Your SlideShare is downloading. ×
Apresentação para Seminário de Práticas - Final de 2010
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Apresentação para Seminário de Práticas - Final de 2010

2,396

Published on

Resumo geral do trabalho desenvolvimento pelos membros do Grupo de Trabalho sobre Currículo da Emef.Padre José Narciso - Jd.São Marcos - Campinas/SP, apresentado em seminários de práticas na escola.

Resumo geral do trabalho desenvolvimento pelos membros do Grupo de Trabalho sobre Currículo da Emef.Padre José Narciso - Jd.São Marcos - Campinas/SP, apresentado em seminários de práticas na escola.

Published in: Education
2 Comments
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
2,396
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
2
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Grupo de Estudos Sobre Curr ículo Elaboraram as sistematiza ções sobre o trabalho do ano: Ana Maria, Andr éia, Janey, Lídice, Mafê,Regina,Salete, Simone,Vanessa
  • 2. Participantes:
    • Ana Maria
    • Andr éia
    • Camila
    • Edna
    • Janey
    • Lídice
    • Mafê
    • Márcia
    • Onéa
    • Regina
    • Rita
    • Salete
    • Simone
    • Vaneilde
    • Vanessa
    Os nomes em vermelho indicam professoras que participaram do grupo, mas que o deixaram por outros compromissos com a pr ópria escola, como grupos de formação e projetos do Mais Educação que coincidiam no mesmo dia e horário .
  • 3. Porqu ê, como e para quê?
    • O Grupo de Estudos sobre Curr ículo é mais um modo organizado por docentes para o estudo e debate a respeito do tema em nossa escola.
    • A construção do currículo de nossa escola é meta proposta coletivamente, registrada no PPP e no compromisso firmado com o PDE.
  • 4.
    • Nos reunimos às sextas-feiras, das 11h às 12h40m, sendo pagas com horas-projeto, justificadas pelo PDE.
    • Buscamos construir espaço de diálogo que reunindo professoras de mais de um ou dois ciclos, enriquecendo nossa formação e construindo aos poucos um discurso afinado sobre o que almejamos com as práticas que realizamos para educação de crianças e jovens de nossa escola.
  • 5. Seremos capazes de estudar sozinhas?
    • Alguns acontecimentos que influenciaram a organização de nossos estudos:
    • A busca pela assessoria - quer íamos parcerias externas à escola.
    • Os desencontros com as demandas da secretaria e a retirada da equipe da escola às sextas.
    • A auto organização a partir das indicações do prof. Guilherme e do estudo do material do MEC.
  • 6. A din âmica do trabalho
    • Leitura do texto Curr ículo e Desenvolvimento Humano, de Elvira de Souza Lima.
    • Disponível para download em:
    • http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf
    • Ensfund/indag1.pdf
  • 7.
    • O texto de Elvira Souza Lima, apresenta reflex ão sobre curr íc ulo e desenvolvimento humano, tendo como refer ênc ia conhecimentos de Psicologia, Neuroci ências , Antropologia e Ling u ís tica. Conceitua a cultura como constitutiva dos processos de desenvolvimento e de aprendizagem.
  • 8.
    • “ Um currículo que se pretende democrático deve visar à humanização de todos e ser desenhado a partir do que não está acessível às pessoas ”.
    • Lima, 2008, pág.18
    • O que é humanização?
    • Nossa escola desumaniza?
    A humaniza ção
  • 9.
    • O tempo escolar despendido com a socialização e a humanização das crianças, em fazer com que possam se relacionar bem com o grupo e com o ambiente escolar não é valorizado e considerado como “conteúdo” pertencente ao currículo.
    • O que em nossa prática de sala de aula entendemos como humanização:
    • Conversas diárias.
    • Auto-avaliação.
    • Regras construídas coletivamente com a turma.
    • Produção de cultura e construção de conhecimento.
    • Preparar o aluno para viver em sociedade para que resolvam os problemas de forma pacífica.
    • Professores também precisam humanizar-se.
    • A humanização não pode ficar restrita a expressão da oralidade e da escrita.
    • Não conseguimos articular uma escrita que fale da humanização vivida como construção de conhecimento proposta por Elvira de Souza Lima e os elementos trazidos por nós nas discussões sobre o tema.
  • 10. Pr áticas registradas - práticas questionadas
    • O que é humanização.
    • Desenvolvimento humano: cultural, função simbólica, percepção, memória e imaginação.
    • O que desumaniza nossa escola?
    • Reorganização e replanejamento dos estudos.
    • Presença do Prof.Guilherme discuntindo sobre as práticas de escrita dos professores.
    • Relatos/registros sobre nossas práticas a partir de uma tema escolhido coletivamente.
    • Produção de escrita espontânea.
    • Conhecimento, informação e atividades de estudo: observação, registro, organização, relato e comunicação.
    • Escrita das professoras sobre uma das atividades de estudos listadas acima.
    • Construção de tabela com os conhecimentos estudados e valorizados por nós na prática escolar.
  • 11.  
  • 12.  
  • 13.  
  • 14. Perspectivas - demandas para constitui ção de um estudo da escola sobre currículo
    • Algumas indica ções para organização e continuidade de estudo em 2011.
    • Como socializar e debater questões estudadas com os demais colegas?
    • Avaliação do Grupo de Estudos sobre Currículo.

×