moram longe.
      •          
    • OBRIGADO(A)
      • Por ser adjetivo, concorda com o substantivo a que se refere.
      • Muito obrigado disse o rapaz.
      • Muito obrigada disse a dama
    • A OLHOS VISTOS
      • É um locução adverbial , portanto é invariável.
      • A oportunidade crescia a olhos vistos.
    • LIGADOS PELA CONJUNÇÃO OU
      • O adjetivo pode concordar como substantivo mais próximo ou com os dois substantivos, quando estiver posposto a dois ou mais substantivos.
      • Você quer uma cerveja ou um guaraná gelado?
      • Você quer uma cerveja ou guaraná gelados?
        • Atividades
        • Às questões de 1 a 6, responda:
        • a) se 1 e 2 estiverem corretas
        • b) se 1 e 3 estiverem incorretas
        • c) se 2 e 3 estiverem corretas
        • d) se nenhumas das opções for adequada.
        • 1 - Estudei as literaturas francesa e inglesa
      • 2 - Estudei a literatura francesa e a inglesa
      • 3 - Estudei a literatura francesa e inglesa
        • 2
        • 1 - Magda ficou meio tonta com o uísque.
        • 2 - Magda ficou meia tonta com o uísque.
      • 3 - Magda e Luís ficaram muito tontos com o uísque
        • 3
        • 1 - Ela mesmo contou toda a história.
      • 2 - Ela mesma contará tudo
      • 3 - Elas próprias mandaram
        • 4
        • 1 - É proibida a entrada.
      • 2 - É proibido entrada
        • 3 - É proibido a entrada.
        • 5
        • 1 - O rapaz cometeu um crime de leso-pátria.
      • 2 - o rapaz cometeu um crime de lesa-pátria.
      • 3 - Havia menas penas que esperávamos.
        • 6
        • 1 - É necessária paciência, meus caros jovens
      • 2 - Segue anexa uma carta de crédito.
      • 3 - Mais tenção e menos conversa - é o lema do bom motorista de coletivo
        • 7. A flexão masculina do ADJETIVO só é admissível em:
        • a) Vi o mercado e as ruas apinhadas de gente
        • b) Enviam-lhe anexas as folhas de pagamento.
        • c) É necessária a paciência.
        • d) Entrego-lhe inclusas as cópias solicitadas
        • e) É proibida a entrada.
        • Em "Refiro-me à religião verdadeira", a propósito da concordância nominal, deve-se afirmar que há.
        • a) concordância lógica
        • b) erro de concordância
        • c) concordância ideológica
        • d) concordância adjetiva
        • e) concordância por atração
        • 9. Todas as concordâncias estão corretas, exceto:
        • a) É meio-dia e meia
        • b) É necessário serenidade.
        • c) É preciso banir os pseudos-patriotas.
        • d) Isto é crime de lesa-pátria.
        • e) Elas ficaram todas molhadas
        • 10. Assinale a concordância incorreta .
        • a) Tomei apenas meia garrava de coca-cola
        • b) As alunas ficaram meio confusas com a história.
        • c) Você não deve ser um homem de meias palavras
        • d) Vocês mesmos, rapazes, devem estudar mais.
        • e) Preciso de um aluno e uma aluna habilidosas.
        • 11. Nas frases abaixo, a palavra grifada é sempre adjunto adnominal. Assinale a única em que há erro de concordância nominal:
        • a) Eu não tolero meias palavras.
        • b) Faças o favor de bater com menos força.
        • c) Eles adquiriram bastante posses.
        • d) Comprou dois vestidos creme
    • 13. Assinale a frase em que a palavra grifada foi interpretada, incorretamente, como predicativo . a) Os livros estavam caros demais b) Os móveis deviam estar muito caros . c) Ela falava, séria. d) Os melhores custam mais caros . e) Tornaram-se altos e saudáveis. 14. Todas as palavras grifadas admitem as duas concordâncias indicadas, exceto. a) Dei-lhe um vestido e uma blusa vermelhos (ou vermelha) b) Explicados a teoria e os métodos, passemos ao trabalho (explicada) c) Anexo vai o recibo e a fatura (ou anexos vão) d) Conservo um nome e um amor guardado (ou guardados) e) Tratava-se de um ladrão e assassino perigoso (ou perigosos)
      • Às questões de 15 a 20 responda:
        • a) se todas estão corretas
        • b) se todas estão erradas.
        • c) Se 1 e2 estão erradas
        • d) Se 2 e 3 estão corretas
        • e) Se nenhuma das opções acima for adequada
        • 15
        • 1 - Cerveja não é bom para a saúde.
        • 2 - Cerveja não é boa para a saúde
        • 3 - Pimenta é boa para estimular.
        • 16
        • 1 - Nariz, face e boca monstruosos.
        • 2 - O juiz declarou criminosa a ré e o réu.
        • 3 - Os seus irmãos e primo são meus hóspedes
        • 17
        • 1 - Eles mesmos realizaram o trabalho.
      • 2 - Estavam com bolsas e chapéu verde.
      • 3 - Ouvimos cânticos e ladainha religiosas
    • CONCORDÂNCIA VERBAL
      • Regra geral: O verbo concorda com o sujeito ( SIMPLES) em número e pessoa.
      • Ex: Bancários iniciam campanha eleitoral.
    • SUJEITO COMPOSTO
      • 1º. Caso : Quando o sujeito composto vier anteposto ao verbo, o verbo irá para o plural.
      • O milho e a soja subiram de preço.
      • Os abusos e os dentes nunca se arrancam sem dores.
      • Quando os núcleos do sujeito forem sinônimos, o verbo poderá ficar no singular ou no plural.
      • Medo e terror nos acompanha (acompanham) sempre.
      • A despedida e o adeus equivaleu (equivaleram) a um hecatombe.
      • Quando o sujeito for formado por núcleos dispostos em gradação (ascendente ou descendente) o verbo ficará no singular ou no plural .
      • Uma briga, um vento, o maior furacão não os inquietava (inquietavam).
      • O barulho, o apito, o bAque, o rumor se decifra (decifram) sem alarma.
      • Quando os núcleos do sujeito vierem resumidos por tudo, nada, alguém ou ninguém, o verbo ficará no singular .
      • Dinheiro, mulheres, bebida, nada o atraía.
      • Coisas da infância, os sustos do amor, aquela tarde clara, tudo se dissolve nas águas marrons.
    • SUJEITO POSPOSTO AO VERBO
      • O verbo irá para o plural ou concordará apenas com o núcleo do sujeito que estiver mais próximo.
      • Chegou o pai e a filha. Chegaram o pai e a filha.
      • “ Não cabem no poema a luz, o telefone,a sonegação do leite, da carne, do açúcar, do pão.”
    • 3º caso
      • Quando o sujeito composto for formado por pessoas gramaticais diferentes, o verbo irá para o plural na pessoa que tiver prevalência. 1º , 2º , 3º. 2º , 3º.
      • Eu , tu e ele fizemos o exercício. Tu e ele fizeste / fizeram.
      • Tu e ele SERÃO intimados.
      • Tu e ele SEREIS intimados.
      • Não havendo primeira nem segunda pessoa, o verbo ficará, obviamente na terceira pessoa do plural.ELE + ele ou eles = ELES
      • Teu IRMÃO e a NOIVA me VISITARAM
    • 4º caso
      • Quando os núcleos do sujeito vierem ligados pela conjunção "ou" , o verbo ficará no singular se houver idéia de exclusão. Se houver idéia de inclusão o verbo irá para o plural . Pedro ou Antônio será o presidente do clube. (Exclusão) Laranja ou mamão fazem bem a saúde. (Inclusão)
      • Hugo, eu ou Carlos será o orador da turma eleição.
      • Ele ou tu carregarás a toca olímpica.
    • UM DOS QUE
      • Com a expressão "um dos que" o verbo ficará no singular e no plural. O plural é construção dominante.
      • Você é um dos que mais estudam (estuda).
      • Ele é um dos colegas que mais me apoiaram.(apoiou)
      • A professora foi uma das pessoas que me incentivou.(incentivaram)
    • MAIS DE/ MENOS DE / CERCA DE
      • Quando o sujeito for constituído das expressões "mais de", "menos de", "cerca de" o verbo concordará com o numeral (ou substantivo) que segue as expressões.
      • Mais de uma pessoa protestou contra a lei. Mais de vinte pessoas protestaram contra a decisão. Menos de dez pessoas não virão ao coquetel.
      • Cerca de 100 pessoas morreram no acidente da Gol.
      • Obs.: Com a expressão "mais de um"pode ocorrer o plural:
      • - Quando o verbo dá idéia de ação recíproca (troca de ações).
      • Mais de uma pessoa se abraçaram.
      • - Quando a expressão "mais de um" vêm repetida . Mais de um amigo, mais de um parente estavam presentes
    • SUJEITO COLETIVO
      • Quando o sujeito for um coletivo o verbo ficará no singular.
      • A multidão gritava desesperadamente. A manada tomava todo o pasto.
      • Obs.: - Quando o coletivo vier seguido de um adjunto no plural, o verbo ficará no singular ou poderá ir para o plural .
      • A multidão de torcedores gritava (gritavam) desesperadamente.
      • Um bando de meninos soltava pipas.
    • SUJEITO COM PRONOMES DE TRATAMENTO
      • O verbo concorda com a terceira pessoa:
      • Vossa Excelência já assinou o tratado?
      • Vossa Senhoria se enganou.
      • Vossas Senhorias se enganaram.
    • PRONOME INTERROGATIVO E INDEFINIDO
      • Se o pronome interrogativo ou indefinido estiver no singular o verbo só concordará com ele. Se esses pronomes estiverem no plural o verbo concordará com o primeiro(3ªpessoa do plural) ou com o pronome pessoal.
      • Qual de nós? Alguns de nós. Qual de nós viajará? Quais de nós viajarão (viajaremos)?
      • Vários de nós participaram das discussões/participamos.
      • Alguns de vós temiam (temíeis) novas revelações.
    • NOMES NO PLURAL
      • Quando o sujeito for formado por nome próprio que só tem plural, não antecipado de artigo, o verbo ficará no singular; se o nome próprio vier antecipado de artigo o verbo irá para o plural.
      • Minas Gerais possui grandes fazendas. Os Estados Unidos são uma nação poderosa.
      • Os Lusíadas consumiram anos de dedicação.
      • Memórias Póstumas renovou a estática romântica.
    • PRONOME QUE OU QUEM
      • Quando o sujeito de um verbo for pronome relativo "que", o verbo concordará com o antecedente deste pronome.
      • Sou eu que pago.
      • Fui eu que fiz isso.
    • QUEM
      • Quando o sujeito de um verbo for um pronome relativo "quem", o verbo concordará com o antecedente ou ficará na 3º pessoa do singular concordando com o sujeito quem.
      • Sou eu quem paga (pago).
      • Fui eu quem fiz a maldade.
      • Fomos nós fez (fizemos).
    • VERBO IMPESSOAL
      • Os verbos impessoais ficam sempre na 3º pessoa do singular.
      • Faz 5 anos... Havia crianças na fila .
      • Obs.: - Também fica na 3º pessoa de singular o verbo auxiliar que se põe junto a um verbo impessoal formando uma locução verbal .
      • Deve haver crianças na fila .
    • DAR, BATER E SOAR
      • Com os verbos "dar", "bater", "soar" se aparecer o sujeito "relógio"a concordância se fará com ele; se não aparecer com o sujeito "relógio" a concordância se fará com o número de horas.
      • O relógio deu cinco horas. Deu cinco horas no relógio da matriz. ... relógio da matriz: Adjunto adverbial de lugar.
      • Batiam cinco horas quando o alarme tocou.
      • Deu quatro horas e ninguém foi visto.
      •  
      •  
    • PRONOMES DE TRATAMENTO
      • Quando o sujeito for formado por um pronome de tratamento o verbo irá sempre para 3º pessoa.
      • Vossa Excelência leu meus relatórios?
      •  
    • Se - Pronome Apassivador
      • Quando "se" funcionar como partícula apassivadora o verbo concordará normalmente com o sujeito da oração.
      • Pintou-se o carro. Alugam-se casas.
    • Se – Ind. Indeterm. Do sujeito
      • Quando o "se" funcionar como Índice de Indeterminação do Sujeito o verbo ficará sempre na 3º pessoa do singular .
      • Precisa-se de secretária. Vive-se bem aqui.
    • HAJA VISTA
      • Podem ocorrer as seguintes concordâncias :
      • A expressão fica invariável
      • Haja vista aos livros da escola. (atente-se)
      • Haja vista aos acidentes de trânsito.
      • Haja vista os livros da escola. (por exemplo)
      • Haja vista as recentes manifestações contra a corrupção.
      • A expressão vai para o plural
      • Hajam vista os livros da escola. (vejam-se)
      • Hajam vista as últimas eleições municipais.
    • SER
      • O verbo SER ora concorda com o sujeito ora concorda com o predicativo.
      • Quando o sujeito for um dos pronomes QUE ou QUEM o verbo SER concordará obrigatoriamente com o predicativo.
      • Que são homônimos ?
      • Quem foram os vencedores do campeonato?
    • SER
      • Se o sujeito for pessoa o verbo a concordância se faz com a pessoa :
      • César era as delícias de Roma
      • Você é suas decisões
      • Seu orgulho eram os velhinhos
    • SER
      • Se o sujeito ou o predicativo forem pronomes pessoais, concorda co o pronome:
      • O professor sou eu.
      • Eu era olhos e corações.
    • SER
      • SE o sujeito ou o predicativo forem nomes de coisas o verbo concorda, de preferência, com o que está no plural:
      • Tua vida são essas ilusões.
      • Essas vaidades são o teu segredo
      • O tema de aula de hoje foram as figuras da renascença.
    • SER – HORA/TEMPO/DISTÂNCIA
      • O verbo SER concordará com o numeral na indicação de tempo, dias, distância.
      • É uma hora da madrugada.
      • São dezenove horas em ponto.
      • É um quilômetro até minha escola. São 400km do Rio até São Paulo.
      • Hoje é (ou são) 31 de julho.
    • SER +PERTO DE – CERCA DE
      • Quando o verbo ser, nas expressões que se referem às horas, vem acompanhado por uma das seguintes locuções: "perto de", "cerca de", "mais de", tanto podemos empregá-lo na terceira pessoa do singular como do plural.
      • Era perto de dez horas / Eram perto de dez horas
    • SER – TUDO, AQUILO, ISSO, ISTO, O
      • Quando o sujeito for os pronomes tudo, o, isso, aquilo, isto o verbo SER concorda, preferencialmente, com o predicativo, mas poderá concordar com o sujeito.
      • Tudo são flores no início da relação.
      •  
      • Isto são fenômenos da natureza.
    • SER -
      • Quando aparece nas expressões é muito, é pouco, é bastante o verbo SER fica no singular, quando indicar quantidade, distância, medida.
      • Quatro reais é pouco para irmos ao cinema.
      • Seis quilos de feijão é mais do que pedi.
      •  
    • Mina, Seus cabelo é "da hora", Seu corpo é um violão, Meu docinho de coco, Tá me deixando louco. Minha Brasília amarela Tá de portas abertas, Pra mode a gente se amar, Pelados em Santos. Pois você minha "Pitxula", Me deixa legalzão, Não me sinto sozinho, Você é meu chuchuzinho! Music is very good! (Oxente ai, ai, ai!) Mas comigo ela não quer se casar, Na Brasília amarela com roda gaúcha, Ela não quer entrar. Feijão com jabá, A desgraçada não quer compartilhar. Mas ela é linda, Muito mais do que linda, Very, very beautiful! Você me deixa doidão!!! Meu docinho de coco! Music is very porreta! (Oxente Paraguai!) Pro Paraguai ela não quis viajar, Comprei um Reebok e uma calça Fiorucci, Ela não quer usar. Eu não sei o que faço Pra essa mulher eu conquistar. Por que ela é linda, Muito mais do que linda, Very, very beautiful! Você me deixa doidão!!! Meu chuchuzinho! Eu te ai love iuuuu!
      • . Assinale a alternativa incorreta quanto à concordância verbal: A. Quais de nós voltaremos amanhã. B. Tudo, nesse trajeto, é flores. C. João era as alegrias dos pais. D. As crianças parecia sorrirem. E. N.d.a. 5. Assinale a alternativa incorreta quanto à concordância verbal: A. Dois terços dos participantes faltou à palestra. B. Precisa-se de pedreiros naquela construção. C. Pintaram-se as paredes de verde. D. Exigiam-se todos os documentos para concorrer à vaga. E. N.d.a.
      • 14. Quanto à concordância verbal, assinale a alternativa correta: A. Restou apenas aquelas duas possibilidades. B. Ficou excluído 1% dos estudantes. C. Prestou-se aos professores as informações adequadas. D. Com que pesem aos pedidos contrários, todos ganharam com o fato. E. N.d.a.