• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
5,446
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
174
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS MORFOLOGIA ESTRUTURA E FORMAÇÃO DAS PALAVRAS A língua portuguesa apresenta dois processos básicos para a formação das palavras: a derivação e a composição.
  • 2.
    • CONCEITOS BÁSICOS
    •  
    • Sabemos que a Morfologia estuda a estrutura, a formação, a classificação e as flexões das palavras. Neste módulo, iniciamos nossos estudos de Morfologia: vamos investigar a estrutura e os processos de formação das palavras de nossa língua.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 3.
    • Se pensarmos em palavras que mantêm alguma semelhança com o substantivo governo , poderemos encontrar o seguinte grupo:
    •  
    • governo
    • governa
    • desgoverno
    • desgovernado
    • governadores
    • ingovernável
    • ingovernabilidade
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 4.
    • Todas essas palavras têm pelo menos um elemento comum: a forma goven- . Além disso, em todas elas há elementos destacáveis, responsáveis pelo acréscimo de algum detalhe de significação. Compare, por exemplo, governo e desgoverno: o elemento inicial des- foi acrescentado à forma governo, trazendo o significado de "falta, ausência, carência".
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 5.
    • Continuando esse trabalho de comparação entre as diversas palavras que selecionamos, podemos depreender a existência de diversos elementos formadores:
    •   govern-o
    • goven-a
    • des-govern-o
    • des-govern-a-do
    • govern-a-dor-es
    • in-govern-á-vel
    • in-govern-a-bil-i-dade
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 6.
    • Cada um desses elementos formadores é capaz de fornecer alguma noção significativa à palavra que integra. Além disso, nenhum deles pode sofrer nova divisão. Estamos diante de unidades de significação mínimas, ou seja, elementos significativos indecomponíveis, a que damos o nome de morfemas.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 7.
    • Comparando as palavras a seguir, faça a depreensão dos morfemas que as constituem:
    •  
    • a ) desatualização b) atualizar
    • c) atual d) atualizado
    • e) atualizada f) atualizados
    • g) atualmente h) reatualizar
    • i) atualizador
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 8. CLASSIFICAÇÃO DOS MORFEMAS
    • É o morfema govern-, comum a todas as palavras observadas na seção anterior, que faz com que as consideremos palavras de uma mesma família de significação. Ao morfema comum de uma família de palavras chamamos radical; às palavras que pertencem a uma mesma família, chamamos cognatos. O radical é a parte da palavra responsável pela sua significação principal.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 9.
    • Já sabemos que o morfema des-, que surge em desgoverno, é capaz de acrescentar ao significado da palavra governo a idéia de "negação, falta, carência". Dessa forma, o acréscimo do morfema des- cria uma nova palavra a partir de governo. A nova palavra formada tem o sentido de "falta, ausência de governo". De maneira semelhante, o acréscimo do morfema -dor à forma governa- criou a palavra governador, que significa "aquele que governa". Observe que des- e -dor são morfemas capazes de mudar o sentido do radical a que são anexados.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 10.
    • Esses morfemas recebem o nome de afixos.
    •  
    • Quando são colocados antes do radical, como acontece com des-, os afixos recebem o nome de prefixos.
    •   Quando, como -dor, surgem depois do radical, os afixos são chamados de sufixos. Prefixos e sufixos são capazes de introduzir modificações de significado no radical a que são acrescentados.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 11.
    • São também, em muitos casos, capazes de operar mudança de classe. Nas palavras que estamos analisando, merecem destaque alguns afixos:
    •  
    • prefixos: des-, em desgoverno, desgovernado
    • in-, em ingovernável, ingovernabilidade
    •  
    • sufixos:
    • -vel, em ingovernável
    • -dor, em governadores
    • -dade, em ingovernabilidade
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 12.
    • Se você agora pluralizar a palavra governo, encontrará a forma governos . Isso nos mostra que o morfema -s, acrescentado ao final da forma governo, é capaz de indicar a flexão de número desse substantivo. Tomando o verbo governar e conjugando algumas de suas formas, você irá perceber modificações na parte final dessa palavra: governava, governavas, governava, governávamos, governáveis, governavam. Essas modificações ocorrem à medida que o verbo vai sendo flexionado em número (singular/plural) e pessoa (primeira, segunda ou terceira). Também ocorrem se modificarmos o tempo e o modo do verbo (governava/governara /governasse, por exemplo).
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 13. Então...
    • Podemos concluir, assim, que existem morfemas que indicam as flexões das palavras. Esses morfemas sempre surgem na parte final das palavras variáveis e recebem o nome de desinências. Há desinências nominais (indicam flexões nominais, ou seja, o gênero e o número) e desinências verbais (indicam flexões do verbo, como número, pessoa, tempo e modo).
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 14.
    • Observe que entre o radical govern- e as desinências verbais surge sempre o morfema -a. Esse morfema que liga o radical às desinências é chamado vogal temática . Sua função é justamente a de ligar-se ao radical, constituindo o chamado tema . E ao tema (radical + vogal temática) que se acrescentam as desinências. Tanto os verbos como os nomes apresentam vogais temáticas. GOVERN-A-VA
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 15.
    • Há ainda um último tipo de morfema que podemos encontrar: as vogais ou consoantes de ligação . São morfemas que surgem por motivos eufônicos, ou seja, para facilitar ou mesmo possibilitar a leitura de uma determinada palavra. Temos um exemplo de vogal de ligação na palavra ingovernabilidade: o -i- entre os sufixos -bil- e -dade facilita a emissão vocal da palavra. Outros exemplos de vogais e consoantes de ligação podem ser vistos em palavras como gasômetro, alvinegro, tecnocracia; paulada, cafeteira, chaleira, tricotar.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 16. Na prática...
    • Faça a depreensão e a classificação dos morfemas formadores das seguintes palavras e flexões:
    • a) realizar
    • b) irreal
    • c) real
    • d) realmente
    • e) realizável
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 17. Em resumo...
    • a) radical - morfema comum às palavras que pertencem a uma mesma família de significado. Nele se concentra a significação básica dessas palavras;
    •  
    • b) afixos - morfemas capazes de alterar a significação básica de um radical. Podem também operar mudanças de classe gramatical. Subdividem-se em prefixos e sufixos;
    •  
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 18.
    • c) desinências - morfemas que indicam as flexões das palavras variáveis. Subdividem-se em desinências nominais (indicam as flexões de gênero e número dos nomes) e desinências verbais (indicam as flexões de tempo/modo e número/pessoa dos verbos);
    • d) vogal temática - morfema que serve de elemento de ligação entre o radical e as desinências. O conjunto radical + vogal temática recebe o nome de tema;
    • e) vogal ou consoante de ligação - morfema de origem geralmente eufônica, capaz de facilitar a emissão vocal de determinadas palavras.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 19. ESTUDOS DOS MORFEMAS LIGADOS ÀS FLEXÕES DAS PALAVRAS
    • Vogais temáticas
    •  
    • A vogal temática é um morfema que se junta ao radical a fim de formar uma base à qual se ligam as desinências. Essa base é chamada tema. Além de atuar como elemento de ligação entre o radical e as desinências, a vogal temática também marca grupos de nomes e de verbos. Isso significa que existem vogais temáticas nominais e vogais temáticas verbais.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 20.
    • a) vogais temáticas nominais – são -a, -e e -o, quando átonas finais, como em mesa, artista, busca, perda, escola; triste, base, combate, destaque, sorte; livro, tribo, amparo, auxílio, resumo. Nesses casos, não poderíamos pensar que essas terminações são desinências indicadoras de gênero, pois livro, escola e sorte, por exemplo, não sofrem flexão de gênero. É a essas vogais temáticas que se liga a desinência indicadora de plural: carro-s, mesa-s, dente-s.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 21. Observação
    • Os nomes terminados em vogais tônicas (sofá, café, caqui, mandacaru e cipó, por exemplo) não apresentam vogal temática; podemos considerar que os terminados em consoante (feliz, roedor, por exemplo) têm o mesmo comportamento.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 22.
    • b) vogais temáticas verbais - são -a, -e e -i, criando três grupos de verbos a que se dá o nome de conjugações. Assim, os verbos cuja vogal temática é -a pertencem à primeira conjugação; aqueles cuja vogal temática é -e pertencem à segunda conjugação e os que têm vogal temática -i pertencem à terceira conjugação.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 23.
    • Podemos perceber claramente a vogal temática atuando entre o radical e as desinências nos seguintes exemplos:
    •  
    • primeira conjugação: govern-a-va, atac-a-va, realiz-a-sse;
    • segunda conjugação: estabelec-e-sse, cr-e-ra, mex-e-rá;
    • terceira conjugação: defin-i-ra, imped-i-sse, ag-i-mos.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 24.
    • DESINÊNCIA:
    • As desinências são morfemas que indicam as flexões de nomes e verbos, dividindo-se, por isso, em desinências nominais e verbais Note que as desinências indicam flexões de uma mesma palavra, enquanto os afixos são usados para formar novas palavras. As flexões ocorrem obrigatoriamente quando precisamos inserir uma palavra numa sequência ou frase:
    •  
    • O ministro não foi convidado para a reunião.
    •   Os ministros não foram convidados para a reunião.
    •  
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 25.
    • As flexões sofridas pelas palavras nas frases acima são obrigatórias para o estabelecimento da concordância. Já o uso de afixos não se deve a uma obrigatoriedade, mas sim a uma opção:
    •  
    • O ex-ministro não foi convidado para a reunião.
    •  
    • A ministra não foi convidada para as reuniõezinhas.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 26.
    • a) desinências nominais - indicam o gênero e o número dos nomes. Para a indicação de gênero, o português costuma opor as desinências -o / -a: garoto/garota; menino/menina. Você já sabe como distinguir essas desinências das vogais temáticas nominais: lembre-se de que, enquanto as desinências são comutáveis (podem ser trocadas uma pela outra), as vogais temáticas não são (quem pensaria seriamente em formar "livra" ou "carra" para indicar formas "femininas"?).
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 27.
    • Para a indicação de número, costuma-se utilizar o morfema -s, que indica o plural em oposição à ausência de morfema que indica o singular: garoto/garotos; garota/garotas; menino/meninos; menina/meninas. No caso dos nomes terminados em -r e -z, a desinência de plural assume a forma -es: mar/mares; revólver/revólveres; cruz/cruzes; juiz/juízes.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 28.
    • b) desinências verbais - em nossa língua, as desinências verbais pertencem a dois tipos distintos. Há aquelas que indicam o modo e o tempo verbais (desinências modo-temporais) e aquelas que indicam o número e a pessoa verbais (desinências número-pessoais).
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 29.
    • Observe, nas formas verbais abaixo, algumas dessas desinências:
    •  
    • estud-á-va-mos
    • estud-: radical
    • -á-: vogal temática
    • -va-: desinência modo-temporal (caracteriza o pretérito imperfeito do indicativo)
    • -mos: desinência número-pessoal (caracteriza a primeira pessoa do plural)
    •  
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 30.
    • estud-á-sse-is
    • -sse-: desinência modo-temporal (caracteriza o pretérito imperfeito do subjuntivo)
    • -is: desinência número-pessoal (caracteriza a segunda pessoa do plural)
    •  
    • estud-a-ria-m
    • -ria-: desinência modo-temporal (caracteriza o futuro do pretérito do indicativo)
    • -m: desinência número-pessoal (caracteriza a terceira pessoa do plural)
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 31.
    • Aponte as desinências e as vogais temáticas das seguintes palavras e flexões:
    •  
    • a) amor, amores;
    • b) deputado, deputada;
    • c) comemorava, comemorávamos;
    • d) pusesse, puséramos, pusésseis;
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 32. Em resumo...
    • Morfemas ligados aos mecanismos de flexão
    •  
    • Vogais temáticas - atuam como elemento de ligação entre o radical e as desinências.
    •  
    • a) nominais - dividem os nomes em três classes;
    •  
    • b) verbais - dividem os verbos em três conjugações.
    •  
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 33.
    • Desinências - indicam as flexões das palavras variáveis da língua.
    •  
    • a) nominais - indicam o gênero (masculino / feminino) e o número (singular / plural) dos nomes, pronomes e numerais variáveis;
    •  
    • b) verbais - indicam as flexões verbais, podendo ser modo-temporais ou número-pessoais.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 34.
    • Questões de concursos anteriores
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 35.
    • Texto LP-IV
    • Ao abrir o anexo de um e-mail, você verifica imediatamente que está vendo informações que não poderiam ter chegado aos seus olhos. Uma tabela de preços que deveria estar em branco aparece com os dados confidenciais de um competidor, que, na concorrência pública em que você está trabalhando, é parceiro e subcontratado de sua empresa.
    • Cenas como essa passaram a ser normais no cotidiano das empresas na era da tecnologia e, à medida que a Internet abrange cada vez mais processos e transações, a tecnologia da informação e as pessoas que a administram estarão cada vez mais à frente das decisões que tenham implicações éticas.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 36.
    • O debate sobre ética nos negócios não é novo, mas o que é novo, semdúvida, é o papel central que a tecnologia da informação passa a ter em algumas das mais importantes questões relativas ao tema: privacidade, propriedade de dados e integridade das parcerias.
    • José Luiz Rossi. Ética no mundo virtual. In: Classe, n.o 87, 2001, p. 32 (com adaptações).
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 37.
    • 1. (TJ) Assinale a opção em que, no texto LP-IV, o emprego singular ou plural da expressão na coluna da esquerda deve-se ao número (plural ou singular) da expressão correspondente na coluna da direita.
    • A “está trabalhando” / “competidor”
    • B “administram” / “pessoas”
    • C “estarão” / “transações”
    • D “tenham” / “empresas”
    • E “passa a ter” / “papel central”
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 38.
    • 1. (TJ) Assinale a opção em que, no texto LP-IV, o emprego singular ou plural da expressão na coluna da esquerda deve-se ao número (plural ou singular) da expressão correspondente na coluna da direita.
    • A “está trabalhando” / “competidor”
    • B “administram” / “pessoas”
    • C “estarão” / “transações”
    • D “tenham” / “empresas”
    • E “passa a ter” / “papel central”
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 39.
    • A fisionomia da sociedade brasileira neste final de século está irreconhecível. A violência e a crueldade viraram fenômenos de massa. Antes, e até há não muito tempo, elas apareciam como sintoma de patologias individuais. Os "monstros" - um estuprador e assassino de crianças, uma mulher que esquartejou o amante - eram motivo de pasmo e horror para uma comunidade onde a violência ficava confinada a um escaninho de modestas proporções. Hoje, é uma guerrilha e faz parte do nosso cotidiano.
    • Em pouco tempo a imagem do Brasil, para uso externo e sobretudo para si mesmo, ficou marcada pela reiteração rotineira da crueldade. A onda não é o simples homicídio, é o massacre.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 40.
    • E, para não ficarmos no saudosismo dos anos dourados, ressurge uma forma de massacre que tem raízes históricas profundas: o genocídio, essa mancha na formação de uma nacionalidade argamassada pelo sangue de índios e negros.
    • Os episódios brutais estão aí. (...)
    • A violência costuma ser associada à urbanização maciça, que gera miséria, desordem e conflitos.
    • Não vamos procurar desculpa invocando símiles de outros países - no Peru, na Bósnia ou onde quer que seja. Estamos dizendo "adeus" ao mito da cordialidade brasileira, da "índole pacífica do nosso povo". Estamos transformados - irreconhecíveis. Convertida em face do monstro, desfigurou-se a nossa fisionomia de povo folgazão, inzoneiro, que tem como símbolos o carnaval, o samba e o futebol. (...)
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 41.
    • A miséria e a fome do povo são um caldo de cultura a favorecer a disseminação da violência, que se torna balcão de comércio nas mãos de empresários inescrupulosos.
    • (Moacir Werneck de Castro. "Jornal do Brasil", 28/08/93, p. 11.)
    • 2. No Texto, encontram-se os vocábulos "PATOlogias " (1o. parágrafo) e "GENOcídio" (2o. parágrafo) cujos radicais estão escritos em maiúsculo, significam, respectivamente:
    • a) doença - raça.
    • b) semelhança - matança.
    • c) estudo - multidão.
    • d) raça - mulher.
    • e) cura - joelho.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 42.
    • A miséria e a fome do povo são um caldo de cultura a favorecer a disseminação da violência, que se torna balcão de comércio nas mãos de empresários inescrupulosos.
    • (Moacir Werneck de Castro. "Jornal do Brasil", 28/08/93, p. 11.)
    • 2. No Texto, encontram-se os vocábulos "PATOlogias " (1o. parágrafo) e "GENOcídio" (2o. parágrafo) cujos radicais estão escritos em maiúsculo, significam, respectivamente:
    • a) doença - raça.
    • b) semelhança - matança.
    • c) estudo - multidão.
    • d) raça - mulher.
    • e) cura - joelho.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 43.
    • 3. Assinale a opção em que se faz a análise CORRETA dos elementos mórficos, em destaque:
    • a) sentimentos, emancipação -MENTO, -ÇÃO: sufixos formadores de substantivos a partir de adjetivos;
    • b) minuciosa, empresarial -OSA, -AL: sufixos formadores de adjetivos a partir de substantivos;
    • c) irreversível, desprotegidas -I, -DES: prefixos expressando afastamento, separação;
    • d) pesquisa, americana -A: desinência de gênero feminino;
    • e) psicanalista, masculinizar - vocábulos formados por dois radicais.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 44.
    • 3. Assinale a opção em que se faz a análise CORRETA dos elementos mórficos, em destaque:
    • a) sentimentos, emancipação -MENTO, -ÇÃO: sufixos formadores de substantivos a partir de adjetivos;
    • b) minuciosa, empresarial -OSA, -AL: sufixos formadores de adjetivos a partir de substantivos;
    • c) irreversível, desprotegidas -I, -DES: prefixos expressando afastamento, separação;
    • d) pesquisa, americana -A: desinência de gênero feminino;
    • e) psicanalista, masculinizar - vocábulos formados por dois radicais.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 45.
    • Quando tratavam de maneiras ........ mesa, os manuais de civilidade medievais - ou talvez devamos dizer "manuais de cortesia", tendo em vista a época - condenavam as manifestações de gula, a agitação, a sujeira, a falta de consideração pelos outros convivas. Tudo isso persiste nos séculos XVII e XVIII, porém novas prescrições se acrescentam ........ antigas. Em geral, elas desenvolvem ........ idéia de limpeza - já presente na Idade Média -, ordenando que se usem os novos utensílios de mesa: pratos, copos, facas, colheres e garfos individuais. O emprego dos dedos é cada vez mais proscrito, bem como a transferência dos alimentos diretamente da travessa comum para a boca.
    • Isso evidencia não só uma obsessão pela limpeza, como ainda um progresso do individualismo: o prato, o copo, a faca, a colher e o garfo individuais na verdade erguem paredes invisíveis
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 46.
    • entre os comensais. §Na Idade Média, levava-se a mão ao prato comum, duas ou três pessoas tomavam a sopa numa só escudela, todos comiam a carne na mesma travessa e bebiam de uma única taça que circulava pela mesa; facas e colheres, ainda inadequadas, passavam de um conviva a outro; e cada qual mergulhava seu pedaço de pão ou de carne em saleiros e molheiras comuns. Nos séculos XVII e XVIII, ao contrário, cada comensal é dono de um prato, um copo, uma faca, uma colher, um garfo, um guardanapo e um pedaço de pão. Tudo que é retirado das travessas, molheiras e saleiros comuns deve ser pego com os utensílios adequados e depositado no prato antes de ser tocado com os próprios talheres e levado ........ boca.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 47.
    • Cada conviva é encerrado numa espécie de gaiola imaterial. Por que tais precauções, dois séculos antes de Pasteur descobrir a existência dos micróbios? O que vem a ser essa sujeira que tanto se teme? Não será principalmente o medo do contato com o outro?
    • (Adaptado de FLANDRIN, Jean-Louis. A DISTINÇÃO PELO GOSTO. In: CHARTIER, Roger (Org.) HISTÓRIA DA VIDA PRIVADA 3: Da Renascença ao Século das Luzes. São Paulo: Companhia das Letras, 1991. p. 267-8)
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 48.
    • 4. Assinale a alternativa em que foi corretamente utilizada a palavra da mesma família ou de PRESCRIÇÕES (2o. período), ou de PROSCRITO (4o. período).
    • a) Repousei, tomei os remédios que o médico PROSCREVEU, e logo minha obediência foi recompensada: recebi alta e pude voltar ao futebolzinho no quintal.
    • b) A lei PRESCREVE a pena de morte para o delito de que eu o incriminei; espero que seja cumprida, pois assim me apossarei de toda a sua fortuna.
    • c) A volta do PRESCRITO agitou a pequena cidadezinha do velho oeste; quereria ele vingar-se dos seus inimigos?
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 49.
    • d) A PROSCRIÇÃO do padre confessor me apavorou: eu teria de rezar mil pais-nossos, mil ave-marias e quinhentos credos, além de acender uma vela para cada vez que estivera com a vizinha.
    • e) O casamento não está de todo PRESCRITO de nossa tribo, mas é inegável que ele contraria o que ordena nosso guru: "Amem fisicamente a todos que puderem".
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 50.
    • a) Repousei, tomei os remédios que o médico PROSCREVEU, e logo minha obediência foi recompensada: recebi alta e pude voltar ao futebolzinho no quintal.
    • b) A lei PRESCREVE a pena de morte para o delito de que eu o incriminei; espero que seja cumprida, pois assim me apossarei de toda a sua fortuna.
    • c) A volta do PRESCRITO agitou a pequena cidadezinha do velho oeste; quereria ele vingar-se dos seus inimigos?
    • d) A PROSCRIÇÃO do padre confessor me apavorou: eu teria de rezar mil pais-nossos, mil ave-marias e quinhentos credos, além de acender uma vela para cada vez que estivera com a vizinha.
    • e) O casamento não está de todo PRESCRITO de nossa tribo, mas é inegável que ele contraria o que ordena nosso guru: "Amem fisicamente a todos que puderem".
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 51.
    • 5. As palavras "molheira" (6¡. período), "saleiro" (6o. período) e "sujeira" (1o. período) são formadas pela adição de um mesmo sufixo ao radical. Assinale a alternativa que NÃO apresenta o mesmo sufixo.
    • a) roupeiro
    • b) queira
    • c) mosquiteiro
    • d) fofoqueira
    • e) lixeira
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 52.
    • 5. As palavras "molheira" (6¡. período), "saleiro" (6o. período) e "sujeira" (1o. período) são formadas pela adição de um mesmo sufixo ao radical. Assinale a alternativa que NÃO apresenta o mesmo sufixo.
    • a) roupeiro
    • b) queira
    • c) mosquiteiro
    • d) fofoqueira
    • e) lixeira
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 53.
    • 6. Assinalar a alternativa que registra a palavra que tem o sufixo formador de advérbio:
    • a) desesperança;
    • b) pessimismo;
    • c) empobrecimento;
    • d) extremamente;
    • e) sociedade.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 54.
    • 6. Assinalar a alternativa que registra a palavra que tem o sufixo formador de advérbio:
    • a) desesperança;
    • b) pessimismo;
    • c) empobrecimento;
    • d) extremamente;
    • e) sociedade.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 55.
    • 7. As palavras: adivinhar - adivinho - adivinhação têm a mesma raiz, por isso são cognatas. Assinalar a alternativa em que não ocorrem três cognatos:
    • a) alguém - algo - algum.
    • b) ler - leitura - lição.
    • c) ensinar - ensino - ensinamento.
    • d) candura - cândido - incandescência.
    • e) viver - vida - vidente.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 56.
    • 7. As palavras: adivinhar - adivinho - adivinhação têm a mesma raiz, por isso são cognatas. Assinalar a alternativa em que não ocorrem três cognatos:
    • a) alguém - algo - algum.
    • b) ler - leitura - lição.
    • c) ensinar - ensino - ensinamento.
    • d) candura - cândido - incandescência.
    • e) viver - vida - vidente.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 57.
    • 8. Assinalar a alternativa em que a primeira palavra apresenta sufixo formador de advérbio e, a segunda, sufixo formador de substantivo:
    • a) perfeitamente - varrendo.
    • b) provavelmente - erro.
    • c) lentamente - explicação.
    • d) atrevimento - ignorância.
    • e) proveniente - furtado.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 58.
    • 8. Assinalar a alternativa em que a primeira palavra apresenta sufixo formador de advérbio e, a segunda, sufixo formador de substantivo:
    • a) perfeitamente - varrendo.
    • b) provavelmente - erro.
    • c) lentamente - explicação.
    • d) atrevimento - ignorância.
    • e) proveniente - furtado.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 59.
    • 9. O valor semântico de DES-NÃO coincide com o do par centralização/ DEScentralização apenas em:
    • a) Despregar o prego foi mais difícil do que pregá-lo.
    • b) "Belo, belo, que vou para o Céu..." - e se soltou, para voar: descaiu foi lá de riba, no chão muito se machucou.
    • c) Enquanto isso ele ficava ali em Casa, em certo repouso, até a saúde de tudo se desameaçar.
    • d) A despoluição do rio Tietê é um repto urgente aos políticos e à população de São Paulo.
    • e) O governo de Israel decidiu desbloquear metade da renda de arrecadação fiscal que Israel devia à Autoridade Nacional Palestina.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 60.
    • 9. O valor semântico de DES-NÃO coincide com o do par centralização/ DEScentralização apenas em:
    • a) Despregar o prego foi mais difícil do que pregá-lo.
    • b) "Belo, belo, que vou para o Céu..." - e se soltou, para voar: descaiu foi lá de riba, no chão muito se machucou.
    • c) Enquanto isso ele ficava ali em Casa, em certo repouso, até a saúde de tudo se desameaçar.
    • d) A despoluição do rio Tietê é um repto urgente aos políticos e à população de São Paulo.
    • e) O governo de Israel decidiu desbloquear metade da renda de arrecadação fiscal que Israel devia à Autoridade Nacional Palestina.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 61.
    • 10. Relacione:
    •  
    • 1 - aversão a lugares abertos
    • 2 - aversão à luz
    • 3 - aversão à altura
    • 4 - aversão à lugares fechados
    •  
    • a) ( ) fotofobia
    • b) ( ) acrofobia
    • c) ( ) claustrofobia
    • d) ( ) agorafobia
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 62.
    • 10. Relacione:
    •  
    • 1 - aversão a lugares abertos
    • 2 - aversão à luz
    • 3 - aversão à altura
    • 4 - aversão à lugares fechados
    •  
    • a) ( 2 ) fotofobia
    • b) ( 3 ) acrofobia
    • c) ( 4 ) claustrofobia
    • d) ( 1 ) agorafobia
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 63.
    • 10. Indique a alternativa em que o sufixo NÃO dá à palavra o sentido de RESULTADO DE UMA AÇÃO.
    • a) ferimento
    • b) nomeação
    • c) vingança
    • d) instrumento
    • e) traição
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 64.
    • 10. Indique a alternativa em que o sufixo NÃO dá à palavra o sentido de RESULTADO DE UMA AÇÃO.
    • a) ferimento
    • b) nomeação
    • c) vingança
    • d) instrumento
    • e) traição
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 65.
    • 11. Estabeleça a combinação dos radicais latinos das colunas I e II, de forma a construir termos que signifiquem: "quem vaga pela noite", "o que traz o sono", "quem assassina o irmão", "o que quer o bem", "o que é relativo ao campo":
    •  
    • 1. Fratri ( ) vago
    • 2. agri ( ) fero
    • 3. Bene ( ) cida
    • 4. nocti ( ) volo
    • 5. soni ( ) cola
    •  
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS
  • 66.
    • A sequência correta é:
    • a) 5, 2, 3, 4 e 1;
    • b) 4, 5, 1, 3 e 2;
    • c) 1, 2, 3, 4 e 5;
    • d) 2, 4, 5, 1 e 3;
    • e) 2, 5, 1, 3 e 4.
    PROAB 2010 AULA 3 PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS