Gabriel talask proposta presidência 2013
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Gabriel talask proposta presidência 2013

on

  • 544 views

 

Statistics

Views

Total Views
544
Views on SlideShare
544
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Gabriel talask proposta presidência 2013 Gabriel talask proposta presidência 2013 Document Transcript

  • Nome Completo: Gabriel Talask MouraIdade: 22 anosTempo de EJ: 9 mesesDiretoria/Cargo Atual: Marketing/ConsultorCargo Pretendido: Presidência1. Breve Histórico de Realizações:  Coordenador de Expansão da UFRJr  Participação da elaboração do Planejamento Estratégico da UFRJr  Membro criador do projeto Inovaí! (antiga D.E.Jr.)  Membro do projeto SextaInsana e criador da Identidade Visual  Criação do espaço para de Registro de Cases  Criação do espaço para opinião de membros (SAM)  Aprimoramento do manual sobre como escrever um case  Parceria à distância  Participação no projeto de Plano de Desenvolvimento (PCS/AD) da CAURJ  Participação no projeto de AD da JuniorDesign  Participação no P&D de Psicologia do Consumo  Reformulação da Pesquisa de Opinião MEJ  Abertura da seleção de cases para eventos MEJ para toda a empresa2. Por que você está se candidatando a este cargo? Como esta experiência se alinha aosseus objetivos pessoais e profissionais?Sou um apaixonado pela Insight desde o processo trainee. Foi nesse mesmo momento em quetambém me encantei pelo Movimento Empresa Junior. Assim que eu entrei na Insight, comecei atrabalhar no núcleo de representatividade MEJ e na UFRJr. Ao longo do ano, me desenvolvi muitonesse sentido de maior representatividade no Movimento e para mim isso é um estímulo paraestar me candidatando. O encargo de Presidente envolve além do MEJ, uma postura de líder eproximidade institucional. Pensando por esse lado, me acho ainda mais preparado, pois serCoordenador de Expansão da UFRJr vem me ajudado muito a desenvolver esses aspectos.
  • Penso que quando você trabalha com o que ama, fica muito difícil de separar o pessoal doprofissional. Como Presidente, vejo uma maior oportunidade de poder me doar à Insight e aoMEJ para contribuir com o nosso ideal de transformar o país!3. Faça uma breve descrição das principais responsabilidades e competênciascomportamentais necessárias para o cargo pretendidoO presidente carrega consigo a imagem da empresa, é necessário ter muito cuidado com suasfalas e atitudes. Além disso, cabe principalmente ao presidente manter a Diretoria Executiva (DE)motivada e compartilhando uma mesma visão, visto que a postura da DE é refletida em toda aempresa, por isso faço uma proposta pensando em como trabalharemos juntos.. Vejo comoclaras competências para o encargo de presidente: liderança, motivação, iniciativa,comprometimento e “espírito MEJ”.4. Aponte suas principais forças e fraquezas para assumir o cargo pretendido (no mínimoquatro forças e quatro fraquezas):Vejo como forças: ter a experiência de ser Coordenador de Expansão do núcleo numa época dereestruturação do mesmo; ter passado até o momento desempenhando o cargo derepresentatividade com o MEJ, ampliando meus contatos e Visão de Movimento Empresa Junior;motivação e dedicação por enxergar o potencial da Insight; facilidade em interagir com osoutros.Minhas fraquezas são: 1. Pouco conhecimento do IP; 2. Querer realizar muitas atividades aomesmo tempo; 3. Situação financeira me impossibilita de ir a muitos eventos MEJ; 4. Dificuldadeem separar o pessoal do profissional5. Como você pretende superar as fraquezas listadas acima?1. Ter um melhor entendimento sobre o IP é uma questão de dedicação e estudo. Caso eleito,não pretendo esperar tomar posse para começar o meu trabalho, desde já conto com a ajuda daatual DE para me inserir melhor no que diz respeito ao conhecimento do IP; 2. Essa é umaquestão de postura que já venho trabalhando, acredito que eu tenha melhorado e possoobservar na minha maior produtividade dentro do marketing; 3. Esse é o ponto mais complicado,pois não é uma mudança comportamental. Pretendo auxiliar as inscrições em eventos MEJ paramembros da Insight, isso ainda deve ser pensado, junto com a DE, como será feito; 4. Tambémenxergo esse ponto como uma mudança de postura e venho trabalhando nisso. Só em mecandidatar já é um grande avanço, pois estava muito receoso em “competir” com meus amigos.6. Qual o seu planejamento pessoal para dedicação ao cargo?Vou continuar me dedicando à Insight como já faço. Acredito que seja até mais fácil nessesperíodos visto que a grade horária é menos puxada. Não pretendo realizar outras atividadesdiferentes da Insight, fora as da faculdade e do MEJ.7. Como você avalia a gestão de 2012 para a Insight? Além de uma avaliação geral,desenvolva uma análise de cada diretoria com ênfase na pretendida, levantando suasforças e fraquezas.Em minha opinião, a DE fez um bom trabalho na empresa em geral, podendo deixar a Insightcom a consciência tranquila de que deram o seu melhor. Nesse um ano de Insight, pude
  • observar que a DE buscou constantemente desenvolver os membros, melhorar em suas práticasinterna e se empenhar para motivar os membros da empresa. Gestão de Pessoas o Vi a diretoria de GP muito empenhada na questão de desenvolvimento dos membros. Devo destacar aqui a implementação do PDI, que para mim é um grande diferencial e mostra a preocupação que a Insight tem com seus membros. Além disso, a GP também se mostra empenhada em integrar e motivar os membros da empresa. Como ponto a melhorar, acho que a forma de como os treinamentos são dados ainda pode ser trabalhado melhor. Projetos o Como membro de marketing, enxerguei Projetos muito comprometida com os prazos dentro da Satisfação. Posso acrescentar que houve uma preocupação em relação a mostrar para toda a empresa como estavam os andamentos do projetos. No entanto, não pude observar o acompanhamento no decorrer dos projetos. Além disso, foi uma diretoria que se mostrou muito interessada nos processos na Insight. Administrativo Financeiro o A implementação do núcleo de Suprimentos foi muito importante para a Insight, pois pode-se pensar melhor em reembolso e compra de material para melhor trabalho das diretorias. A diretoria foi muito solicita em atender as necessidades dos membros em relação a cursos e materiais. Vice-presidência o Se mostrou muito empenhada em certificar que os RePeP estava sendo seguido por toda empresa, bem como se preocupar muito em transparecer o andamento de toda Insight. Além disso, houve uma preocupação em dar todo suporte necessário, o que avalio de forma muito positiva. Presidência o Para começar, devo muito ao Rudy por ter me ajudado logo no meu início na Insight. Ele confiou a mim o cargo de Coordenador no Núcleo, dando total suporte e foi isso que me fez ser tão apaixonado pelo MEJ. Pelo que soube das gestões anteriores, vejo que à nível de representatividade no MEJ, a Insight teve uma melhora nessa gestão. No entanto, vi a presença do presidente muito forte no MEJ, mas um pouco afastada internamente. Não digo que tenha sido assim de fato, talvez tenha faltado um pouco de transparência nas tarefas que estavam sendo exercidas. Penso que o motivo tenha sido a escolha da presidência em trabalhar “sozinha”, sem uma diretoria responsável pelas tarefas desempenhadas pelo presidente. Acredito que tenha sido esse o caso, pois agora com dois assessores, consigo enxergar melhor quais são suas atribuições. Marketing o Como membro da diretoria de Marketing, posso falar um pouco melhor de como foi essa gestão. O trabalho na diretoria de Marketing foi muito satisfatório. No início houve uma desmotivação dos membros e encaro que uma causa foi a estruturação da diretoria. No
  • segundo semestre, sugeri uma mudança da estrutura interna e ficou dividido em Comunicação e Mercado. Foi nessa fase que o trabalho dentro do marketing decolou, mesmo com um grande número de atividades, a diretoria inteira tem dado conta e feito além de suas atribuições. A gestão da Patrícia Seta foi muito positiva, ao longo de nosso percurso ela desenvolveu muitas competências e um dos grandes diferenciais é o fato de liderar por carisma e não por “poder”.8. Avalie a sua participação e conhecimento sobre o MEJ.Orgulho-me muito de fazer parte do MEJ. Entrei na UFRJr – como Coordenador de Expansão –assim que fui efetivado na Insight. Foi um desafio muito grande, pois estávamos vivendo ummomento de reestruturação do núcleo, além de ocupar um cargo recém-criado, não tendoabsolutamente nada em que poderia me guiar. Atualmente, observando a situação em que onúcleo se encontra, estou muito orgulhoso de nossas conquistas e do trabalho exercido emExpansão. Essa experiência contribuiu muito com minha participação no MEJ visto que estou emcontato constante com as empresas da UFRJ e de outras regiões. Esse contato com o MEJ é muitoestratégico para Insight já que os problemas enfrentados por empresas juniores são muitosimilares, o que nos permite trazer experiência de outras EJ’s para dentro da Insight. Além disso,se levarmos em consideração a diversidade de empresas juniores, podemos contar com oserviço deles através de parcerias ou de baixíssimo custo para solucionar problemas dentro daInsight. Um exemplo é o da JuniorDesign, esse maior contato com o MEJ me levou à conheceressa empresa do sul – pois não existe uma empresa de desgin no RJ - que solucionou o problemade Identidade Visual da Insight que estava se arrastando durante muito tempo.9. Estabeleça planos de ação ou diretrizes frente às seguintes situações:a) O Caixa da Insight no ano de 2012 tem se mantido na faixa de R$ 7.000 a R$ 10.000 reais,tendo em vista as despesas fixas da Insight, quais seriam as suas prioridades no caso:I. Do caixa se manter estávelCom o caixa estável devemos nos preocupar em pagar contadora, RioJunior, reembolso,materiais básicos utilizado pela Insight, sem arriscar muito com outros gastos.II. Do caixa apresentar um aumento de pelo menos 50%Além do listado acima, contribuiria com auxilio financeiro na ida de eventos MEJ e analisaria apossibilidade na compra de materiais para otimizar o trabalho das diretorias.III. Do caixa apresentar um declínio superior a 50%Tentaria apenas manter os gastos fixos.b) Cite os principais problemas e conflitos que você consegue prever como possíveis na diretoriaexecutiva e aponte soluções.Por sermos membros da Diretoria Executiva, não enxergo problemas como motivação ecomprometimento, acredito que se chegamos à DE é porque possuímos essas competências.Mas pode acontecer uma divergência nas opiniões e uma queda no desempenho por algum fatorexterno.Pensando que todos estamos na DE trabalhamos pelo bem da Insight, teremos que chegar a umconsenso para decidirmos algo como uma empresa só, mesmo que tenhamos que ceder
  • algumas vezes. Quanto à queda no desempenho, tenho certeza que todos darão um suportetanto emocional quanto profissional, dependendo de qual for o motivo dessa queda.c) Frente à desmotivação e cansaço dos diretores, que estratégias você consegue pensar paramotivar sua equipe?Minha proposta é embasada numa cultura de integração e alinhamento da empresa. Enxergoesses dois aspectos muito atrelados à motivação. Penso desde o primeiro momento nessaquestão da motivação da Insight, evitando ao máximo que essa situação de desmotivação nãoocorra. Com um alinhamento da equipe, fica muito mais fácil uma diretoria dar um suporte nasatividades de uma outra diretoria, caso haja cansaço de um diretor. Além disso, somos todosmuito próximos pessoal e profissionalmente, podendo nos disponibilizar para dar todo suportenas problemas de caráter mais pessoal.10. Exponha sua proposta de Melhoria/Desenvolvimento para a diretoria que está secandidatando.Buscamos na Insight o desenvolvimento dos membros, a excelência em nossos projetos, oreconhecimento e a satisfação de nossos Stakeholders. Como cada um desses pontos é pensadoem diferentes diretorias, acaba resultando em um trabalho desalinhado. Acredito que podemospotencializar tudo isso focando em apenas um objetivo compartilhado por toda empresa:projetos. Podemos dessa forma alinhar a empresa quanto a um ideal, desenvolvendo um“senso de urgência” no que diz respeito a realização projetos, resultando em: Desenvolvimento e capacitação de membros: o Com um foco na realização de projetos, estaremos ainda mais preocupados com a capacitação de membros, o que resulta em um melhor preparo para nossos projetos. Assim, estaremos mais aptos em empreender em psicologia em nossos serviços, desenvolvendo o nosso “diferencial PSI”. Prospecção e posicionamento no mercado: o Serão desenvolvidas essas práticas com o objetivo de aumentar o número de projetos atendidos pela empresa e a partir delas poderemos explorar as diversidades e então conseguiremos identificar as oportunidades. Qualidade na execução de nossos serviços: o Com um maior número de projetos estaremos desenvolvendo membros que executarão serviços de excelência e estaremos contribuindo na construção de realidades. Afinal, nós somos consultores, somos pessoas que fazem os sonhos virarem realidade.Percebe-se então que através de uma cultura de projetos nos encontramos dentro de nossamissão.Existem dois objetivos em uma empresa junior – desenvolver os membros e transformar o país– e ambos só alcançamos através da realização de projetos. Por esse motivo proponho à Insightfocar em projetos, como uma cultura. Acredito que todos trabalhando com uma mesma meta,farão as diretorias trabalharem de forma mais alinhada e não realizar seus trabalhos de formaindependente para solucionar problemas que aparecem no meio do caminho, não esquecendoPORQUE estão nesse caminho.
  • Para isso é preciso nos conhecer e saber qual é a realidade em que vivemos. Precisamosaprender a nos valorizar e ter a plena consciência de que podemos ser a melhor Empresa Juniorde Psicologia do Brasil.É com base numa cultura na Insight - onde buscaremos desenvolvimento, motivação eexcelência na execução de projetos, de forma alinhada - que escrevo minha proposta. Umaproposta pensando na Diretoria Executiva e não apenas no presidente. “A Cultura da empresa é o comportamento de seus líderes”. – Dick Brown10.1O presidente é uma figura ideológica, uma pessoa que deve ter como objetivo liderar, motivar ealinhar todos os membros da empresa. Para isso, proponho a Diretoria Executiva a pensar daseguinte forma, promovendo o alinhamento das ideias frente aos nossos Stakeholders etransparência das nossas ações. Momento em que precisamos entender o que é importante para nós. o Por vezes, passamos muito tempo nos preocupando com os problemas que deparamos ao longo de nosso percurso e acabamos esquecendo a razão desse percurso. Nossa meta tem que ser muita clara para nós e para toda a empresa para não nos desviarmos de nosso caminho. Enxergar com clareza qual a nossa realidade, o que passamos no momento. o Temos que entender o nosso momento, o que acontece interna e externamente. Nesse sentido, precisamos analisar como está nossa captação de projetos, analisar os relatórios que dizem respeito à satisfação de nossos clientes, como somos vistos no MEJ e análise CRM. Utilizando de nossa percepção e ferramentas que mostram nossa realidade.Com esses dois pontos enraizados, podemos começar a traçar e buscar o nosso objetivo. Aclareza “do que queremos” e de “como estamos” geram uma tensão criativa – uma tendêncianatural de busca de uma solução.Só podemos pensar no desenvolvimento da Insight à partir do momento que tivermos com avisão, a missão e os valores alinhados com todos os membros da empresa junior. Sóconseguiremos chegar à uma excelência a partir do momento em que trabalharmos com umobjetivo comum à todos, dessa forma todos os membros se motivarão e se empenharão paraalcançarem aquela meta. Por isso nossa meta deve ficar bem visível para toda a empresa. Cadamembro faz parte de sua diretoria, mas deve ter a consciência de que suas ações contribuemcom as atividades de outra diretoria. Sendo assim, qualquer erro ou acerto é responsabilidadede todos da Insight.Esse é o momento de correr atrás de nossa meta, depois de decidido o que queremos comaquele Stakeholder. Precisamos sempre saber o porquê do nosso trabalho e dar o devido valor a
  • cada passo que damos. Isso é o que elevará nossos projetos – internos e externos - à umpatamar de excelência.Uma vez que todo esse processo for feito com cuidado, o reconhecimento será umaconsequência. “seremos reconhecidos pela excelência de nossos projetos e pela postura ética eempreendedora na UFRJ, na Federação e no mercado, contribuindo para o desenvolvimento doInstituto de Psicologia.”Pensando que um reconhecimento não se mantém só por conquistá-lo, precisamos de um meiopara deixar esse legado, é onde finalmente entra a questão da legitimidade. Inevitavelmente virácom o reconhecimento do nosso trabalho e os riscos de perda dessa serão bem menores.10.2Acredito que há sinergia em tudo o que fazemos e se pessoas, organizações e instituições estãointeressadas no nosso trabalho, então elas possuem algum ponto em comum. Pensando assim,todos trabalhamos em um mesmo espaço, porém com algumas fronteiras cujo tamanho sódependem de nosso posicionamento. Sendo assim, precisamos nos posicionar cuidadosamentefrente aos nossos Stakeholders, pois o resultado de um pode influenciar em outros, por isso éimportante o alinhamento da DE, da forma como foi vista, antes de tomarmos uma atitude.10.2.1A Insight ainda tem uma postura muito passiva frente ao mercado. Não há uma prospecção, umapesquisa de mercado e alguns membros sentem receio em pegar projeto ou gerência por sesentirem despreparados. Acredito que com um foco em projetos, a empresa trabalhará deforma a solucionar esses GAPs. Serão tomadas medidas como: o P&D também de serviços já oferecido pela Insight para treinamento e capacitação dos Membros o Priorizar atividades como prospecção e pesquisa de mercado o Criação de um núcleo para capacitação de gerentesÉ muito importante a incorporação da Missão, Visão e Valores por toda a empresa, pois oobjetivo não é apenas fazer negócios com quem precisa do que a gente possui, é fazernegócios com quem acredita no que nós acreditamos. Nossa missão no MEJ é transformar opaís e fazemos isso partilhando de ideais com a realização de nossos projetos. Não podemosanalisar se um projeto é ou não interessante para empresa com base apenas no retornofinanceiro, temos que saber se ele vai desenvolver os membros e se compartilha dos ideaisda Insight.
  • Além de empresa, somos junior, ou seja, estamos envolvidos em um movimento de escala globalcom o intuito de transformar o país. Temos que nos posicionar frente ao Movimento EmpresaJunior e apesar de estarmos um pouco mais próximo ao MEJ, muitos desconhecem o nossotrabalho e não enxergam o potencial de desenvolvimento colaborativo da Insight (veremos issono resultado da “Pesquisa de Opinião MEJ” que será apresentado no RePeP).Somos uma empresa que realiza serviços muito desejados pelo MEJ em geral. Devemosaproveitar esse diferencial para realizar maiores parcerias a fim de trazer benefícios para aInsight e desenvolvimento membros com os projetos, pensando além do MEJ fluminense –como foi a caso da parceria com a JuniorDesign.Em relação ao MEJ há alguns pontos a trabalhar: Produção de Case:Há uma baixa na produção da Insight. Acredito que é uma situação alarmante, pois ela implicaem alguns aspectos: o Pouca valorização da Insight pelos seus membros, já que o case retrata algo de positivo feito pela empresa. o Falta de reconhecimento da empresa frente ao MEJ. o Não desenvolvimento dos membros.Pensando nisso decido trazer para a Diretoria Executiva (DE) a responsabilidade de garantir aprodução de cases. A importância da DE nesse papel é pelo fato de terem um maiorentendimento da empresa como um todo e de todas suas práticas. Para isso, necessitamos de: o “Brainstorms” periódicos com o objetivo de identificar na Insight tudo aquilo que é um diferencial, seja nas práticas internas, projetos externos e modelos de gestão. o Além disso, necessitamos revisar todo o banco de cases da Insight com o objetivo de atualizá-lo e complementá-lo. É importante ressaltar que um maior número de projetos, contribuirá para produção e participação da Insight no MEJ. Proximidade com a UFRJrComo Coordenador do Núcleo atualmente, vejo os Conselheiros muito afastados da UFRJr, o queleva há uma perda do reconhecimento pelas EJ’s da UFRJ, visto que há um grande números deEJ’s ainda não federadas, o que faz da UFRJr a principal vitrine de MEJ para elas. Além disso, seafastar do Núcleo é a mesma coisa de abrir mão das oportunidades que a Universidade podeoferecer para nós, pois ele serve como um “catalisador” para atingirmos certas instâncias dentroda UFRJ.Essa aproximação pode acontecer a partir de simples posturas como: o Presença no e-mail o Presença em reuniões do Núcleo
  • o Acompanhamento do andamento das atividadesAntes de membros da Insight, somos alunos do Instituto de Psicologia. No entanto, muitas vezesa Insight é vista como uma instância independente do IP. Cabe a nós então uma questão depostura para que possamos mostrar o quanto nosso trabalho contribui para o desenvolvimentodos alunos e do próprio IP. Mais que isso, precisamos ser ativos, enquanto empresa, no próprioInstituto de Psicologia. Além disso, o CA também é um grande contribuidor para o IP e não temporque não unirmos nossas forças. Pensando nisso, precisamos nos aproximar do Instituto dePsicologia: o Apresentando nosso trabalho para o IP o Mostrando como nosso trabalho desenvolve o Instituto o Participando de reuniões de Congregação o Participando em reuniões do CAAlém de contribuir para o desenvolvimento dos alunos do IP por ingressarem em nossosprojetos, podemos pensar em projetos voltados para os alunos, como: o Economia doméstica o Como montar e gerir seu consultórioA UFRJ é um Stakeholder muito importante para a Insight, pois é trabalhando com ele que vamoslegitimar nosso posicionamento na Universidade e no Instituto de Psicologia. No entanto, épouco explorado, mas com um grande potencial de retorno para nós em relação a projetos ereconhecimento. o Vamos aproveitar o relacionamento muito próximo que a Agência de Inovação tem com o MEJ na Universidade, pois é papel da Agência apoiar o empreendedorismo na UFRJ. o A Incubadora da COPPE recebe muitas empresas por mês. As empresas que chegam lá, não tem conhecimento de liderança e gestão. Podemos explorar essa oportunidade como uma possível parceria da Insight com a Incubadora no sentindo de dar treinamento e suporte a esses novos empresários. o Processo de reconhecimento como projeto de extensão já está sendo feito pela UFRJr e pela atual DE devido à urgência da empresa. Acompanharei o processo em ambos os lados mesmo antes de saber se serei eleito.10.3
  • Atualmente a presidência conta com assessores cujas responsabilidades são: RelacionamentoInstitucional, Parcerias e Patrocínios (P&P) e Socioambiental. Considero trabalhos essenciais ecomplementares. Pretendo então manter os assessores da presidência por não “distanciar” opresidente da empresa e pela maior transparência das atividades. Relacionamento Institucional o Extremamente estratégico para nos posicionarmos frente à UFRJ, é a partir desse trabalho que nos aproximaremos da UFRJ e do IP, como foi citado na análise dos Stakeholders. o Já vem sendo feito um trabalho de mapeamento das instâncias na UFRJ e julgo isso de extrema importância. A partir desse trabalho pensaremos em aproximação no que for identificado, já contando desde então da ajuda de nossos atuais apoiadores (Agência de Inovação e UFRJr). Parcerias e Patrocínios o Em P&P podemos explorar muito. Com o trabalho de Relacionamento Institucional (RI), podemos identificar possibilidades de parcerias ou patrocínios dentro da UFRJ. o Realizamos serviços desejados por todo o MEJ. Como foi dito na análise do Stakeholder MEJ, podemos pensar em parcerias além do MEJ fluminense. Temos que aproveitar esse diferencial e analisarmos as demandas da Insight para então buscarmos uma parceria estratégica no MEJ. o Atualmente estamos fechando uma parceria por parte do núcleo com o CRIE (Centro de Referência em Inteligência Empresarial). No entanto, o CRIE já se mostrou interessado particularmente na Insight. Devemos analisar o resultado dessa parceria para pensarmos no estreitamento desses laços. Socioambiental o Vejo o núcleo socioambiental como uma oportunidade para podermos empreender em psicologia. o Temos a oportunidade de desenvolver projetos em espaços como, hospitais, asilos, orfanatos, entre outros, atuando com base na psicologia, desenvolvendo os membros da empresa e, obviamente, a custo zero. o Além disso, podemos pensar em práticas em conjunto com o CA, mais uma vez, somando forçar para contribuir com o desenvolvimento do IP.11. Considerações FinaisGostaria de agradecer as pessoas que acreditaram no meu potencial antes mesmo de mim. Esseperíodo de candidatura tem sido extremamente produtivo. Tive a oportunidade de compartilharideias com pessoas que já deixaram seu legado no MEJ. Tive a oportunidade também dedesenvolver e alinhar ideias não só com colegas da Insight, mas também de outras EJ’s, e comisso estreitar ainda mais nossos laços de amizades, laços construídos a partir de uma paixãochamada MEJ.