multipleinteligences

655 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
655
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

multipleinteligences

  1. 1. A AQUISIÇÃO DA LÍNGUA INGLESA VOLTADAÀS MÚLTIPLAS INTELIGÊNCIAS DE GARDNERAcadêmica: Greissi Cristina SousaOrientadora: Prof.ª Dt. Gisele Pereira de Oliveira
  2. 2. Problema: Pode-se propor uma abordagem em sala de aula de acordo com as Inteligências Múltiplas de Gardner e alcançar resultados satisfatórios na aquisição de Língua Inglesa?
  3. 3. Objetivo Geral: Analisar a aquisição da Língua Inglesa pelo viés da teoria das Inteligências Múltiplas como abordagem eficiente de aquisição.
  4. 4. Objetivos Específicos: Discorrer sobre as falhas no ensino-aprendizagem de Língua Inglesa . Analisar brevemente os PCNs em relação ao ensino de LE. Relacionar a teoria das Inteligências Múltiplas (Gardner) à de Aquisição da Língua Inglesa (Krashen). Propor uma abordagem de ensino-aquisição. Contemplar, através da aplicação de atividades, diversos estilos de ensino, focando as diferentes inteligências, para estimular a aquisição da Língua Inglesa. Analisar os resultados.
  5. 5. Metodologia: Atividades de ensino-aquisição de tópicos específicos de LI (Present Progressive Tense; atividades do dia-a-dia) aplicadas no CEE – Mickey. A realização deste estudo tem caráter exploratório e experimental. Processo: Base Teórica, Aplicação de Atividades e Análise dos Resultados.
  6. 6. BASE TEÓRICA
  7. 7. O ensino-aprendizagem contemporâneo daLíngua Inglesa no Brasil O aprendizado de Língua Inglesa como segunda língua está fossilizado na norma gramatical e repetidamente baseado na simples prescrição de regras e exercícios mecânicos que pouquíssimo contribuem para seu desdobramento funcional comunicativo.
  8. 8. Os PCNs: O aluno deve estar apto a produzir informações e acessá-las, gerar e buscar mensagens com autonomia, visando à leitura e a compreensão de textos verbais, orais e escritos; contemplando as mais adversas situações de interações rotineiras de uso de uma língua.
  9. 9. A Linguística Aplicada: Produção de conhecimentos sobre como as pessoas usam a linguagem em seu itinerário habitual e como indivíduos de diferentes culturas usam esta mesma linguagem de modos diferentes.
  10. 10. A teoria de aquisição de Krashen: Aprendizado x Aquisição
  11. 11. A primeira forma é a aquisição da língua, um processo similar, se não idêntico, à forma como uma criança desenvolve a habilidade em sua primeira língua. A aquisição da língua é um processo subconsciente; os adquirentes da língua não estão normalmente cientes do fato de que eles estão adquirindo a língua, mas estão conscientes do fato que eles estão usando uma língua para comunicação. [Tradução nossa.] (KRASHEN, 1982, p.10)The first way is language acquisition, a process similar, if not identical, to theway children develop ability in their first language. Language acquisition is asubconscious process; language acquirers are not usually aware of the fact thatthey are acquiring language, but are only aware of the fact that they are usingthe language for communication.
  12. 12. A teoria de aquisição a partir de Krashen(1982): A hipótese da ordem natural; A hipótese do monitor; A hipótese do input; O conceito de filtro afetivo.
  13. 13. A teoria das Inteligências Múltiplas deGardner: Desmistifica teoria do Quociente de Inteligência (QI). A inteligência não pode ser mensurada, nem qualificada de maneira isolada. Classifica as inteligências humanas. Faz um mapeamento avaliando pré-requisitos e critérios. Subdivide-as em oito categorias, chegando a relatar a possibilidade de existência de uma nona categoria.
  14. 14. Múltiplas Inteligências de Gardner (1994): Inteligência Linguística; Inteligência Lógico-Matemática; Inteligência Espacial; Inteligência Corporal-Cinestésica; Inteligência Musical; Inteligência Interpessoal; Inteligência Intrapessoal; Inteligência Naturalista; Inteligência Existencial.
  15. 15. A aquisição da Língua Inglesa por meio da teoriadas Inteligências Múltiplas de Gardner (1994):Se dá pelo diálogo entre as teorias de Aquisição deKrashen e das Inteligências Múltiplas de Gardner
  16. 16. ANÁLISE
  17. 17.  Das Atividades; A constituição do sujeito pesquisado;
  18. 18. ATIVIDADES APLICADAS
  19. 19. Atividade 1 : Inteligência Linguístico –textual
  20. 20. Atividade 2: Inteligência Espacial-visual
  21. 21. Atividade 3: Inteligência Intrapessoal
  22. 22. Atividade 4: Inteligência Cinestésico-corporal
  23. 23. Atividade 5: Inteligência Lógico-matemática
  24. 24. Atividade 6: Inteligência Interpessoal
  25. 25. Atividade 7: Inteligência Musical
  26. 26. A Classificação dos Alunos: 4,5 4 3,5 3 2,5 2 1° Lugar 1,5 2° Lugar 1 3° Lugar 0,5 0
  27. 27. A análise dos resultados: Ao final das atividades, pode-se perceber que todos os alunos adquiriram o conteúdo proposto igualmente. Portanto, é pertinente e eficiente repensar o ensino-aprendizado da Língua Inglesa nas escolas, e a direcionarmos para a aquisição da Língua Inglesa voltada às Múltiplas Inteligências de Gardner a fim de privilegiar a pluralidade dos conhecimentos.
  28. 28. Considerações Finais: Observou-se que a aquisição da LI eficaz de forma intuitiva e natural, proposta pela teoria de Krashen, pôde se dar por intermédio da elaboração de múltiplas atividades que privilegiem as Inteligências de Gardner. Esta pesquisa tornou-se relevante para dar início às investigações de aprimoramento do ensino-aquisição, pelo viés da teoria das Múltiplas Inteligências, eficaz da LI em sala de aula. Grandes mudanças merecem ser projetadas a partir da continuidade deste projeto.
  29. 29. AGRADECIMENTOS
  30. 30. Referências ALMEIDA FILHO, J.C.P. Dimensões Comunicativas no Ensino de Línguas. 4ª. ed. Campinas: Pontes, 2007. ________. Linguística Aplicada: ensino de línguas e comunicação. 2ª. ed. Campinas: Pontes, 2007. ANTUNES, Celso. As inteligências múltiplas e seus estímulos. 14ª ed. Campinas: Papirus, 1998. ARMSTRONG, Thomas. Inteligências Múltiplas na sala de aula. 2ª. ed. Porto Alegre: Artmed, 2001. BRASIL, Secretária de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Médio: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Brasília: MEC/SEF, 1998.
  31. 31. Referências ESLFLOW, Brainstormings. Disponível em http://www.eslflow.com/brainstorming .html, último acesso em 08/11/2011. GARDNER, Howard. Estruturas da mente: a teoria das inteligências múltiplas. Porto Alegre :Artes Médicas, 1994. KRASHEN, Stephen. D. Principles and Practice in Second Language Acquisition. Oxford: Prentice-Hall International, 1982. Disponível em http://www.sdkrashen.com/Principles_and_Practice/index.html, último acesso em 09/11/2011. NOGUEIRA, Márcia Castelo Branco. Ouvindo a voz do (pré)adolescente brasileiro da geração digital sobre o livro didático de inglês desenvolvido no Brasil. Disponível em http://www2.dbd.puc- rio.br/pergamum/tesesabertas /0510556_07_cap_02.pdf, último acesso em 08/11/2011. PDF, Bee, Board game: What do they do? Disponível em: http://beepdf.com/doc/ 61581/game___daily_routine___what_do_they_do?.html, último acesso em 09/11/2011.
  32. 32. Referências RAMOS, Cosete. O despertar do gênio: aprendendo com o cérebro inteiro. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002. SOUSA, Greissi C. Atividades Elaboradas para a aplicação da teoria de Gardner. 2011. 6f. Mimeografado. SWIFT, Taylor. You belong with me. Disponível em http://letras.terra.com.br/taylor-swift/1372185/, último acesso em: 24/10/2011.

×