Your SlideShare is downloading. ×
Circuitos ElectróNicos E AplicaçõEs Da ElectróNica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Circuitos ElectróNicos E AplicaçõEs Da ElectróNica

11,494

Published on

Published in: Technology, Business
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,494
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
633
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Circuitos electrónicos e aplicações da electrónica
  • 2. O que são circuitos electrónicos?
    • Os circuitos electrónicos são casos particulares dos circuitos eléctricos onde se integram componentes electrónicos de dimensões muito reduzidas, que permitem controlar e regular.
  • 3. Quais as diferenças entre um circuito eléctrico e um circuito electrónico?
    • Os circuitos electrónicos:
    • São percorridos por corrente eléctrica de intensidade muito baixa.
    • São constituídos por componentes electrónicos de dimensões muito reduzidas.
    • Permitem controlar e regular.
  • 4. Quais os componentes mais comuns de um circuito electrónico?
    • Díodos
    • Resístores
    • Resistências variáveis com a luz
    • Potenciómetros
    • Condensadores
    • Termístores
    • Transístores
  • 5.
    • Díodos
    • Constituídos basicamente por dois semicondutores de silício.
    • O silício e o germânio são substâncias semicondutoras, maus condutores da corrente eléctrica.
    • Apenas permitem a passagem da corrente num sentido.
    • Daí serem usados como rectificadores da corrente - convertem a corrente alternada em corrente contínua.
    • Nunca se deve ligar um díodo directamente à pilha.
  • 6.
    • Existem condutores do tipo n (negativo) têm electrões que se podem movimentar facilmente .
    • Existem condutores do tipo p (positivo) têm falta de electrões .
    • Associando um condutor tipo p a um tipo n e ligando a pilha de forma correcta -> o pólo positivo da pilha ligado ao semicondutor p e o pólo negativo ligado ao n ocorre a passagem da corrente eléctrica.
  • 7.
    • Há díodos convencionais
    • E díodos especiais- os LED ou Díodo Emissor de Luz .
    • Apresentam uma resistência muito elevada num sentido e muito baixa no sentido oposto, a corrente só passa num sentido.
  • 8.
    • Resístores ou Resistências fixas
    • São Constituídas por um aglomerado de carvão e revestidas com tinta isolante não inflamável.
    • Através do código de cores sabemos o seu valor.
    • Controlam a intensidade de corrente no circuito.
  • 9.
    • Potenciómetro
    • É uma resistência variável, devido ao comprimento do fio que a percorre.
    • Apresenta três terminais:
    • Um de entrada
    • Outro de saída
    • O terceiro, ligado ao cursor que
    • se desloca sobre o enrolamento de fio permitindo variar a resistência.
  • 10. Potenciómetros
    • Usam-se quando se pretende diminuir a d.d.p (diferença de potencial eléctrico). fornecida pela fonte. Controlam o volume de rádio, consolas, televisão..
    • Pode funcionar como um interruptor gradual de luz.
    • Ex. sala de cinema.
  • 11.
    • Resistência fotoeléctrica - Sensor de luz
    • São condutores cuja resistência varia com a luz que recebem, é uma fotocélula.
    • Têm uma resistência muito elevada no escuro e muito baixa na luz. A corrente só passa num sentido.
  • 12. Resistência fotoeléctrica - Sensor de luz
    • São usadas em:
    • fotómetros.
    • sistemas de controlo automático de iluminação.
    • nos sistemas de abrir e fechar portas automaticamente.
    • para ler cartões em computadores.
  • 13.
    • Termístores
    • Sensores de temperatura
    • Resistências que variam com a temperatura.
    • PTC – Positive Temperature Coefficient
    • (a resistência aumenta com o aumento da temperatura).
    • NTC- Negative Temperature Coefficient
    • (resistência diminui com o aumento da temperatura)
    • Resistência muito elevada quando a temperatura é baixa e muito baixa quando a temperatura é elevada.
    • A corrente só passa num sentido.
  • 14. Termístores Sensores de temperatura
    • São utilizados em:
    • Termómetros.
    • Alarmes (por exemplo detecção de incêndios).
  • 15.
    • Condensadores – constituídos por duas placas colocadas paralelamente, sem se tocarem, as armaduras. Entre elas existe um material mau condutor ( dieléctrico). Pode ser ar, cortiça, etc.
    • Quando um condensador está submetido a uma tensão eléctrica, uma armadura fica positiva e outra negativa. Assim armazena carga eléctrica. A sua descarga é utilizada para a realização de diferentes tarefas.
    • Capacidade para armazenar carga eléctrica depende:
    • das dimensões das armaduras
    • da distância entre elas
    • do dieléctrico que o constitui.
  • 16.
    • Transístor
    • É o componente electrónico básico de todos os
    • sistemas de controlo automático.
    • Constituído por três semicondutores de silício.
    • A sua ligação é feita por três terminais:
    • - A base, b
    • - O emissor, e
    • - O colector, c
    • consoante estão instalados no
    • circuito.
  • 17. Transístor
    • Num transístor a corrente circula sempre através de duas entradas e de uma saída.
    • Os transístores podem funcionar como:
    • - Interruptores
    • - Amplificador de corrente
  • 18. Fim Trabalho Realizado por: Ana margarida Cristiana Francisco Jorge pereira Pedro Henriques

×