Projeto Sala De Professor 2008

1,486 views
1,459 views

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,486
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto Sala De Professor 2008

  1. 1. ESCOLA MUNICIPAL “VISTA ALEGRE” Prefeitura Municipal de Terra Nova do Norte Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto. PROJETO: FORMAÇÃO CONTINUADA PROFESSOR NA MULTIMÍDIA DIRETORA: Jocelia Maria Cazali Dal Pupo COORDENADORAS DE I A IV: Maria Aparecida Ferreira Buss e Maria Gisélia da Silva Sena COORDENADORA DE V A VIII: Ivaní Martins da Mota. Terra Nova do Norte, Abril de 2008 2008
  2. 2. 1.0) DADOS DE IDENTIFICAÇÃO A Escola Municipal Vista Alegre, começou a sua história com o registro da Ata de nº04/90, do dia 21(Vinte e um) do mês de Fevereiro do ano de 1990, quando apenas foi dada uma autorização pelo prefeito então em exercício Sr Antero Zini e o Sr Arlindo Vanzin, Secretário Municipal de Educação. Onde passou a funcionar no pavilhão (sede da Associação), recebendo nesta data o nome de Escola Municipal Vista Alegre., funcionando somente com a 1ª e 2ª séries. Hoje encontra – se construída e situada na Comunidade do Bairro Vista Alegre, Rua Ambava S/Nª, Terra Nova do Norte – MT - Tel: (066) 35341054,CNPJ Nº 01.965.059/0001-87, foi criada pelo Decreto Municipal Nº 03/1990 e alterada pelo Decreto Municipal Nº.025/2003 - atualmente se encontra com a autorização renovada sob a RESOLUÇÃO Nº 178/06-CEE/MT e Credenciada através da Portaria Nº 192/06-CEE/MT. Esta Unidade Escolar conta hoje com 450 alunos, distribuídos em três turnos: Matutino, Vespertino e Noturno, nas modalidades de Ensino fundamental, e Educação de Jovens e Adultos (EJA), regimes de funcionamento seriado e Segmentos/Fases. A Escola Municipal Vista Alegre possui 10 salas de aula, 01 sala para diretoria, secretaria e coordenação, 01 sala para vídeo e 01(uma) pequena sala a qual serve de biblioteca para os livros didáticos e um almoxarifado.Possui ventiladores em todas as salas, 04 computadores, com conexão à interne, 04 impressoras, sendo 02 matriciais 01 jato de tinta e 01 a toner. O prédio recebeu pintura nova e calçada da entrada até o inicio de suas dependências. Para as práticas de Educação Física possui uma quadra Poliesportiva. .No quadro dos profissionais da Educação, contamos com trinta e dois (32) professores entre efetivos e interinos, quantitativo de apoio oito (08), totalizando quarenta (40) funcionários. A Escola possui calendário próprio para realização dos eventos promovidos durante os bimestres e ainda participa dos eventos culturais junto à Comunidade e ao Departamento de Cultura do Município. Quanto às condições econômicas a Escola é mantida pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto e promoções realizadas durante o ano letivo. EQUIPE GESTORA: Diretora: Jocelia Maria Casali Dal Pupo. Coordenadores Pedagógicos: Ivani Martins da Mota. Coordenadora de 5ª a 8ª Série e EJA- 2º Seg. Maria Apª. Ferreira Buss. Cordenadora de 1ª a 4ª Séries e EJA- 1º Seg. Maria Gisélia da S. Sena.Coordenadora de 1ª a 4ª Séries e EJA- 1º Seg. Secretária: Vivian Elizabhet Bianchet
  3. 3. 2.0) INTRODUÇÃO: A presença de tecnologias de informação e de comunicação nos processos educacionais é cada vez mais notória, especialmente no Primeiro Mundo, na condição ora de veículos principais, ora de recursos complementares, bem como na perspectiva de M. McLuhan (1995) como meio e mensagem. As grandes mudanças que ocorreram na educação, e, mais precisamente na teoria pedagógica, estão de certo modo, ligadas às transformações que se deram nos meios de comunicação: da educação realizada através da oralidade e imitação, ao ensino através da linguagem escrita tendo como seu principal suporte o livro impresso aos recursos computacionais hoje disponíveis. Computadores (hardware) cada vez mais poderosos permitem o surgimento de ferramentas (software) de apoio ao ensino cada vez mais sofisticadas, como sistemas de autorias e sistemas de hipertexto, utilizando multimídia e inteligência artificial. Os recursos de multimídia interativa estão sendo cada vez mais usados, consistindo-se numa base de dados computadorizada que permite aos usuários acessarem de forma integrada múltiplas formas de informação, tais como texto, gráfico, vídeo e áudio, podendo incluir fotografias, filmes, voz e música. A multimídia é projetada para permitir aos usuários acessarem a nós de acordo com suas necessidades e interesses. O avanço do hardware, tornando disponíveis microcomputadores com recursos tais como canal de voz, CD-ROM e videodisco está difundindo a multimídia como uma opção nas áreas de treinamento e educação. Estes recursos tecnológicos ligados a informação e comunicação, provocam a necessidade de rever conceitos e posições teóricas, pois geram produções não fechadas, não mais controladas e validadas por este ou por aquele grupo social. A interatividade ampla, simultânea e célere rompe com os paradigmas e abordagens territoriais, colocando os sujeitos em condições de interagir amplamente, interdisciplinarmente com a dimensão contextual e social. Atualmente a utilização de bases de dados, redes de computadores, Internet e Intranet vêm revolucionando os sistemas corporativos, subvertendo os vínculos sociais e profissionais estabelecidos. Acreditamos que é possível e necessário que o professor se aproprie dessa dinâmica e trabalhe com ela no processo pedagógico, em sala de aula ou fora dela, se não na profundidade a ponto de construir um novo paradigma de abordagem para o ato pedagógico, pelo menos, neste primeiro momento, levantando alguns indicativos do que se pode fazer em ensino utilizando os recursos informatizados e não apenas por modismos, mas descobrindo suas vantagens e seus limites. A informática é fator de integração, uma vez que a realidade social não mais permite existência de ilhas. A necessidade de estabelecer laços constantes com os alunos e com os pesquisadores da área, em diferentes locais e situações, encontra no uso da Internet e da tecnologia de videoconferências e de teleconferências um grande suporte. Conhecer um objeto é agir sobre ele e transformá-lo, apreendendo os mecanismos dessa transformação vinculados com as ações transformadoras. Conhecer é, pois, assimilar o real às estruturas de transformações e são as estruturas elaboradas pela inteligência enquanto prolongamento direto das ações ( Piaget, 1970: 30).
  4. 4. 3.0) JUSTIFICATIVA: “Os professores desta Unidade Escolar escolheram para o estudo de Formação Continuada, o tema: “Professor na Multimídia”, uma vez que livros, cadernos,giz,quadro negro deixaram de ser as últimas novidades tecnológicas na sala de aula. Atualmente, o computador, internet e uma enorme variedade de recursos digitais não são mais ficção científica e impuseram sua presença na escola e com freqüência ouvimos dizer que a tecnologia esta transformando a educação. Ela desafia as definições existentes de conhecimento, oferecendo novas maneiras de motivar os aprendizes relutantes e promete incessantes oportunidades de criatividade e inovação. Avaliando os avanços da tecnologia, os professores desta Unidade Escolar optaram pela escolha do tema “ O Professor na Multimídia”, uma vez que cabe ao professor um novo papel;o de planejar estratégias que permitam ao aluno empreender de maneira autônoma e integrada, os próprios caminhos da construção de conhecimentos. O novo Educador vem configurando – se como um mediador entre o sujeito que conhece e o objeto a ser conhecido. Ele é alguém capaz de dialogar com novas equipes de trabalho e, principalmente, de reinventar o espaço da aprendizagem, com novos recursos e metodologias.. A justificativa deste projeto está embasada no pensamento de que, uma vez vivendo na era da interatividade, insistir na didática do transmissor – receptor é inútil. É preciso mais do que nunca, transpor as fronteiras do quadro – negro, do professor que fala aos alunos, como se os alunos assimilassem suas idéias de maneira instantânea. É preciso ser um profissional “antenado” e levar para a sala de aula os recursos que os alunos já conhecem, próprios da cibercultura, e que, ao contrário do que alguns pensam, se bem-utilizados, podem prestar bons serviços à educação. Considerando que a chamada sociedade do conhecimento dispõe de recursos que vão além do giz, das transparências e do livro didático. Como educadores estamos cientes que o professor que não domina os recursos das mídias e tecnologias, é ultrapassado pelos próprios alunos, já entra em sala sabendo menos que eles. A escola prepara cidadãos para uma sociedade em que a familiaridade com recursos de alta tecnologia é exigida nos mais corriqueiros atos da vida. Não pode, portanto, ficar à margem da evolução tecnológica. Pois sabemos que a linguagem na Multimídia é um fato cultural de nosso tempo e a utilização da mesma em sala de aula é um recurso valioso para aproximar a prática docente do universo de vivências das crianças, adolescentes, jovens e adultos, facilitando a contextualização dos conteúdos e as práticas interdisciplinares. Nesse sentido, a escola deve ser o local da aprendizagem de que as regras do espaço público democrático garantem a igualdade, da inclusão digital, permitindo ao aluno e ao professor mudanças nos modos de ensinar e aprender a partir de um contexto mais amplo, que envolve novas práticas sociais e culturais.
  5. 5. 4.0) OBJETIVOS: A inclusão do professor e do aluno na Multimídia no âmbito escolar significa romper com a visão cristalizada do professor como provedor de informações e do aluno como usuário consumidor, para o professor que aprende e ensina a aprender, e para o aluno que retém o conhecimento, pois as novidades tecnológicas funcionam como um talismã para garantir o êxito da aprendizagem. Para os Professores:  Orientar os professores quanto ao uso de softwares adequados à série e trabalho que se pretende desenvolver.  Sugerir atividades,conteúdos e aulas que enriqueçam a prática pedagógica dos professores.  Incentivar os professores no uso da Sala informatizada mostrando ao aluno a importância da pesquisa e dando continuidade ao trabalho desenvolvido em sala de aula.  Observar o comportamento dos alunos durante as aulas quanto ao interesse, assimilação dos conteúdos, interação com a equipe, desempenho e evolução na produção dos trabalhos e pesquisas, intervindo sempre que o aluno demonstrar dificuldades ou desinteresse.  Planejar as aulas que irá desenvolver na Sala informatizada e verificar qual o melhor programa que se ajusta às atividades propostas.  ]Estabelecer cronogramas para utilização da Sala informatizada evitando que a mesma seja utilizada com atividades desvinculadas do objetivo didático-pedagógico a que se destina,ou sem planejamento prévio do professor.  Elaborar relatórios periódicos às coordenadoras do projeto sobre o andamento dos trabalhos realizados.  Apresentar projetos que estão sendo desenvolvidos com os alunos.  Avaliar o andamento das atividades relatando o progresso das turmas.  A inclusão do professor e do aluno na Multimídia no âmbito escolar significa romper com a visão cristalizada do professor como provedor de informações e do aluno como usuário consumidor, para o professor que aprende e ensina a aprender, e para o aluno que retém o conhecimento, pois as novidades tecnológicas funcionam como um talismã para garantir o êxito da aprendizagem. 
  6. 6. 5.0) METAS: O trabalho de Formação Continuada, da “Sala de Professor” da Escola Municipal “Vista Alegre”,tem como princípio norteador a participação de pelo menos 80% do seu corpo docente na busca de conhecimentos na Multimídia criando novas possibilidades de expressão e comunicação como: criação e uso de imagens, de som, de animação e a combinação dessas modalidade, de modo que tais facilidades passam a exigir o desenvolvimento de diferentes modalidades utilizadas, criando uma nova área de estudo, relacionada com os diferentes tipos de letramento digital (uso das tecnologias digitais), visual (uso das imagens), sonoro (uso do som), informacional (busca crítica da informação ).O professor deverá conhecer os interesses, as necessidades, as capacidades e as experiências anteriores dos alunos para propor planos cuja a concepção resulte de um trabalho cooperativo realizado por todos os envolvidos no processo de aprendizagem. O desenvolvimento resulta de uma ação em parceria, em que alunos e professores aprendam juntos. A metodologia usada terá os seguintes princípios: • Desenvolvimento da criatividade; • Interdisciplinaridade; • Criatividade; • Cooperatividade; • Autonomia; • Interatividade;
  7. 7. 6.0) TEMÁTICA:  O uso legal da tecnologia dentro e fora da sala de aula.  Como usar o computador.  Principais infrações cometidas pelos jovens na Internet.  Muito além do Quadro – Negro  Aprendizagem e Cultura digital  As tecnologias digitais e os diferentes letramentos.  Cenários para análise das tecnologias.  A Matemática na Escola Multimídia.  Como desenvolver uma Escola Multimídia.  Longe do Campus, perto da aprendizagem.  Uso das Ferramentas que a tecnologia pode oferecer no processo de aprendizagem.  Utilização de Programas de mensagens.  Utilização de MSN, Yahoo, Messenger e Blogs Talk.  Acesso rápido e gratuito a materiais audiovisuais.  Uso do Orkut presente no processo de aprendizagem.  Todos na Rede: Sites de relacionamentos.  Uso da Web.  Second Life: Ambiente de Aprendizagem Virtual.  Construção de Blogs.  Uso da Internet, e-mail e comunidades.
  8. 8. 7.0) METODOLOGIA O Programa Sala de Professores desta Unidade Escolar, tendo como tema “O Professor na Multimídia” tem como fonte de estudos as temáticas escolhidas para as discussões, estudos coletivos, mesas-redondas, murais e como material de apoio textos, vídeos e pesquisa na Internet, uso do data show e uso do Computador, além da troca de experiências a partir da prática dos professores que atuam nesta escola. Selecionar procedimentos de temas adequados a diferentes objetivos e interesses (estudo, formação pessoal, entretenimento, realização de tarefas) O Projeto Sala de Professor compreenderá a carga horária de 64 horas diretas e 16 horas indiretas na forma de Trabalhos Extra – Classe e Projetos. Os encontros serão em dias sexta - feira a cada quinze (15) ou oito dias (08), dias com carga horária de 4 ( quatro ) horas,.no período Noturno das 19h às 23 h, conforme o calendário estabelecido para a realização dos encontros da Sala de Professor. Sendo assim, foram agendados 16 (dezesseis) encontros, O último encontro, programado para o dia 03/10/2008, às 19h, até às 23h, será para encerramento das atividades, com apresentação dos trabalhos e projetos de todos os professores participantes do programa “O Professor na Multimídia” da Sala de Professores. 8.0) AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PROJETO. Os critérios de avaliação explicitam as expectativas de assimilação, considerando os objetivos e conteúdos propostos para a formação dos professores, a organização lógica e interna dos conteúdos, as peculiaridades de cada momento e as possibilidades de trabalhos docentes decorrentes de cada etapa no desenvolvimento do ponto de vista pessoal e social, apontando para as experiências educativas, refletindo de forma equilibrada os diferentes tipos de capacidades e as três dimensões de conteúdos (conceitos, procedimentos e atitudes). e servir para encaminhar a programação e as atividades de ensino e aprendizagem. Nesse contexto, a avaliação do rendimento e aproveitamento dos estudos realizados será no final de cada encontro, mediante instrumentos previstos, projeto de estudo Sala de Professores através de auto-avaliação, apresentação dos trabalhos, projetos e relatórios individuais dos professores participantes e relatório final, executado pelas coordenadoras da Sala de Professores.
  9. 9. 9.0) CRONOGRAMA: DIA MÊS HORAS: ASSUNTOS: 18/04 19:00 às 23:00 Estudo do Projeto; O uso legal da tecnologia dentro e fora da sala de aula. 09/05 19:00 às 23:00 Como usar o computador 18/05 19:00 às 23:00 Principais infrações cometidas pelos jovens na Internet. 30/05 19:00 às 23:00 Muito além do Quadro – Negro Internet Explore 13/06 19:00 às 23:00 Aprendizagem e Cultura digital Uso do Paint. 27/06 19:00 às 23:00 As tecnologias digitais e os diferentes letramentos. Uso de máquinas fotográficas digitais, computadores, impressoras, data Show. e outros. 04/07 19:00 às 23:00 Cenários para análise das tecnologias Uso do Windows Média Player 11/07 19:00 às 23:00 A Matemática na Escola Multimídia. 01/08 19:00 às 23:00 Como desenvolver uma Escola Multimídia Uso do Excel 15/08 19:00 às 23:00 Longe do Campus, perto da aprendizagem. 29/08 19:00 às 23:00 Uso das Ferramentas que a tecnologia pode oferecer no processo de aprendizagem. Tirando dúvidas. 05/09 19:00 às 23:00 Utilização de Programas de mensagens. Utilização de MSN, Yahoo Messenger e Blogs Talk. 12/09 19:00 às 23:00 Acesso rápido e gratuito a materiais audivisuais. Uso do Orkut presente no processo de aprendizagem 19/09 19:00 às 23:00 Todos na Rede:Sites de relacionamentos. Uso da Web. Second Life: Ambiente de Aprendizagem Virtual. 26/09/ 19:00 às 23:00 Construção de Blogs. Uso da Internet explore, e-mail e comunidades. 03/10 19:00 às 23:00 Apresentar os projetos realizados em sala e Avaliação final do projeto. Horas diretas com o professor:...................................................................... .64:00 Horas indiretas:Trabalhos Extra – Classe e Projetos:.................................... 16:00
  10. 10. Total do Programa Sala de Professor:............................................................ 80:00 10.0) FONTES DE CONSULTA: LÉVY Pierre. O que é o virtual? São Paulo, Editora 34, 1996. As tecnologías da inteligencia. São Paulo, Editora 34, 1993. Os perigos da máquina-universo. In: PESSI-PASTERNAK, Guitta. Do caos à inteligência artificial. São Paulo, UNESP, 1993 A inteligência coletiva. Rio de Janeiro, Loyola, 1998 PCNs – Temas Transversais Pátio – Revista Pedagógica. Novembro/2007 janeiro/2008 VAUGHAN, Tay, Multimídia na prática. São Paulo, Makron Books, 1994. SITES: HTTP://caicmarianocosta.vilabol.uol.com.br/plano_se_açao1.htm
  11. 11. 11 – ANEXOS: LISTA NOMINAL E FUNÇÃO PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO NOMES: Função: Cargo /disciplina: 01 .Clêuda Fátima da Silva Professora 1ª a 4ª série 02 Dilair Vendrusculo Professora Ciências 5ª série 03 Dirlete Ambrozi Franceschi Professora 1ª a 4ª série 04 Eder Fernandes Almeida Professor Educ. Física. 05 Elenice Abreu Vansovski Professora 1ª a 4 Série. 06 Geni de Freitas de Oliveira Professora 1ª a 4ª Série 07 Gilma Aparecida de Souza Professora Geografia 5ª a 8ª 08 I vaní Martins da Mota Professora Coord .de 5ª a 8ª Série 09 Jairo Dal Pupo Professor Matemática 10 Jocelia Casali Dal Pupo Professora Diretora 11 Jussara Laborão Professora 1ª a 4ª Série 12 Karine Andreza pereira Bée Professora Ciências 5ª a 8ª 13 Lílian Silvania Felipetto Viegas Professora L E,.(Inglês) 7ª E 8ª Série. 14 Lisângela S.Remor Dalmolim Professora 1ª a 4ª série 15 Luciene Leccia Lucchett Professora L.E. (Inglês) 1ª a 8ª e EJA 16 Maria Aparecida Ferreira Buss Professora Coord. de 1ª a 4ª Série 17 Maria da Luz Almeida Professora Alfabetização 18 Maria Gisélia da Silva Sena Professora Coord.de 1ª a 4ª Série 19 Maria Inez da Silva Professora .1ª a 4ª Série 20 Maria de Fátima Freire Professora 5ª a 8ª Série 21 Maristela Garcia Pereira Professora Ling.Port. 5ª a 8ª 22 Márcia Fulgêncio Professora 1ª a 4ª Série. 23 Marcos Fernando Beé Professor Educação Física 5ª a 8ª Série 24 Neila Rocha Torres Professora Ling. Port. 5ª a 8ª 25 Nestor Sidenei Wawrzyniak Professor Ciências 5ª a 8ª Série 26 Rodrigo Fernandes Ribeiro Professor Educ. Física 5ª a 8ª Série 27 Rosimeire Siqueira da Cruz Professora 1ª a 4ª Série 28 Sirlene Souza Frighetto Professora Educ.Infantil 29 Vanderley da Silva Professor Ling. Port.. 5ª a 8ª Série. 30 Vivian Elizabhet Bianchet Professora Secretária 31 Zenilda Camargo Professora 1ª a 4ª Série
  12. 12. LISTA NOMINAL DE PRESENÇA DOS PROFIOSSIONAIS DA EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL “VISTA ALEGRE” DIA: ___________/__________/__________ HORAS:__________ às ____________ TEMA: _______________________________________________________________ MONITORE: __________________________________________________________ _________________________________________________________ PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO NOMES: Função: Cargo /disciplina: Assinatura 01 .Clêuda Fátima da Silva Professora 1ª a 4ª série 02 Dirlete Ambrozi Franceschi Professora 1ª a 4ª série 03 Elenice Abreu Vansovski Professora 1ª a 4 Série. 04 Geni de Freitas de Oliveira Professora 1ª a 4ª Série 05 I vaní Martins da Mota Professora Coord .de 5ª a 8ª Série 06 Jocelia Casali Dal Pupo Professora Diretora 07 Jussara Laborão Professora 1ª a 4ª Série 08 Lisângela S.Remor Dalmolim Professora 1ª a 4ª série 09 Maria Aparecida Ferreira Buss Professora Coord. de 1ª a 4ª Série 10 Maria da Luz Almeida Professora Alfabetização 11 Maria Gisélia da Silva Sena Professora Coord.de 1ª a 4ª Série 12 Maria de Fátima Freire Professora 5ª a 8ª Série 13 Márcia Fulgêncio Professora 1ª a 4ª Série. 14 Neusa Malaquias Apoio ....................... 15 Rosimeire Siquieira Cruz Professora 1ª a 4ª Série 16 Terezinha Boenig Apoio ....................... 17 Vivian Elizabhet Bianchet Professora Secretária 18 Zenilda Camargo Professora 1ª a 4ª Série

×