Boletim bib3

367 views
306 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
367
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Boletim bib3

  1. 1. Boletim da Biblioteca Ano 4 ● Número 3 3º período 2010/2011 Agrupamento de Escolas Finisterra Finalmente aproxima-se o E.B. 2,3 Carlos de Oliveira - Febresfinal do ano lectivo! Férias tão dese-jadas e já merecidas… Cá estou de novo para temostrar o que foi feito ao longo desteterceiro período. Finalmente... Férias Grandes! ~ Soneto 17 ~ Continuou a decorrer a acti-vidade “ Hora do conto, hora da His- Se te comparo a um dia de verãotória ” , dinamizada pela professora Tempo para:Lúcia Teixeira. Que momentos tão És por certo mais belo e mais amenoagradáveis e enriquecedores para Descansar, relaxar, dormir, viajar, O vento espalha as folhas pelo chãotodos nós! ir à praia, fazer piqueniques, fazer exercí- E o tempo do verão é bem pequeno. No âmbito do projecto“ S obre esta pedra escrevo ” os tra- cio físico e … ler!balhos realizados pelos alunos foram E porque não pintar um quadro? Ás vezes brilha o Sol em demasiaexpostos , no dia 18 de Maio, noMuseu da Pedra , para assinalar o Outras vezes desmaia com frieza;Dia Internacional dos Museus. O que é belo declina num só dia, Dando contin uid ade àcomemoração do Centenário da Na terna mutação da natureza.Constituição de 1911 realizou-seuma exposição e uma palestra sobre Mas em ti o verão será eterno,a forma como a imprensa local abor-dou , na altura, a implantação da E a beleza que tens não perderás;República. Nem chegarás da morte ao triste No dia 9 de Maio , assina-lou-se o Dia da Europa com um con- inverno:curso sobre a União Europeia paraos 7ºs anos e com uma exposição Nestas linhas com o tempo crescerás.no átrio da escola. No dia 20 de Maio, veio à E enquanto nesta terra houver umescola o jurista da Sociedade Portu- ser,guesa de Autores, Dr. Lucas Serra, Meus versos vivos te farão viver.para uma palestra relacionada comos direitos de autor em contexto Profª Mónica Catarinoescolar. William Shakespeare Nos dias 13 e 14 de Maiodecorreu uma oficina de jornalismo,para assinalar o Dia Mundial da FICHA TÉCNICA:Imprensa. Professora Bibliotecária: Graça Ribeiro No dia 9 de Junho realizou-se uma sessão de leitura pela profes- Equipa da Biblioteca Escolar:sora Rosário Figueiredo da EB 2 de Professores: Ana Pimentel, Eva Claro, IreneMira. Simões e Lúcia Vieira. A Biblioteca ainda partici- Funcionários: Maria Isabel Ramos. Estamos na Web!pará na festa de final de ano comuma actividade surpresa e no dia 22 Professores colaboradores: Leontina Rodrigues, http://bibliotecafinisterra.blogspot.comde Junho haverá sessões de leitura Lúcia Amaral e Lúcia Teixeira.com a participação dos pais.
  2. 2. “ D iz-se que a vida é curta, mas pode-se fazer muita coisa se souber aproveitá-la. ” ( Goethe )P á g in a 2 An o 4 ● N ú m e r o 3 Actividades Novidades HORA DO CONTO, HORA DA HISTÓRIA Espaço dinamizado pela professora Lúcia Teixeira que tem como objectivo fazer o contexto histórico das obras de leitura integral das aulas de Língua Portuguesa.: Falar a Verdade a Mentir, de Almeida Garret, e Como Raio de Sol, de Erico Veríssimo. SOBRE ESTA PEDRA ESCREVO No dia 18 de Maio os trabalhos realiza- dos pelos alunos foram expostos no Museu da Pedra. DIREITOS DE AUTOR O Dr. Lucas Serra falou sobre os direitos de autor em contexto escolar e alertou os alunos para a importância de respeitarem a autoria das obras em qualquer suporte. CENTENÁRIIO DA CONSTITUÇÃO DA REPUBLICANA DE 1911 Foi feita uma exposição com os tra- balhos elaborados pelos alunos de TEP do 9º Ano, baseados nos arti- gos da Constituição de 1911. No mesmo âmbito realizou-se ainda uma palestra sobre os media locais e a implantação das ideias republica- nas no concelho de Cantanhede, pelo professor Cidalino Madaleno.
  3. 3. “ O homem é do tamanho do seu sonho ” ( Fernando Pessoa )An o 4 ● N ú m e r o 3 P á g in a 3 Actividades Novidades DIA DA EUROPA Realizou-se um concurso para os séti- mos anos sobre a União Europeia. A turma vencedora foi a C. SESSÃO DE LEITURA Tiveram lugar duas sessões de leitura, pela professora bibliotecária do Agru- pamento de Escolas de Mira, seguidas de ateliês de pintura em tecidos usa- dos em continuidade com o tema da obra lida: a reutilização. OFICINA DE JORNALISMO Realizaram-se duas oficinas de jorna- lismo com a participação da direcção e de dois jornalistas do AuriNegra. A primeira dirigiu-se ao 6º Ano e em que foi abordado o tema: “ Liberdade de imprensa ” , a segunda ao 8º Ano e foi abordado o tema: “ Como construir uma notícia de jornal ”
  4. 4. “ A s flores não nascem sem o calor do Sol. Também os homens precisam da amizade para viver. “ ( Phil Bosmans )P á g in a 4 An o 4 ● N ú m e r o 3Quando sopra o vento norte de Daniel Glattauer Na nossa biblioteca encontramos"Escreva-me Emmi. Escrever é como beijar, mas sem muitas e deliciosas receitas!lábios. Escrever é beijar com a mente." Esta é uma delas!Quando sopra o vento norte é um romance divertido, animadoe irresistivelmente cativante, cheio de reviravoltas, sobre umcaso de amor vivido exclusivamente por e-mail. Taças de Frutos FrescosTudo começa por acaso: Leo recebe por engano alguns e-mails de uma desco-nhecida chamada Emmi. Educadamente, responde-lhe e Emmi retribui. Ingredientes:Esta troca de e-mails desperta uma curiosidade intensa entre os dois e, quase  400g de iogurte espesso bemde imediato, Emmi e Leo começam a partilhar confidências e desejos íntimos. frioA tensão entre ambos aumenta, e o encontro parece iminente. Mas Emmi e Leo  Açúcar mascavadoadiam o momento. Porque, afinal de contas, Emmi é casada e feliz.Serão os sentimentos que nutrem um pelo outro suficientemente profundos para  4 bananas pequenassobreviver a um encontro real? E, depois desse momento, o que os espera?  1 limãoA Rapariga que Roubava Livros de Markus Zusak  Canela em pó  1 cacho de uvasQuando a morte nos conta uma história temos todo o interesseem escutá-la. Assumindo o papel de narrador em A Rapariga  4 c. ( sopa ) de sultanasQue Roubava Livros, vamos ao seu encontro na Alema-nha, por ocasião da segunda guerra mundial, onde ela Bata muito bem o iogurte com 2 c. ( s opa ) de açúcar mascavado, utili-tem uma função muito activa na recolha de almas vítimas do conflito. E zando varas de arame.é por esta altura que se cruza pela segunda vez com Liesel, uma meni- Guarde no frigorifico uma hora. Descas-na de nove anos de idade, entregue para adopção, que já tinha passado que as bananas, corte-as às rodelaspelos olhos da morte no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel finas e deite-as num pirex.roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixo- Regue de imediato com sumo de limãonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando um sen- para não oxidarem e polvilhe com 1 c. ( s opa ) de açúcar e um pouco detido à sua existência. Quando o roubou, ainda não sabia ler, será com a canela. Junte as uvas lavadas, enxutasajuda do seu pai, um perfeito intérprete de acordeão que passará a e cortadas em metades, e sem grai-saber percorrer o caminho das letras, exorcizando fantasmas do passa- nhas.do. Ao longo dos anos, Liesel continuará a dedicar-se à prática de rou- Deite por cima o creme de iogurte e asbar livros e a encontrar-se com a morte, que irá sempre utilizar um regis- sultanas. Envolva tudo delicadamente eto pouco sentimental embora humano e poético, atraindo a atenção de dividida por taças individuais. Guarde no frigorifico por uma hora equem a lê para cada frase, cada sentido, cada palavra. Um livro soberbo sirva.que prima pela originalidade e que nos devolve um outro olhar sobre osdias da guerra no coração da Alemanha e acima de tudo pelo amor à Sugestãoliteratura. Qualquer preparado, incluindo doces, deve ir ao frigorifico coberto com pelícu- la aderente, o que evita a transmissão de sabores. Boas férias e boas leituras!

×