• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
480
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. beira-mar solidário Relatório época 2008/09 Introdução O Sport Clube Beira-Mar é o clube desportivo com mais prestígio e mais representativo do Distrito de Aveiro, e nem os acontecimentos das últimas épocas, com péssimas prestações a nível de futebol profissional e com o preocupante passivo do clube, colocam em causa essa realidade. No entanto, durante largo anos, o clube “esqueceu-se” de algumas das suas responsabilidades para com a sociedade em que está inserido, “esquecimento” esse, nalguns casos poderemos falar mesmo de desrespeito, que resultou no afastamento dos sócios, dos adeptos, da população em geral e das chamadas forças vivas da região. A actual Comissão Administrativa, consciente desse facto, sempre manifestou a sua vontade em devolver o clube aos sócios, em abrir as portas do clube à comunidade, em levar o Beira-Mar às pessoas. Mais do que um mero conjunto de intenções, a C. A. criou as condições necessárias que permitiram a concretização de várias campanhas, como “Beira-Mar Solidário”, “Nascer à Beira-Mar” ou “Beira-Mar nas Escolas”, entre outras. Assim, aproveitando o final da época desportiva 2008/09, queremos dar a conhecer, pormenorizadamente, o nascimento do “Beira-Mar Solidário”, bem como o que foram os seus primeiros meses de vida.
  • 2. relatório 2008/09 beira-mar solidário Ser Solidário Os mais atentos, à realidade do clube, perguntarão, “Como pode o Beira-Mar, com a grave crise financeira que atravessa, ser solidário com os outros ?” Em primeiro lugar, é bom esclarecer que ser solidário não pode apenas ser quantificado em um valor monetário. Abdicar de horas de descanso e fazer Kms para visitar Instituições é ser solidário. Conviver com crianças, fazê-las sorrir e gritar de euforia é ser solidário. Visitar os mais infortunados, como portadores de deficiências e hospitalizados é ser solidário. Permitir a entrada em campo de mão dada com os jogadores e viver um momento único é ser solidário. Oferecer bolas e camisolas às escolas e Instituições é ser solidário. Disponibilizar a imagem e meios do Beira-Mar para promover campanhas de solidariedade é ser solidário. Para além destes aspectos, a nossa solidariedade vai ainda mais longe, mesmo com as enormes dificuldades financeiras, através do “Beira-Mar Solidário” criámos uma ferramenta que permite, às Associações e Instituições aderentes, a realização de uma receita através da venda de bilhetes para um determinado jogo. Em suma, neste ano de arranque, o “Beira-Mar Solidário” propôs-se oferecer às Instituições e Associações: A oportunidade de todas as crianças e/ou utentes do serviço de educação especial assistirem gratuitamente a um jogo, a definir por ambas as partes, que o Beira-mar efectue em casa. Que jogadores, do plantel profissional de futebol, se desloquem quer ás instalações das Instituições, quer às escolas e jardins-de-infância que lhes estão associados. Seleccionar 22 crianças (por jogo) para subirem ao relvado de mão dada com os jogadores e com uma camisola do Beira-Mar vestida, que lhes é oferecida. Disponibilizar bilhetes, para o jogo seleccionado, para que as Instituições possam vender aos acompanhantes das crianças e à sua comunidade, em que 75% da receita apurada reverte para a própria Instituição. www.beiramar.pt página 2 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 3. relatório 2008/09 beira-mar solidário O Inicio Os primeiros passos para o arranque da campanha “Beira-Mar Solidário” foram dados durante o mês de Outubro de 2008, com a aprovação, por parte da Comissão Administrativa, do modelo do protocolo a celebrar com as instituições e com a definição da filosofia que deve estar inerente em todos os contactos a estabelecer com as mais diversas Associações e Instituições da região de Aveiro, que entendemos definir, numa primeira fase, como a área geográfica que compreende os concelhos de Águeda, Albergaria-a-Velha, Anadia, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Ovar, Sever do Vouga e Vagos. A partir daqui, iniciaram-se os primeiros contactos com as mais diversas Instituições ou Associações, desde IPSS’s, Associações de Pais, Instituições de Ensino, Clubes Recreativos e Desportivos, etc., tendo sido contactadas, no período compreendido entre Outubro de 2008 e Abril de 2009, o total de 96 entidades. Os primeiros protocolos foram celebrados, ainda no mês de Outubro de 2008, com o Centro de Acção Social do Concelho de Ílhavo (CASCI) e com a Associação de Pais da EB1 Farol da Barra, tendo em vista o jogo agendado para 2 de Novembro de 2008, Beira-Mar/Varzim, relativo à sétima jornada da Liga Vitalis. No seguimento destes primeiros protocolos, no dia 30 de Outubro, foram efectuadas as primeiras visitas de atletas, do plantel profissional de futebol, às escolas e jardins-de-infância e a euforia com que as crianças receberam o Beira-Mar tornaram evidente, desde logo, que esta era uma aposta ganha. www.beiramar.pt página 3 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 4. relatório 2008/09 beira-mar solidário Protocolos celebrados Desde o seu arranque, a campanha Beira-Mar Solidário, esteve presente em 9 jornadas, apenas “ausente” quando o clube preparou outras iniciativas, como o “Dia da Mãe” ou o “Dia da “Família”, tendo celebrado protocolos com 34 entidades. Entidades APEVECA - Assoc. Pais Escolas Barrocas e Vera Cruz APPACDM - Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental - Albergaria APPACDM - Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental - Aveiro Associação Betel - Ponte Vagos Associação de Pais da EB1 da Chousa Velha – Ílhavo Associação de Pais da Escola EB 23 Gafanha da Encarnação Associação de Pais da Escola EB1 Farol da Barra - Praia da Barra Associação de Pais da Escola EB1 Sra do Pranto - Ílhavo Associação de Pais e Amigos das Crianças da Gafanha da Encarnação Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB1 da Cale da Vila - Gaf. Nazaré Associação de Pais e Encarregados de Educação de Oliveirinha Associação dos Amigos de Perrães Associação Fermentelense de Assistência a Crianças e Pessoas 3ª Idade Caritas Diocesana de Aveiro CASCI - Centro de Acção Social do Concelho de Ílhavo Centro Social Avelãs de Caminho Centro Social de Azurva Centro Social de Covão do Lobo Centro Social e Cultural Nossa Senhora Ó Aguim Centro Social e Paroquial de Angeja Centro Social e Paroquial de Recardães Centro Social e Paroquial S. Miguel de Fermelã Centro Social e Paroquial S. Tomé de Canelas Centro Social e Paroquial Santa Eulália - Vale Maior Colégio de Nossa Senhora da Apresentação – Calvão Comissão de Apoio e Desenvolvimento Social de Santa Catarina Creche Helena Albuquerque Quadros – Angeja Cruz Vermelha Portuguesa - Movimento Pelo Nuno Futebol Clube do Bom Sucesso Hospital Distrital de Aveiro Obra da Providência Orbis - Cooperação e Desenvolvimento Santa Casa Misericordia de Vagos SolSil – Silveiro www.beiramar.pt página 4 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 5. relatório 2008/09 beira-mar solidário Visitas efectuadas Ao abrigo dos protocolos celebrados, foram efectuadas 68 visitas a escolas, jardins- de-infância e instituições, com um universo de 5.101 crianças e utentes. Número de Escolas e Jardins de Infância Crianças EB1 da Vera Cruz – Aveiro 294 EB1 das Barrocas – Aveiro 237 Jardim de Infância das Barrocas - Aveiro 75 EB1 do Soutelo – Albergaria 27 Jardim de Infância do Soutelo - Albergaria 12 EB1 de Albergaria-a Nova – Albergaria 37 Jardim de Infância de Albergaria-a-Nova 20 EB1 Ponte de Vagos – Vagos 54 Jardim de Infância de Ponte de Vagos - Vagos 11 EB1 Canto de Baixo – Vagos 40 Jardim de Infância da Associação Betel 66 EB1 da Chousa Velha – Ílhavo 96 Jardim de Infância da Chousa Velha - Ílhavo 24 EB23 da Gafanha da Encarnação - Ílhavo 400 EB1 da Costa Nova – Ílhavo 63 EB1 Farol da Barra – Ílhavo 80 EB1 da Gafanha da Encarnação Norte - Ílhavo 62 Jardim de Infância da Gafanha da Encarnação Norte - Ílhavo 37 EB1 da Gafanha da Encarnação Centro - Ílhavo 90 Jardim de Infância da Gafanha da Encarnação Centro - Ílhavo 45 EB1 da Gafanha da Encarnação Sul - Ílhavo 82 Jardim de Infância da Gafanha da Encarnação Sul - Ílhavo 44 EB da Cale da Vila, Gafanha da Nazaré - Ílhavo 180 EB23 de Oliveirinha – Aveiro 432 Jardim de Infância da AMPER, Perrães – Oliveira do Bairro 63 EB1 Prof João Pires da Rosa, Fermentelos - Águeda 66 EB1 Prof. Américo Urbano, Fermentelos - Águeda 46 Jardim de Infância de Fermentelos – Águeda 45 Jardim de Infância da Associação Fermentelense de Assistência 100 Jardim de Infância e ATL CASCI – Pólo S. João de Deus - Ílhavo 169 Centro Educação Especial CASCI – Pólo S. João de Deus - Ílhavo 24 EB1 nº 1 de Ílhavo 173 Jardim de Infância CASCI na Barra - Ílhavo 66 Jardim de Infância CASCI na Costa Nova - Ílhavo 67 EB1 de Avelãs de Caminho – Anadia 75 Continua www.beiramar.pt página 5 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 6. relatório 2008/09 beira-mar solidário continuação Número de Escolas e Jardins de Infância Crianças Jardim de Infância da ASAC – Anadia 27 Jardim de Infância do Centro Social de Azurva - Aveiro 64 EB1 do Covão do Lobo – Vagos 35 EB1 de Aguim – Anadia 100 Jardim de Infância do Centro Social e Cultural Nª Srª Ò Aguim - Anadia 80 EB1 da Várzea, Angeja – Albergaria 86 EB1 de Angeja – Albergaria 27 Jardim de Infância de Angeja 13 Creche Helena Albuquerque Quadros 42 EB1 de Recardães – Águeda 140 Jardim de Infância do Centro Paroquial de Recardães - Águeda 80 EB1 de Fermelã – Estarreja 56 Jardim de Infância do Centro Social e Paroquial S. Miguel de Fermelã - Estarreja 53 EB1 de Canelas – Estarreja 80 Jardim de Infância do Centro Social e Paroquial S. Tomé de Canelas - Estarreja 25 EB1 da Cruzinha, Vale Maior – Albergaria 36 EB1 da Igreja, Vale Maior – Albergaria 28 EB1 de Santo António, Vale Maior - Albergaria 28 Jardim de Infância de Santo António, Vale Maior – Albergaria 20 Jardim de Infância do Centro Paroquial Social Santa Eulália, Vale Maior - Albergaria 42 EB1 de Santa Catarina – Vagos 54 Jardim de Infância de Santa Catarina – Vagos 23 Jardim de Infância da Comissão de Apoio e Desenv. Social de Sta Catarina - Vagos 22 Jardim de Infância da Obra da Providência, Gafanha da Nazaré - Ílhavo 44 EB1 de Vagos – Vagos 128 EB1 de Lombomeão – Vagos 40 Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Vagos - Vagos 88 EB1 de Silveiro – Oliveira do Bairro 40 Jardim de Infância da Solsil, Silveiro – Oliveira do Bairro 30 Hospital Infante D. Pedro – Aveiro Não disponível APPACDM Azurva – Aveiro 80 APPACDM Soutelo – Albergaria 48 Colégio Alberto Souto, Aradas – Aveiro Não disponível Das cerca de 5.101 crianças e jovens visitados, 4.269 frequentam unidades de ensino pré-escolar ou ensino básico 1. Com estes números podemos dizer que, neste ano de arranque, conseguimos chegar a, aproximadamente, 23 % desta população escolar (dados de 2007), considerando os concelhos que compõe a região de Aveiro. www.beiramar.pt página 6 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 7. relatório 2008/09 beira-mar solidário Nestas visitas privilegiou-se o contacto com as crianças e houve a preocupação em deixar mensagens de teor pedagógico, tais como a necessidade de se aplicarem nos estudos, os cuidados a terem com a alimentação e a importância do desporto para uma vida saudável. Visita ao Centro Social de Azurva Foram oferecidas, às associações, 34 camisolas oficiais autografadas pelos atletas do plantel profissional de futebol, e para os mais novos foram entregues cerca de 70 bolas de futebol. Autógrafos foram aos milhares, em folhas de papel, nos cadernos escolares, em bolas, na roupa, até nos braços e na testa, as crianças não se cansaram de regatear a assinatura dos craques, que foram incansáveis nesta tarefa, guradando assim um testemunho daquele dia. Com os protocolos celebrados conseguimos chegar a 9 dos 11 concelhos a que nos propusemos inicialmente, apenas não chegamos aos concelhos da Murtosa e de Sever do Vouga, percorrendo, nas 68 visitas efectuadas, a distância de cerca de 930 Kms. Autógrafos na EB1 das Barrocas, Aveiro www.beiramar.pt página 7 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 8. relatório 2008/09 beira-mar solidário Distribuição geográfica Cruz Vermelha Ovar Movimento Pelo Nuno APPACDM Albergaria Centro Social Paroquial S. Tomé Canelas Centro Social Paroquial Centro Social Paroquial Santa Eulália S. Miguel Fermelã Centro Social Paroquial De Angeja Obra da Providência Creche Helena Albuquerque Quadros APEVECA Associação Pais APPACDM Aveiro EB1 Farol Barra ORBIS Caritas Centro Social Azurva Ass. Pais e Amigos das Crianças Gaf. Encarnação Associação Pais EB1Cale da Vila Associação Pais Oliveirinha Associação Pais EB23 Gaf. Encarnação CASCI Futebol C. Bom Sucesso Associação Pais EB1 Associação Pais EB1 Chousa Velha Nª Srª do Pranto Centro Social Paroquial de Recardães Associação Fermentelense Santa Casa Misericórdia Vagos de Assistência AMPER SOLSIL Associação Betel Associação Social Comissão Apoio Social Avelãs Caminho Santa Catarina Colégio Nª Srª Apresentação Centro Social Paroquial Centro Social Paroquial Covão do Lobo Nª Srª Ó Aguim www.beiramar.pt página 8 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 9. relatório 2008/09 beira-mar solidário Resultados no Estádio BILHETES VENDIDOS CRIANÇAS COM CONVITE JOGO PELAS ASSOCIAÇÕES “BEIRA- SOLIDÁRIO “BEIRA-MAR” SOLIDÁRIO VARZIM 236 44 AVES 576 134 OLIVEIRENSE 1.708 77 FREAMUNDE 300 33 GONDOMAR 290 137 BOAVISTA 472 163 OLHANENSE 368 80 PORTIMONENSE 1.039 107 U. LEIRIA 713 146 Totais 5.702 921 Estes números correspondem a 27,70% da assistência nestas jornadas e a 18,50% do total de espectadores na época 2008/09 (35.960). Em 9 jogos, a campanha “Beira-Mar Solidário” levou mais espectadores ao futebol (6.623) do que o Estoril em toda a época. O número médio de espectadores (736) que o “Beira-Mar Solidário” levou ao EMA é superior à média de assistência de Covilhã, Aves e Estoril. Foi possível verificar a ida ao futebol em família, o que trouxe uma nova animação e beleza à festa, com a presença de muitas senhoras e crianças. Os jogadores testemunharam que, dentro do relvado, foi possível sentir o apoio do público mais jovem, e nunca, como esta época, se viu tantas camisolas de jogo a serem oferecidas no final do encontro. Graças aos bilhetes vendidos pelas Instituições e Associações, bem como donativos que foram dados no decorrer das campanhas de venda, a campanha “Beira-Mar Solidário” permitiu a receita de cerca de 20.000,00 em favor das mesmas. Permitimos que, 176 crianças, vivessem a experiência de subir ao relvado de mão dada com os jogadores, para a saudação ao público, no momento que antecede o inicio dos jogos. Foto João Freitas www.beiramar.pt página 9 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 10. relatório 2008/09 beira-mar solidário Mediatismo As iniciativas, realizadas no âmbito do projecto “Beira-Mar Solidário”, tiveram, para além dos meios de comunicação associados ao clube, Jornal do Beira-Mar, Sitio do Beira-Mar na Internet, Beira-Mar TV e os vários blogs associados ao clube, uma alargada cobertura mediática, que ultrapassou as expectativas mais optimistas. IMPRENSA ESCRITA Na imprensa escrita fomos noticias em praticamente todos os jornais regionais, O ponto, O Ilhavense, Região de Águeda, Jornal da Bairrada, Jornal de Albergaria, Praça pública, Jornal de Valega, O Aveiro e, com particular destaque, o Diário de Aveiro. Na imprensa de âmbito nacional, tivemos honras no Expresso, no Jornal de Noticias, em “A Bola”, no Público e no Record. Graças a estas iniciativas, o nome do Beira-Mar teve honras de noticia além fronteira, em pelo menos dois jornais de comunidades portuguesas: O Luso- Americano de Newark, Estados Unidos, e o Portuguese Sun, de Toronto, Canadá. INTERNET Também neste canal de comunicação foi possível ver com frequência notícias relacionadas com as iniciativas do “Beira-Mar Solidário”. Em sites, de órgãos de comunicação social, das associações envolvidas e em vários blogues foi possível ver perto de uma centena de referências às actividades de solidariedade desenvolvidas. Para além de vários sites de âmbito regional, também merecemos a atenção de alguns de dimensão nacional, como Sol, Sic, Sábado, Expresso, Visão, Record, etc. RÁDIO As acções promovidas pelo “Beira-Mar Solidário” motivaram a nossa comparência em 4 programas de rádio, 2 na Rádio Terranova, 1 na Rádio Botareu e 1 na Rádio VagosFM. Embora seja impossível de contabilizar o número de vezes que fomos noticia pelas nossas iniciativas, que foram muitas, destacamos a referência na Rádio Renancença, graças ao protocolo com a Cruz Vermelha de Ovar em prol do Nuno Ferreira Em qualquer dos casos atrás enumerados, cremos que o número de vezes que fomos noticia é bem superior ao que registámos uma vez que, infelizmente, o Beira-Mar não dispõe de um serviço que permita identificar e registar todas as notícias publicadas. www.beiramar.pt página 10 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 11. relatório 2008/09 beira-mar solidário As frases… Na memória, ficam algumas frases, proferidas por algumas das pessoas que estiveram envolvidas nas campanhas do “Beira-Mar Solidário”, ou que tiveram conhecimento das mesmas, e que marcam este ano de arranque. “Algumas crianças, a quem perguntamos de que clube são, já respondem que são do Beira-Mar” Marisa, educadora da Associação Fermentelense de Assistência, Beira- semanas após a participação daquela associação no jogo Beira-Mar / Boavista. “Este tipo de iniciativa vem com 20 anos de atraso” Jorge Santos, membro da Comissão Administrativa do Beira-Mar, no lançamento do “Nascer à Beira-Mar” “Foi bonito de ver a felicidade daqueles meninos no estádio. O Beira-Mar deixou-me Beira- deixou- orgulhoso e de lágrima no canto do olho.” Anónimo em comentário no blog bancadanorte.blogspot.com após o jogo Beira-Mar / Aves. “Parabéns ao Beira-Mar pela iniciativa que tomou. Mesmo atravessando uma difícil Parabéns Beira- situação económica, não se esqueceu de ajudar quem muito precisa” Bruno precisa Quintela em comentário na versão online do jornal Record, no seguimento do protocolo entre o Beira-Mar e a Cruz Vermelha de Ovar. “O Beira-Mar é o melhor” Pedro Miguel, 8 anos, aluno da EB1 de Recardães Beira- “Ajudar e solidariedade. Palavras bonitas, mas tantas vezes ditas em vão. O Beira- Beira- Mar solidário está muito à frente dos que não passam da intencionalidade. Neste clube, faz-se.” Publicado por Sergio Loureiro no blogue sergioloureiro.blogspot.com faz-se.” “O Beira-Mar Solidário mostra que o Beira-Mar pode aproximar-se da população Beira- Beira- aproximar- também com o intuito de ajudar. O desporto, para o SC Beira-Mar, também é Beira- sinónimo de solidariedade”. Pedro Neves no artigo “Uma dúzia de coisas boas do desporto aveirense” editado no desportoaveiro.blogs.sapo.pt “Obrigado por tudo” Paula Ferreira, mãe do Nuno Ferreira www.beiramar.pt página 11 beiramarsolidario@beiramar.pt
  • 12. relatório 2008/09 beira-mar solidário Agradecimentos A campanha “Beira-Mar Solidário” cujos resultados aqui se apresentam, são fruto de um trabalho desenvolvido por vários colaboradores que, gratuitamente, se empenharam nesta missão, bem como de várias instituições e empresas que de alguma forma apadrinharam esta iniciativa. Assim, antes de mais, o nosso muito obrigado a todas as Associações e Instituições que acreditaram neste projecto e que aderiram ao “Beira-Mar Solidário”, e pela simpatia com que fomos recebidos. O nosso muito obrigado para todos os professores, educadores e auxiliares de educação que, com enorme receptividade, simpatia e disponibilidade, receberam o Beira-Mar nas suas escolas e jardins-de-infância. Também o nosso agradecimento para: Rádio Terranova Diário de Aveiro Hospital Infante D. Pedro Restaurante “O Gafanhoto” Luisóptica Martipan Jornal “O Ilhavense” Jornal “O Ponto” Soberania do Povo Região de Águeda Rádio Botareu Tipografia Beira-Mar Grafigamelas Jornal da Bairrada Restaurante Boca da Barra VagosFM Os nossos agradecimentos estendem-se ainda a todos os colaboradores anónimos que nas, nas mais diversas situações, contribuíram para o sucesso do “Beira-Mar Solidário”. Por último, as nossas desculpas se nos esquecemos de incluir alguém nos nossos agradecimentos, e as nossas desculpas, a todos, se algo não correu pelo melhor no decorrer das iniciativas deste projecto. Beiiiiiiiiiira ! www.beiramar.pt página 12 beiramarsolidario@beiramar.pt