• Like
Virtudes e vicios
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Virtudes e vicios

  • 6,869 views
Published

 

Published in Spiritual
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
6,869
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4

Actions

Shares
Downloads
144
Comments
1
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PROJETO: CONHECER, SENTIR, VIVER KARDECMúsica: Outra vez – Richard Clayderman Formatação: um.amigo.em.Deus@gmail.com
  • 2. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.)A virtude, no mais alto grau, é oconjunto de todas as qualidadesessenciais que constituem o homemde bem. Ser bom, caritativo,laborioso, sóbrio, modesto, sãoqualidades do homem virtuoso.
  • 3. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.)Não é virtuoso aquele que fazostentação da sua virtude, pois quelhe falta a qualidade principal: amodéstia, e tem o vício que mais selhe opõe: o orgulho.
  • 4. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.)Que direi daquele cujo únicovalor consiste em parecer o quenão é? Mais vale poucavirtude com modéstia, doque muita com orgulho.
  • 5. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO» O ORGULHO E A HUMILDADE » ITEM 8 Lacordaire Constantina, 1863Sem a humildade, enfeitai-vos devirtudes que não possuis, como sevestísseis um hábito para ocultaras deformidades do corpo.
  • 6. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 893893. Qual a mais meritória de todas as virtudes?– Todas as virtudes têm seu mérito, porque indicamprogresso no caminho do bem. A mais meritória virtude éa do sacrifício do interesse pessoal pelo bem dopróximo sem interesses ocultos.
  • 7. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 894894.As pessoas que fazem o bem espontaneamente têmmérito porque já lutaram outrora e triunfaram sobrehábitos inferiores.
  • 8. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 895895. O sinal mais característico da imperfeição é ointeresse pessoal. O verdadeiro desinteresse é coisamuito rara na Terra.
  • 9. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTETERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 896 896. A riqueza não é dada para guardar em cofres nem dispersada ao vento, representa depósito de que todos prestam contas.
  • 10. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTETERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 897 897. É repreensível aquele que faz o bem, sem visar recompensa na Terra, mas na esperança de ser recompensado na outra vida, para que lá sua posição seja melhor? Esse pensamento prejudica seu progresso?
  • 11. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTETERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 897 R – É preciso fazer o bem pela caridade, com desinteresse
  • 12. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 898 898. Adquirir conhecimentoscientíficos ajuda ao progresso do espírito, que tem de desenvolver habilidades nos dois sentidos.
  • 13. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 899 899. O rico que nasceu na pobreza e não faz nada aosemelhante é mais culpado do o que nasceu na opulência.
  • 14. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 900900. Acumular bens com o único objetivo delegar maior soma aos herdeiros está emdesacordo com as leis divinas.
  • 15. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 901901. Entre o avarento que não faz e o queutiliza somente para si a riqueza, oúltimo estará em piores condições no além.
  • 16. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 902902.Cobiçar a riqueza a pretexto de fazero bem é louvável, mas será que não haveránenhum interesse oculto?
  • 17. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 902903. Criticar os defeitos alheios é falta de caridade, masestudá-los para tirar proveito deles, sem divulgá-los,não.
  • 18. ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.)21. Haverá casos em que convenha se desvende o mal deoutrem? É muito delicada esta questão e, para resolvê-la,necessário se torna apelar para a caridade bemcompreendida..
  • 19. ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.)Se as imperfeições de uma pessoa só a ela prejudicam,nenhuma utilidade haverá nunca em divulgá-la. Se,porém, podem acarretar prejuízo a terceiros, deve-seatender de preferência ao interesse do maior número..
  • 20. ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.)21. Segundo as circunstâncias, desmascarar a hipocrisia ea mentira pode constituir um dever, pois mais vale caia umhomem, do que virem muitos a ser suas vítimas..
  • 21. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 904904. Sondar as chagas da sociedade e as expor em público,pode não ser uma falta, dependendo do sentimento que omove.
  • 22. (BÍBLIA » PROVÉRBIO 28:23).O Escritor de Provérbios, sabiamentenos alerta: O que repreende ao homemachará, depois, mais favor do queaquele que lisonjeia com a língua.(Provérbio 28:23).
  • 23. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 905905. Escrever obras de grande moral,que ajudam a humanidade, e não tirarproveito para si é falta grave.
  • 24. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 906906. Não há mal em sentir-se satisfeitopor triunfar dos maus pendores, masenvaidecer-se sim.